PplWare Mobile

Largue o WhatsApp! Aprenda a usar o Telegram (Parte 1)


Autor: Pedro Pinto


  1. whatever says:

    Para usar o telegram, tbm é preciso ter acesso constante ao telemóvel como acontece com o WhatsApp?

  2. Jota says:

    Telegram a aplicação de mensagens russo, que nunca deixou de ser russo. Até poderia ser interessante não fosse ele russo, além da falta de vídeo-chamadas no aplicativo e excesso de lixo. O que para uns pode ser uma mais valia, como os canais, eu considero lixo.
    Alguma segurança só no Signal, o resto, eu não recomendo, Whuatsapps e telegtrams… não obrigado.

    • Euéquesei says:

      Há programas muito bons, que cumprem exemplarmente o que prometem, são é pouco conhecidos, o que acaba por ser uma coisa positiva
      Wickr, Signal, Briar , Onion Messenger e XMPP são do melhor que há.

    • VaGNaroK says:

      A maioria dos smatphones são fabricados no país comunista e capitalista chamado china, você os deixa de comprar e usá-los? Até onde me lembro os iphones eram feitos nas fabricas da Foxconn que é na china, e mesmo assim vendem bem, não importa de onde vem o produto o povo quer saber se o produto/serviço funciona bem e nada mais. A questão da vídeo chamadas está para vir em setembro (ou antes disso) então relaxa, zap falta várias coisas em relação ao telegram e nem por isso fazem birra, se gosta do signal? ótimo é um direito seu, use com seus parentes e fique sem conversar com o resto do mundo que usa telegram e WhatsApp.

    • Raposao says:

      É tão russo que era banido na Rússia até poucos dias atrás.

      • Jota says:

        Faz de conta que era banido, eles queriam que as pessoas acreditassem nisso, pois vi uma reportagem que os altos cargos russos sempre o usaram, por isso…

        • Raposao says:

          “faz de conta”

          não, colega, inclusive ao banir os IPs do Telegram acabam banindo IPs de outros serviços conhecidos

          dá uma pesquisada

      • VaGNaroK says:

        Era banido por que o telegram não que não queria passar dados dos utilizadores para o governo russo para “auxiliar em investigações criminais”, como represaria foi banido de lá. Meu deus pelo menos faz uma pesquisa no google antes de digitar asneiras.

    • Daniel says:

      O criador do Telegram vive na Suiça há anos e o Telegram esteve banido na rússia até há duas semanas atrás.

    • Fernando Viana says:

      Porque é Russo não é bom….. ??????
      É estranho essa maneira de pensar. …. quer dizer é Americano é bom… Português será bom???
      Acho que esta a ser tendencioso e sem objetividade
      seja menos isento … não é a nacionalidade de um produto que faz dele com qualidade…
      Não seja racista, nestes tempos de hoje…. Não é visto com bons olhos

      • rjSampaio says:

        Ninguém esta a falar da qualidade da app, esta a falar-se que a lei de alguns países obriga a que certos dados sejam disponibilizados ao governo, EUA / Russia / China são exemplos disso.

        E já agora isso não é racismo, nos tempos de hoje já devias saber a diferença…

        • Fernando Viana says:

          Tudo depende do seu conceito de RACISMO…. porque definir algo por uma definição cultural, politica, cor, religião para definir qualidade nem sei se não será de racismo ou não é a partir do mesmo conceito? Sou melhor que …. Penso melhor que … Tenho melhor moral que…
          Dizer que país é melhor que outro só porque sou mais próximo de um e não de outro…
          não será um atitude racista…
          se quiser ir por a disponibilização de dados pessoais?
          UI… se tudo que fazemos esta aberto para certos países porque é que não deve estar aberto para outros….

          • rjSampaio says:

            Existem palavras indicadas para definir cada caso que disseste…

            Se quiseres dizer “não sejas parvo” por mim tudo bem, mas “não sejas racista” não se aplica, existe palavras apropriadas.

      • Carl says:

        Apoiado, esta gente tem só lê noticias que vêm do states

  3. Diogo Rodrigues says:

    Mesmo assim, o Signal para a privacidade é melhor na minha opinião claro 🙂

    • AqueleAmigo says:

      Sim, de facto é mas o telegram é suficientemente seguro para ser usado.

      • Raposao says:

        Ter todas as conversas em nuvem não me parece algo “suficientemente seguro”.

        • VaGNaroK says:

          Claro e conversas guardadas em celulares dos usuários que podem ser acessadas por um simples backdoor é muito seguro.

          • Raposao says:

            O mundo não é binário onde “existe” e “não existe” segurança.

            Se você acha que ter conteúdo em nuvem tem a mesma segurança em ter conteúdo em um local mais controlado, só mostra a tua ignorância no assunto.

            Ou apenas um troll desempregado.

          • Euéquesei says:

            Para isso nada melhor que mensagens que são destruídas ao fim de um período de tempo definido pelo utilizador.
            Pode ser programado para a mensagem se auto destruir quando for aberta, ao fim de 1 minuto, 1 hora, 12 horas, 1 dia, 1 semana….. No wickr o máximo de tempo que uma mensagem fica no telefone é 6 dias, ao fim desses 6 dias é eliminada sem poder impedir. Medida de segurança…

        • Bruh says:

          As conversas são encriptadas por aes-256 por isso estão seguras.
          O esquema de encriptação aes é o mais seguro, por isso mesmo que tentem quebrar a encriptação iriam gastar imensos recursos, e mesmo com o computador mais poderoso do mundo não iam muito longe.
          https://telegram.org/faq#q-so-how-do-you-encrypt-data

          • rjSampaio says:

            agora a duvida, como é que sabes que a key não esta acessível por um backdoor propositado ou por falha?

            Podes por os cadeados que quiseres, se não sabes sees o único com a chave, o numero de cadeados é irrelevante.

            AES256 é seguro, mas o vector de ataque de desencriptação forçada raramente é usado, não porque é difícil, mas por que há maneiras muito mais fáceis que funcionam em qualquer encriptação.

    • O Monstro Precisa de Amigos says:

      Sim, mas há prioridades nesta vida. E neste caso a prioridade é tirarmos as pessoas do WhatsApp para nos livramos a todos do Facebook de vez 😀

      • Carlos Santos says:

        Disseste tudo. É um questão de prioridades. Signal tem o seu nicho, mas na gestão de grupos e equipamentos é muito mau.

        Sempre que posso, Telegram em vez de Whatsapp

  4. AqueleAmigo says:

    Parabéns Pedro Pinto.
    Excelente iniciativa. Há que incentivar e educar as pessoas quanto as novas e melhores meios de comunicação e o telegram é perfeito nisso.
    Já uso aos anos, desde que saiu e é a minha app de eleição. Penso que as pessoas vão achar as “Mensagens Salvas” extramamente uteis e naturalmente, os chats privados.

  5. O Monstro Precisa de Amigos says:

    Para quem for um monstro sem amigos como eu também vai achar muito útil a função Nearby do Telegram, que permite encontrar pessoas nas nossas redondezas. Só usa esta funcionalidade quem quer, claro, mas em tempo de pandemia é mais uma forma de combater o isolamento. Aproveitem!

  6. Gerson Kirch says:

    Também acho que a prioridade é a gente se livrar do SUCKERberg

  7. Rui says:

    signal sem numero telemovel é possivel ?

  8. Carlos Santos says:

    Mas que excelente artigo. Tudo o que é sair do Facebook deve ser um prioridade de todos.

    Ainda com a vantagem de uma excelente app, sem stories, sem publicidade, que não precisa de gastar dados para usar no computador, bots, …

    O pessoal do Telegram são autenticos deuses da programação

  9. Redin says:

    Será tudo uma questão de tempo.
    Uma APP descentralizada de comms virá num futuro próximo.
    Este tipo de hábitos impõe-se.
    O conceito de resposabilidade individual é o único meio de nos liberarmos das amarras das corporações.
    Isto até que seja de domínio generalizado é que vai ditar a velocidade com que será implantada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.