Quantcast
PplWare Mobile

Tipos de pessoas que encontramos no Facebook

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Marisa Pinto


  1. Toni says:

    Muito bom! 😀

  2. andre says:

    Hahaha, gostei muito do post. Muito engraçado!

  3. NewJ says:

    Conclusão..??

  4. Bruno says:

    basicamente, enquadraste logo na primeira? 🙂

  5. Nelson says:

    Muito bem! 🙂

  6. Oupa says:

    Muito completo, gostei!
    Assim de repente não me lembro de mais nenhum tipo de pessoa facebokiana…
    Não me vejo inserido em nenhum tipo concreto, no entanto vou partilhar para ver as reacções :p
    Bom trabalho 🙂

  7. Redin says:

    Não tenho um único amigo no facebook.
    Tenho sim, são relações humanas com pessoas cujo interesse seja apenas comercial.

  8. Blasterjack says:

    Nós já sabemos a selva que anda para lá, não é preciso de “blogagens”. Parece o 9gag 😛

  9. Jorge Neves says:

    “As que ainda não fizeram like na página do Pplware do Facebook

    Pois é, é um erro gravíssimo! Toca a fazer like no nosso Facebook e convidem os vossos amigos!”

    Ahahah! Afinal o pplware encaixa na primeira categoria… “As que pedem likes no chat”. 😛

  10. Tiago says:

    Ainda faltam as que fazem um post e metem ‘like’ no próprio logo de seguida e as que metem #hashtags #em #tudo 😀

    • Rui says:

      Essa nunca percebi. Fazer um post e meter um like… Será que os restantes post que não tem direito a like são as ovelhas negras?

      Oh pra este post! E eu gosto!

  11. Armando says:

    As pessoas com conta no Facebook… são as pessoas mais chatas do mundo!!!

  12. M.Manuelito says:

    Marisa, vou dar-te um toque, só para ver a sensação, já que nunca usei essa funcionalidade 🙂

  13. ElectroescadaS says:

    Eu fico é lixado com aqueles tótós que postam as fotos dos seus filhos e depois vêm dar lições de segurança aos outros…

    Ai o Hitler faz muita falta (esta afirmação é para ser levada na brincadeira, nada de confusoes ou pancadas de carácter politicofilosóficas)… 😈

  14. Rui says:

    Lembro-me daquelas pessoas que vão para o facebook escrever “indirectas” para terceiros devido à situação A, B ou C (e que ninguém tem nada a ver com isso)

    Lembro-me também daqueles que se vão lamentar da vida, das adversidades que encontram, como se só acontecesse com eles, e depois depois vai sempre alguém dar uma força, “Vá, força, isso vai melhorar, tu consegues…”

    Aquilo que mais me irrita são os convites para jogos, e mesmo já tendo avisado para não me enviarem os convites, eles continuam a aparecer. Já devo ter uma centena bloqueada!!!

  15. Mira says:

    Acabam de descrever 99,9% do Facebook.. ESPECTÁCULO….

  16. Blasterjack says:

    Maquinas de cafe Keurig. Copyright das caricas xD (nao publiquem, é só para dar ideias de publicações)

    Agora é que não compro mesmo dessas maquinas depois de saber que a nespresso tinha um sistema parecido.

  17. M. Toledo says:

    Olha, aqui no Brasil a função “cutuque” é entendida como uma conotação sexual, indica de facto que estás interessada na pessoa a qual está cutucando.

  18. Sergio J says:

    Depois há aqueles que tecem montes de elogios quando raparigas extremamente bonitas publicam selfies 😀

  19. Sergio J says:

    Não te esqueças dos divorciados!

  20. PorquinhoBranco says:

    Marisa, espero honestamente que não tenhas perdido muito tempo a escrever este post!! é que nunca mais o vais recuperar…

      • PorquinhoBranco says:

        Pa…todos sabemos que 99% do que vai no facebook é “lixo”, e dares-te ao trabalho de ainda estereotipares aqueles que para isso contribuem…! Tenho a certeza de que em algum centro de reciclagem devem estar a precisar de mão de obra!!

        • Marisa Pinto says:

          lol…
          Devias-te candidatar então 😉 ehehe

          Não concordo que 90% seja lixo, mas que sim é uma grande parte. Daí termos noção de ter apenas aqueles que nos interessa e, se temos alguns desses ‘lixo’ podemos sempre ocultar o que escrevem.

          Contudo, mantenho a minha opinião de que o Facebook, como plataforma de partilha de informação, é excelente. Agora, e como tudo na vida, tudo depende da forma como a utilizamos 🙂

  21. Apaxe says:

    Muito bom o artigo!

    A que me deu mais piada ler, foi esta:

    “As situações como esta da imagem também são, deveras, caricatas. Desde quando um supermercado (bastante conhecido), está numa relação?”

  22. Hélio Reis says:

    Aqueles que criticam os outros pelos comportamentos que têm no facebook, esquecendo-se que eles próprios são igualmente um cromozinho, como na verdade, somos todos. Seja no facebook, seja na vida real!

  23. Tiago Marques says:

    As que fazem likes nas próprias publicações e comentários.

  24. Oupa says:

    Ah lembrei-me agora de uma engraçada também:

    -trabalha em ‘de momento desempregada’
    ou
    -trabalha em ‘só trabalho no verão e é para o bronze’

  25. Joana Belo says:

    Já andei pelo FB, saí e sinto-me muito melhor fora desse mundo de amigos!(?) Razões: a demasiada exposição de assuntos privados que algumas pessoas faziam; fotos dos filhos (atenção pedófilos, aqui têm muito material para recolher) e dos próprios (boa maneira de ver o/a vizinho/a ou amigo/a e como ele/a é jeitoso/a); insultos e outras coisas que na frente não diriam (alguém uma vez referiu que por detrás de um teclado há alguém potencialmente cobarde). E outras porcarias nesse mundo irreal … de amizades!!!
    Mas compreendo e aceito a necessária utilização dessa plataforma.
    Parabéns PPL por este excelente trabalho.

  26. Kinato says:

    Marisa, é um erro gravíssimo não fazer like à pagina do Pplware??
    Pois eu nunca fiz nem pretendo fazer like, contudo visito o vosso site diariamente.
    Não é por fazer like no facebook que vou passar a gostar do vosso site, muito pelo contrário.
    Não podem discriminar quem não usa o facebook…
    Adiciona um artigo com o tipo de pessoas que não se encontra no facebook:|.

  27. miguel says:

    Facebook já não esta na moda… Isso é coisa de velhos e divorciados…

  28. DC says:

    É pá, lindo!

    Não conseguia descrever melhor essa malta toda. Os meus favoritos são aquela malta do “Ai, ai, vida dura/Só me acontecem desgraças/Há coisas que nos deitam abaixo…” e depois quando alguém o que se passa vem a resposta “Nada…” ou (a minha favorita, tendo em conta que acabaram de vir chorar para público) “não posso dizer aqui…” ou ainda o “anda ao chat” (como se não pudesse simplesmente ir falar no chat).

  29. MD says:

    Bom artigo. Ao ler cada situação, uma pessoa vai identificando a maior parte dos nossos amigos facebookianos.
    Há uma situação que também me irrita profundamente. É aqueles que partilham vídeos de sites onde para vê-los, temos que obrigatoriamente fazer “like” numa determinada página, quando os vídeos estão no Youtube (onde não é necessário fazer “likes”).

  30. Bruno says:

    Olhando para a minha lista consigo encontrar facilmente exemplos que se aplicam as estas definições! Mas então qual é o tipo de pessoa que usa eficazmente uma rede social? Eu neste momento só uso o facebook por causa do chat! É a única feature que aprecio a 100%. De resto uso o facebook para algumas publicações ou comentários em grupos privados/secretos!

  31. Josué says:

    Excelente! No meu caso concordo a 100% com tudo apresentado aqui! Já agora, não me sabem dizer se também dá para bloquear os PARABÉNS -.- isso é outra cena que mexe comigo, primeiro porque as pessoas só se lembram porque aparece no ‘feed’ e segundo porque nesse dia é uma chuva de comentários na cronologia, inclusive de pessoas que já não se lembram que eu existo como humano e não como ‘ser virtual’ …

  32. N5 says:

    Muito bom o artigo!!!
    Já vi inclusive alguns casos de pessoas em que lhes disseram, “quando vires um post meu faz gosto” e elas em vez de fazerem like escrevem gosto.

  33. paranoiasnfm says:

    Gostei muito do último! Ahahah!
    Like feito há muito tempo… podem retribuir! 😛

  34. Teixeira says:

    Artigo muito bem conseguido…. Deu para rir um bocadinho.
    Já agora acrescento também que falta aquele amigo(a) que, ao fim de algum tempo de ter metido um post, e este não tenha recebido algum feedback o apaga….
    Bom fim de semana.

  35. Hugo Santos says:

    Respondendo á parte: As que te ‘deram um toque’

    https://www.facebook.com/help/451424538215150/

  36. Adorei a do Intermarché de Évora. Ainda por cima numa relação!!!

  37. nilza says:

    há quem utilize para ver as novidades da sua profissão, as notícias do mundo se estivermos ligados às contas de jornais e telejornais… notícias científicas se estivermos ligados às contas de canais históricos e científicos…e, matar saudades de familiares que se encontram longe, noutro país… nomeadamente, nas alturas festivas…

  38. Carlos Suares says:

    Parabéns PPL bom artigo, mas acho que um dos tópicos, que podia também ser tomado: O irritante que são os “pais orgulhosos do facebook” que expõem cada facto da vida dos filhos. E não me interpretem mal; todos nos temos orgulho de nossos filhos, mas; postar imagens de “que bom pai/mãe sou” não vai fazer que a vida do teu filho seja melhor ou criar um perfil para crianças tão jovens que não deveriam estar numa rede social. Tentar convencer as demais pessoas com frases “do bom pai/mãe “ deixa sempre a duvida se os tempos que dedicam ao postar no facebook podiam ser dedicado a seus filhos.

  39. VC says:

    Falta os criminosos que usam esta base de dados gratuita e inocência das pessoas para um outro fim…

  40. Ace Young says:

    Infelizmente tenho pessoas assim descritas.

  41. eu says:

    Ainda faltou aquela pessoa que está constantemente a publicar flores nos perfis das outras pessoas, com frases do tipo “Feliz dia amiguinha beijinhos.”, quando na verdade, mal conhecem a pessoa. Este tipo de pessoa cheira-me sempre a “esturro”, ou algum interesse por trás.

  42. Cordeiro says:

    As que só publicam fotos de perfil
    E isto várias vezes ao dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.