PplWare Mobile

Surface versus iPad – O que disseram no dia do parto


Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. Linuxiano says:

    Boa noite.

    Como já comentei aqui antes, o Surface é à partida uma boa proposta e a inovação do Surface é possuir características de PC, podendo servir como um híbrido. Contudo, essas características entram mais em concorrência com os ultrabooks do que propriamente com o iPad.

    Meter um processador Ivy Bridge num tablet é algo que talvez faça compensar escolher um tablet em vez de um PC regular, pois confere versatilidade sem perder na potencialidade. Não prevejo que retire grande quota ao iPad (a não ser no sector empresarial, como é referido no artigo) precisamente porque irá sair com um preço semelhante, pelo menos nos primeiros tempos não vejo muita capacidade para destronar o iPad (teria de ser algo mesmo muito muito inovador).

    Parece-me que o Surface seria bem mais tentador se a versão Pro saísse com um preço mais baixo do que o previsto. Seria bastante tentador para quem tivesse de escolher entre ele e um tablet Android, por causa da integração com o ecossistema Windows, Office, aplicações a que as pessoas estão habituadas no PC.

    • Bruno Silva says:

      iPad Wi-Fi Microsoft Surface
      Armazenamento: 32GB 32GB
      Capa: 49€ Incluído
      Teclado: 71€ Incluído
      Preço Base: 579€ ~579€

      Total: 699€ ~579€

      A Diferença está aqui 🙂

      • Linuxiano says:

        Realmente não tive em conta os acessórios na minha análise, mas pensei não tinha sido revelado se a touch cover seria incluído ou não com o Surface. Se vier, de facto este tablet já vem todo pronto para ser usado como PC. Ainda assim o comparativo é feito com o Windows RT, que não é propriamente muito apelativo para aqueles que já são utilizadores do Windows, devido às suas limitações, pelo menos na minha perspectiva, mas como estamos a falar aqui neste artigo de concorrência directa com o iPad, o RT está ao mesmo nível e realmente sai mais barato. Ainda assim, continuo a defender que a Microsoft faria um sucesso estrondoso se a versão Pro fosse mais barata que os ultrabooks. Tenho a certeza que muita gente não se importaria pagar um pouco mais para ter toda a funcionalidade Windows e desfrutar da versatilidade do Surface.

        • Linuxiano says:

          Bem, já me perdi no meio desta discussão. Eu sugiro ao pessoal do pplware que encontre uma forma de tornar o sistema de respostas a outros comentários um pouco mais organizado.

          Relativamente à comparação iPad e Surface, só para esclarecer a minha opinião, reafirmo que de facto a comparação entre os dois deve ser feita com o Windows RT, mas eu simplesmente não considero que essa versão vá fazer grande mossa ao iPad, em virtude das suas limitações, que são significativas para quem usa PC com Windows, que com a versão RT não vai ter todas as aplicações a que está acostumado no PC, apenas as disponibilizadas na store e perde-se a possibilidade de integrar e sincronizar os dispositivos na totalidade, que é de resto o objectivo do Windows 8.

          O Windows RT é como que uma versão à parte que em comum com a versão Pro tem apenas a interface Metro.

          Agora vamos supor que um utilizador Windows quer comprar um dispositivo portátil com Windows 8 e não pode gastar quase 1000€ nisso, ou se sujeita a uma versão RT limitada e nesse sentido, servindo provavelmente para utilização básica (facebook, youtube, hotmail), tem concorrentes Android mais baratos e o iPad já com uma base fiel, o Surface RT acaba por ser apenas mais um, que já entra tarde, nada de diferencial aqui. Esse é o ponto chave da minha análise.

          O diferencial está nas características de PC do Surface Pro, que sairá com versão completa do Windows 8 e dotado de versatilidade em poder ser usado como PC e tablet.

          Agora vamos supor que alguém está disposto a gastar 1000€ num dispositivo portátil. Entre iPad, tablet Android, Ultrabooks e Surface Pro, está claro que os últimos dois são mais completos e ainda por cima, o Surface tem a questão de ser versátil e permitir ser usado como laptop e tablet, consoante a necessidade do utilizador.

          Mas é quase 1000€, lá está, o Surface Pro a esse preço, quando muito, vai tirar algumas pessoas que já estavam a planear usar esse montante num ultrabook, agora vêem-se com a possibilidade de ter um laptop e tablet ao mesmo tempo.

          É por isso que defendo que se a Microsoft baixasse o preço do Surface Pro, usando-o para concorrer com o iPad em vez de usar a versão RT para isso, mesmo sendo mais caro que os tablet Android quem não gastaria um pouco mais para ter um PC tablet com Ivy Bridge e Win8?

          Contudo esse pouco mais tem limite… para a maioria dos utilizadores que não se querem endividar, no máximo dos máximos 700€.

          Eu sei que é pedir muito e quase decerto haveria prejuízo para a Microsoft nos primeiros tempos mas se o Surface realmente provasse ser de alta qualidade e sendo de fabrico próprio, correr excepcionalmente bem o Windows 8, melhor que nos dispositivos de outros fabricantes, seria um caso de sucesso estrondoso, não tenho dúvida alguma disso.

      • Samsung compra a Nokia says:

        Treta. Aonde é que o Surface Pro vai custar € 579 ?

        A esse preço pode sair o RT. E porque carga de água é que quem compra um iPad compra uma capa de €49 e um teclado de €71. Eu não comprei.

        Escreve aí que o iPad vai ser mais barato que o Surface RT e que o Surface Pro vai andar na casa dos €1000 – senão os fabricantes que estão a apostar nos portáteis ultrafinos vão afinar, porque a Microsoft vai fazer-lhes concorrência.

        • Bruno Silva says:

          Desde quando me referi ao PRO? Desde quando o PRO tem 32GB? Eu comparei a versão RT ao WiFi do iPad!
          579€ será mais ou menos o preço do Surface RT 32GB, os preços vão ser os mesmos do iPad, segundo informação que tenho, pelo menos aplica-se nos US esta base de preços!

          • Samsung compra a Nokia says:

            Então lê o que escreveu o @Linuxiano no primeiro post. Está-se sempre a referir ao Surface Pro e compará-lo com o iPad.

            Apareces com um preço para o Surface, sem dizer mais nada, parte-se do princípio que é o do Pro. Como é que queres que se adivinhe ?

        • Nuno says:

          E porque carga de água é justo comparar o preço de um com o outro quando o outro traz mais hardware? Se traz mais hardware e (em princípio) vai ter um preço semelhante só pode ser bom!

          E ao preço desse hardware extra para o iPad ainda tens de adicionar o OfficeWorks.

      • Já não é a primeira vez que lanças dados, valores, especulações, etc… SEM fonte! Podes fazê-lo desta vez, por favor?

        • Bruno Silva says:

          Os preços, pelo menos nos US serão, 1to1 com o iPad!
          iPad 32GB Wi-Fi – 599$
          Surface RT 32GB – 599$
          iPad 64GB Wi-Fi – 699$
          Surface RT 64GB – 699$

          iPad 4G 32GB – 729$
          Surface Pro 64GB- 729$
          iPad 4G 64GB – 829$
          Surface Pro 128GB – 829$

          NOTA: iPad 3G, porque na Europa nunca saiu um iPad 4G

          Estes são os preços que se anuncia pela net, eu em tempos dei outros mais baixo, que são os que julgo correctos, mas segundo informação que obtive, os preços devem ser quase equivalentes aos do iPad, mas tendo sempre em conta os preços dos Parceiros Microsoft (Acer, Dell, HP, Toshiba, etc…) para que não haja uma grande diferença nos preços!

      • Ciro Espitama says:

        O Surface que estamos a falar como substituto do PC é o Pro, que nunca custará esse valor.

      • Raposa says:

        A diferença esta na qualidade, o iPad não encravou no dia da sua apresentação…
        A escala os produtos da Microsoft encravam e dão falhas de sistema 8 a cada 10 enquanto nos da Apple será 2 a cada 10.
        No entanto cada um saberá o que é melhor para si ( ou não ).

        • Bruno Silva says:

          És capaz de ter razão, nunca encravam no dia de apresentação, mas depois de comprar…. Parece um caracol! Então com a App do Facebook ele vê-se mesmo arrásca!
          Já o Windows XP deu um BSOD há 10 anos atrás e ainda hoje é usado, e ainda consegue ter mais cota de Mercado que a Apple! 😉
          Repito: 10 ANOS!

        • Nuno says:

          Ah! O mito de que o Windows só tem bugs e os OS da Apple não têm! Isso e as estatísticas fantásticas que apresentas.

          E a sério que querem comparar um produto que usa o Windows com um que usa o iOS? Tudo o que fazem num desktop podem fazer num Surface Pro. Daí o Surface Pro NÃO SER UM TABLET.

          Mania das comparações de produtos diferentes.

          Podem comparar mais com o RT, mas mesmo este oferece mais hardware pelo mesmo preço.

        • Bruno Coimbra says:

          Apresentação do iphone….é preciso dizer mais? n sejas ignorante

      • Tiago Dias says:

        Bruno Silva, onde foste buscar a informação do teclado/capa incluídos?

        • Bruno Silva says:

          Tiago Dias, podes dar uma vista de olhos neste “recorte”:
          http://img825.imageshack.us/img825/6548/ipadvssurface.png

          “BUNDLED” Incluído na Caixa 😉

          • Tiago Dias says:

            Certo, mas eu também posso fazer uma tabela dessas..

            Não digo que não aconteça.. mas até palavra oficial tudo isto são especulações.. e comparar coisas (neste caso dois produtos) que não estão nas mesmas condições (um está no mercado há mais de 2 anos, outro ainda não se sabem sequer todas as características, preços, etc) baseado em especulações/rumores, pode-se fazer, mas sempre com um “Se” atrás, sem assumir como verdade absoluta.

            Seria sem dúvida uma jogada de morte.. mas com o investimento que a Microsoft mostrou que houve no Surface, a todos os níveis, não sei se terão margem para fazer uma coisa dessas… A não ser que se privem dos lucros altos numa primeira fase, para fidelizar o utilizador ao seu ecossistema..

            Vamos esperar para ver, mas eu duvido muito que o “bundle” fique tão barato, ou mesmo que o Surface Pro tenha preço inferior a 899.

  2. af says:

    eh eh eh viram o browser a patinar? microsoft…

  3. Rui C says:

    Mais do mesmo, nos tablets. É tudo uma questão de escolher que SO se quer usar. Porque de resto notasse poucas diferenças entre equipamentos.

    • Pedro Costa says:

      Neste caso não é bem assim.. O que podes fazer num surface 8 pro nunca poderás fazer num ipad.. A versão RT é a unica comparável ao ipad q basicamente tem um interface que corre aplicações.. No Surface 8 pro temos um pc à nossa disposição, ag pensa nas possibilidades..

      • Pedro says:

        ora nem mais, o iPad acaba mesmo por ser um ipod toutch com ecrã grande (e digo isto sem desmérito), é uma plataforma portátil multimédia de grande capacidade, mas não se pode considerar uma boa plataforma para produtividade (escrever textos num ecrã toutch não é ergonómico) e as aplicações são demasiado elementares em comparação com as aplicações desktop. O Surface prepara-se para ter um preço um bocado esticado se o compararmos com o ipad, mas é um computador fino e leve, com grande autonomia e é prático de usar tanto na situação de desktop, como notebook ou como tablet – plataforma multimédia. Era neste sentido que as coisas deviam evoluir desde o início das tentativas com o slate, agora parece ter-se conseguido. Estaremos atentos

  4. Carlos Santos says:

    Nos tempos que correm. o mais barato ganha. Para ver facebook e youtube, são iguais.

    • Zeca says:

      Pois mas este não é um mero tablet, a versão com Ivy Bridge corre o windows 8 completo por isso podes por exemplo trabalhar no Photoshop, jogar Fifa, editar documentos com o Office completo, é só pensar um bocadinho nas vantagens..

    • Carlos says:

      A sério? Então porque é que o iPad vende mais que todos os outros juntos?

      • Dnaboy says:

        Pq é uma cena hipster. Hoje em dia é chique ter uma treta qq da apple, mesmo que custo muito mais. Aliás, em muitos casos é mesmo porque custa muito mais.

  5. V!P@N says:

    Dou os parabéns a Microsoft, pelo o trabalho que desenvolveram com um conjunto de plataformas ou seja o PC, SmartPhone e agora Tablet. Até bem a pouco tempo era tudo um misto de projectos separados e por vezes meio toscos.
    A linha que traçaram com Windows 7 e o Windows Phone 7 com vista para o futuro, começando com uma ideia bem solida daquilo que queriam, e pouco a pouco, estão a avançar em passos largos na ideia.
    O Windows 8 tem tudo para se dar bem com estas 3 plataformas, a Microsoft ainda é líder em vários segmentos de mercado e que penso que isso vai ajudar com a venda deste tablet, principalmente se aquela capa com teclado for tão boa como parece e em conjunto com o processador Ivy Bridge pode fazer mossa no segmento de mercado dos portáteis e afins.

  6. Rui Brito says:

    Quando o Asus Transformer Prime 2 sair, que venha ou se consiga por o W8, sim acredito que destrone o iPad, por ter a vantagem de ter o SO Android e W8 para trabalhar um pouco mais a sério.

    P.S. Quem diz W8 diz também Ubuntu que já dá para instalar no actual Prime.

  7. Pedro Costa says:

    Quem lê este artigo até pensa que anda toda a gente a dizer mal destes Surface quando é precisamente o contrário.. Surpreendeu muita gente não só pelo software mas como a aparente qualidade que demonstram.. Não sei onde vocês lêem noticias mas de certeza q é de sites de fanáticos da apple!! Seria interessante citar tb os elogios em vez de reunir a critica apenas.. Sobre o preço é esperar para ver.. Sobre a comparação acho injusto comparar o ipad ao Surface 8 Pro, em termos de comparação deverá ser com a versão RT..

  8. BFS says:

    Este é o Tablet (PC) de que estou à espera!
    Finalmente um tablet (com windows a 100%) que pode substituir o meu PC e com um design minimalista 5 estrelas!
    😉

  9. rdgprime says:

    Sem conexão 3G/4G nem bluetouth e pelo preço de um portátil, não sei se é uma boa aposta. Mas ainda assim fiquei impressionado com a Microsoft.

    • Pedro Costa says:

      Tem bluetooth, os teclados funcionam através de Bluetooth, qt à conexão basta uma pen qq de internet q resolve o problema, não te esqueças q ambas as versões têm porta usb.. Qt ao preço nada se sabe de concreto mas entre ter um ultrabook ou um surface destes, se o preço for igual não há grandes duvidas qual escolher..

  10. Sergio says:

    Acredito na total convergencia dos equipamentos. O primeiro passo parece ser o tablet com o portatil e desktop. Não levará muito para o smartphone. Obviamente continuatão a haver nichos para cada um deles, mas já não serão os equipamentos mainstream. Neste paradigma o Windows 8 sai na frente, apesar da convergencia também do iOS e do Lion. E agora a parte mais discutivel e é só a minha opinião: meste paradigma, ou o Android muda, ou daqui ou 4 ou 5 anos arrisca-se a ficar para trás (para não lhe chamar outra coisa)

  11. João Tavares says:

    Who want’s Windows anyway? Windows sucks! Meu rico iPad…

    • Zeca says:

      Lol, mais um fanático!! O meu é que é fixe, o teu não presta e eu é q sei!!

      • Daniel says:

        Fanatico porque? e natural que o ipad para ja seja melhor que o surface, pode ser que depois a microsoft venha a ser melhor, mas ha que trabalhar para isso, por exemplo ja confirma-mos (o que era de esperar) bugs no sistema…

        • Rúben Duarte says:

          Ele não denegriu o Surface, denegriu o Windows. Comparar o Windows com o iPad é mesmo de génio nada fanático…

        • João Gonçalves says:

          Fanático sim… frase do tipo: “Windows Sucks” é o quê? Uma coisa por ter mais bugs (neste caso em fase de testes) e não tem de ser necessáriamente pior que uma que já está no mercado. O Surface Pro até pode vir cheio de bugs para o mercado e mesmo assim conseguir ser melhor que o iPad, pelo menos fazer mais, vai fazer de certeza.

          E btw, “Who want’s Windows anyway?” Eu quero, desde que uso o Windows 7 nunca tive um unico problema no pc e faço uso intensivo dele todos os dias… por isso, para quê trocar?

        • Zeca says:

          Repara que ele não diz que é melhor ou pior, apenas que não vale nada.. Isto é comentário que para mim não tem valor nenhum e próprio de um fanático qualquer, neste caso da apple..

          Gostava de saber como é que um produto que só vai estar no mercado daqui a meses já pode ser avaliado quanto a bugs.. Bugs todos têm e devem ser avaliados quando se tem um produto final na mão e não protótipos..

          Vai ver a apresentação do iphone 4 e diz-me se na altura as pessoas tivessem avaliado da mesma maneira q tu como seria..

        • queda says:

          Ate parece que a Apple nunca teve bugs nas apresentações…

          • Rúben Lopes [Lopesmaio] says:

            Lembro-me bem de quando o Steve Jobs estava a apresentar o iPhone e se viu “às aranhas” para ligar a Wi-Fi xD

    • eleck says:

      ya podes crer, eu tenho um ipad 2 e ninguem me tira o meu portatil o ipad só serve mesmo para ir á internet sem andar com 3 kilos ás costas mas o problema aparece quando eu quero algo mais em que tenho que fazer remote desktop para algum pc, para não falar de que só se consegue tirar o verdadeiro partido das funcionalidades do ipad se este estiver crackado desde file system explorer passando por leitores de videos e shell’s, até youtube pro que permite ter mais qualidade de videos e fazer downloads destes ou das suas musicas e browsers que permitem ler flash e afins coisa que o do ipad nao permite e na maior parte das vezes chateia como tudo

      • eleck says:

        “e browsers que permitem ler flash e afins coisa que o do ipad nao permite e na maior parte das vezes chateia como tudo ” quando digo ipad refirome ao seu browser claro

  12. Arcadiy Kulchinskiy says:

    Acho que iPad e Surface Pro são incomparáveis pois iPad é apenas um gadget e o Surface Pro é um computador na mão.

    Gosto da frase do Steve Jobs “A inovação é o que distingue um líder de um seguidor” até porque Tablet PC e o conceito de tablet veio uns 8 anos mais cedo que iPad.

    • Samsung compra a Nokia says:

      De certeza que são imcomparáveis – um vai custar mais do dobro do outro.

      • João Gonçalves says:

        O dobro? Não me parece, e mesmo a custar mais claro que não dá para comparar visto que o iPad não chega aos calcanhares do Surface Pro. Comparar, é com o RT.

        iPad 4, com a super inovação de um ecrã Retina Display GTR com injecção directa pode vir a custar o mesmo que o Surface Pro que os súbditos vão todos a correr a dizer que compensa e é melhor.

        • João Gonçalves says:

          EDIT:***…mais caro não dá para comparar…

        • Samsung compra a Nokia says:

          Ó Golçalves tens um tablet, de preferência um iPad ?

          Estás disposto a esperar que o Surface com o Windows 8 Pro nunca arranque ao fim de meia-hora ? Já actualizaste o anti-vírus ? As app aos montes que fazem tudo e mais alguma coisa onde estão ?

          Não sei como é que se compara o Surface Pro, que é um PC, com vantagens e desvantagens, com um tablet como iPad, com vantagens e desvantagens e que é metade do preço.

          O Surface Pro de tablet só tem o aspecto. É um PC. É um elefante, com mais força, mas sem a agilidade de uma gazela (iPad).
          P.S. Esta saiu-me bem, hã ?

          • Pedro says:

            Colega, permite-me dizer-te, ou tens um computador muito incapaz ou já não mexes num pc há alguns anos

          • Samsung compra a Nokia says:

            Colega, tens um iPad ? Tens app no PC ?

            Computadores garanto-te que tenho, vários. (A 1/2 hora é uma força de expressão, mas o tempo de arranque do iPad + o da app não tem nada a ver com o de um PC + aplicação para Windows. Pode ser que consigam melhorar o do IE 10).

            Deixei de fora o touch do Windows 8 Pro, que não prevejo que seja grande coisa, mas só vendo.

          • Pedro says:

            Não creio que ninguém posa responder para já com certeza. Se falarmos da versão RT talvez em velocidade seja comparável, quer no arranque do SO quer no arranque das apps. Repara que o foco central dessa versão serão as metro apps, a meu ver perfeitamente capazes que competir com as apps do iOS, precisam é de maturação e investimento por parte dos devs

          • João Gonçalves says:

            O que eu me vou rir, é o Windows 8 a arrancar mais depressa que o iPad… isso é que eu me partia a rir… e mais, não tenho nenhum iPad mas tenho iPhone… penso que a diferença é o iPad não me caber no bolso, por isso…

            É engraçado quenado perguntas se temos iPad e falas do Surface como se ja lhe tivesses dado um uso intensivo… ok!

          • Arcadiy Kulchinskiy says:

            Saiu-te bem sim senhor. xD

        • Samsung compra a Nokia says:

          Santinho. Antes de espirrares faz contas.

          O iPad começa nos €400.
          Em qualquer site em que o autor tenha dois dedos de testa põe-te o Pro entre os $900 e os $1000 (em euros, com impostos, €900-€1000).

          O Surface Pro e o RT não são a mesma coisa (e o PRO não é o HP Slate 2). Acrescenta ainda uns custos adicionais por a Microsoft não ter experiência de fabricante de equipamentos, nem ter um negócio montado com os fornecedores de Hardware como a Apple.

  13. fernando martini says:

    as frases sao parecidas, as caracteristicas tambem, fora o Surface “travar” na apresentação, prefiro Ipad

  14. Emannxx says:

    Gostaria que este artigo tivesse sido escrito por outro autor, just saying.

    Relativamente ao tablet, está mais que provado que as pessoas adoraram o que viram. Há muita curiosidade, as pessoas querem ver mais, querem experimentar, isso percebe-se pelos inúmeros comentários pela internet fora, pplware incluído – e o Microsoft Surface é o que faltava até agora no mercado: um bom tablet, com bom software, com diversas inovações, e COM WINDOWS – independentemente dos gostos/preferências que existem (falo de iOS/MacOS/Android/Linux) no Peopleware e num ou outro site, o Windows é o sistema operativo mais utilizado no mundo. É o que a maioria das pessoas gosta. É o que a maioria das pessoas sabe e quer utilizar. E é o que as pessoas irão, em breve, procurar.

    A Microsoft está a uniformizar todos os seus produtos dentro da uma interface. XBox com Metro, Windows com Metro, WP com Metro, Live Services com Metro… e isto vai gerar um novo ecossistema – é perfeitamente compreensível que haja preferência para que se usem produtos interligados entre si pela mesma interface, pelo mesmo estilo.

    Por estas (e mais) razões, acredito que sim, o mercado está mais que receptivo ao que o Surface oferece.

  15. kekes says:

    A Apple em termos de funcionalidade criou um iPod Touch gigante e a Microsoft mateve-se fiel a ideia inicial e criou um PC ultraportatil, simples como isso.
    O W8 e um SO super solido e super flexivel, isso é uma vantagem e um calcanhar de aquiles para todo software da MS pois por vezes comprometem a estabilidade pela flexiblidade.

    • Samsung compra a Nokia says:

      “A Apple em termos de funcionalidade criou um iPod Touch gigante e a Microsoft mateve-se fiel a ideia inicial e criou um PC ultraportatil” – pelo dobro do preço -, “simples como isso”.

      Desde quando é que os produtos se comparam independentemente do preço ? Isso é que é simplicidade ?

      • Arcadiy Kulchinskiy says:

        Exactamente, é o que lhes estou a dizer mas ninguém me compreende. Antes de falar que Macbook Pro é melhor que PC que metam ao lado um PC com o mesmo preço. 🙂

        • Diogo Pereira says:

          Acho que antes de afirmares isso também devias utilizar um Macbook Pro por uns tempos e depois tirar uma conclusão mais acertada e não tão ignorante como a grande generalidade destas discussões Apple-Microsoft.

          P.S: Já sei que vais dizer que já fizeste isso e que mesmo assim não vale o dinheiro que se paga por ele.

          • Arcadiy Kulchinskiy says:

            Vês como sabes a resposta, lindo menino.

            lol O que quero dizer é que se meteres um Asus por exemplo ao lado de Macbook que vai custar o mesmo preço, o Asus ultrapassa-o em dois segundos. Todo o marketing da Apple é baseado na concorrência aos computadores baratos que é o que maioria tem. Eu tenho um computador média-classe, acreditas que nunca deu BSoD, nunca apanhou um vírus e demora apenas 26 segundos a ligar?

            E sim, já usei Mac e sim voltei para Windows porque preciso de ter um computador e não um brinquedo.

            Eu não estou a discutir aqui, nem faço guerras. Estou a partilhar a minha opinião. Deixas-me tê-la? Ou preciso de aceitar a que te convém só porque sim?

          • Diogo Pereira says:

            Perfeitamente, apesar de ter visto os teus comentários ao longo desta notícia (nada tendenciosos, diga-se), aceito a tua opinão sem o cinismo com que tu contrariaste o meu conselho.
            E não, nunca usaste Mac.

          • Arcadiy Kulchinskiy says:

            lá vai ele com previsões. Teimoso. Eu no trabalho uso Mac e não gosto. Na Universidade uso Mac e não gosto. Em casa usei Mac e depois deixei para o meu pai pelas razões que já falei no comentário anterior.

            Ou o quê, acreditas que uma pessoa usa mac e apaixona-se?

          • Arcadiy Kulchinskiy says:

            E claro que os comentários são tendenciosos. Acho que aqui neste artigo dificilmente encontras comentários não tendenciosos. O próprio artigo é tendencioso, o vídeo do artigo é quase a gozar com a Microsoft. Frase final é a insinuar que a Microsoft copiou iPad, queres que os comentários sejam o quê?

        • Ele says:

          Exactamente, além de que num pc com Windows tens muito mais liberdade, quantos executáveis sacamos para fazer uma infinidade de tarefas específicas que estão sempre disponíveis, são gratuitos e ultra simples? Além de que existe uma infinidade de programas que continuam a faltar no Mac, que podem até ter substituto mas pouco comparável. Em regra, como um PC faço mais coisas. Eu não tive nenhum mac nunca, mas vou-me informando, falo com pessoas que têm, mexo nos das pessoas que têm e mesmo na faculdade. É giro, consigo imaginar que a interface potencie muito as tarefas, mas nem tiro verdadeiro partido daquilo nem me auxilia em todas as tarefas.

  16. Pedro says:

    Os fanáticos da Apple ainda não devem ter percebido que o iPad corre uma coisa diferente do MAC OS, nem perceberão que o único concorrente directo do iPad é o Windows 8 RT

  17. Diogo Pereira says:

    Fiz recentemente uma transição a 100% para a Apple, mas tenho a dizer que neste segmento a Apple vai ser categóricamente ultrapassada.
    Até agora não houve qualquer tablet, na minha opinão, que tivesse ultrapassado o iPad mas este Surface vai aniquilar por completo o iPad.
    Um dos maiores fundamentos do tablet é o entretenimento, que vais desde os jogos até à parte de multimédia. O Surface está muito mais enquadrado nesse segmento.
    Diria que estava à espera de um preço mais baixo do que se fala, mas a ser o mesmo que o iPad, terei de me render ao Surface.
    Resta esperar uns tempos, saber quais os eventuais problemas que podem surgir numa utilização diária.

  18. Samsung compra a Nokia says:

    Só para terminar.

    O “filme” agora é diferente. Quando a Microsoft era só fabricante de software vendia as licenças do Windows e a concorrência entre os fabricantes fazia o resto.

    Agora é a Microsoft o fabricante dos dois Surfaces. Com o tablet Surface RT tem que competir com os tablets iOS e Android (penso que não irá licenciar o Windows RT para outros fabricantes).

    O slate PC Surface Pro vai ter que competir com os PCs ultaportáteis e não é de excluir que surjam outros slates PC com Windows 8 Pro com ecrã touch.

    Portanto, está tudo em aberto, o que é bom.

    P.S. “Samsung compra a Nokia”, antes que a Microsoft o faça e se torne também fabricante de smartphones. Compre um ou compre outro, a Nokia vai à vida como empresa independente, como a Motorola.

  19. Duarte Amorim says:

    isto aqui é em certa parte, tudo negócio e esquemas. Mas afinal de contas a Apple é que re-inventou o conceito de Tablet PC, previamente apresentado pela Microsoft, e agora a Microsoft que reinventou o seu 1ºTablet PC, acusam-lhe de plágio, enfim… Agora o “feitiço virou-se contra o feiticeiro”, e agora a Apple devia pagar pelo plágio que fez. Aqui está a demonstração: http://9gag.com/gag/4533067

    • Samsung compra a Nokia says:

      Queria mesmo acabar. Mas face a este comentário, de génio, digo mais qualquer coisa.

      A Microsoft inventou em 2002 o Tablet PC, que não teve sucesso porque não prestava.

      A Apple inventou em 2010 o tablet ARM, barato, com apps, com o sucesso que se conhece.

      A Microsot + HP + etc, reinventou em 2010, com o Windows 7, o Tablet PC (slate) com o sucesso que se conhece.

      A Microsoft, em 2012, copia o tablet ARM da Apple e chama-lhe Surface (com Windows 8 ARM) e reinventa o tablet PC (com Windows 8 Pro) e também lhe chama Surface, para confundir.

      Mas alguma vez a Apple disse que tinha inventado (ou o iPad era) um tablet PC ? É um conceito completamente diferente.

  20. Filipe says:

    Sinceramente só queria um tablet que dese para por Photoshop e que desse para escrever como um lapis em papel e sem atrasos pode ser que este dada a tecnologia da wacom seja interessante nesse aspecto

  21. Campachi says:

    Eu acho que a MS esta lançando dois produtos diferentes só que com a aparecia similar, explico minha opinião:

    O “Surface” (com Windows RT) é um tablet e concorre direto com os tablets: no formato, no preço, no peso, na arquitetura (ARM) e no modelo de aplicações (app).

    Enquanto que o “Surface Pro” (com Windows 8 Pro) pega elementos do tablet (formato, app) e dos ultrabooks (peso, arquitetura Intel, softwares, teclado, preço?) e os mistura em um dispositivo móvel hibrido que eu batizei de “Ultratablet” ou “Ultrablet”. Este concorre mais contra os ultra-mobile PC/subnotebooks do que contra os tablets.

    Eu querendo um tablet preferiria o Surface RT fácil. Se eu quero comprar um ultrabook/netbook/Laptop leve vou olhar com carinho para o Surface Pro.

    Não me admira ver pessoas com os dois dispositivos em casa.

  22. Luis Carreira says:

    Bom dia. eu acho piada a algumas coisas que foram ditas. Em primeiro lugar quem tem produtos que utilizam software da microsoft sabe que as coisas nem sempre funcionam bem. Falo do windows mobile 6.5 sem updates disponiveis, dos inumeros updates do windows nos pcs, etc. Falaram ainda da quantidade de utilizadores de windows… Ok é verdade, mas digam-me que computadores são vendidos sem este sistema operativo?? Os mac somente.
    Compararam preços entre ipad e o rt e em questão de autonomias como será? peso? Dará para sincronizar com o resto das coisas? pc? sistema multimédia?

    Tudo isto conta para se decidir se o software que ambos trazem é bom ou não pois ancho que confundiram muito as coisas. Hardware diferente e software diferente…

    • Zeca says:

      Autonomia não se sabe nada, peso é praticamente idêntico, diferença de 20g (versão RT) perfeitamente normal visto o Surface ter um ecrã ligeiramente maior!! Caso não tenhas reparado estes Surface funcionam com o windows 8 logo as questões de sincronização nem se colocam.. Falas em updates do windows como se o mac OX não tivesse updates também.. Gostava também de ver o mac OX a correr em hardware inferior aos mac e em hardware de outras marcas se não teria muito mais problemas do que tem.. Com a gama de produtos q o windows abrange já muito bom é o windows 7 pois funciona bem em produtos de 2000-3000€ mas tb funciona bem em produtos de 500-600€.. E isso não é para todos, vê o caso do Android por exemplo que o desempenho q tem num dispositivo de 600-700€ não se compara a um de 100-200€

  23. Artur Rosado says:

    Tanto comentário e ainda ninguem tocou no cerne da questão que, quanto a mim é a seguinte:

    Eu dentro de um a dois anos vou trocar de portátil e pelo que tenho observado qualquer tablet existente no mercado não consegue substituir o portátil. Com este Surface com Windows 8 Pro, pela primeira vez estou a ponderar comprar um tablet em vez de um portátil.

    Portanto eu vejo muita gente a fazer comparações entre IPAD´s e o surface e entre ultrabooks e o surface, mas, para mim, o que tem que ser dito é que o Surface consegue substituir os ultrabooks e os tablets e é por esse motivo que o Surface vai ter sucesso.

    • Samsung compra a Nokia says:

      Está-te a faltar outro cerne da questão.

      Os tablets ARM funcionam com apps, aos montes e para tudo e mais alguma coisa. A integração entre o SO mobile e a app é tal maneira que ligar o tablet e usar uma app é praticamente instantâneo. A reação ao touch num ecrã capacitivo é instantânea e fluída, pelo menos no iPad.

      No Surface Pro não vais ter apps nem essa fluidez. (Como é que eu sei ? Tenho um dedo que adivinha)

      Mais outro cerne. Se como dizes, “o Surface consegue substituir os ultrabooks e os tablets” por que é que a Microsoft vai lançar o Surface RT ? Não é porque os slates com Windows 8 Pro e os tablets ARM com Windows 8 RT são produtos distintos ? Ou seja, que o Surface Pro não substitui um tablet ?

      • Artur Rosado says:

        Obrigado pelo esclarecimento.

        Podes ter toda a razão nisso que dizes. Mas eu não quero um tablet, nunca quis, nunca me convenceu, porque não permite utilizar as aplicações que utilizo no PC. Para mim, quando digo que o surface com o Windows Pro substitui o tablet refiro-me apenas e só à mobilidade, de resto acredito que seja tudo como tu dizes.

        É como disse, eu pertenço aquela parte de mercado que não tem dinheiro (prefiro gastá-lo noutras coisas) para comprar um tablet e um PC, mas o tablet, como está atualmente, não me serve porque preciso de software que só os PC´s correm, por isso vou optar sempre pelo PC.

        Por isso, se aparece um tablet que corre o software que só os PC´s correm, então passou a haver uma possibilidade de eu passar a ser um comprador de um tablet´s e é a isto que eu me refiro.

        Se por acaso as aplicações que estão no Windows store só funcionarem no Windows 8 RT, é uma pena, pois obrigaria a quem quisesse usufruir das duas situações a comprar dois tablets… e então ficariamos na mesma…

        Mas como tu tens esse tal dedo que advinha, é porque vai ser mesmo assim…

        Off-topic:
        Já agora, o que diz o teu “dedo Paul” sobre o Portugal Vs Espanha? ganhamos ou nem por isso? loool

      • Kardec says:

        Isso é mentira, o Surface RT é baseado em ARM pelo que o seu foco central são as metro apps equivalentes supostas rivais das apps do iOS e que são a novidade da nova interface do Windows 8. O Surface Pro, executa programas concebidos para x86 além de correm igualmente as apps na interface metro:

        https://www.youtube.com/watch?v=JHcxMKDKCiU&feature=related

        segundo a tua terminologia, então o Surface RT é um tablet e o Surface Pro é simultaneamente tablet e note/net/all-in-one-pc

        • Samsung Compra a Nokia says:

          Acho que nesse arrazoado queres dizer que o Surface Pro corre as app escritas para Windows x86/desktop (o novo é o Windows 8 Pro) e mais as app de interface metro criadas para o Windows RT.

          Se é isso estás enganado. Há apps para sistemas operativos: Android, iOS, Windows 8 RT, Windows 8 Pro, etc. Não há metro apps. O metro é um interface gráfico, não é um sistema operativo.

          Se eu escrever uma app para Windows 8 RT tenho que escrever outra para o Windows 8 Pro. Tenha ou não tenha a interface metro uma app do Windows RT não é lida no Windows Pro.

          A questão é que há centenas de milhares de app para iOS e para Android, que fazem tudo e mais alguma coisa. Se o Surface RT vender é possível que muitas sejam portadas para Windows RT. Não estou é a ver os criadores das app a reescrevê-las para Windows Pro.

          Ah, mas o Windows 8 Pro vai ter apps com interface metro, idênticas às dos tablets ARM, e ainda por cima acede-se a elas por touch. Isso sim. Às centenas de milhar é que não acredito. E são escritas para Windows Pro. Quando é que há mesmo o Angry Birds para Windows Pro ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.