Quantcast
PplWare Mobile

Obama: Microsoft e Google no Top de contribuintes

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Marisa Pinto


  1. Lord A C says:

    Ao contribuirem com milhões, esperam estas empresas seram, no final, recompensadas?

    Óbvio!!!! De graça é que não davam de certeza!

  2. Sei que por cá é a mesma coisa… em menor escala, mas a mesma coisa!
    E é um escândalo esse dinheiro gasto assim.

  3. Pedro A. says:

    Claro que esperam benefícios, ninguém dá nada a ninguém…

    Já agora, no final “seram” devia ser “serão”.

  4. ruben silva says:

    Eu não sou conhecedor de partidos, e muito menos do que se passa na america, mas a minha analise rapida e precipitada diz-me que o obama investe na tecnologia ? e na educação ? Pois no caso dele, são estas 2 grandes areas que estao no lado dele!

    Os outros é bancos ? , militares ? ..

  5. Preto says:

    Boa noite,

    claro que esperam algo em troca…infelizmente penso ser isto que cria os lobbies e jogo de interesses.
    Uma solução poderia ser a criação de tetos para gastos com campanha eleitoral??
    Na América este ano foi gasto dinheiro que daria para pagarmos à Troika. Haver um afastamento entre política e tudo o resto(algo utópico se calhar…).

    Nuno Preto

  6. JP (djlinux) says:

    Resumindo, Barack Obama ganhou, para ele vai ser “fácil” retribuir o “favor” das grandes instituições que o ajudaram.

    Agora a minha duvida é, como é que os que perderam, vão retribuir? É muito dinheiro em jogo.

    • Marisa Pinto says:

      Pois mas se vires todos os contribuintes verificas que há organizações que ‘apostam’ em mais que um candidato, já para segurança 😉

      A Google foi um desses casos

      • JP (djlinux) says:

        Sim por acaso reparei nisso, ate achei um pouco ou quanto engraçado. Mas mesmo assim, isto é brincar um pouco com o dinheiro não? Primeiro “dar” dinheiro a um candidato que a partida não tem praticamente a mínima hipótese de ganhar, depois mesmo que ganhe, será que consegue ir buscar o dobro (ou mais)? Sim, porque não acredito que apenas queiram ir buscar o que gastaram nê (lol) …

        Acho isto muito estranho :s

        • Carlos says:

          será que consegue ir buscar o dobro (ou mais)?

          Sabes o que e lobbying e como funciona?? esta visto que nao…

          • JP (djlinux) says:

            Não queres me explicar?

            O pouco que consigo perceber disto é que estes políticos são como uns bonecos nas mãos de grandes empresas que fazem grandes financiamentos. E para fazerem isso é porque tem a certeza que vão ganhar muito mais, só não percebo como. Deve ter haver com isso “lobbying”.

  7. Manuel says:

    A melhor contribuição seria para uma guerra mundial. Para ver se isto anda ou desanda, já chega vivermos do medo.

  8. Benchmark do iPhone 5 says:

    Pois, não sei. Na lista não há nenhum que tenha dado 2 milhões de dólares. O Washington Post diz que há 16 que deram 2 milhões ou mais.

    Mas não há duvida que a coisa fica cara – mas dá lucro. A campanha de Obama terá recebido 1080 milhões de dólares e gasto 887 milhões e a de Romney recebido 1130 milhões e gasto 777 milhões.

    http://www.washingtonpost.com/wp-srv/special/politics/campaign-finance/

  9. Ricardo says:

    Ao menos não é o estado a financiar campanhas de uma duzia de partidos diferentes …

  10. lmx says:

    como e que seria se eles não andassem pelo mundo fora a gamar petroleo e tudo o resto…
    tem que haver alimento para isto, muito alimento mesmo…

    cmps

  11. Miguel says:

    A diferença que lá é tudo transparente, aqui ninguem sabe quem são os bois!

  12. Oscar Marques says:

    1) o dinheiro não vêm directamente das empresas.
    2) Obama ganhou com uma diferença enorme e não mínima, os votos diretos não contam.

    • Marisa Pinto says:

      O 1. ponto está bem explicado ao longo do artigo 😉

      2. Foi uma eleição renhida. Não havia certezas de nada até à ultima 😉

      • Oscar Marques says:

        1) Está bem explicado sim, mas parece que poucos entenderam.
        2) Quanto à eleição ouve uma incerteza até ao final, mas por causa da contagem de votos em estados importantes. O resultado final foi de 303 votos eleitorais para Obama e 206 para Romney.

        “Com pouca vantagem” não é sinónimo de incerteza.

  13. Jorge Rodrigues says:

    eu sou burro ou vejo 5 das entidades culpadas pela crise financeira … 5 .. todas a patrocinar um fulano com mentalidade dos anos 80.

    Indignação….

  14. António Santos says:

    Nós cá fazemos a coisa de uma maneira um pouco mais subtil. Por exemplo, o candidato Relvas foi apoiado com uma licenciatura por equivalência…. 😉

    • lmx says:

      e achas que a licenciaturo do primeiro ministro é uma licenciatura á seria??
      se se analisase acho que muita gente ficaria admirada…
      Na alta sociedade, oe meninos não se podem esforçar muito para tirar um curso, e nem precisam…a familia e os amigos colocam-nos em lugares estratégicos a ganhar milhões…ha muito que é assim e vai continuar a ser!!

      cmps

  15. Pisca says:

    Alguns pontos de reflexão:

    Nos USA
    1 – O candidato nomeado é em regra geral o que consegue angariar mais dinheiro, o resto é conversa
    2 – As “doações”, para além de muito mais coisas, traduzem-se também em lugares na administração, ou o mais vulgar em cargos de embaixadores, um pouco à escolha do “benemérito”

    Por cá:
    – A lei do financiamento dos partidos “impede” este tipo de doações, tirando alguns “Jacintos…” é claro, e tem limites não pode aparecer um fulano caído do céu a dar 10 milhões
    – Há verbas a partir do orçamento de estado na proporção dos eleitos para a AR
    – Meteram nessa mesma lei uns artigos que conseguem o mais absurdo (mas não mudam), assim por exemplo, se um partido organizar um jantar, o pagamento de cada “comedor” é considerado uma doação no total, o custo do pratinho e da sopa não conta para nada, o objectivo é claro mas não digo

  16. Serginho M says:

    Fico contente em saber, que o Obama não foi patrocinado pelo banco dos corruptos. Goldam Sachs…

  17. jony says:

    Estamos então governados por Mega empresas / corporações que corrompem os governos de todo mundo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.