Quantcast
PplWare Mobile

SEAT produz ventiladores assistidos e Espanha responde à Turquia com inteligência

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Joao says:

    Revejam lá vossas fontes porque o segundo parágrafo é absolutamente falso.

    • Jorge says:

      É falso? Então o que aconteceu ao material?

      • Joao says:

        O material não é de fabrico chines mas sim de fabrico turco. As autoridades Turcas, tal como fizeram as autoridades Alemãs e Francesas, condicionaram a exportação deste tipo de equipamentos e portanto o avião não consegiu a licença necessária para poder seguir viagem. Entretanto já foi anunciado que o material será entregue ainda esta semana.

    • Vítor M. says:

      É verdadeiro. Vai ler mais um pouco sobre o assunto. Aliás, na imprensa espanhola diz o seguinte:

      […]Turquía ha impuesto restricciones a la exportación de productos sanitarios, motivadas por la necesidad de abastecimiento sanitario”[…]

      • De Quarentena says:

        “O governo turco desviou centenas de ventiladores comprados à China pelas autoridades espanholas.”

      • joao says:

        E como é que essa frase da imprensa espanhola se traduz num “O governo turco desviou centenas de ventiladores comprados à China ” ?

      • LR says:

        Vitor, O João tem razão. O material não era chinês. Era de fabrico turco, e foi impedido de ser exportado pelas autoridades turcas, por ser material necessário para eles. A Alemanha e a França fizeram o mesmo (e antes de dizeres que é falso, posso-te enviar o comunicado da minha empresa, que fabrica máscaras e material médico, a informar do despacho do governo alemão que pribia a exportação, mesmo intra-comunitaria).
        Tal como aconteceu coma portuguesa Bastos e Viegas, que continuava a exportar a sua produção quase total para o estrangeiro até ser impedida disso.

        • Vítor M. says:

          Não era nada. O material foi comprado à China. Tudo o que ali estava eram produtos made in China pagos pelo governo espanhol.

          “A ministra das Relações Exteriores de Espanha, Arancha González Laya, disse esta sexta-feira que as autoridades da Turquia retêm em Ancara um avião oriundo da China com ventiladores, para combater a pandemia de covid-19.” In Lusa.

          Não tentem dar a volta à história. O material era ou não de fabrico chinês? Era. Era ou não material pago pela Espanha? Era. Ficou ou não bloqueado na Turquia para uso das entidades de saúde do país? Ficou.

          Pronto. E SEAT meteu mãos à obra, como outras empresas e está a fabricar ventiladores.

          • Joao says:

            Un cargamento de 150 respiradores había sido retenido el pasado fin de semana por las autoridades turcas. Sin embargo, en contra de lo que se había dado a entender hasta hora, no se trataba de ningún vuelo con origen en China, sino de “un avión procedente de Turquía y no de ningún otro sitio, sin escalas y con material de producción turca”.

          • Vítor M. says:

            Não é verdade. As informações atuais dizem que os ventiladores foram produzidos em território turco por uma empresa espanhola com peças da China. O material era chinês, fabricado por uma empresa espanhola e desviado pelas autoridades turcas. Está certa a informação colocada no artigo.

          • samuel says:

            A mesma ministra das Relações Exteriores de Espanha escreveu no Twitter, no dia 4 de abril isto: Thank you #Turkey
            @MevlutCavusoglu
            4 authorising the export of Turkish respirators bought by two of our Autonomous Communities Navarra & CastillaLaMancha in view of the urgency in Spain we appreciate the gesture of a friend & ally Turkey.

            …authorising the export of Turkish respirators…

            Que raio, porque não vão ler antes?

          • Castro Castro says:

            O vitor tem razão. Li isso no público

            https://www.publico.pt/2020/04/03/mundo/noticia/turquia-bloqueia-aviao-ventiladores-comprados-espanha-reforcar-proprio-sistema-saude-1910940

            A notícia tem até a atualização no final do que se sabe até agora.

          • joao says:

            Castro, essa noticia está desactualizada. Já foi entretanto anunciado que a turquia autorizou a exportação e o avião sairá da capital turca amanhã.

          • Vítor M. says:

            Então sempre está certo o que foi dito. Agora já dizes que a Turquia já autorizou o envio do material. Quer isso dizer que antes esse material estava bloqueado pelos turcos, material comprado na China com destino a Espanha.

    • golo says:

      o Sr joão, deve andar na lua só pode, para vir para aqui dizer disparates.

      • joao says:

        golo, o artigo afirma que a “O governo turco desviou centenas de ventiladores comprados à China “. Ora nem o governo turco desviou (desviar não é o mesmo que proibir a exportação) nem os ventiladores foram comprados à china. E há muitos paises, incluindo paises europeus, a aplicarem as mesmas medidas. Onde está o disparate aqui?

        • Vítor M. says:

          “A ministra das Relações Exteriores de Espanha, Arancha González Laya, disse esta sexta-feira que as autoridades da Turquia retêm em Ancara um avião oriundo da China com ventiladores, para combater a pandemia de covid-19.”

          • Joao says:

            Mas acha honestamente que a imprensa espanhola é isenta para ser citada?

          • Vítor M. says:

            Não está em causa se a imprensa espanhola e a nacional estão ou não isentos seja do que for. E tu de certeza que não tens qualquer informação que vá atestar que são ou não isentos, como tal, a tua opinião é apenas isso, tua. O que, no meu entender, é pacifico, como tua opinião, é o que quiseres. Não podes é com a tua opinião querer obrigar os demais a comungar contigo, dizendo que tu estás certo e que os outros estão errados. Assim como nós, meio de comunicação, não podemos colocar a nossa opinião no que toca a factos, e por isso é que a notícia tem como suporte toda a informação que foi veiculada pela imprensa espanhola, que cita a ministra envolvida no caso. Só isso.

  2. Joao says:

    Vejo os meios de comunicação social a fazer perseguição à Turquia , muitas vezes divulgando informação falsa, como neste artigo, e pouco se fala da Holanda e da Alemanha que sendo paises da UE, penso terem mais obrigações que a Turquia.

    • Vítor M. says:

      Não, este artigo está corretíssimo. Tu é que não estás a prestar atenção ao mundo.

      Sobre o que estás a tentar adicionar para teres essa tua opinião inquinada com laivos de algo verídico… esquece, nada tem a ver com o assunto. Foca-te no assunto do artigo.

      • Fulano says:

        Normalmente discordo com os posts do Vítor M. , mas desta vez tenho de lhe dar razão.
        Não quer dizer que outros também não tenham razão sobre o material de fabrico Turco, apenas são notícias diferentes e isso gerou alguma confusão.

  3. Filipe F. says:

    Esta noticia ja tem 2 semanas

    • Vítor M. says:

      Isto foi dado a conhecer em abril pela SEAT. Abril não tem duas semanas ainda.

    • Dark Sky says:

      Bem sobre a questão Espanha/Turquia e onde foram fabricados os ventiladores – Espanha começou por dizer que foram importados da China, mas ultimamente diz que foram fabricados na Turquia. https://www.lavanguardia.com/internacional/20200404/48310150953/turquia-autoriza-envio-respiradores-espana.html

      E, usando a diplomacia, Espanha espera ainda vir recebe-los. Devo dizer que, pessoalmente, prefiro a segunda versão da história, que até é mais plausível – é que retirar carga desta natureza de um avião em trânsito era pirataria selvagem. Prefiro que não tenha havido, embora a compra de material médico para combater o Covid-19 seja uma selva.

      • Castro Castro says:

        Mas a empresa que fabricou dizem que é espanhola. Diz em vários jornais espanhóis eu não sei se é ou não.

        • Dark Sky says:

          A fábrica de uma empresa espanhola na Turquia tem que cumprir as leis e as ordens das autoridades turcas.
          Se fosse ao contrário, uma empresa turca a fabricar ventiladores em Espanha, Espanha deixava sair os ventiladores?

          Em todo o caso, é diferente de assaltar um avião com produtos fabricados na China que fez escala na Turquia, como a história começou a ser contada.

  4. Julio says:

    “González Laya destacou ainda que as informações de que a Turquia confiscou ou roubou “ventiladores que vieram da China” eram imprecisas. Segundo a governante, os ventiladores foram fabricados na Turquia com componentes comprados na China pelo governo espanhol e pelas comunidades autónomas de Navarra e Castilla La Mancha.” os ventiladores foram fabricados na turquia mas as peças para os fabricar vieram da china e foram comprados pelo governo espanhol

    • Vítor M. says:

      Não, Segundo informações atuais, os ventiladores foram produzidos em território turco, sim mas por uma empresa espanhola com peças da China. Ora os ventiladores têm material chinês, fabricados por uma empresa espanhola e desviados pela Turquia. O que vai bater certo com o que foi colocado no nosso artigo: “O governo turco desviou centenas de ventiladores comprados à China pelas autoridades espanholas.”

  5. Observador says:

    Ninguém fala no verdadeiramente importante que é terem deslocalizado a produção, em busca de países com salários mais baixos, e agora que precisavam dos produtos, as fábricas estão lá longe e os produtos para virem, têm de passar por países que também os querem e lançam todos os expedientes possíveis para se apropriarem desses materiais.

  6. Castro Castro says:

    O material como diz no público e em vários jornais espanhóis é de origem chinesa pago pelas comunidades de Castilla-La Mancha y Navarra e que fizeram escala na Turquia dizem que para montagem e tinham como destino Espanha. Agora, para tentar diplomaticamente desbloquear a situação, as autoridades de Espanha estão a passar à mão nos turcos.

  7. art says:

    Que p.uta de confusão que para aqui vai….o que se passa é que todos estes governos foram apanhados com as calças em baixo , o Português também, e depois passou a ser : tudo que vier à mão é bem vindo. Não sei onde esta gente tinha a cabeça , porque já se sabia que mais tarde ou mais cedo isto ia acontecer e continuaram a assobiar para o lado…..agora é o vale tudo….governantes medíocres.

  8. iFernando says:

    Esta noticia foi mal contada por todas as televisões, desde o inicio.
    Jornalistas têm a tendência de dar a noticia muito rapidamente sem conferirem.
    Desculpem Turcos, eles não sabem o que dizem.
    Arancha González Laya. “Puedo anunciar que Turquía en las próximas horas va a permitir la salida de estos respiradores fabricados en Turquía con destino a España, a Navarra y Castilla la mancha”, ha dicho la ministra.
    https://www.lavanguardia.com/internacional/20200404/48310150953/turquia-autoriza-envio-respiradores-espana.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.