PplWare Mobile

20 distribuições Linux para computadores fraquinhos (Parte 1)


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Joao says:

    linux so serve para pcs fracos, mas o windows xp é de longe mais util e mais leve

  2. arc says:

    O titulo, é no MÍNIMO polémico!

  3. Chevichev says:

    Um 386 com 192MB de RAM acho que é pedir muito…

    • Bzainas says:

      Rapaz, pesquisa um bocadinho o que significa i386 antes de dizeres disparates

    • Joao says:

      com 192mb de ram corre fluido no windows xp, e ao contrario do lixux tem office a adobe acrobat alem de jogos

      • Amilcar Alho says:

        E ainda mais fluido deve ser com um 3.11, ou vá lá, um 95…

      • João Roberto de Oliveira Furtado says:

        com 8mb de ram corre fluido no MS-DOS, e ao contrário do windows xp tem Wordstar e Lotus 1-2-3 alem de jogos como o Elder Scrolls II: Daggerfall e Leisure Suit Larry in the Land of the Lounge Lizards

      • ademirt says:

        Tem a Steam para o Linux com cerca de 1300 jogos disponíveis
        Tem também o WPS office, Only office e libreoffice para o linux, e o Adobe Acrobat não me faz falta, e ainda mais seguro que o XP.

        Já foi o tempo do XP.

      • Samuel says:

        Porra!! Não sabes mesmo nada do linux!! O Linux traz office, firewall, jogos, leitor vídeo, leitor áudio, cliente de e-mail, cliente de chat, visualizador de imagens, firefox, app da amazon, calendário, app para gravar CDs/DVDs, gravador de áudio, apps stores, transmission (utorrent), queres que eu continue!? acho que aqui não ia caber tudo 🙂

        • Joao says:

          traz office e jogos? Oh Samuel diz la como se usa o MS office no linux e que jogos tens? È que profissionalmente no teu cv se tiveres “conhecimentos no libreoffice” riem se de ti a gargalhada.

          • Ademirt says:

            Na steam, tudo que for compatível com o SteamOS, é linux.

            Não precisa dar exemplo de jogos, são mais de 1300 jogos.
            A própria valve vem mantendo o SteamOS que é baseado no debian.

            O libreoffice atendeu o que precisei.
            Como trabalho com desenvolvimento de software, office tanto faz.

            MS office é essencial no cv? Ainda usa o XP? Que atraso.
            Tecnologia evolui.

          • Boss says:

            se precisas de ter conhecimentos de MS Office no curriculum é porque não trabalhas em qualquer ramo de engenharia

          • João Correia says:

            comentário ridículo, porque tens que comprar o MS office se tens o Libre office que faz exactamente o mesmo e vem de borla???
            comecei a mexer em computadores, ainda se usava o “Basic” depois W98, 2000, XP…
            depois experimentei o “Mandrake” e gostei, entretanto comecei a usar “Ubuntu”…
            tenho 3 computadores, ambos têm “Linux” e Windows, dois com o W7 e um com o W10…mas só um é que costumo usar o Windows” e é só por causa da preguiça de por uma impressora HP a trabalhar no Linux.
            Adorei o XP, mas recuso-me a ficar agarrado ao passado e a um SO obsoleto que fica a dever muito a um qualquer Linux…

          • José Maria Oliveira Simões says:

            @ João Correia,
            Para ter uma impressora no Linux, é muito facil:
            https://developers.hp.com/hp-linux-imaging-and-printing
            Tenho usado e abusado da impressora HP. Quando os outros construtores também tiverem drivers para o Linux, poderei interessar-me por elas.

          • João Correia says:

            @José Maria Oliveira Simões
            Muito obrigado, estive algum tempo para instalar, mas já funcina.
            Abraço.

  4. Realista says:

    Uso o Linux Mint FXCE no meu T4300…

  5. José Maria Oliveira Simões says:

    Lubuntu no sony vaio vgn-p21z, substituido o hdd da Toshiba MK8025GAL (80 GB , 4200 rpm) por SSD KINGSPEC 1.8 ZIF 40 pinos 128GB – KSD-ZF18.6-128MS. Trabalha bastante bem. Recomendo vivamente.

  6. Belmiro says:

    Computadores fraquinhos são os Atom Z37xx quad core com 1 GB RAM e 16 GB eMMC (Eu tenho um tablet assim a correr a versão mais atualizada do W10) e correm o W10 que é uma maravilha.

    Abaixo disso não é fraquinho, é pre histórico em 2018 e há que evoluir no hardware também.

  7. slblxs says:

    Pedro Pinto, faltou este https://antixlinux.com/

  8. arc says:

    E…então…boas férias….fui

  9. Asdrubal says:

    Gostei da interface do Peppermint OS.
    Pelo que percebi, dá para uma máquina 386, o que é espectacular, a não ser que o “i386” seja algo que eu desconheça.

    • Mário says:

      I386 é a arquitetura do processador. Ou seja i386 significa que tem soporte para processadores de 32 bits também.

      • Chevichev says:

        O 80386 é um processador de 32bits… o primeiro da série.

      • Asdrubal says:

        Sim, pelo que pude explorar i386 representa os processadores de 32bit da família Intel 8086 ou x86. E como o 80386 foi o primeiro 32bit, daí o i386. 😉

        O que valida mesmo, então, os 386 e posteriores.
        Parece um pouco complicado para um processador 386 sem muitas instruções, e nomeadamente sem cálculo de vírgula flutuante, em que precisava de um co-processador para o efeito.

  10. Emanuel Cabral says:

    Era mesmo isto que procurava para tirar o XP do meu velhinho HP Compaq… Vou aguardar as próximas sugestões.

  11. Pérolas says:

    Há qq coisa que não bate certo neste artigo, pois segudo a wikipédia o Lubuntu requer mais recursos: System requirements for Lubuntu 18.04 LTS include a minimum of 1 GB of RAM, although 2 GB is recommended for better performance, plus a Pentium 4, Pentium M, or AMD K8 CPU or newer.[135] The RAM requirements increased from Lubuntu 17.10.

    Outra situação é o facto de se terem esquecido do Xubuntu: The recommended system requirements for this release are at least 1 GB of RAM and at least 20 GB of free hard disk space

    • Pedro Pinto says:

      Boas Pérolas

      Relativamente ao Lubuntu:

      We have done many tests and we’ve found out that Lubuntu can be installed on a Pentium II or Celeron system with 128 MB of RAM, but such a system would not perform well enough for daily use.

      With 256MB – 384MB of RAM, the performance will be better and the system will be more usable.

      With 512MB of RAM, you don’t need to worry much.

      The default “Desktop” installer requires 384-800 MB of RAM (depending on selected options.) If you have problems, please use the alternative installer.

      No que diz respeito ao Xubuntu, aparecerá noutro round.

  12. Vítor I says:

    The absolute minimum required specs are as follows:

    512 MB of RAM
    Processor based on Intel x86 architecture
    At least 3.8 GB of available disk space

    Da sítio do Peppermint OS.

  13. Tuga says:

    Não vejo o Pixel OS x86 do raspberry na lista

  14. security says:

    Tenho o lubuntu num eee e de facto é levezinho, mas o meu eee não se mexe… Teria de ser algo mais leve ainda para ele se conseguir respirar. O problema é a limitação de RAM de apenas 1Gb e não dá para fazer upgrade. É pena.

  15. Couto says:

    Aquele screenshot de 2013 está a fazer-me comichão 🙂

  16. Gonçalo Silva says:

    Porque é que o pessoal destes comentários sobre este post é tão agressivo e mal educado, pessoal estamos a falar de linux não de teorias políticas renascentistas . credo que exagero.

  17. Belmiro says:

    Com coisas como box Android ou Raspberry ou mesmo outros baseados em Atom quad core, não entendo como ainda perdem tempo a fazer hardware decadente e que consome imenso trabalhar. Basta os citados que custam 20-50€ e são muitíssimo mais poderosos, consomem absurdamente menos e tem versões mais recentes de Linux ou emuladores…

  18. Carlos says:

    Requisitos mínimos estranhos em alguns distros que não necessitam mais do que o instruction set do 386 mas precisam de mais do que 128MB de RAM. É possível teoricamente mas absolutamente impossível na prática.

  19. Pedro Alves says:

    Boa noite qual o Os para este portátil Acer Aspire One D260 13Dss com 2 g de RAM ?
    Obrigado

    • Mário says:

      Isso depende de vários fatores não só a rampa mas também o disco e o processador.

    • Mário says:

      Mas com 2gb de RAM todos eles devem funcionar minimamente dependendo daquilo para que quiseres o pc…
      Da-me mais detalhes a cerca desse computador que talvez te possa ajudar.

      • Pedro Alves says:

        Boas Mário o computador é o Acer Aspire One D260-13 Dss – 1,66 Ghz -2 GB DDR3 – 250 GB processador Intel atom N455 o uso do mesmo para uso normal ver e-mail e trabalho em Office e navegação website . Qual o que devo colocar e onde posso obter o OS e processo de instalação obrigado pela ajuda . cumprimentos Pedro Alves

    • Andrey says:

      Recomendo o ChaletOS. Instale no inglês e depois, mude para português.

  20. Ss says:

    Ola. O maior problema nestes SO para maquinas mais fracas é a internet. Abre se o browser e papa logo 1gb de memória. E os utilizadores querem usar coisas do dia a dia. Se word e excel ainda dá… Ver um filme em full HD, abrir o facebook, YouTube e a maioria dos portais levanta logo problemas.

    O hardware limita muito a utilização das web atual….

    Para piorar, podemos utilizar estes PCs para trabalho, mas voltamos a ficar limitados porque ningu larga o office da Microsoft. Mesmo que só façam ofícios e pequenos relatórios….

    É complicado. Utilizo o debian sem ambiente grafico para web server.

    Utilizo o xubunto como SO alternativo para algum trabalho, ma não passa disso.

    Cps

  21. Anselmo says:

    Otima lista. Qualquer SO Windows é mais provável de apanhar um vírus, devido ao facto de ser utilizado por milhões de pessoas. O Linux, embora tenha grande utilização a nível de server, não tem a nível particular, o que reforça a segurança do Linux. Quanto mais users tiverem numa plataforma, mais esta está vulnerável.

  22. PP says:

    Pedro Pinto: o artigo, na secção do MX linux refere “e vem com interface gráfico”, não deveria constar antes algo como “e vem com interface gráfico XFCE”? Afinal interface gráfico têm todas as distribuições constantes desta listagem…

    Quanto a utilizar computadores muito fracos com Linux para, por exemplo, navegar na internet: o netbook que uso, com antiX 16.2/17.1, com 1 giga de Ram, é capaz de correr bastante bem o Firefox.
    De padrão inclui o Firefox ESR (útil basicamente para quem necessita de usar Java ou tem mesmo um computador muito fraquinho, principalmente a nível de RAM).
    Instalei o FF quantum, e ele funciona bem, de maneira fluída, apesar de recomendar fazer algumas pequenas alterações para gerir melhor a RAM gasta pelo browser…
    É claro que ter vários separadores abertos é difícil (o número de separadores que começa a ocupar toda a RAM e a bloquear o PC é relativo, varia consoante os sites são ou não “pesados”) .
    Muitos utilizadores têm dezenas de separadores abertos, eu tenho no máximo meia dúzia.

    Uma curiosidade: A nivel de comparação refiro que o computador que utilizo tem dual boot com o windows 7, que é basicamente inútil para executar qualquer navegador moderno, a não ser que arranque em modo de segurança com rede… Estranho ver netbooks com Windows 10 e 1 Giga de RAM. Será que o W10 faz uma gestão de memória melhor do que o W7?

  23. Costa says:

    Na universidade, lembro-me de ver uns computadores amontoados já para mandar pro lixo, vulgo, ferro velho. Ainda estavam funcionais (alguns), mas eram velhos e com muito uso, e entretanto a universidade comprou melhores.
    O professor responsável pelo departamento que teria aquilo, era (e ainda ainda não morreu) um maluco formado em física em Cambridge (uk), tive a oportunidade de ter aulas com aquele maluco, e foi uma decepção.
    Esse mesmo professor, uma vez, estava eu a olhar para “material” amontoado e a imaginar levar dali algumas “coisinhas”, eu e mais um colega, já a imaginar uma rede maluca e tal, e diz o gajo (o professor), querem levar isso? Quanto pagam? E nos perguntamos se não era pro lixo. Ele lá referiu que era, mas se queríamos levar o “lixo” tínhamos de pagar, ou seja, um maluco a achar que estudantes pobretanas iriam pagar por lixo da universidade.
    A parte que tem a ver com Linux, foi ele perguntar o que iríamos fazer com aquilo, e deu logo a ideia de que aqueles computadores eram já velhos, só corriam algum Linux bem leve, e eu e o professor, quase ao mesmo tempo termos dito, slackware.
    Portanto, o resumo da história, na universidade há, ou havia, professores malucos com pouca noção da realidade e do mundo que os rodeia, e Linux em computadores velhos era sinônimo de slackware.

  24. RJCA says:

    Apenas uma pergunta. Estas distribuições Linux são todas a 32 Bits?

    • José Maria Oliveira Simões says:

      A maioria tem as duas versões. No meu caso, a versão que escolhi foi 32 Bits, porque o processador é de 32 Bits. Por outro lado, mesmo com processador de 64 bits só se justifica se tiver mais de 3 Gb de RAM. Espero ter ajudado de alguma forma.

      • RJCA says:

        Eu tenho Linux Mint 18.3 xFce (32 Bits) a correr num Pentium 4. Só tenho pena de não ter máquina melhor para correr algumas novas distros sugeridas pelo “Pplware” que só funcionam com processadores a 64 Bits…

        Das dezenas de distros “Linux” que eu testei a que mais gostei foi precisamente “Mint” xFce.

        Pode ler aqui se quiser apesar do meu artigo já estar desactualizado com a versão postada com a que estou usar agora -> https://aoficinadorui.blogs.sapo.pt/brincar-em-linux-606

  25. VO says:

    Segui o seu conselho tirei o pó ao velhinho Toshiba de 2007(*) e instalei o Lubuntu. A coisa parecia correr bem até que verifiquei que não grava a configuração do teclado para português e nem sequer a password do wi-fi. Não descobri a solução no ‘userguide’ – Alguém pode ajudar?

    (*) Intel Core TM(2) Duo CPU T7250 @ 2.00GZ e RAM 2GB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.