PplWare Mobile

Windows 8 tablet no Q1 de 2012?


O gosto pela tecnologia despertou sentimentos únicos que levaram a escrever umas palavras e a premir o obturador.

Destaques PPLWARE

  1. Telmo says:

    Outro Windows? Ainda há pouco saiu o 7… (1º?)

  2. cris. says:

    Não sei porquê, tenho andado com a sensação que a Microsoft tem andado a rejuvenecer. A tomar uma atitude empreendedora e desafiadora. Estou bastante confiante no sucesso do windows phone 7 e afins. Mas claro tem somente andado a perder o atraso acumulado das suas principais rivais.

  3. Ruaben says:

    sera que este será o esquecido win longhorn? ou o longhorn ficou paras tras na historia com o “horrento” win vista? vamos ver o que vem…

  4. Hugo Cura says:

    Pessoalmente, já acedi a documentação confidencial de empresas de tecnologia, nomeadamente no ramo da fotografia.

    Estranho um pouco que documentação “Confidential” contenha a informação que lá está, no topo: “Roadmaps are provided for general purposes only and do not represent a commiment by Dell”.

    Ou seja, essa afirmação parece mais do tipo da que vai estar disponível ao público e não do tipo de informação interna… todos os que têm privilégios para lhe aceder, provavelmente, conhecerão os moldes em que a empresa se movimenta, sendo um pouco descabida essa informação para uso interno…

    Resumindo, cheira a “leak” propositado. Mas isso sou eu a dizer…

    • LOL says:

      Bem visto!

      Penso que o seven será um sistema para durar como o xp, só ainda há pouco foi lançado um service pack. A microsoft certamente tem uma na manhã para os tablets, ainda nos vai surpreender provavelmente!

      • cris. says:

        Os tempos mudam, a velocidade de desenvolvimento tambem. O que aos anos podiam-se dar ao luxo de deixar à deriva durante anos (windows mobile, IE) agora ja nao. Dai achar que não é descabido esta timeline.

  5. João says:

    Q1 quer dizer 1st quarter significando 1º trimestre (12/4=3) e não quadrimestre!

  6. Alberto says:

    Venha ele, que ainda uso o Vista porque o Sete não foi salto nenhum (para mim ao menos).

    • viperbruno says:

      Só pela correcção de erros já foi um salto. Depois, algumas das novidades, que parecem insignificantes, mas que quando vou para o Vista sinto logo falta delas. Eu acho que uso todas as novidades (algumas pseudo-inovações, outras até copiadas pelos concorrentes… merd@ não posso dizer isto, porque senão ficasse a saber que não é só a MS a copiar coisas…).

  7. jpng81 says:

    Pronto já estragaram tudo, preparem-se para largar euros na nova versão 8 e no fim vai ser uma bodega de sistema operativo tipo o vista. lololo o que eu me vou rir ver pessoal a comprar novamente outro sistema operativo que não vale a ponta de um corno. Agora que o windows 7 está melhor já estão a pensar faze-lo pior 😀 😀 😀 😀 😀 😀

    • pfbatista says:

      @jpng81:

      Por isso é que a minha perspectiva é diferente da maioria.

      Sistemas Microsoft, para mim valem a pena colocar a partir do lançamento do 1º Service pack.

      Por excepção não segui essa linha no win7, comecei a usa-lo a partir da RC1.
      Mas neste win8 farei a partir do SP1… o que demora um bocadinho claramente.

      • Hugo Cura says:

        Não vejo o mínimo de lógica no que dizes… Parece-me que a Microsoft já aprendeu o suficiente com os erros no Windows Vista, certamente não o irá repetir.

        Tal como dizes e poderás comprovar, isso não se passou com o Win7. Está actualmente bastante seguro e estável e o SP1 não trará nada de significante relativamente à estabilidade. O Win8 terá, obrigatoriamente, que seguir esses moldes.

        O Windows Vista passou por imensos problemas de concepção e tinha um timing a cumprir, que se tornou apertado e o resultado disso ficou à vista, no Vista 😛

        Para relembrares, dá aqui uma olhadela.

        • jpng81 says:

          Apartir do momento que levam +- 5 anos para fazer um sistema operativo que é idêntico á versão anterior só com uns pozinhos de fresh look e os problemas continuam lá. A mim já não me enganam mais vez nenhuma. 😉

          • Hugo Cura says:

            Outra “bacorada”… 5 anos?

            – Windows Vista lançado a 30/Jan/2007
            – Windows 7 lançado a 22/Out/2009

            Convém ter em conta também o enorme repositório de drivers que foi adicionado ao Windows Update de forma a contemplar a grande maioria do hardware existente.

        • pfbatista says:

          @Hugo Cura

          São apenas precauções…

          No meu caso, já tenho o win7 desde a versão RC, nessa fase utilizava dois SOs, XP e 7, mas na empresa, tendo em conta certos problemas e experiencia a esse nível, para todos os utilizadores da empresa é esse o procedimento que tomamos.

          O mesmo se passa com o office, eu tambem já utilizo a versão 2010 desde a versao beta/rc, mas os utilizadores “normais” só a terão com SP1.

          Estou a dizer isto tendo em conta que não sou apologista, nem fã de outras bases (linux ou mac)…

          o meu sistema de eleição é base Windows, sem dúvida…
          …mas com os muitos anos de experiência que tenho… tenho em conta esta precaução, eu sou a cobaia.

          Não faço como muitos… que ouvem dizer que é mau por ser microsoft e se acreditam piamente nisso, sem testarem profundamente o produto.

          Eu leio muito, mas não baseio o meu conhecimento na base da leitura… tenho de ter como base a própria experiencia

          • jpng81 says:

            Eu também tenho por base o windows como experiência de longos anos, e linux supera windows em larga escala, basta olhares para estes pontos essenciais como não precisas de antivirus, não precisas de te preocupar com licenças, não precisas de ter o porshe dos computadores para trabalhares decentemente. A nível de servidor para fazeres apenas um servidor de partilha de ficheiros não tem nada a ver com windows é que nem se pode comparar (Linux 10 x 0 Windows) Para quê ambientes gráficos??? 😉
            Só tenho pena é as pessoas torcerem logo o nariz quando se fala em linux, enfim. :S

          • lmx says:

            Boas..
            jpng81
            concordo plenamente e não é só para NAS, ou coisa que o valha, para o resto também…
            As pessoas torcem o nariz “porque patinam que é uma coisa parva”, ja apanhei administradores de sistemas(daqueles arrogantes com a mania que dominam o mundo e mandam em tudo) a procura da drive c: numa firewall 🙂 🙂 🙂 para tentar copiar as configurações.
            E pá tal como tu, ja deves ter visto muito disto, eu também já assisti e algumas vezes nem consigo dizer nada de tão pasmado que fico…mas isto acaba por ser o reflexo das politicas falhadas na educação(escolaridade) feita no nosso País.
            Mas está a mudar, mas…vai devagarinho…depressa dá muito trabalho 🙂 🙂 🙂

            cmps

  8. Carlos says:

    Mostrou sim, na CES 2011 o que estava a correr nos protótipos ARM que o, Steve Balmer chamou de PC On A Chip, era já o futuro Windows 8.

    E ficou bem claro que o desenvolvimento já está bem adiantado, o que nem é grande supresa porque originalmente o Windows NT era multi-plataforma (Intel e Digital para os mais jovens :P) e o Windows 8 será o Windows NT 6.2…

    E ainda há o Windows CE/Mobile que é ainda mais multi-plataforma, basta recordar que as boxes do Meo correm o Windows CE…

    • lmx says:

      Boas…
      acho engraçado dizer que o Balmer lhe chamou Pc on a chip, como se isto fosse novidade…ao tempo que isto ja existe a M$ é que vive na idade da pedra, e depois vem mais tarde copiar os processos…

      cmps

  9. Nuno Gonçalves says:

    Windows 8 a 128 bits 🙂

  10. dajosova says:

    Espero que da próxima vez que formatar o meu pc já seja para lhe meter o win8. Para já estoy muy contente com o Win7.

  11. Vasco says:

    Chuck Testa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.