Quantcast
PplWare Mobile

EA foi invadida e hackers roubam código-fonte do FIFA 21 e do Frostbite Engine

PUB

                                    
                                

Autor: Marisa Pinto


  1. Guilherme Peruzzi says:

    vi um post no reddit sobre o que deviam fazer os hackers agora:
    “The hackers of EA should ransom the code back to EA but only give them one line, but tell them they can get the rest one for a further 79.99€”

    • Elektro says:

      Esse modelo de negócio só funciona porque existem vários jogadores que aderem

    • Hélio Musco says:

      A EA não perdeu o código. Os hackers não “roubaram” literalmente, a não ser que tenham apagado o código das infraestruturas da EA (repositórios, backups, etc…) e agora sejam eles os únicos com acesso ao código.

      • FAR says:

        Num era digital em que conteúdis digitais (e portanto virtuais) são criados com investimento de know-how especializado e $ é um pouco parvinho estar a fazer comparações com roubos de artigos ou bens mais tradicionais (ou físicos).

        Se alguem lhe “roubar” o código do telemóvel, aceder ao seu conteúdo e “roubar” as suas nudes (ou da sua cara metade) para outro lado, deixando as fotos originais no seu telemóvel, continua a achar que não é roubar? E se as publicar a troco de compensação num site qualquer da “especialidade”?

        Vá lá, use o bom senso.

        • Hélio Musco says:

          Não é roubar pois o proprietário nunca perdeu as fotos. Nesse caso é apenas acesso e partilha indevida e a justiça tem leis para isso. Se publicar a troco de compensação, o site poderá estar a incorrer duma infração caso depois não sejam apagadas a pedido da pessoa. Continua a não ser roubo.

          Roubar implica perderes a propriedade do objecto (dinheiro, carro, mala, …), e mesmo assim existe diferença no “perderes” (roubo, burla, furto, dano…).

          Um caso muito simples. Vamos imaginar que não vivíamos num mundo tão digital mas num mundo em que só havia fotos. Com este limite, o máximo que poderias fazer era ver a foto/nude sem autorização. Não! Com alguma ginástica mental, podemos afirmar que é um roubo pois agora tens a foto na memória e se quiseres podes reproduzir numa pintura e vender ao público! Pura estupidez, mas é lógica que usaste.

          Por isso, use o bom senso.

  2. pirata says:

    EA- Pior “estudio” de jogos de sempre.

  3. Jesuita says:

    Deus escreve direito por linhas tortas.

  4. Pedro Nogueira says:

    Acho que o último jogo que joguei deles foi na Sega Mega drive, depois disso só produziram e lançaram para o mercado lixo.

  5. iDroid says:

    Roubaram o código fonte do fifa 17 (pelo menos) FTFY

  6. João M says:

    A malta gosta de bater na EA mas se eles continuam a fazer isto é porque a malta paga.
    Enquanto existir malta a pagar eles continuam com o modelo de negócio que têm. O que não falta hoje em dia são opções de jogos dentro do mesmo género. Se não gostam não pagam e pronto.

  7. ric says:

    Roubaram o do FIFA22,23 e 24 pelo menos então também

  8. FreakOnALeash says:

    As melhores notícias que recebi hoje…até ver!

  9. XneloX says:

    Escrevam a verdade, o que foi roubado foi o código do fifa 2017 remastered!

  10. Koso says:

    Roubaram uma boa bosta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.