Quantcast
PplWare Mobile

Sites não podem obrigar as pessoas a aceitar cookies, diz União Europeia

                                    
                                

Autor: Marisa Pinto


  1. RM says:

    Concordo completamente. Alguns sites apenas se pode concordar, outros os cookies necessários ou então nada e estes últimos são poucos.

  2. CookieMonster says:

    Engraçado, que quando entrei no pplware, não me deixaram recusar os cookies…

    fora isso, engraçado como os cookies é um problema, mas uma cena tipo nonio é na boa.

  3. FastWolf says:

    Se não querem aceutar os cookies fecham o site e prontos 😀

  4. Bruno João says:

    Muitas vezes ao aceder ao site do pplawe sou questionado em aceitar a política de privacidade, a qual rejeito e faço guardar as definições. Ao aceder mais tarde, penso que naturalmente, volto a ser questionado, o que deve ter haver com o facto de ter rejeitado todos os cookies.
    Alguém sabe qual o cookie que devo aceitar para relembrar estas definições, podendo rejeitar os outros?
    Obrigado.

    • Urtencio says:

      Queres um cookie para rejeitar um cookie!! XD

      • Paulo Martins says:

        Mas é mesmo isso que é usado, as normas da UE fazem distinção entre duas categorias de cookies: essenciais e não essenciais, todos os websites têm que avisar os utilizadores para quando fazem uso de cookies e pedir permissão para o uso de cookies não essenciais, neste caso um cookie que guarda a informação que o utilizador não deu permissões para o uso de “cookies não essenciais” seria um “cookie essencial” e como tal pode ser usado e não necessita do consentimento do utilizador.

        Em relação ao que o Bruno referiu aqui creio que o problema é a validade do cookie que guarda a informação que o utilizador rejeitou os cookies que estará com um tempo de vida curto e daí voltar a perguntar novamente ao fim de algum tempo, eu acho que podes manualmente editar o prazo de validade.

  5. FutureTech says:

    Concordo.

  6. André R. says:

    Quando não há um botão para rejeitar os cookies, temos de escolher quais os que aceitamos, e depois damos de caras com 300 “parceiros” do site…
    A partir daqui temos 3 hipóteses:
    1 – temos uma pachorra para selecionar (ou não) os “parceiros” aceites
    2 – não temos pachorra e clicamos em aceitar e pronto…
    3 – Saímos do site…
    Isto com o Pplware e muitos outros… Não basta a publicidade inserida nas páginas e ainda vasculham o que vejo mais?

  7. Nuno Palma says:

    Ah e tal, é tudo muito bonito… mas não se escreve/diz “ter aceite” mas sim “ter aceitado”. Fica o meu singelo contributo para o autor.

  8. desinformado says:

    O que mais faço é usar um browser que limpa os cookies e histórico de navegação quando fecha e navego por sites que usam e abusam dos cookies. E tenho outro browser para outras coisas.

  9. indignado says:

    Eu já desisti aceito todos os cookies, quando browser fecha é tudo limpo, não fica nada cookies passwords etc tudo para as couves, quando abro o browser e como se nunca tivesse estado nos sites não há cá tracking ou registo de nada.

  10. LA says:

    Deviam-se preocupar com outras coisas. Já ninguém tem paciência para a a m**** das janelas dos cookies. Já para não falar de outras janelas. À conta destas janelas, cada vez é mais stressante, navegar na internet.

  11. justme says:

    “I don´t care about cookies”

    The EU regulations require that any website using tracking cookies must get user’s permission before installing them. These warnings appear on most websites until the visitor agrees with the website’s terms and conditions. Imagine how irritating that becomes when you surf anonymously or if you delete cookies automatically every time you close the browser.

    This add-on will remove these cookie warnings from almost all websites! You can report any website which still warns you about cookies: make a right click and choose ‘Report a cookie warning’ from the menu.

  12. LR says:

    “Assim, se alguma vez ficou impossibilitado de aceder ao conteúdo de determinado site, por não ter aceite os cookies impostas, fique então a saber que possivelmente isso não voltará a ser possível.”
    O que esperam para colocar em prática, Pplware?…

    • Paulo Martins says:

      Embora não tenham o método mais “user friendly” o Pplware cumpre as regras da UE, ao entrares no site do Pplware por baixo do botão “Aceito” tens as opções “Mostrar objetivos” e “Ver lista completa de vendedores” que te permite rejeitar os cookies. A forma como o RGPD foi escrito não é muito claro sobre como é que deve ser pedido autorização para o uso dos cookies que faz com que o método usado pelo Pplware embora não seja de longe ideal esteja dentro da legalidade.

      • LR says:

        Experimenta não aceitar as cookies aqui do pplware. Vais recambiado para o sapo em menos tempos que levas a dizer “cookies”.

        • LR says:

          Atenção, não me interpretem mal. Se não estou de acordo, apenas tenho que ir à minha vida e não entrar. Se entro, concordo. Apenas comentei que no caso da Pplware (e milhentos de outros), isto não é cumprido. É muito recente? Sim, e pode ainda não ter dado tempo para alterar. Vou deixar de ver o site por causa disto? Não, claro que não.

  13. Esquimó says:

    Em vez de cookies, porque é que os sites não exigem pagamento – por cobardia!

    Sabem que ninguém paga pelas noticias sucessivamente repetidas até ao vómito.

    • Vítor M. says:

      Cobardia? Então não há sites que têm conteúdos pagos? Estás a falar de quê? Se todos os conteúdos fossem pagos, tu que remédio tinhas de pagar. Faz lembrar porque razão tens o Spotify a crescer, o Netflix a crescer, os canais por cabo a crescer… porque de outra forma começas a não ter conteúdos, tens de os pagar. Se não pagares esses conteúdos, ficas com “pouca coisa”. Tanto é que os resultados dessas empresas são grandes exemplos. Achas que lhes faltou coragem? Bem pelo contrário, não tem nada a ver com cobardia ou lá essa ideia turva que tens. São caminhos que se tomam. Os cookies, aparecera,m há muitas décadas, não são de agora 😉 alguns acham que é uma cosia de agora. 😉

  14. Ze says:

    Eu resolvi o problema de duas formas: no desktop configurei o Firefox para apagar cookies ao sair e no iPhone uso o Safari em modo anónimo.

  15. falcaobranco says:

    O pior para mim é aquelas janelas que temos que desligar um a um as companhias que não queremos que fiquem com os nossos registos… quando um site tem a possibilidade de “Rejeitar tudo” é o melhor, mas quando não tem…é uma seca enorme…

  16. dfdf@ffd.lk says:

    Espero que abulam o Nónio. É uma ofensa à liberdade de informação e um parasita do exercício da imprensa

  17. Xnelox says:

    Abaixo os sitem que necessita de cookie, venham nos contar vamente os sites 100% HTML estáticos com gifs animados para assegurar privacidade

  18. Iurie Solomon says:

    pelo que percebi dos excertos apresentados do fim do artigo, os sites podem obrigar as pessoas a aceitar os cookies para apresentar o seu conteudo, mas devem ter tb a opçao de negar os cookies. ou seja, nao podem ter apenas a opçao de aceitar, devem ter tb a opçao de negar

  19. Redin says:

    Eu tenho-lhes feito “a vida difícil” (se é que alguma vez isso lhes importa, LOL) porque configurei instruções para apagar os dados de cookies assim que desligo o browser. O acesso a informação disponível nos cookies que eu autorizo só serão enviados se eu lá for numa segunda vez.
    Embora eu esteja de acordo com esta lei, sempre é um entrave direto sem ser dependente de qualquer browser ou de um utilizador mais apressado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.