Quantcast
PplWare Mobile

Nova política de privacidade do WhatsApp afinal pode ser considerada ilegal

PUB

                                    
                                

Fonte: Reuters

Autor: Pedro Simões


  1. André R. says:

    Alguém com “balls” finalmente…

  2. wq says:

    Mas quem é que pode confiar na Facebook??? Quando comprou o WhatsApp, mentiu descaradamente ao regulador europeu dizendo que não iria “fundir” informação dos utilizadores do WhatsApp com as suas contas no Facebook…
    Estava mais do que na altura da Facebook ser desmembrada dos serviços que adquiriu, para que não só possa haver concorrência decente, mas também para reduzir este açambarcamento de informação pessoal.

  3. MalicX says:

    Na Europa com o RGPD estás políticas não podem ser aplicadas.
    Por outro lado se não tenho conta Facebook (ter até venho mas não tem qualquer relação com o WhatsApp) iria fazer ok? Parvoice

    • wq says:

      que interessa sem tens ou não conta no Facebook? A Facebook é na prática neste momento uma empresa de publicidade, querendo agregar o máximo de informação possível…
      Já agora se usas o Facebook e o WhatsApp num smartphone, o mais certo é a Facebook já ter neste momento forma de ligar as tuas contas uma à outra!

    • Vitor says:

      Gostava que explicasses o motivo de a Alemanha estar a ter o “trabalho” de procurar razões para proibir a mudança…se essa mudança (segundo o teu “conhecimento”) está proibida pelo RGPD que se encontra em vigor!! E se é como dizes porque recebo TODOS OS DIAS uma “notificação” no WhatsApp a alertar para essa alteração a partir de 15 de Maio se estou em Portugal…que por enquanto está situado na Europa! Penso eu de quê…

      • Elektro says:

        +1, Apartir do momento em que não há distinção a emitir essas notificações é de se presumir que também não haja distinção no tratamento de dados, isto somando o facto de se saber que o Facebook não é transparente no que toca aos dados dos utilizadores

  4. Manuel says:

    Nem é preciso ter conta no facebook. Basta alguem ter o teu numero e utilizar a app do facebook para que o fb possa sacar o teu numero e criar um mapa de ligações. O facebook sabe logo quem faz parte da tua familia e quem são teus amigos, etc.

    • A.F. says:

      Isso é bem verdade, tenho conta (única) facebook com nome de uma pessoa que já morreu, no entanto e sem ligação directa entre o morto e a minha família e amigos, o facebook apresenta-me pessoas da minha família e amigos a perguntar se os conheço e quero adiciona-los.
      Não tenho nenhuma App facebook instalada no meu smartphone, só uso o facebook no PC, raramente acesso a conta e quando acesso, apago após o logout, todo o histórico e cookies.
      Nunca consegui perceber como eles conseguem saber essas informações, quando tenho todo o cuidado em não deixar rastos.

  5. MalicX says:

    Eu nunca recebi qq notificação do WhatsApp. Provavelmente não estão a conseguir ligar o FB com o WhatsApp

  6. AqueleAmigo says:

    PPLWARE

    Párem lá de colocar links para artigos no meio do texto sff

  7. Joao Ptt says:

    Lá vai ter o Facebook que encerrar o WhatsApp por motivos técnicos [leia-se: incapacidade de integrar as espionagem em todo o lado legalmente, para fins de espionagem (esta sempre negada, como não poderão deixar de o fazer a menos que queiram ir para a prisão) e publicidade].

    Se mandasse no Facebook, e fizesse questão de saber tudo, mandava o WhatsApp com os cães (encerrar o serviço), e era tudo direccionado para o Messenger do Facebook… se é para saber tudo acerca dos utilizadores, então é para saber tudo e não vão ser os chagas dos europeus a impedir a empresa por causa da privacidade e tal… manias.

    O erro do Facebook foi apenas não ter morto logo o WhatsApp assim que o compraram, para que a malta se visse forçada a manter ou a ir para o Messenger do Facebook… aproveitavam as partes do WhatsApp que interessavam e integravam no Messenger e o que não interessa-se adeuzinho.

    • FAR says:

      Comprar para desmantelar logo a seguir ia bater de frente com uma lei da concorrência que eles têm lá nos EUA. E o pessoal já estava “viciado” no whatsapp. Se gastassem $ a comprar só para destruir e depois surgisse outra alternativa ao messenger que “pegasse” eles ficavam a perder.

      Foi e será sempre muito mais sensato manter um produto que já teve aceitação do público.

  8. Samuel MG says:

    Já começo achar que o FB é made in PRC!!

  9. LA says:

    Isto é só para os utilizadores darem o seu consentimento, porque ninguém deve acreditar, que a app do whatsapp não troca dados, com a do facebook.

  10. Euéquesei says:

    A mim o Facebook só me oferece amizades de meninas dos classificados.
    Nunca percebi porquê, sou um Santo.

  11. Janilson (Brasil) says:

    As empresas de TI e os acionistas vivem de dinheiro e interesses diversos ao redor delas. Há que se pesar para qual futuro o dinheiro e os interesses das grandes empresas detentoras de volumosas informações estará conduzindo a humanidade. Isso deveria ser objeto duma discussão política internacional, assim como o meio ambiente e outros assuntos de interesse transnacional.

  12. Pedro says:

    O problema não é somente o Facebook.
    Quem usa o serviço do género do NextDNS até se surpreende com a percentagem de bloqueios das consultar de DNS na nossa rede. Chega a passar os 30%.
    Sim, mais de 30% das consultas violam a nossa privacidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.