Quantcast
PplWare Mobile

Não quer publicidade “injetada” nas gravações automáticas?

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. R says:

    Ainda não se percebeu que uma grande parte das pessoas tem dificuldade em reclamar? Eventualmente por não saber bem o que escrever? E que tal dar uma ajuda com um texto “standard” (refiro-me à Deco)

    • jakuti says:

      A DECO não trabalha à borla.. Não vai ajudar a reclamar a quem não é sócio!
      Nunca irão criar um texto “standard” para uso de todos se nem sequer ajudam se ligarmos para lá sem ser sócio.
      É justo? É.
      É um serviço de subscrição tal como outro qualquer. Não é um departamento estatal ao serviço do cidadão.

      • Joao Ptt says:

        É só publicidade então, sem dezenas de milhares de reclamações não há qualquer hipótese de mudar o que quer que seja, ainda para mais são empresas privadas cujo objectivo é dar o máximo de lucro aos seus accionistas… eles só tiram algo que possa trazer lucro se o estado os obrigar, do contrário podem ter sérios problemas em justificar aos accionistas porque tiraram algo que todos os concorrentes também têm e que por esse motivo as pessoas não têm como fugir… aliás isto até parece uma acção concertada tipo cartel por parte das operadoras para do nada todas terem essa funcionalidade indesejada e que nada acrescenta de positivo para a experiência dos seus clientes.

      • Duarte says:

        No fundo a Deco são gravações automáticas, para acederes precisa de ser sócio ou seja “ a publicidade “ que permite a Deco sobreviver … mas que mundo este, muito interessante.

        • Ana says:

          Também vais ao advogado de borla? A DECO é uma associação de consumidores, e ajuda-te em troca de uma quantia. Não há almoços grátis. Nem se compara ao caso das operadoras.

  2. Woot! says:

    Espera, como assim? Agora se for ver um programa gravado (ou que deu nos últimos 7 dias) para além da publicidade que fica gravada ainda levo com mais publicidade?

    Não percebi muito bem onde entra esta publicidade e ainda ontem vi um programa gravado e não notei nada de diferente.

    • Luis says:

      Provavelmente é publicidade que não permite “saltar” para a frente como a que está inserida na gravação do canal, ou seja nos intervalos do filme/série/etc que esteja a ver. É como a publicidade inserida, p.ex, nos vídeos do sapo, enquanto não acabar a publicidade o programa gravado não começa.

    • Joaquim Queirós says:

      Segundo percebi será publicidade como a que já existe hoje no youtube, aparece 30 segundos de publicidade ANTES da gravação começar (e não podes saltar)

      • Radamel says:

        É isso mesmo Joaquim. Já me aconteceu com a box da vodafone esta semana

      • Weber says:

        Sim, mas no YouTube é um serviço gratuito, no IPTV estás a pagar pelo serviço e ainda és bombardeado com anúncios. Até que no YouTube e Spotify para evitar teres publicidade, basta aderires ao pagamento mensal.

  3. Ricardo says:

    A DECO é uma ferramenta dos seus associados. Tens de pagar… é a forma de publicidade deles e a forma de irem buscar receitas. É como tudo na vida. Trabalhas à borla?

    • Woot! says:

      Pelos vistos estás com o mesmo problema que eu, e já vi mais malta noutras notícias com o mesmo tema. Pensava que era aselhice minha mas afinal não. Por vezes quando tento responder a comentários isto salta para a thread geral em vez de ficar agregado ao comentário que respondi.

      @Pplware – Bug nos comments?

  4. NoMercy says:

    Alteração unilateral do contrato (independentemente do que os operadores queiram fazer crer).
    Duas abordagens possíveis:
    1. Justa causa para a rescisão do contrato por não aceitação da alteração contratual em causa.
    ou
    2. Desconto, na mensalidade, da quota parte do valor do serviço de TV por indisponibilidade do serviço de gravações automáticas, durante o período em que as mesmas se encontrem indisponíveis.

    Isto faz-me lembrar uma «pega» que tive com uma operadora de ADSL, quando esta tentou cobrar o valor do »serviço de portabilidade de número», pouco depois de 2005, quando me mudei de casa e não tinham cobertura para a nova morada.
    Levaram com processo judicial em cima e, não só não cobraram (decisão favorável para mim), como tiveram que devolver aos coitados a quem tinham cobrado indevidamente, depois de eu ter comunicado a decisão judicial à Anacom que impôs a aplicação, da devolução dos montantes indevidamente cobrados, aos contratos em situação idêntica (deu trabalho, mas saiu-lhes do bolso).

  5. Luis says:

    Provavelmente é publicidade que não permite “saltar” para a frente como a que está inserida na gravação do canal, ou seja nos intervalos do filme/série/etc que esteja a ver. É como a publicidade inserida, p.ex, nos vídeos do sapo, enquanto não acabar a publicidade o programa gravado não começa.

  6. Flavio+Ribeiro says:

    Como reclamar se todas as operadoras estao a fazer o mesmo? chama-se queijo e faca na mao, ha e tal vou reclamar ameacar que vou mudar, ha nao espera se mudar levo com a publicidade, será que devo dizer que vou para IPTV Pirata?… por amor de deus aqui nao ha como reclamar, ou o governo mete mao ou nao podemos fazer nada! a nao ser deixar de ver TV!

    • Woot! says:

      Dizes que vais cancelar e pedes desconto na mensalidade. Se isto continua assim qualquer dia estamos como no black mirror.

    • Tuaregue says:

      Tens varias formas de reclamar uma delas é devolver a box e não pagar os 5 euros mensais. (ou la qt é) mesmo que n pagues a box é devolver na mesma, qd ele começarem a ter muitas box em stock mudam de ideias.

      Esta mudança concertada entre estas operadoras ao mesmo tempo costuma ter um nome: Cartel, que é proibido por lei. Mas os srs da ANACOM devem de andar a dormir.

  7. David Guerreiro says:

    Ou seja, paga-se aluguer de box, serviço de TV e ainda tem de se levar com publicidade

  8. ToFerreira says:

    “Ha quem sobreviva apenas com a publicidade. Se nós, para além da mensalidade ainda acrescentarmos publicidade, ganharemos o dobro!”
    A chamada mentalidade tuga.

  9. Rui says:

    Mas Expliquem-me uma coisa…

    Quando eu fiz o contrato não tinha nada explicito que iria ter conteúdo de terceiros na Box (alem dos canais óbvio).
    Se eu não aceitar esta publicidade e não me a retirarem isso da-me o direito legitimo de cancelar o contrato com a Operadora? sem custos adicionais?
    Mesmo que fidelizado?

  10. Observador says:

    Proxima noticia: a Deco, no alto do seu Pentium III, descobre um site de partilha de videos chamado Youtube e pretende que os portugueses se juntem a luta contra estes gananciosos que obrigam o utilizador a ver publicidade.

    Claramente daqueles temas que so e noticia no seu inicio e daqui a uns anos ja vamos todos assumir como natural e parte do serviço – nao sera estranho ver algo similar em Netflix/Amazon etc

    • leo says:

      O youtube é gratuito. Se queres não ter publicidade, há uma versão “Premium” do Youtube que paga se x por mês.

      O serviço de televisão é pago, por isso não devia de ter publicidade. Se oferecerem de borla, aceito a publicidade.

  11. Tuaregue says:

    és capaz de ter sorte….

  12. José Machado says:

    Hmmmm, interessante! Eu sou cliente da NOS e de facto há 15 dias quando liguei a box apareceu-me a pergunta se eu queria ver publicidade (de acordo com o meu perfil) quando acedia às gravações automáticas. É claro que escolhi logo a opção NÃO e pelo menos até agora não tive publicidade extra.

    • Nuno Bejinha says:

      Sabes que ao escolheres não, escolheste receber publicidade genérica?

    • JL says:

      A pergunta era se aceitavas publicidade personalizada, ou seja, a NOS vende ou cede os teus dados a terceiros para que possam personalizar a publicidade de acordo com os teu perfil.
      Essa cedência dos teus dados vai contra tudo o que ficou estipulado no contrato.

  13. A.F. says:

    Quanto mais pessoas reclamarem, mais impacto vai trazer, para acabar com a publicidade nas gravações.
    Podem reclamar aqui:

    Portal da Queixa
    https://portaldaqueixa.com

    Deco
    https://www.deco.proteste.pt/reclamar

    Livro de Relamaçoes
    https://www.livroreclamacoes.pt/inicio

  14. Joao says:

    São situações completamente diferentes. No YouTube aceitas uns termos&condicoes em que está explícito que haverá publicidade. Se pagas, não tens publicidade. Neste caso, assinou-se um contrato, paga-se uma mensalidade, e depois de celebrado o contrato a operadora decide alterar as regras do jogo, mesmo quando já se paga pelo serviço.

  15. Carlos says:

    Eu como todos os clientes estou totalmente contra a publicidade nas gravações, mas a posição da DECO ao dizer que há uma violação de “dados pessoais”, é absolutamente ridícula e patética.
    Eventualmente poderá haver alguma questão contratual que seja violada mas o RGPD e a LPD referem-se ao tratamento de dados pessoais sensíveis e não sensíveis, coisa que não existe na prestação do serviço em causa no que diz respeito à funcionalidade em causa.

    • Paulo says:

      Não é patético, existe sim uma violação dos dados pessoais.

      Publicidade personalizada.

      Onde irão as operadoras buscar essa informação para nos dar conteúdo publicitário personalizado?
      Onde está a informação de como será feita e processada essa informação, quem terá acesso a ela e quando, como e onde essa mesma informação irá ou poderá ser usada?

      Como podemos aceder a esses dados e qual a forma de os apagar?
      Que tipo de dados e informação serão recolhidas?
      Como seremos indentificados pelos canais que aderirem a esta forma de monetização?

      Se não usar o serviço de gravações, todos os dados pessoais continuarão a ser recolhidos e usados de alguma forma?

      Os dados recolhidos serão específicos do consumo de determinado conteúdo de TV no geral ou no canal específico que acedemos á gravação?
      Serão recolhidos dados pessoais das pesquisas de outros serviços como a internet como complemento aos recolhidos no serviço de tv?
      Irá a publicidade respeitar individualmente quem acede, ou seja, eu vejo essencialmente canais de notícias, séries, futebol, a minha mulher gosta de ver as novelas, a minha filha devora os desenhos animados que é os canais que mais dão na minha TV diariamente.

      Tanta pergunta e nenhuma resposta!

  16. falcaobranco says:

    Tal como o primeiro user o “R” indicou…é uma verdade… milhares de tugas não sabe fazer uma reclamação, por isso é que ainda hoje, em pleno 2020, muitos dizem que as reclamações caiem em saco roto… porque, se calhar, não sabem escrever… as minhas sempre foram respondidas e todas ocorreram a meu favor… e estou a ver que tenho que fazer mais uma…

  17. Clairvoyant says:

    E o Taremi!?

  18. LA says:

    Onde estamos a chegar…

  19. Tiago says:

    Assim que acabar a fidelização, serviços minimos de tv net e voz e devolução da box. Depois optar por subscrição IPTV basta procurar que a net é amiga ! :)))

  20. B@rão Vermelho says:

    Fiz reclamação para a ANACOM pelos preços praticados pelos principais operadores de tv, o preço é estranhamente igual, até a última virgula, e até hoje que estou *a espera de resposta

  21. Luís Jesus says:

    Não percebo muito bem… As gravações automáticas, são, de certa forma, um extra que as operadoras “dão”.
    Se hoje em dia temos publicidade nas várias plataformas de vídeo, não percebo qual é o problema de nas gravações automáticas temos 30 seg de publicidade.
    A solução: Não acedam às gravações automáticas.
    Antes não existiam e também ninguém se queixava… querem ver, gravem manualmente 😉
    Cumprimentos

    • JJ_ says:

      Ora ai esta! Para mim isso é uma não questão.

      Normalmente quando quero ver um determinado programa, programo a gravação para não ficar limitado aos 7 dias. Só uso as automáticas, se for mesmo para ver alguma coisas especifica, e sinceramente não é por 30 segundos que vou “morrer”.

      Depois, aqui não existe nenhuma quebra de contrato (nem a DECO fala disso). O que se paga, é um serviço de TV+NET+VOZ. Os extras que a box disponibiliza é apenas extras que poderão usar como meio de atrair clientes. Em lado nenhum diz no contrato que estas a contratar um serviço de gravações automáticas, pode mencionar isso, mas como mais valias, não como serviço contrato.

    • JL says:

      E que tal ter 30 segundos de publicidade personalizada sempre que mudares de canal e ainda pagas para isso? Se permitirmos o esquema que agora querem implementar, provavelmente irão estender a outro serviço.

  22. jose says:

    Se estão a inserir publicidade nos filmes, series etc, entao começa a nao fazer mais sentido cobrarem mensalidade do serviço de TV (ou pelo menos teriam de reduzir este valor), visto que que estão a ter receitas com publicidade tal qual a televisão Free TDT. Ou seja, o serviço agora tem menos qualidade, e a qualidade paga-se, como a qualidade diminuiu eles tem de baixar o preço do serviço de tv na mesma proporção da redução de qualidade. E todas as operadoras combinadas em diminuir a qualidade do serviço e a pagarmos o mesmo é CARTEL

  23. Nuno Fernandes says:

    Deco, a salvadora da pátria!

  24. Paulo says:

    E que tal colocarem o serviço de vídeo clube gratuito á troca de 1 minuto de publicidade a cada 20 minutos de filme, e para quem não quer ver publicidade cobrem como fazem actualmente.

  25. Hugo Martins says:

    A DECO só serve para meter nojo e sacar dinheiro!!
    Sim, existe essa publicidade, mas não, não é obrigatório! As operadoras questionam se o cliente aceita e caso não aceitem não passará publicidade além da que já passou antes durante os intervalos!
    Nem tudo o que a DECO diz é verdade, aliás… Politiquisses e interesses é o que mais move este país!

    • JL says:

      Errado. A pergunta é se pretende publicidade personalidade, mas não diz que tal implica a venda ou cedência dos teus dados, sejam de cliente ou de navegação nos canais.

  26. Ricardo Oliveira says:

    …e sim! Dantes não tínhamos acesso a gravações, automáticas ou programadas.
    Mas qdo as operadores disponibilizaram essa função e a usaram para promoverem (e bem) a marca…não vi escrito em lado nenhum…”gravações com publicidade!”

    Só me pergunto, onde anda a ANACOM no meio disto tudo?
    Tal como user B@rão, tb fiz uma reclamação a esta coisa q chamam Autoridade Nacional de Comunicações, no princípio do Ano…e até agora, nem Sim Tá Bem…ou Esquece Lá Isso…ZERO!

  27. DFS says:

    Se vemos televisão temos de ver publicidade. Se acedermos às gravações automáticas podemos avançar a publicidade. Se toda a gente em vez de ver a televisão em direto visse as gravações automáticas, nem que fosse com um atraso de alguns minutos, podiam avançar a publicidade, e os canais ficavam sem publicidade nenhuma porque nenhuma marca pagava e dpois acabam os canais ou passavam a ser pagos.
    Nesta perspetiva percebo a publicidade nas gravações automáticas, mas acho que devia reverter exclusivamente o canal, porque é o único a ficar prejudicado quando avançamos a publicidade. Os operadores deviam apenas receber pelo custo de implementação do sistema e nada mais.
    Para mim aqui o principal problema é o facto de todas as operadoras implementarem ao mesmo tempo, o que revela uma acção consertada para os clientes não puderem mudar de operadora o que é um claro holigopóleo

    • RB says:

      Atenção que isso não é bem assim.
      Esta semana já me aconteceu na Vodafone aparecer a tal publicidade numa gravação que tinha programada, e também ao visualizar um programa que tinha dado no dia anterior.
      A única opção que temos é escolher entre PUB genérica e Personalizada, como já foi aqui referido. E essa PUB não se consegue avançar. Temos mesmo que mamar com ela.

  28. Duarte says:

    Tb vão reclamar do youtube? Do Facebook ou outras redes sociais .

    • RB says:

      O youtube, facebook e redes sociais são à borla. Só lá vai quem quer.
      No caso do youtube há a opção de pagar e, nesse caso, já não levas com PUB.
      Ora, no caso dos pacotes VODAFONE, MEO, etc.. já se paga e não é pouco.
      E já levamos com muitaaaaa publicidade nas emissões normais.

  29. JC says:

    É mesmo assim, já devíamos estar habituados ao país tuga que temos,é somente políticas e capitalismo o resto é treta,ainda à pouco vi na tv perguntarem ao Sr presidente da República se conseguia viver com o salário mínimo, resposta ,”diga aos portugueses para votarem noutro governo”,é o que temos minha gente ….

  30. Miguel Sousa says:

    A minha proposta é, já que somos obrigados a aceitar a m*rda de publicidade nos contratos que assinámos sem ela ser referida, fazer um vídeo m*rdoso de cada anúncio que nos aparecer, editar e colocar no YouTube com a hashtag #nuncacomprareirstam*rda e #naocompremestam*rda e se tiverem pachorra, com uma edição de texto por cima a explicar a razão. É refiram qual o operador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.