Quantcast
PplWare Mobile

Projeto de 5,4 mil milhões de euros na área do hidrogénio aprovado

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Jota says:

    Pode ser que o preço dos carros elétricos caiam a pique!

    • Diogo says:

      Precisamos mesmo de soluções para baterias que sejam realmente sustentáveis e não apenas mais Green Washing.
      Quem sabe

    • Samuel MGor says:

      Não vai acontecer!! Nem sequer o hidrogénio é viável nos automóveis. Todos os construtores criaram protótipos e viram que sai mais caro construir um automóvel a hidrogénio do que um elétrico normal. Um automóvel pode ficar mais ou menos 50% mais caro ou seja um cujo custo ronda os 35 mil euros fica em 52 500 euros.

      • Zé Fonseca A. says:

        Primeiro este projeto nada tem a ver com produção de hidrogenio para veiculos automoveis, o que não quer dizer que não possa depois vir a acontecer, este hidrogenio tem a finalidade de providenciar energia na forma de hidrogenio.
        Segundo, a questão dos carros a hidrogenio que apontas é uma falacia, é preciso saber analisar as informações que circulam e perceber que não são prototipos, também convém comparar o tempo de investigação e os valores despendidos na mesma
        Terceiro, tal como nos electricos tradicionais é tudo uma questão de volume para reduzir os preços

      • cra2sh says:

        Tudo é caro quando há pouca procura, e está em desenvolvimento, carro eléctricos no início também não eram viáveis.

  2. Azeite says:

    Para aceder aos fundos convém passar primeiro pelo ex-ministro do “Ministro do Ambiente e da Transição Energética” Matos Fernandes. Serão abertas certamente muitas portas.

  3. int3 says:

    Mais um scam que vamos ter que pagar

  4. Marco says:

    Hidrogenio? Portugal tem de vender e azeite e vinho. Não somos pais para modernices, e tudo agricultores e analfabetos aqui 🙂

  5. PTO says:

    Acho muito bem que invistam na tecnologia de hidrogénio pois essa será a verdadeira opção de energia limpa para o futuro, nomeadamente para os automóveis.

    Em minha opinião isto dos carros elétricos irá ser apenas uma fase de transição para a mobilidade a hidrogénio.

    • KWH says:

      Não é não, apenas mais uma fonte de poluição.

      • PTO says:

        Por acaso não é, mas mesmo que fosse seria imensamente menor que a poluição e estragos ambientais que as baterias provocam, nomeadamente na necessária mineração dos metais raros necessários ao seu fabrico bem como a impossibilidade de uma reciclagem eficiente das baterias em fim de vida.

        A mobilidade elétrica é tanto ou mais inimiga do ambiente como a mobilidade a combustão,

        • RC says:

          Errado, os FCEV têm uma pegada bem maior que os eléctricos e um pouco menor que os a gasolina, basta ver os relatórios das entidades que estudam todos esses casos em vez de fazerem achismo.

    • RC says:

      Carros a hidrogénio são eléctricos.

      Mas este investimento não tem nada a ver com carros.

  6. sergio says:

    Hidrogénio em Portugal é mais um elefante branco, e tenho fontes fiáveis.
    Aqui na minha cidade em SINES, por exemplo, querem fazer uma fábrica perto da Repsol (na ZILS) para produção de hidrogénio “verde” (sustentável), resultado: vão depois construir pipelines para conduzir o produto até ao porto de Sines, os pipelines de vários KM vão obrigar a desmatação, derrubar árvores (bela ajuda para o clima!).
    E o hidrogénio fica cá? Não, pois 90% é para exportar.

    então, qual é a vantagem disso?!

    • Zé Fonseca A. says:

      Meu Deus.. É destas opiniões que se faz Portugal.
      Primeiro a desmatação em Sines é minima e nem sequer tem impacto ambiental.
      Depois, é logico que 90% é para exportar, nós somos 10M de habitantes, não precisamos de mais de 10% para o nosso consumo interno, depois os 90% que vamos exportar ajuda-nos a contrabalançar as importações e a aumentar exponencialmente o PIB, caso não saiba, quanto maior o PIB mais dinheiro tem o país para investir, melhorar e se governar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.