Quantcast
PplWare Mobile

Mapa mostra invasão da Rússia à Ucrânia em tempo real

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Joao Ptt says:

    Mas segundo um ou outro comentador não iria haver nenhuma invasão da Rússia em território Ucraniano… e cá estamos…. Rússia atacou e invadiu a Ucrânia.

  2. Vasco says:

    Gostava era de ver o mapa em real-time das transacções financeiras que estão a ser feitas neste momento envolvendo a Federação Russa e instituições bancárias internacionais. Pelos vistos as 13 assinaturas e o consenso necessário para correr com a banca russa do sistema SWIFT irá demorar algum tempo a obter.

  3. jose gomes says:

    Nao gosto de guerras mas Putin fez o que americanos fariam se os russos instalassem bases militares em Cuba
    A culpa nâo é do Putin mas sim dos politicos europeus e da NATO
    Todos sabiam que ele jamais aceitaria bases militares ás portas da Russia.
    A anexaçâo da Crimeia em 2014 foi um aviso
    Acharam que ele estava a fazer bluf.
    Eles (politicos europeus) enganaram-se

    • Jose says:

      Claro, o Putin é um santo. A Rússia coitadinha tão ameaçada. É um fado, ser o maior país do mundo, ter mais das 6.000 ogivas nucleares permitidas pelos tratados e ser sempre a vítima! Fenómeno curioso, os russos com 80% da sua população na “Rússia Europeia” chega ao Pacífico lá muito ao fundo. Deve ter sido milagre da “Santa da Ladeira”.

    • J says:

      Coitadinho do santo putinho que não tem culpa de nada. Estava cheio de medo e lá decidiu invadir um país e pelo caminho matar gente.

      Ainda bem que estamos em Portugal, pois para já qualquer idiota pode dizer barbaridades dessas… Na vossa querida mãe rússia não é assim. Estão a ver a sorte que têm?

    • UnExpert says:

      A culpa não é da pessoal que comanda o país que acabou de invadir outro??
      Muito pouco fã dos métodos americanos, já o disse várias vezes e reafirmo, mas a essa do “não é que os americanos não fizessem”, só posso responder com algo que as nossas mães nos diziam quando éramos pequenos e outros não eram o melhor exemplo, “se os outros saltarem da ponte, também saltas?”. Aparentemente a resposta do Putin seria sim
      Pessoalmente acho que o Putin só consegue provar que a Ucrânia já se devia ter juntado á NATO há muito. Possivelmente há 31 anos atrás quando finalmente conseguiram acabar com a URSS…

    • Test User says:

      Sim culpa é sempre dos outros. Foi a culpa da Ucrania, Georgia, Chechênia, Síria, etc.
      jose gomes têm vergonha, defenderes um ditador.
      Se existisse Putin na Espanha estariamos a ser invadidos.

    • MB says:

      1º o problema não foram as bases militares em Cuba. Foram os misseis nucleares de ATAQUE
      2º a NATO nunca disse que iria aceitar a Ucrânia. Por outro lado, a NATO é um acordo de defesa (não de ataque) e não instala misseis nucleares (não existem misseis nucleares na Polonia, Lituania, Roménia, etc e estes paises pertencem à NATO
      3º qualquer país é livre para solicitar a adesão à NATO (até a Russia sondou o Clinton para saber se era possivel a sua entrada em 2008). Ou agora os países da antiga USRR só podem fazer o que a Russia manda ?!!!

      • B@rão Vermelho says:

        A NATO como principio não deixa que território de um aliado seja invadido, o que a Rússia está a fazer é invadir antes que a Ucrânia passe a ser território da NATO.
        As sanções que estão a ser tomadas são uma brincadeira e de mau gosto.
        Eu pessoalmente receio este filha da Putin, é impulsivo e têm um arsenal nuclear de respeito, parece um polvo com tentáculos que podem chegar a qualquer lado.
        O que devia ter sido feito era a NATO também “fazer exercícios” militares na Ucrânia junto as fronteiras Russas.
        Assim estenderão a passadeira as tropas do filho da Putin

        • Daniel Oliveira says:

          Só um bocadinho de instrução… Nas suas nas sua leis e regras, a Nato não aceita a integração de países que tenham conflitos abertos nos seus territórios (como a acontece da Ucrânia) nem que tenha disputas territoriais ou outras com países 3ºs, ou seja, fora da Nato. Assim, a integração da Ucrânia nunca poderia acontecer!

        • MB says:

          Infelizmente na Europa ainda não aprendemos…. Primeiro foi a Georgia, agora a Ucrânia…. E nós andamos em sanções!!! E a seguir quem é???

    • andre l says:

      que disparate pegado….. só estás a enganar a ti proprio….

    • Eu gosto é do verao says:

      + 1000

  4. luis nascimento says:

    o Putin é o que é, um criminoso, tal como os amigos Americanos que com a desculpa de levarem a liberdade destroem países e ainda lhe batem palmas. tudo igual.

    • Jose says:

      Os americanos têm muitis defeitos e assumem-nos, mas sofreram um 7/12 e um 11/9 além de inúmeros atentados e crimes contra os seus cidadãos que, apenas por terem passaporte estadunidense era e é o bastante para serem alvos. Os países que invadiram eram ou são alguma maravilha? Ninguém tem culpa que existam povos menos desenvolvidos do que outros. Tanto, que nem percebem o que valem a democracia ou a liberdade, mesmo que imperfeitos e voltem aos comportamentos tribais de há séculos.

    • Rui says:

      Diga-me lá os santos atacados pelos americanos:
      – Jugoslávia?
      – Síria?
      – Iraque?
      – Líbia?
      – Afeganistão?

      Diga-me lá os santos que foram atacados, os os terroristas já são as vítimas?
      Os americanos não são santos, mas a Rússia é 1000 vezes pior. Basta ver o que acontece quem enfrenta o Putin.

      Pesquise por Navalny e Nemtsov! É tal e qual como nos EUA

      • Oscar says:

        Entao o iraque foi o que? Passeio turistico? Tinham armas?
        A europa e afina concordaram e no final foi o que?
        Decapitaram o homem?
        Quem os censurou ou aplicou sançoes? Ninguem!
        Os americanos sao senhores da guerra piores ou iguais a Putin.
        Querem mandar na Europa e foi mo que da!

        • MB says:

          Sim, os americanos atacaram o Iraque e apoiaram a Primavera Arabe. Quiseram instalar democracias do estilo ocidental em países que não estão preparados para tal (com as consequencias que daí advém). Mas DEMOCRACIAS.
          Os Russos por seu turno apoiam ditadores: Bielorrussia, Venezuela, Siria, Cuba, etc.
          Sugiro que faça como o Milhazes e passe um tempo na Russia. Fazia-lhe bem. Possivelmente viria com outra opinião.

          • B@rão Vermelho says:

            Ambos os países Rússia e EUA, foram e são protagonistas de episódios triste da nossa história, não sendo apoiante de nenhuma destas nações, quase que consigo compreender a posição dos EUA, quase mas tenho serias duvidas que o Iraque esteja melhor agora, o Afeganistão Síria e por ai fora, infelizmente há países que só podem ser governados com punho de ferro.
            As guerras são como as corridas automobilísticas, podem ser feitos milhões de teste mas só tens o real valor quando aplicado na quilo para que foi pensado, nas corridas, assim como o armamento, fazem testes e mais testes mas só consegues compreender quando são utilizadas numa guerra, exemplo mais gritante foi o lançamento das bombas nucleares por parte dos EUA, só assim se pode ver realmente o poder das mesmas.

          • Daniel Oliveira says:

            Mais um bocadinho de instrução. Foram os americanos que colocaram o Saddam no poder, para controlar o crescimento dos países e movimentos Islamitas, fundamentalista. no entanto ele começou “a parvar” com a invasão do Kuwait e extermínio Curdo. Daí a intervenção.

          • MB says:

            Daniel Oliveira, vai tu pesquisar 1º. Não foram os EUA que colocaram o Sadam no poder. Os EUA apoiaram o Iraque na guerra contra o Irão (tal como todo o mundo Ocidental) mas não foram eles a colocar lá o SAdam.
            Aliás, a 2ª guerra do Iraque foi baseado numa mentira mas, de qualquer forma, penso que ninguém sente a falta do Sadam.

        • Eu gosto é do verao says:

          @oscar , os americanos são piores e muito que putin. basta ver as guerras dos ultimos anos , quem as começou . não vi putin a começar nenhuma…
          esta propaganda americana e europeia tem que ser desmascarada.alem disso
          sabendo do poder militar e nuclear que a russia tem , vão comprar uma guerra com ele?? se não fosse tão serio o uso de armas nucleares , os americanos bem que mereciam um presentinho do putin.

        • AS says:

          Apanha o primeiro avião e vai para lá se é assim tão bom…

    • Test User says:

      luis nascimento têm vergonha, defenderes um ditador.
      Se existisse Putin na Espanha estariamos a ser invadidos.

    • Vania says:

      E era para a Ucrania não entrar para OTAN.
      E a OTAN não aceitou a Ucrânia

  5. LarilasOS says:

    Se mandarem pra lá a EMEL, eles não poderiam bloquear os tanques de guerra e as chaimites ?

  6. Profeta says:

    Eu so gostaria de saber e se eles estao a manter o distanciamento social e a usar mascara ? E que alem da guerra tambem anda um virus a solta ou agora ja nao importa ? :p

  7. Samuel MGor says:

    Bem isto vai escalar para a 3ª guerra mundial!! O Pudin não vai ficar só pela Ucrânia!! Ele quer a Europa toda, como o Hitler (o maior FDP que já alguma vez existiu).

  8. CR says:

    Fala-se de tudo aqui, menos de Olivença a Rússia aqui ao lado vive descansada .

  9. Test User says:

    Se existisse Putin na Espanha estariamos a ser invadidos.

  10. Carlos Marques says:

    1- NATO teve como um dos fundadores o ditador fascista de Portugal
    2- ao longo dos últimos 30 anos a NATO violou todos os acordos com a Rússia e expandiu-se para leste
    3- a NATO serviu de cobertura para os EUA mentirem e invadirem países no Médio Oriente, matando CENTENAS DE MILHARES de pessoas
    4- quando Manning e Assange denunciaram os crimes de guerra contra civis inocentes cometidos pelos EUA, em vez de sanções do “ocidente”, vimos a prisão e tortura de Assange
    5- para evitar esta guerra, bastava aos EUA garantir que Ucrânia não entraria nunca na NATO, nem receberia armas da NATO. Mas fizeram o contrário.
    6- Não esquecer que todos os dias os EUA e seus aliados ajudam a cometer genocídio no Iémen e na Palestina, e que Israel já é considerada regime de Apartheid, mas sanções nem vê-las

    Putin é mau? É do piorio. Mas os EUA/NATO não são melhores. Todos os imperialismos são maus. E quem se lixa é o mexilhão, sejam as crianças afegãs ou as crianças ucranianas, sejam as crianças chechenas ou as crianças cubanas, etc.
    O chamado “ocidente”, não tem qualquer legitimidade para criticar o imperialismo Russo, pois tem as mãos cheias de sangue por apoiar o imperialismo doa EUA/NATO.
    Custa muito aos Atlantistas admitirem isto, mas é esta a verdade.

    Quanto às Repúblicas de Donetsk e Lugansk, têm todo o direito à autodeterminação, depois de andarem 8 anos a ser bombardeadas por militares nazi pró-NATO, como o batalhão AZOV.
    Isto das independências não pode valer só para o lado que mais convém ao establishment da tal “ordem Mundial”, como se viu na Catalunha (fascismo policial e presos políticos contra independentistas pacíficos) ou no Curdistão (genocídio dos Curdos às mãos de um exército da NATO: o da Turquia).
    Perderam toda a legitimidade para falar da independência da Ucrãnia.

    • Luisão says:

      Para ti, não deveria de existir a NATO? Então explica-me se a Rússia ou outro país qualquer quisesse invadir Portugal, como é que nós nos defendíamos? Com o nosso “poderoso” arsenal e forças militares? A NATO já fez muita coisa má, mas também já fez coisas boas. Eu vejo mais vantagens que desvantagens. Temos que ser os melhores amigos dos EUA, porque eles precisam da base das Lages, isso é bom? Se calhar não é a melhor opção do mundo, mas quando temos amigos como o EUA, Israel, França, Alemanha,etc. Estamos defendidos.
      PS: NATO teve como um dos fundadores o ditador fascista de Portugal. Portugal foi sim um dos fundadores da Aliança Atlântica e não da NATO

      • andre l says:

        obg pelo discernimento.

      • B@rão Vermelho says:

        Vamos sopor que turistas Espanhóis começavam a vir de ferias para a Madeira e Açores e ao invés de voltarem para Espanha iam ficam por cá, ás paginas tantas tínhamos mais Espanhóis que Portugueses nas nossas ilhas e os Espanhóis dissidiam unilateralmente que a partir de agora os arquipélagos dos Açores e Madeira passavam a ser território Espanhol, e prontos, como quem lá estava queria impor esta situação, ninguém tinha nada a ver com isso porque foi a pedido dos residentes.

        • Daniel Oliveira says:

          Vai ler um pouco de direito internacional, não é preciso muito… só um bocadinho!

          • MB says:

            portanto, para ti, é justificável a invasão da Ucrânia….
            MAs mesmo que fosse para defender a independência das republicas do Donbass para quê invadir o resto da Ucrânia??? Ahhh, pois… para livrar a Ucrânia dos neo nazis… Espera, mas o presidente da Ucrânia não é JUDEU e não foi eleito por 75% das pessoas!!!!
            Por favor, estes argumentos não têm ponta por onde se pegue…

    • TagusPark says:

      Depois de ver tanta porcaria por aqui, finalmente um comentario decente!

    • Há cada gajo says:

      Ora pois bem. Toda gente acha que o Putin é o mau da fita e todos os outros são santinhos.

    • Mb says:

      É fácil ser anti Nato quando estamos na cauda da Europa. Mas fosses Polaco ou Lituano não pensavas da mesma maneira

    • Carlos says:

      Que acordos são esses no ponto 2? Aqueles que foram feitos com a URSS (que já não existe, pelo que deixam de ser válidos)?

      A Ucrânia, como país soberano, tem toda a legitimidade de fazer acordos com quem quiser ou integrar organizações de qualquer natureza.

      Do meu ponto de vista, nos dias de hoje, não é aceitável sobre qualquer que seja o prisma, uma nação entrar de forma não autorizada e de forma militar num território de outra nação soberana.

    • Julio says:

      “para evitar esta guerra, bastava aos EUA garantir que Ucrânia não entraria nunca na NATO, nem receberia armas da NATO. Mas fizeram o contrário.” – mas porque? Porque e que um pais soberano nao se pode juntar a NATO e a UE, se ambas as partes assim o desejarem? Qualquer pais soberano tem o direito de se juntar a alianca que quiser, isso faz parte da democracia internacional. Era so o que faltava que paises possam ser coagidos a nao se juntarem a alianca X ou Y, isso e a visao de ditadores e de inimigos da democracia.

    • Jorge Carvalho says:

      Para quem tem medo da Nato na fronteira , fez o mais lógico. Invadiu um país que faz fronteira com a Nato em todas a frentes (Ucrania), assim a Nato fica mais longe ?

    • Test User says:

      Carlos Marques têm vergonha, defenderes um ditador.

      1- Se existisse Putin na Espanha estariamos a ser invadidos.
      2- Outros não têm direito à autodeterminação : Ucrania, Georgia, Chechênia, etc.
      3- Vai fazer manifestação contra guerra na Russia.
      4- Existe Memorando de Budapeste. Russia respeita tanto que anexou a Crimeia. Agora invadiu
      Ucrania
      5- Russia anda na Siria anda espalhar amor.
      6- Armenia que aderiu OTSC faz fronteira com NATO. Por essa lógica devíamos ter invadido Armenia.

      Têm vergonha

    • Eu gosto é do verao says:

      @Carlos Marques , subscrevo a 1000% , infelizmente ainda existem muitas ovelhas que so veem telejornal…

  11. Ricardo says:

    Mais vergonhoso que isto é partidos como pcp e be que defendem estes regimes anti democráticos e ditadores, basta ver a posição do pcp em relação a isto, um autentico perigo normalizar estes partidos em Portugal.

  12. ITHINK people says:

    Tudo isto se sabe que o objectivo é fazer mover os peões do Xadres Politico, e fazer uma nova ordem mundial em que a Russia volta a ter um papel preponderantemente superior. todos sabemos que uma guerra a escala Global nao será como foi no passado, os Meios Digitais tem mais poder e fazem muito mais mossa que uma bomba..
    Ai poderiam entrar todos os que tem conhecimento de causa e nao serem subservientes a estes políticos (seja de um lado ou de outro) que de tecnologia e potencialidades nada sabem, porque o Génio nao chegou la acima, aquela coisa cinzenta que lhe chamam Cérebro.
    Eles (refiro-me a todos num esforço global) sim poderiam mudar as coisas para relembrar a esta gente senhores da Guerra que o planeta tem mais com que se preocupar, as pessoas já nao são como eram na primeira e segunda guerra, ja falamos Global, temos informação e contra-informação em exagero..
    Fazem muitos encontros, fóruns e summit’s penso que chegou a hora, de fazerem realmente algo impactante que sirva para mudar o rumo das coisas e dos mais jovens pensarem neles e na humanidade e fazer o que ja foi feito no passado por outros jovens que criaram novas Eras, como existiu por toda a nossa história, e acabarmos com esta realidade que lideres”velhos” e sem qualquer percepção de como é o Mundo actual e como já poderíamos estar.
    E mais nao digo..

    • B@rão Vermelho says:

      @ITHINK people, o que diz é muito bonito mas na pratica o mundo não funciona assim, aquilo que elogia é também a nossa desgraça, com tanta informação a que temos acesso ainda assim temos que escolher os factos, hoje em dia vivemos para ter o carro da moda o telefone da mota e por ai fora, ninguém quer saber do próximo, a forma mais fácil de prever o futuro é olhar para o passado.
      Já visitei dois países que sofrerão na pele a loucura dos homens, Camboja e Polónia, em ambos os países ouve um extermínio em massa com alguns anos de diferença mas a história voltou-se a repetir e caminhamos novamente na mesma direção, aplicamos a mesma receita mas esperamos um resultado diferente.

    • Eu gosto é do verao says:

      @ITHINK people, isso tudo que disseste e ainda , illuminati , extraterrestres , lizzards e por aí fora.ha pois é , o fim do mundo esta a chegar…rsrsrsrrs

  13. AlexX says:

    Quando vejo praticamente todos contra a Rússia é sinal que o programa foi instalado com sucesso. Que será do caviar e da vodka?

    • Test User says:

      AlexX têm vergonha em defenderes um Ditador.

      • AlexX says:

        Não defendo uns nem outros. Vocês é que tinham que entender melhor como funciona política, para que serve uma guerra e quem tem interesse nela. Mas continuam a engolir todas as narrativas vomitadas por pseudo-intelectuais e “experts” da TV. Nada a fazer. Um dia que queiram sair do estado hipnótico, talvez entendam como funciona o mundo e as intenções por trás de quem puxa os cordelinhos.

        • Test User says:

          1- Não é difícil distinguir ditador e não ditador
          2- Invasão é uma invasão
          3- País independente é um País independente
          4- Se vives no mundo da fantasia como Putin com a ideia do império. Nesse caso Portugal pode começar escolher o país para invadir. Escolhe o país: Brasil,Angola, Moçambique,etc

          • AlexX says:

            Já invadimos Angola e Moçambique e vistes no que deu. Perderam-se vidas e no final quiseram saber tanto dos soldados quanto os americanos quiseram saber dos envolvidos nas guerras da Coreia, Vietname e Afeganistão. Soldados são varridos para debaixo do tapete e silenciados. Estás a jogar o jogo que querem que jogues. Vive o momento. Tranquilo que a tempestade ainda não chegou a Portugal. Mas vai chegar.

          • Test User says:

            AlexX além de não perceberes o ponto. Se tivéssemos a Ideia romântica de império, fazíamos mesmo que Putin, invadíamos as antigas colonias.
            Deves achar que guerra é um jogo de consola,

          • AlexX says:

            Não sabes o que está por trás disto e também não te posso dizer sem que antes veja mais alguém dizer o mesmo.
            Percebo muito bem o ponto, há décadas que conheço o mundo em que estou e com quem é necessário lidar. Não é um jogo de consola, é um filme. Do qual vão resultar danos colaterais. Não queres guerra? É muito simples! Chamas todos os amigos e juntam 100 milhões de pessoas, cerca de 60% da população da Rússia e Ucrânia, vão todos lá para as fronteiras manifestar-se com bandeiras brancas. A guerra acaba logo. Poderá é continuar e até ganhar mais força o que esta guerra pretende acabar.

          • Test User says:

            AlexX quem começou a guerra e quer guerra foi Russia.
            Quem invade é Russia mas claro lá vem teoria que NATO é culpada,
            Armenia faz fronteiras com NATO, nesse caso esta tudo bem pertencer OTSC.

            Alem do mais quem não respeitou Memorando de Budapeste foi Russia. Se respeitassem o que assinam não tinham invadido.

        • Eu gosto é do verao says:

          @AlexX +1000

  14. Bob says:

    Bem… pelo tipo de comentários, já se percebe que muita gente se esquece da história da zona… Nato… “acordos” entre Nato e Rússia, etc.

    Quem decidiu o ataque foi Putin, e nisso não tem desculpa.
    Mas o escalar de toda a situação naquela região, tem sido sempre empurrado por uma nação, cuja política externa só protege os seus interesses. Por acaso, também são quem tem mais força “de voto” na Nato… e mesmo quando a Nato decide contra determinado percurso, não hesitam em agir por conta própria.
    (se bem que, de modo algum se deveria deixar continuar genocídios… mas não os vejo intervir noutros lados).

    Infelizmente, este último movimento de Putin é o culminar de décadas de geo política, e do incumprimento de acordos tanto do lado dos “aliados”, como da Rússia.

    Prometeram ajuda e integração da Ucrânia na Nato, coisa que tinham acordado nunca fazer… e agora quem paga são os inocentes, e os militares que estão no conflito.
    Mas não vejo os EUA a ajudar a Ucrânia. É só falar.. ninguém vai intervir militarmente na zona, pois a Ucrânia não faz parte da Nato.

    E se a Ucrânia tivesse continuado a ser a 3ª (ou 4ª) maior potência nuclear, será que tinha corrido melhor? Sim, também temos isso… e existiu um acordo bem claro. Também esse não foi respeitado.

    Não sei se o PPLWARE faz artigo com história, mas este assunto dava para muitas horas de leitura e conteúdo.

    Para esclarecimento novamente, sou contra o ataque à Ucrânia… mas estudem tudo o que levou a que isto tenha acontecido, pois poderia ter sido evitado.

    • Test User says:

      Bob têm vergonha, defenderes um ditador.

      1- Se existisse Putin na Espanha estariamos a ser invadidos.
      2- Outros não têm direito à autodeterminação : Ucrania, Georgia, Chechênia, etc.
      3- Vai fazer manifestação contra guerra na Russia.
      4- Existe Memorando de Budapeste. Russia respeita tanto que anexou a Crimeia. Agora invadiu
      Ucrania
      5- Russia anda na Siria anda espalhar amor.
      6- Armenia que aderiu OTSC faz fronteira com NATO. Por essa lógica devíamos ter invadido Armenia.

      Têm vergonha

      • PJA says:

        Este também tem uma cassete. Deus me livre dos extremistas, de lado e de outro.

      • Bob says:

        Saber ler com atenção dá bastante jeito.

        Só disse 2 ou 3 vezes que condeno a decisão do Putin, e os actos que estão a ser cometidos por ordem dele.

        Perceber tudo o que levou até isto culminar, é que não convém esquecer. De AMBOS os lados.
        Ainda é preciso ires mais atrás na história, e tudo o resto que falta pelo meio.

        Nada disso torna aceitável a invasão militar.

        Pesquisa no Youtube o seguinte:
        “Why is Ukraine the West’s Fault? Featuring John Mearsheimer” (de 2015… já tinha visto na altura)

        Isto, quando se deu a guerra civil em 2014, naquilo que são agora as 2 novas desculpas de Putin para fazer o que quiser por lá… é triste.

        (já agora, é “tem vergonha” e não “têm vergonha”)

        • Test User says:

          Infelizmente não és singular na defesa do ditador.
          Ao justificarem que invasão tem motivos é defesa do ditador. Engraçado que nunca referem o Memorando de Budapeste.

  15. Nuno says:

    Um bandido é sempre um bandido…

  16. rui says:

    este miudo actual presidente da ukrania é nada mais nada menos que o nazista andre ventura ,se um dia o andre for governante em portugal podemos correr o mesmo perigo que a ukrania ,basta que a espanha tenha um governo antifascista ,não quero com isto defender o putim pois passou-se em demasia ,mas não é o unico culpado desta guerra

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.