PplWare Mobile

Nova Zelândia é o primeiro país a autorizar o pagamento de salários com Bitcoin


Fonte: Inland Revenue Bulletin

Redator

Destaques PPLWARE

  1. Paulo Martins says:

    – Então quanto é que ganhas por mês?
    – Ganho 300 coinbase…
    – E isso é quanto?
    – Na segunda eram 1200$, ontem 1000$ mas hoje já são 1150$, agora amanhã ninguém sabe, posso ser rico ou mendigo… Carpe diem…

    • Paulo Martins says:

      Se o valor da cripto ficar indexado à moeda do país então passa a estar regulado e isso foi um dos motivos que levaram estas moedas a aparecer o facto de elas não poderem ser reguladas por nenhum país ou banco central.

      • Hugo Nabais says:

        No título é bem claro : “pagamento de salários com Bitcoin”
        Bitcoin não é indexada a nenhuma moeda.

        • Rui Meira says:

          O título é “pagamento de salários com Bitcoin” a noticia é pagamento de salários em criptomoedas

        • Paulo Martins says:

          Eu percebi isso mas o ponto que eu estava a fazer é que recebes o ordenado numa criptomoeada não tens garantia do valor, num dia recebeste o ordenado no valor de X mas no dia seguinte pode valer metade ou o dobro, se indexares a criptomoeada usada para pagamento a uma moeda nacional para lhe dares estabilidade derrotas o objetivo das criptomoeadas.
          Resumidamente, é um risco receber o ordenado em criptomoeadas.

      • Lucas Lima says:

        Mas o Bitcoin não está intrinsecamente atrelado ao país em questão, o que torna possível que você o use por fora do controle estatal, ignorando toda essa questão.

    • Woot! says:

      Não interessa quanto é que é se os pagamentos forem feitos na mesma moeda.
      Ou se comprares coisas em euros vais converter primeiro para ienes para saber quanto é?

      Se a tua moeda (neste caso bitcoin) servir para receberes o salario e pagares serviços não interessa quanto vale em dolares em euros ou em unicornios. Ex: 0.001 bitcoins dá para comprar a garrafa de vinho XPTO hoje, amanhã e depois de amanhã.

      As moedas só desvalorizam em relação a outras moedas.

      Já dizia o outro dog 1 bitcoin vale sempre 1 bitcoin.

      • Hugo Nabais says:

        O que dizes só faria sentido se pudesses comprar tudo (ou quase tudo) com bitcoins.
        Como 99.99…% das coisas não se podem comprar com bitcoins ou outra criptomoeda a conversão é algo obrigatório.

        • Woot! says:

          A resposta é ainda 🙂 eu não acredito muito no conceito das cryptos mas eu tambem não acreditava no conceito dos tablets e hoje em dia toda a gente tem um por isso…

          • Toni da Adega says:

            A não ser que sejas investidor ou tenhas rios de dinheiro, Quando recebes o ordenado interessa o que podes fazer com esse ordenado agora.
            Mas podes sempre receber em Bitcoins guardar e comecar a utilizar quando a coisa for bastante utilizada

        • C. F. says:

          Não vai demorar muito a poderes comprar 99% das coisas em bitcoin, olha aqui: https://coinmap.org/#/world/50.09996918/14.46910948/2 mais de 15 mil empresas e sempre a somar, Bitcoin é uma coisa viral como a internet ou os telemóveis, é só uma questão e tempo, quanto mais cedo as pessoas investirem mais ricas serão, não há nenhum investimento mais seguro no mundo.

      • Rui says:

        Se bem percebi a rua ideia, quando Bitcoin desce para metade do valor em relação a uma moeda, os produtos ficam mais baratos em Bitcoin

      • Cortano says:

        Essa ideia não é totalmente verdade, porque 1 bitcoin pode valer 1 kg de arroz ou apenas meio quilo.
        Isto aplica-se a qualquer moeda e as moedas digitais não fogem à regra.

        A bitcoin pode não estar indexada a nenhuma moeda, mas tem um valor indexado a algo transaccionável.
        Não comes bitcoin, portanto, há um valor indexado ao que vais comprar para comer.

        1 bitcoin vale 1 bitcoin… Mas o seu valor real depende do que podes comprar com ele, ou então não serve para nada.

        • Woot! says:

          Verdade, mas o que queria transmitir é que não faz sentido converter para dolares. Claro quem está a transccionar o bem pode querer 1 bitcoin ou meia.

          • Toni da Adega says:

            Em Portugal também podes receber em Moeda estrangeira, nada te impede de o fazer. Mas Obviamente que nao fará sentido converter isso em Euros.

          • Cortano says:

            Faz sentido converter para euro, ou dólar (ou outra moeda que estejamos mais habituados), porque é uma forma de percebermos o valor real da bitcoin.

            Dizer que 1 bitcoin vale 1 bitcoin, para mim, vale zero se não me disserem o que posso comprar com isso.

            E acaba por ser mais fácil de perceber o seu valor se souber que vale €1000, do que dizer que posso comprar 1 tonelada de arroz.

          • Cortano says:

            Ah, espera… Estás a falar em converter a moeda em si.

            Desculpa, estava a pensar em converter o seu valor para dólares ou euro para perceber o seu valor na realidade, não estou a falar em converter a moeda em si para outra moeda

          • Cortano says:

            Só agora é que me caiu a moeda :)))

      • Louro says:

        Para isso precisavas que todos os teus fornecedores (empresas a quem compras coisas) comprassem também em BitCoin, mas a realidade é que dificilmente isso irá aconecer pelo que sim, hoje um pacote de leite poderá custar 0.000001BTC e amanha custar 1BTC e ninguém terá controlo sob isso.

      • Paulo Martins says:

        Isso partes do pressuposto que as empresas irão usar o bitcoin como moeda principal para tudo, se um supermercado te deixa pagar em bitcoin mas tem que pagar aos fornecedores em euros então o valor da bitcoin irá influenciar o valor do produto. Uma garrafa de vinho pode valer 0.001 bitcoin ou 3€, se no dia seguinte o valor do bitcoin passar para metade do preço então a garrafa de vinho vai continuar a custar 3€ ou 0.002 bitcoin.

        • C. F. says:

          A volatilidade do bitcoin com o tempo será cada vez menor, vejam o que se passou com o ouro na era em que o Nixon deixou de indexar o dolar ao ouro, durante vários anos teve tanta volatilidade como o bitcoin, com o tempo o bitcoin será mais estável que a média das moedas FIAT, sim, pk FIAT money não é só euros ou dolares, Bolivar Venezuelano e Dolar do Zimbabwe ou Kwanzas tb são FIAT money e realmente são muito estáveis lool

          • Cortano says:

            O EUA deixou de indexar ao ouro mas passou a controlar o valor do USD através do Banco Federal (não sei se é este o nome ao certo) – que é o mesmo que na Europa tens o Banco Central Europeu que gere o euro.
            Ou seja, mesmo as moedas não estando indexadas a um produto, têm de ser reguladas e estabilizadas por alguma entidade.
            Não basta ter regras de controlo de valor de moeda, como acontece nas bitcoin que hoje em dia deixaram de ser rentáveis de serem mineradas em casa devido à complexidade na construção dos blocos (sai mais caro minerar que o proveito que tiras), que controlam na prática na “emissao de moeda”.
            Há outros factores.
            A especulação e “emissão de moeda” nunca pode estar na mão de privados como acontece com as cryptmoedas.
            Caso de controlo de privados (seja uma empresa ou em pool), sobre moedas digitais já aconteceu e por isso hoje em dia estão em curso novas formas de validação de blocos.
            Por isso tens novas moedas e por isso tens analistas a dizer que se a bitcoin não mudar a forma de como é minerada não mudar, poderá ter problemas de aceitação e morrer.

  2. Artur Costa says:

    Está lá o Kim, é normal. 😀

  3. nacho vidal says:

    Falar da libra neste post é como ir a uma discoteca e pedir um copinho de leite morno. Peço desculpa.

    • Cortano says:

      Podes explicar porquê?

      • nacho vidal says:

        A libra é o oposto daquilo que uma criptocurrency deve ser:
        A libra será completamente controlada pelo poder instalado. Usando a libra, o governo irá saber em que coordenadas gps estás, quanto ganhas, quanto gastas, restringir-te a certas compras e no fim taxar-te(roubar-te) ainda mais que na actualidade com impostos ridículos que nem ao diabo lembra (assim de repente lembra-me o iMi !). O povo tem sempre aquela tacanhice de dizer que os impostos que são bons porque ajuda os pobres mas isso é tudo falso, tudo uma mentira. Questiono mais uma vez: porque é que o estado português não aceita que se faça uma auditoria externa às contas do estado?

        Com o ethereum e a sua futura implementação de “zero-knowledge proof” em conjunto com o Z-Cach (na implementação dos ZK-SNARKS ) irá ser possível que transações sejam feitas confidencialmente (entre carteiras!) (convém não confundir confidencialidade entre utilizadores porque essa está completamente assegurada a não ser que o utilizador seja irresponsável). O bitcoin irá também que, inevitavelmente, implementar algum tipo de “zero-knowledge proof” de outra forma iremos verificar uma aberração de ver um bitcoin ser mais caro do que outro devido à sua característica de fungibilidade(basicamente consegue-se verificar se aquele especifico bitcoin já esteve na carteira de algum criminoso e se for esse o caso, aquele bitcoin poderá começar a ser rejeitado e consequentemente deflacionado).
        Como o bitcoin ainda não tem “zero-knowledge proof”, a Nova Zelândia consegue controlar os utilizadores que a utilizam muito mais facilmente que a moeda fiduciária corrente.

        • Cortano says:

          ” O povo tem sempre aquela tacanhice de dizer que os impostos que são bons porque ajuda os pobres mas isso é tudo falso, tudo uma mentira. ”
          Tu com esta frase estragaste tudo.
          Os impostos não ajuda só os pobres.
          A não ser que tu sejas um gajo podre de rico, estás a beneficiar dos impostos também.
          A não ser que tenhas estudado em escolas privadas, a não ser que os teus filhos (caso tenhas ou venhas a ter), estudem em escolas privadas, caso tu só uses saúde privada, ou até tu tenhas construído a tua casa, as estradas que tu conduzes, e que nunca tenhas sequer recorrido a qualquer serviço público, é que podes dizer isso – e até se inclui aqui uma baixa no emprego.

          Tens é terás sempre de descontar para o Estado. Tens é terás sempre de informar o Estado quanto ganhas, terás sempre de pagar impostos sobre o que ganhas. A não ser que tenhas uma solução milagrosa para como teres serviços públicos, como ter escolas e saúde Pública.
          Posso também não concordar com o IMI, mas percebo que é uma fonte de rendimento das câmaras municipais… Que são as que metem alcatrão na minha rua, que limpam a rua, que tratam dos serviços municipais.

          Se tu achas que a bitcoin, ou seja lá que moeda for, não terá controlo dos Estados, estás enganado.

          Além do mais, também existem já hoje problemas de controlo de empresas privadas dentro das crypto moedas, através da percentagem dentro da mineração e respectivas validações na blockchain.

          Acho que moedas virtuais nunca passarão a ser oficiais enquanto não forem reguladas.
          Mas antes disso, tem de ter um valor estável e correctamente indexadas.
          Ter uma moeda que hoje vale 1000 e amanhã 1200, é impraticável na economia global.

          • nacho vidal says:

            Eu não sou quem estraga nada. Quem estraga tudo são pessoas como tu que percebem a necessidade de existir o IMI (que são tantas!).
            De tudo o que tu referiste (baixa de emprego, serviços públicos escolas etc..), tudo isso representa 0.01% da soma de todos os impostos cobrados(onde está o resto?). E vê só; tu nem sequer tens a possibilidade de confirmar o que digo! Pode ser menos, pode ser mais.
            O estado quer-te dar a sensação de que é imprescindível. O que ele não te dá é a noção que quem manda não é ele mas sim o sistema financeiro( se não vê como as empresas de rating mudaram a nossa constituição!) E eu, não vou ser quem vai mudar essa mentalidade com meia dúzia de linhas de texto, mudar a maneira como sempre pensaste toda a tua vida em 5 minutos de leitura. Não te vou dizer para leres livros porque mudar mentalidades é como uma porta que se abre por dentro. (tens que ser tu!)
            Não te vou responder em que escolas estudei nem tão pouco se tenho filhos nem se fujo aos impostos. Não tens absolutamente nada a ver com isso.
            O que te vou dizer é que não, felizmente não terás sempre que descontar para o estado.
            quando dizes:
            “Se tu achas que a bitcoin, ou seja lá que moeda for, não terá controlo dos Estados, estás enganado.”
            – podia falar-te da volatilidade e dessa regulação que falas, mas é aqui paro de te responder porque é-me obvio que estás a anos luz de perceber kung fu.

          • Cortano says:

            Portanto, para ti o orçamento de Estado só aplica 0,01% na saúde e educação.
            OK…
            Tu andas a ler livros errados.

            Para o ano, tenta ler o orçamento de estado para 2020 e assim já ficas a saber para onde vai o dinheiro.

            Se é bem aplicado ou não isso é outra questão.

            Eu nem sequer te perguntei one estudaste! Disse que se tu estudante numa escola pública, então beneficiaste dos impostos.

            De qualquer maneira, falar com pessoas como tu é inútil.

    • iDroid says:

      Estás desculpado.

  4. paulo says:

    No início de grandes tecnologias foi sempre assim a pessoas nunca aceitaram! no caso dos emails vs carta correio internet, televisão, etc… hoje em dia não passamos sem elas o bitcoin vai ser mais uma! o preço e muito volátil porque o mercado ainda é minúsculo quando for maior o preço será muito mais estável e será usado como forma de pagamento em muitos lados!
    as pessoas ainda nao viram o que podemos fazer com as criptomoedas e blockchain muito para alem de pagamentos! os smart contracts vao dominar o mundo!

  5. paulo says:

    O mercado de acções vai ser tokenizado para uma rede blockchain para que a bolsa seja aberta 24/7
    gracas as criptomoedas!

  6. Rodrigo says:

    Sou freelancer, tenho um cliente no Canadá que me paga uma avença desde o inicio de 2018 por Bitcoins. Algo que acordámos mutuamente. Legalmente é como se fosse funcionário dele. Por isso julgo que posso dizer que recebo um ordenado por Bitcoins desde 2018. O valor em euros é sempre o mesmo. Em bitcoins varia mensalmente consoante a taxa de conversão no final de cada mês.

  7. C. F. says:

    E se conseguires poupar uns cobres sem os gastar serás milionário.
    Em média o bitcoin multiplica por 10 a cada 3 anos, para os críticos isso pode ser um dado relevante!

  8. Max says:

    Olá pessoal
    Vai comentários de algumas pessoas k nem sabem o ke e Bitcoin…eu também não sabia o ke era até janeiro de 2019
    Pesquisei e comecei no mercado com 500 euros e troquei por bit coins….até hoje posso dizer ke já ganhei mais de 7 mil euros ….receber em Bitcoin será bom para negócio quem sabe…mas há sempre oportunidade de receber em euros e depois investir..algum que se está disposto a perder e tentar com sorte ganhar um extra como eu….pesquisem muito sobre isso…mas k vai ser uma moeda futuramente sim….sem dúvida
    Procu

  9. falcaobranco says:

    Querem ser pioneiros…vamos ver se têm pernas para andar… que não acredito muito…

  10. Rodrigo Maia says:

    Espectacular 🙂 para quem compra a bitcoin.
    Eu nunca irei comprar, porque a bitcoin não é sustentável.
    Prefiro mil vezes outra moeda 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.