Quantcast
PplWare Mobile

Ucrânia: Russos acham que ataque com drones tem “mão” dos EUA

                                    
                                

Fonte: Lusa

Autor: Pedro Pinto


  1. InjustoMundo says:

    Covardes. Atacar um país pequeno com a Ucrania é muito facil, mas é desleal, imoral, desonesto. Porque a Russia nao enfrenta um pais igual a sua altura em capacidade belica? Putin é um covarde, isso sim

    • SouHumanoNaoOcidental says:

      Que tal esse discurso tambem antes para o Ocidente?
      Desculpe mas pessoas assim como o senhor que parecem esquecer a história ou mesmo não usar o cérebro para pensar é que permitem que continuemos com estas guerras. O nosso presidente no dia da restauração da independência deu o mote indicando o exemplo dos ciganos. Sabe o que ele tentou demonstrar? Que antes de apontar o dedo a quem anda a fazer guerras devemos olhar para a nossa história e ver o que fizemos. O senhor deve ser daqueles que recorda os descobrimentos como um ato nobre de um povo que vivia na península Ibérica mas esse povo ibérico juntamente com outro povo dessa península escravizaram, e lucraram com isso, 12.5 milhões de africanos que foram enviados para a América. Fizeram genocídios tanto em África, Ásia e América. Tudo em nome da nobre ação dos povos mais civilizados. E no início do século 20 começaram uma guerra contra portugueses de outras etnias nas colonias e depois sabendo que o seu povo da metrópole eram ignorantes como uma parede decidiram vender como revolução um golpe de estado em 1974 para libertar os povos da opressao quando muita gente sabe que esse golpe de estado foi devido ao custo financeiro e humano que a guerra estava a ter para o país. Só para o senhor ter noção morreram mais soldados portugueses em 1974 ( em 3 meses de combate) do que todos os soldados que morreram desde a segunda vaga de combates que começou em 1961. Por acaso o senhor estudou nas suas aulas de história os nomes das famílias portuguesas que escravizaram africanos e asiaticos? Sabe o nome dos torturadores da PIDE? Sabe o nome das familias atuais que lucraram com o fascismo de Salazar? Pinto Balsemão, Champalimaud e outras. Veja onde eles estao. Hoje em pleno século XXI em 2022 “milagrosamente”descobriu-se asiáticos escravizados em Portugal. Tal como o presidente tentou fazer em 01 de Dezembro faço-lhe o mesmo. Tente saber mais sobre o seu país e quem somos, de onde viemos, o que fizemos e depois disso tudo olhe para o conflito na Ucrânia e veja se a sua atitude não será mais de tentar resolver as coisas para ambos os países em vez de incentivar mais mortes.

      • mb says:

        Agora que já cuspiu tudo… e não disse nada pode fazer jus ao seu nome e mudar-se mais para oriente. Ouvi dizer que por lá toda a gente goza de plena liberdade e pode dizer o que pensa ao contrario do que acontece por ca.

        • blablaefactos says:

          É que tu produziste
          uma tese imensa de conhecimento…eheheh! Fiquei siderado!!!

        • SouHumanoNaoOcidental says:

          Realmente devíamos fazer um estudo sobre o quanto as pessoas sabem sobre o seu país. A tal liberdade de que fala tem muitos intervenientes que hoje desprezamos. Afonso Henriques quando decidiu ter um território para si expulsando os muçulmanos teve ajuda de outros muçulmanos. Havia na península ibérica muçulmanos que não aceitavam a forma de ser de outros muçulmanos mais extremistas. A maioria dos muçulmanos que estiveram aqui eram do norte de África ou seja africanos. Ensinaram os povos indígenas da península ibérica técnicas de agricultura que ainda hoje permanecem aqui. Introduziram novas espécies de cereais como o trigo, oliveiras, laranjas, alface, etc. Técnicas de construção, medicina, orientação pelas estrelas para navegar. E já que fala do oriente de onde acha que veio o astrolábio que permitiu os portugueses fossem para o norte de África? E depois temos a questão das velas das nossas naus? De onde acham que veio o cânhamo que fez as velas das nossas naus? Da China que depois foi introduzida aqui pelos muçulmanos. Era usado para doenças e também para criar tecido. Tal como o Astrolábio. Portanto quando o senhor fala de liberdade tenho impressão que da sua parte esteja a confundir com libertinagem. Liberdade tem origens gregas proveniente da palavra livre. Livre é o oposto de escravo ou seja não escravo. E chega a nós com esse conceito mas infelizmente a palavra tem um peso que muitas vezes é esquecido que se chama responsabilidade. E se olhar a sua volta vai ver que há muita libertinagem mas não liberdade. Porque esta última quando acompanhada pela responsabilidade significa que temos consciência dos nossos atos e tentamos sempre repor a verdade dos factos para que a liberdade seja igual para todos. Como o Ocidente não quer assumir a responsabilidade dos seus actos do passado acha então que temos liberdade aqui ou libertinagem?

          • PutinCovarde says:

            EU NAO QUERO SABER e das ATITUDES FEITAS NO PASSADO. É muito facil arranjar argumentos para atacar quem voce quiser nesse planeta, baseado em atitudes passadas. Por isso, PUTIN é um covarde, que arranja argumentos ideologicos proprios egoistas de sua propria bolha aristocratica para atacar quem ja estava quieto e sem armamentos e numa posicao inofenciva ao mundo como a Ucrania. Quem comecou primeiro a invasao foi a Russia, portanto ela esta errada. Eu quero saber das atitudes feitas no presente como A DECISAO DE INVADIR OUTRO PAIS (ucrania). Se voce nao entendeu, ele NAO ERA para ter iniciado e invadido um outro pais alheio, mesmo se tivesse um bom argumento para isso. Portanto ele esta errado.

      • Test User says:

        Lá vem racista SouHumanoNaoOcidental e ignorante.

        Vou citar antropólogo e economista franco-senegalês Tidiane N’Diaye:
        Foram os árabes muçulmanos que começaram o tráfico de escravos em grande escala. Como Fernand Braudel apontou, o tráfico de escravos não foi uma invenção diabólica da Europa. São os muçulmanos árabes que estão na origem e o praticaram em grande escala. Se o tráfico atlântico durou de 1660 a 1790, os muçulmanos árabes atacaram os negros do sétimo ao vigésimo século e foram os únicos a praticar o tráfico de escravos.

        Eu só falo de genocídio para descrever o comércio de escravos transaariano e oriental. O comércio transatlântico, praticado por ocidentais, não pode ser comparado ao genocídio. A vontade de exterminar um povo não foi provada. Porque um escravo, mesmo em condições extremamente más, tinha um valor de mercado para o dono que o desejava produtivo e com longevidade. Para 9 a 11 milhões de deportados durante essa época, existem hoje 70 milhões de descendentes. O comércio árabo-muçulmano de escravos deportou 17 milhões de pessoas que tiveram apenas 1 milhão de descendentes por causa da maciça castração praticada durante quase catorze séculos.

        https://www.dn.pt/cultura/foram-os-arabes-muculmanos-que-comecaram-o-trafico-de-escravos-em-grande-escala-10680721.html

        • blablaefactos says:

          O tipo que se dedique a economia, talvez tenha mais resultados. A escravatura e a sua monetizaçao, ja vem da antiguidade, mesmo anterior a era romana.

        • PutinCovarde says:

          Putin é um covarde. É muito facil arranjar na historia qualquer argumento para atacar seu suposto oponente, por isso eu chamo ele de covarde. Em algum momento o Putin agiu respeitando a soberania nacional da ucrania? Putin iniciou a guerra com motivos egoistas proprios de sua cleptocracia aristocratica para roubar mais e mais. Roubam ate mesmo de outros aristocratas russo matando-os. So durante essa guerra da ucrania foram varios aristocratas russos mortos para ganhar mais poder na russia. Enfim, a russia esta roubando seu proprio pais, e roubando outro pais, a ucrania. Ladroes

      • Wolf says:

        Putz!!
        Isto tornou-se um espaço de nómadas digitais acossados.
        Falando de história … não esquecer; Holocausto Nazi, O Gulag Russo ( não o Soviético, O Holodomor, A Longa Marcha Vermelha, Os Khemers Vermelhos, o Estado Islâmico, os Ayatollahs, Talibâs, etc.
        O estado de esquizofrenia de “humanos” não ocidentais está equiparado aos inquisidores medievais.

      • Zé Tuga says:

        Grande discurso sim senhora…. Não é agora a defender a liberdade da escravidão que resolvemos o problemas desses escravos e fomos o primeiro País a acabar com a escravatura, já para não falar que todos os paises o fizeram! Também abolição da pena de morte fomos senão erro o primeiro da Europa a fazê-lo! Fomos o segundo País do mundo a implantar o Habeas Corpus! Quanto aos escravos “asiáticos” em pleno século XXI em Portugal, NÃO FORAM os Portugueses a fazê-lo e sim quem os libertou e quanto ao regime denominado de forma simples “fascista”, na realidade nunca o foi e sim ditadorial corporativista, mas para se dizer isto tem de se ir à escola primeiro, enfim…

    • blablaefactos says:

      Iraque, Afeganistao, Libia, Panama, Vietname, Iemen, Siria, Granada, sao um potentado de capacidade belica ao nivel dos Est Unidos!!! Que grande coragem! Independetementde uns, nao justificarem as açoes dos outros. Ate pq na pratica, é “quase” td a mesma escatologia, no plano geoestrategico.

  2. Digo says:

    Eles não foram abatidos mas atingiram os alvos, e a prova foi que 2 bombardeiros pesados russos, carregados de misseis para atacar a Ucrânia, ficaram em terra depois de severamente danificados. E duvida-se que os “camones” sempre tão assertivos em “proibir” que as armas fornecidas sejam usadas em território russo, agora viessem traçar a rota para os misseis ucranianos. Aqui, o que deve ser, é que a Defesa anti-aérea russa deve ser como o tal exército “rolo-compressor invencível” russo: um espetáculo de incompetência e ineficiência!

  3. ze says:

    quem com ferros mata com ferros morre

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.