Quantcast
PplWare Mobile

Meo, Nos e Vodafone: Gravações automáticas com publicidade de 30 segundos

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Vitor says:

    Já recebi esse “alerta” da MEO a semana passada…mas penso que não é nas gravações automáticas e sim nas gravações programadas pelo utilizador! Como acredito que possa estar errado ficarei atento aos comentários para me esclarecer…

  2. HUGO MARQUES says:

    JA SE PAGA TÃO CARO PELOS SERVIÇOS CABO, E CANAIS DE DESPORTO, CINEMA , ETC
    E AINDA VAO COLOCAR MAIS ANUNCIOS PARA AS REDES TEREM MAIS LUCROS MAS BAIXAR PREÇOS DAS MENSALIDADES ISSO NAO FAZEM.
    DEPOIS NAO SE QUEIXEM QUE AJA SERVIÇOS ILEGAIS PARA A POPULAÇÃO TER ACESSO A CULTURA POR ORDENADOS MINIMOS DE 575 EUROS LIQUIDOS

    • Rodrigo says:

      So pagas por que queres. Ninguém te obriga a ter serviços de cabo em casa.

      • Alfredo Pereira says:

        Só comes carne , peixe e fruta se quiseres, tb vives com pão, arroz e água. . blá blá blá whyskas saquetas

      • JáFoste says:

        “Só pagas porque queres ” exacto eu pago porque quero um serviço sem publicidade, com publicidade existem os serviços piratas (que devem ser os que usas) portanto se pago por um serviço e não é pouco não é para me impingirem com publicidades, deixa lá essas frases pré feitas e o politicamente correcto porque gente com esses comentários normalmente são os que falam para os outros e tem mais que se lhe diga, um bem haja

    • HUGO SANTOS says:

      Também pagas para ir ao cinema e levas com anúncios. Pagas para ir ao futebol e levas com anúncios, festivais idem. O sucesso dos negócios dependem da publicidade e a economia depende do sucesso dos negócios.

    • Paulo says:

      Ainda me lembro quando apareceu a TV por cabo era sem esta praga da publicidade.estou a pagar um serviço 2 vezes que não quero.
      Eu vejo quase tudo gravado para fugir a publicidade se aparecer uma operadora que não tivesse isto muudava logo.

  3. Tiago Teixeira says:

    Grande parte de nós pagamos subscrição mensal de algum operador.
    Após esse momento, estamos a suportar os custos que o operador tem. Concordo com publicidade nos canais livres (leia-se tdt). Mas mais nenhum outro canal devia ter publicidade pois nós, consumidores, já estamos a suportar o serviço. Se tudo for bem gerido, o canal ou operador não precisa de obter lucro adicional usando publicidade e tirando-nos tempo de vida. Estas ações deviam ser consideradas ilegais

    • Tiago says:

      Exato ! Mas cada vez mais a publicidade dos operadores é para entregar os milhões de euros ao futebol e não ha ninguém que consiga por cobro a esta escandaleira ! Pena é o Rui “hacker” já não ser livre !

    • Rui Varalonga says:

      As taxas audiovisuais que pagamos todos os meses servem para quê ?

    • PTO says:

      Se só concordas com publicidade nos canais livres então não podes ter nenhum serviço de um operador, mesmo antes desta alteração, uma vez que todos os canais têm publicidade a meio dos programas (e várias vezes).

      Para seres coerente com os teus princípios vais ter de voltar ao tempo da antena e apenas canais tugas.

    • Daniel says:

      Então mas você até disse bem ao princípio, “pagam os custos da operadora” mas acha mesmo que o que paga, serve para pagar ao milhares de pessoas que trabalham em todos os canais? Sendo a maioria canais estrangeiros.
      Claro que os canais têm de ter publicidade, senão não aguentavam muito tempo.
      Agora esta publicidade, nas coisas gravadas sim acho demais, mas claro que todos os canais vão aderir sempre é mais algum que entra, mas entra para todos, e de certeza que a maior fatia é para a operadora.
      Isto vai começar a parecer o YouTube, antes do vídeo toma publicidade sem poderes tirar.
      Enfim podemos todos reclamar mas não leva a lado nenhum, a única solução era toda a gente cancelar todos os serviços e eles “operadores” ficarem sem nada, mas como é óbvio nunca vai acontecer.

  4. SANDOKAN 1513 says:

    Para mim acabou.Nunca mais gravo sequer um simples programa,nem um.Nada,nada,nada.Para ver publicidade ?? Haja mas é pachorra !! ಠ︵ಠ

  5. EU says:

    metendo a accenture ao barulho só pode sair porcaria…

  6. albino negro says:

    mais uns 6 meses e o plano de fidelizaçao acaba.. vou optar pelo pacote minimo e pagar 10€ mes aos piratas…
    vejo todos canais que quiser, futebol e canais premium incluidos…
    Ja nao ha pachorra para tanta chulice

  7. jorge santos says:

    Eu nem sequer tenho o tal aparelho para as gravações .

  8. Rui says:

    São as gravações automáticas que estão sujeitas à publicidade e se não aceitar uma das opções não consegue ver o conteúdo.
    É uma vergonha e todos deviam de reclamar, com eu já fiz várias queixas.

  9. Algo says:

    Calma, quer dizer que as gravações automáticas não têm cortes?

    Então deve ser nos canais nacionais e alguns canais de filmes noutras operadoras porque eu sou Vodafone e as gravações dos programas que eu assisto vêm com as publicidades e tudo.

    Quer dizer que isto agora vai ser como o YouTube?

    Não é o que eu digo, tempos crédulo estes em que vivemos. Na época da TV Cabo/ZON éramos todos Premium, aha!

  10. Algo says:

    Eu quis dizer: gravações programadas pelo utilizador não têm cortes?

  11. int21h says:

    E depois ainda se admiram que o pessoal procure pirataria 😀

  12. Jose Lapao says:

    Na NOWO não basta a gravação estar desalinhada com o programa gravado, ter toda a publicidade o serviço ter uma qualidade de m€#&@, agora vão por mais publicidade, seria válido sim se o flashback out gravações automáticas como lhe chamam fosse só mesmo o programa de os intervalos dentro e entre as gravações, agora assim é chular o pobre.

  13. Nuno Gonçalves says:

    E a nossa contrapartida?

  14. Lagunna says:

    Boa noite! Não só deviam reclamar junto da MEO, como da Defesa do Consumidor. Essa imposição é ilegal. O Consumidor está vinculado ao pagamento de um serviço de televisão/internet, etc., tendo como contrapartida a visualização do serviço que paga (neste caso a TV) sem qualquer tipo de imposição. No máximo a MEO poderia solicitar essa informação com a possibilidade de o consumidor/cliente a negar. Falta assim essa opção. O que estão a fazer é pura e simplesmente ilegal, dado que, como já foi referido, se a pessoa não aderir não consegue auferir de um serviço que contratou e pagou.

    • Olly says:

      Eu fui um dos totós que ligou para a MEO a reclamar e levei com um “o serviço de gravações não está contratualizado, é uma atenção da MEO para os seus clientes, logo está no seu direito de colocar publicidade”, e não deu para argumentar… resumindo, fazem o que querem e sobra-lhes tempo. Vergonhoso. A sorte deles é que ainda tenho um ano de fidelização mas, podem dizer adeus a este cliente.

      • PTO says:

        “A sorte deles é que ainda tenho um ano de fidelização mas, podem dizer adeus a este cliente.”

        E vais para onde? Os principais operadores tb vão ter a mesma publicidade e os outros têm fraca qualidade que nem sequer compensa a chatice.

  15. Lagunna says:

    Uma outra violação que a MEO está a praticar, prende-se com os pedidos. Antes, era possível insistir. Agora, ainda que o pedido esteja fechado sem estar resolvido, porque já existe um registo de um determinado pedido sobre o tema, não é permitido reabri-lo. É provável que isso tenha um prazo até ser desbloqueado, mas prolonga-se por dias, mesmo que não tenham dado seguimento, fecham o pedido. Realmente a MEO tem um conjunto de práticas pouco amigas do consumidor/cliente, quando não ilegais,são imorais, que em vez de cativarem o cliente, hostiizam-no.

  16. Lagunna says:

    Errata: hostilizam-no.

  17. Lagunna says:

    Aproveito para esclarecer algo que foi há tempos discutido aqui sobra a fidelização. Se o prazo de fidelização terminar e o operador não o renovar, não pode alterar o valor da mensalidade. Aliás, nem pode cobrar o serviço. Um contrato pressupõe, basicamente, a negociação e a aceitação das partes, se, após o terminus do contrato o operador não o renovou, como a lei não prevê a contratação/fidelização automática, é como se o contrato não existisse. Não existindo, não há direito à cobrança. Pode-se sempre invocar a obrigação natural (aceito), porque o serviço é fornecido, mas nesse caso pelo valor acordado, praticado até aí. O operador por não haver fidelização não pode aumentar/actualizar o preço.

  18. Lagunna says:

    Errata: algo que foi discutido há tempos/sobre

  19. falcaobranco says:

    Com sorte deve ser os canais portugueses… porque os outros… FOX’s, AXN’s e afins nao devem ter…

  20. JL says:

    Essa imposição (de 30 segundos de publicidade) é uma alteração ao contratado pelo que será ilegal ou suficiente para rescindir o contrato por parte do cliente.

    • Olly says:

      Segundo a MEO esse serviço não está contratualizado (de facto não está, eu fui ver)… daí eu ter tido de me calar quando liguei a reclamar 🙁

  21. JL says:

    Será que num futuro, próximo ou não, quando ligar a box terei que gramar com 30 segundos de publicidade?

  22. Aj says:

    Uma correcção, a meo nao alertou os clientes, o cliente so é informado quando tenta ver uma gravação com a mensagem se pretende anúncios genéricos ou personalizados. Nao existe aviso de 30 dias.

  23. Honorio Alberto says:

    Segundo eu li aqui:
    https ://eco.sapo.pt/2020/08/13/gravacoes-automaticas-nas-boxes-de-tv-vao-passar-a-ter-30-segundos-de-publicidade/
    Parece-me que que os anuncios de 30 segundos começam antes de se ver a gravaçao, assim como existem videos na net em que temos de ver um anuncio antes do conteudo própriamente dito, e nao deve haver maneira de evitar.
    Nao tem nada a ver com os anuncios “normais” durante a emissao do programa.

    • Honorio Alberto says:

      E nao me parece que haja possibilidade de avançar-mos a gravaçao para evitar os anuncios, como já fazemos na outra publicidade, parece-me que temos de aguentar os 30 segundos até começar o programa, mas a ver vamos.

  24. Abreu says:

    Xulos, sempre a xular o povo

  25. Tuga says:

    Deixaram-me sem serviço de TV durante um dia. A mensagem só saída do ecrã quando alguém aceitasse os termos. Quem estava em casa não o queria fazer. Quando mente fui obrigado a aceitar para ver televisão que todos os meses pago, a box pifou com a instalação do novo software.
    Será que vou ser ressarcido pela NOS, ou será que só eles vão ganhar rios de dinheiro com a publicidade?
    Como isto é tugalândia, já todos sabemos a resposta.

  26. Raul says:

    Resposta agora mesmo da Vodafone.

    As principais operadoras, canais e agências juntaram-se num novo modelo de publicidade para o mercado nacional. É, por isso, uma ação do sector que envolve, não só, mas também as operadores de telecomunicações.

    Obrigada,
    A Equipa Vodafone Portugal

  27. rodrigues says:

    No caso da Meo, esta nova modalidade de angariação de receita, será para pagar o investimento na app Meo que só funciona em NVIDIA SHIELD TV Pro, NVIDIA SHIELD TV e Xiaomi Mi Box S (que por acaso existe outra solução).

    https://pplware.sapo.pt/smartphones-tablets/meo-lanca-app-para-box-e-android-tv-instalem-ja/

    Quem tem esta app a funcionar também leva com anúncios?

  28. Vera Alves says:

    Já temos publicidade ,em qualquer tipo de gravação….e agora ainda vamos ter mais…..ai ai Vodafone …isso é muito mau . Eu já pago o contrato normal ( sem fidelizaçao) ,tenho a subscrição de 500 hs de gravação ,a mensalidade da box e subscrição da tv cine…… e ainda vem com mais publicidade!!!

  29. JLB says:

    Vivam ! Mas é a Vida. Por exemplo aqui o próprio site da PPLWARE, carregado de publicidade por tudo quanto é lado. Sim, até concordo que colocassem alguma publicidade pq dá dinheiro para pagar os salários e manutenção/infraestrurutrura deste site. Mas como está agora é demais , infelizmente !!! E até já solicitei varias vezes à PPLW que implementasse uma solução de “print – to pdf” para quem quiser guardar a informação do artigo o pudesse fazer sem levar com a publicidade atrás, mas nada !!! Tenho de o fazer recorrendo às funcionalidades (neste caso do google) para retirar toda esta publicidade e fazer um “print” limpo. 🙁

    • Spoky says:

      @JLB mas é TOTALMENTE diferente, tu estas a fazer comparações sem sentido. Ora lê tu próprio o que disseste:

      «Por exemplo aqui o próprio site da PPLWARE, carregado de publicidade por tudo quanto é lado. »

      TU NÃO PAGAS para aceder ao Pplware, é gratuito, na operadora pagas ai esta a diferença. Pagas por um serviço que é teu, é diferente.

      Não digas mais asneiras, youtube é gratuito e facebook também. MEO tu PAGAS PELO SERVIÇO ai esta a diferença.

      Mas se gostas de pagar e levar com publicidade é contigo!

      • scp says:

        Tu pagas pelo fornecimento de sinal/dados à tua casa. O conteúdo do canal não é responsabilidade da operadora meo, nos, etc.

        O pplware é o canal de tv neste caso e só eles são responsáveis pela publicidade e conteúdo, e maneira de mostrar a publicidade.

        Esta coisa da publicidade antes das gravações serem mostradas também são responsabilidade dos canais, com a lógica que estando a ver uma gravação consegues avançar e recuar passando por cima de publicidade, eles tentam compensar o tempo dos anúncios forçando-os antes da gravação começar tal como verias em direto.

  30. Marco says:

    A minha box da NOS não liberta da publicidade como diz a notícia, posso é puxar a publicidade para a frente quando chega o intervalo do filme ou programa que estava gravado, ainda não estou a perceber onde vai estar 30 s. publicidade, quando entro nos programas que gravei?

    • Olly says:

      Não é essa publicidade. Antes de veres uma gravação vais levar com 30 segundos de publicidade injectada pela operadora, é como a publicidade no youtube, antes de cada vídeo.

  31. A says:

    Mas sera publicidade invasiva? Como por exemplo os anúncios do Youtube antes do video ou a meio do video como no Facebook? Ou sera um banner no topo ou na base com a publicidade?
    De qualquer das formas, isto já é um serviço pago, não vejo porque se tem de pagar ainda por publicidade extra.

    • Spoky says:

      Vais comparar? Facebook é gratuito, Youtube é gratuito é normal que leves com publicidade.
      São coisas diferentes, nem há comparação. Mas tu estas a pagar por um serviço e ainda te questionas? Pagas por ele, não tens de levar com publicidade da box da operadora!

  32. Lagunna says:

    Creio que há aqui alguma confusão com esta exigência da MEO/Vodafone/NOS, etc. (falo apenas da MEO, porque é a que conheço enquanto cliente). Como bem sabem, na internet, o “pagamento” é feito pela utilização dos nossos dados, mesmo esses, num “mundo perfeito”, com regras e limitações. No caso das empresas de telecomunicações em que pagamos uma mensalidade, não tem de existir uma exigência desta natureza para vermos o que contratámos e pagamos através de uma mensalidade. É uma prática ilegal, violadora da Lei do Consumidor e até das regras gerais de Direito. Portanto, este tipo de publicidade em nada se confunde com a dos sites, e-mails, etc., que usamos “gratuitamente” ou com a publicidade decorrente da exibição da programação, na medida em que exige uma informação (sem opção de recusar) que, não a fornecendo nos impossibilita a visualização dos programas.
    Acrescento que, após reclamar, a MEO apresentou-me desculpas pelo sucedido, resta saber se ainda continuam com a mesma prática. Infelizmente, neste país, a entidade reguladora funciona mal, não passando a maioria das vezes da emissão de recomendações. Quando estas práticas forem penalizadas com milhões (acontece muito raramente), com legislação adequada e fiscalização à altura, este tipo de procedimentos serão minimizados. Mas enfim, neste país, que é o nosso, as práticas de lesão de direitos são o pão nosso de cada dia!
    A maioria das vezes, ao consumidor/cliente resta apenas, como alternativa, mudar de empresa (se a alternativa for viável). Quando os euros diminuírem na conta, a coisa muda.
    Bem hajam.

  33. Vai-te catar says:

    Mais uma razão pela qual fiz bem em não ter querido a box. Sem box, pago menos mensalmente. E quanto a gravar, as minhas duas televisões têm a funcionalidade.

  34. Spoky says:

    Não permitam, a todos os que lêem este comentário não permitam tal coisa. RECLAMEM, exijam os vosso direitos.

    A quem não quer desistir (a quem quer desistir, ignorar esta parte):

    RECLAMAR na PROVEDORIA DO CLIENTE:
    MEO: https://www.telecom.pt/pt-pt/contactos/Paginas/provedoria-cliente.aspx
    NOS: https://provedor.nos.pt/provedoria/
    Vodafone: desconheço

    Queixa na DECO e de seguida para ANACOM e APRITEL
    https://www.deco.proteste.pt/reclamar
    https://www.anacom-consumidor.pt/formulario-de-reclamacoes
    https://www.livroreclamacoes.pt/inicio

    Reclamações para JORNAIS e COMUNICAÇÕES SOCIAIS.
    Façam e enviem isto e denunciem a sites, blogs e foruns de comunicação social. De forma a que isto chegue a mais gente!

    Tópicos de reclamação nos FORUNS acerca da PUBLICIDADE NAS GRAVAÇÕES automáticas
    MEO: https://forum.meo.pt/tv-e-pacotes-9/publicidade-nas-gravacoes-143041
    Vodafone: https://bit.ly/30WwNN3 (url muito grande, encurtei apenas)

    ## RESCINDIR CONTRATO por JUSTA CAUSA:

    Pagamos para não ter publicidade, pagamos o serviço logo não podem meter publicidade assim a torto e a direito muito menos sem avisar 30 dias antes, o que é possivel rescindir contrato sem pagar o restante! (sim ouviram bem, podem rescindir contrato por justa causa devido a isto)

    Podem e DEVEM UTILIZAR isto a VOSSO FAVOR, assim podem desistir por justa causa.

    Segundo a Lei n.º 15/2016, artigo 48º nº16

    “16 – Sempre que a empresa proceda por sua iniciativa a uma alteração de qualquer das condições contratuais referidas no n.º 1, deve comunicar por escrito aos assinantes a proposta de alteração, por forma adequada, com uma antecedência mínima de 30 dias, devendo simultaneamente informar os assinantes do seu direito de rescindir o contrato sem qualquer encargo, no caso de não aceitação das novas condições, no prazo fixado no contrato, salvo nos casos em que as alterações sejam propostas exclusiva e objetivamente em benefício dos assinantes.”

    Podemos conultar no mesmo artigo o nº1 alínea b)

    “b) Os serviços fornecidos, os respetivos níveis de qualidade mínima, designadamente o tempo necessário para a ligação inicial, bem como os níveis para os demais parâmetros de qualidade de serviço que sejam fixados nos termos do artigo 40.º;”

    Considerando o serviço de gravações automáticas um serviço fornecido e a sua disponibilização um fator determinante à minha adesão ao pacote de serviços contratado, também considero a exigência de eu aceitar publicidade para aceder ao serviço uma alteração unilateral por parte da empresa, logo a empresa entrou em incumprimento e quebrou a lei ao não avisar com 30 dias de antecedência a alteração e não informando o direito de rescindir »

    Não aceitem isto, estão a pagar do vosso bolso por um serviço que é vosso, qualquer dia metem publicidade ao ligar a BOX! Uma vergonha e uma enorme falta de respeito pelo consumidor.

    • PTO says:

      Esse artigo 48 não serve para nada, pelo simples facto que as gravações não fazem parte das condições contratuais das operadoras (neste caso da MEO, que é a que uso).
      Podes ir confirmar, eu já vi e não está lá nada.

    • spyvspyaeon says:

      Fazer “barulho” para reclamar isso concordo. Com certeza que as operadoras a medida que forem perdendo clientes (muito mais que as receitas do *** ads), volume de reclamações também pode contribuir para que revejam a situação, vão rever essa situação inóspita. Neste caso a mal. Eu sei que esse “serviço” já é pratica comum lá foram em outros paises. Mas o que me chateia deveras é que as 3 operadoras, chateia porque além da publicidade do proprio canal (intervalos) ainda tens de ver mais uma….. e se consentirmos tarda nada, mais cedo ou mais tarde metem 2 pubs de 30 segundos (digo eu de que, isso pode escalar muito rapidamente afinal é $$$$$$$$$).

      Tirar serviço de uma operadora e ir para outra operadora não vai resolver pois todos combinaram esforços. Eu sei que o serviço de gravações automáticas tem custos para as operadoras. À Margem da lei acho que não há muita volta a dar. Só mesmo pela via de insatisfação. Melhor seria as operadoras removerem “serviços” que não servem para nada, só gera custos para a op e só para meter na lista de serviços que operadora “X” tem isto ou aquilo a mais que a outra (e repito não serve para nada senão para engordar a vista). disse

    • Pedro Ribeiro says:

      Para reclamar na Vodafone: http://vfpt.pt/rsociais6

  35. PEDRO says:

    Neste caso particular de publicidade abusiva bem como em muitos outros casos que em nada tem a ver com publicidade , mas sim com o ABUSO que enumeras entidades tem sobre todos NÓS CONSUMIDORES onde tomam decisões também elas ABUSIVAS que apenas tem como objectivo o LUCRO FINANCEIRO , lucro esse que é sempre retirado por dois meios , o da publicidade em si que está a ser paga pela empresa que a solicita e por todos NÓS que estamos a PAGAR e MUITO BEM PAGO um serviço que ao longo dos anos nos tem vindo a ser imposto sem qualquer alternativa de escolha , como se não bastasse um serviço de conteúdos mediucres bem como a qualidade de fornecimento do mesmo . Uma vez mais estamos presente o ABUSO que sobre NÓS é exercido onde se aplica a máxima do PAGA e CALA … pois como sabemos e ou deveríamos saber , escusado será reclamar perante as operadoras bem como Decos , Anacoms e outros que tais onde todos comem à mesma mesa … e no fim pagamos NÓS a conta … pois NÓS apenas servimos para isso mesmo … PAGAR …

  36. jwd says:

    Então as operadoras de telecomunicações em Portugal fazem lucro de forma concertada? Isto não é cartelização?

  37. Flavius says:

    Boa….já estava ver que não…uma baixa de valores na mensalidade da TV NET…para gramar publicidade a toa, a operadora tem que compensar o tempo que eu perco (30 séc) tem que ser descontados na fatura

    • scp says:

      É responsabilidade do canal a publicidade antes da gravação ser mostrada porque é o seu conteúdo tal como seria em direto. Como quando vais ao tviplayer ver a novela eles mostram um anúncio antes do video carregar, agora “ver do início” a novela na box numa outra altura que não em direto vai também mostrar esse anúncio.

  38. Ribas says:

    Dá-se-lhes um bocadinho de controlo nas boxes e abusam logo. Dá vontade de ir tirar o pó ao velhinho vídeo VHS que pelo menos era meu e gravava o que eu queria. Pena não ser apropriado à nossa época digital.

  39. Marco says:

    Não tenho conhecimento para dizer que é ilegal ,mas é mau da parte das operadoras eu pago pelo serviço, aluguer da box e agora querem meter publicidade para aceder às minhas gravações.

    • scp says:

      É responsabilidade do canal a publicidade antes da gravação ser mostrada porque é o seu conteúdo tal como seria em direto. Como quando vais ao tviplayer ver a novela eles mostram um anúncio antes do video carregar, agora “ver do início” a novela na box numa outra altura que não em direto vai também mostrar esse anúncio.

  40. VG says:

    Também é a minha opinião.

  41. spyvspyaeon says:

    Publicidade em todo lado, nas gravaçõe automáticas, nos intervalos, na net, nos popups, no facebost*, um gajo dá em doido com tanta publicidade. Querem-nos hipnotizar para comprarmos tudo aquilo que não precisamos… Mas precisam eles.

    Eu perdi a esperança na raça humana….. Não me faz diferença, 300 ou 310 por dia já vai além do tolerável mas a diferença é irrisória, no mínimo hilariante esta parva existência. Sou tão do contra que se dá na tv publicidade então garantidamente não compro!!!

    O mercado reage em conformidade com o consumidor, e isso é uma bola de neve que cada vez mais vai tomando mais proporções.

    Qualquer dia enfiam-te o chip nos cor**s para te injectarem a pub directamente nos neurónios LOL .

    • scp says:

      Acabas sempre por comprar produtos que aparecem na tv e nem dás conta porque não te consegues lembrar de tudo o que aparece enquanto vês. Algumas coisas até compras à mesma sem veres a publicidade mas o facto de anunciarem influencia sempre na escolha.

      A única maneira de não te regeres por isso é não comprares tudo o que vês mas quase tudo o que compras já viste antes ser anunciado. Não tens como fugir, nem largando a tv/internet/rádio, porque levas com publicidade nas ruas, as mesmas e outras da tv.

      • spyvspyaeon says:

        Em infima possibildiade não ocorre com frequencia, mas quando ocorre não é porque espetaram nas minhas trombas ads em massa. A lógica da publicidade é mesmo ter impacto direto nas vendas mesmo daquelas toneladas de porcarias que um gajo não precisa absolutamente para nada… Eu só imagino isso chegar as horriveis pubs de ideiacasa e essas bostas. Eu sei que sozinho não faço qualquer diferença mas se começarmos a ser um pouco mais do contra do que nos é mostrado (em forma de ilusão). Vamos demonstrar que somos do contra.

        Estou de acordo que publidade é algo que é necessário para o comercio… Mas meu amigo tem de haver limites, senão como disse de forma de piada “Qualquer dia enfiam-te o chip nos cor**s para te injectarem a pub directamente nos neurónios “. Ou quiçá isso é algo que nasceu de uma mente brilhante, e não terá muito tempo de vida.

        Pessoalmente eu se vejo gravações 1 vez por semana, é muito. Mas aqueles que não podem ver em direto vão ficar com a cabacinha toda lavada, vão comprar tudo e um par de botas só por que a pub disse que era bom!

        No fim há uma lição de moral para se tirar daqui.. Podemos culpar as operadoras. Mas a verdadeira culpa é a nossa. Se não comprassemos os artigos com pubs, não haveria sentido de pagarem pubs para nos por a pazada.

  42. Miguel says:

    Mais um passo para acabarem com uma tecnologia defasada

  43. Discovery says:

    Ainda bem que tenho Vodafone com o pacote mínimo desde sempre. O resto saco da NET com qualidade acima dos 4000bitrate…
    Otários.

  44. José says:

    Sabem se os 30 seg de publicidade são vinculativos? Isto é, e se a operadora “amanhã” resolver passar para 45 seg e depois para 60, etc…?

  45. Igor says:

    Após uma reclamação em Livro de Reclamações devidamente fundamentada:


    Em resposta à reclamação por V/ apresentada relativamente ao assunto em epígrafe, prestamos os seguintes esclarecimentos:

    A evolução do paradigma inerente à sociedade de informação, tem contribuído para uma alteração na forma de consumo de conteúdos audiovisuais, independentemente do respetivo suporte, nomeadamente no que respeita à forma diferente de aceder aos mesmos, que passou a conciliar a visualização de canais lineares (os tradicionais canais de televisão) com o acesso não linear aos conteúdos dos canais (ex. gravações automáticas).

    Com esta evolução de tendências, surgiu uma necessidade de adaptação dos modelos de negócio que garantam o investimento contínuo dos canais, para manterem a produção de conteúdos de qualidade e a preservação da diversidade. Os tradicionais anúncios publicitários que sempre fizeram parte do consumo de conteúdos de televisão linear, são fundamentais para a viabilização do modelo económico que permite aos canais manterem investimento em conteúdos, pelo que se torna premente a adoção de novas práticas que permitam dar resposta a esta necessidade, adaptada à nova realidade.

    Dessa forma, os principais operadores que prestam o serviço de distribuição de televisão, em articulação com canais de televisão aderentes, e em linha com as boas práticas internacionais, adotaram um novo modelo que permite que, de forma equilibrada e adaptada aos interesses do consumidor, sejam veiculadas mensagens publicitárias que, repita-se, desde sempre fizeram parte das características da remuneração dos conteúdos em televisão.

    A experiência que agora se inicia pretende melhorar a experiência de televisão, pois a publicidade será apresentada previamente ao início da visualização de alguns programas. Os anúncios serão apresentados, caso selecione a opção “anúncios personalizados”, de acordo com o perfil de utilização de cada consumidor, sendo, por isso, mais relevantes. Conscientes que nem todos os utilizadores ficarão confortáveis com esta opção, deixámos ao critério de cada um receber anúncios desconsiderando o seu perfil de utilização. Garantimos, em qualquer caso, que toda a informação será tratada de forma anonimizada e devidamente protegida, em linha com as melhores práticas de proteção de dados pessoais e em cumprimento de toda a legislação aplicável.

    Importa ainda referir que a publicidade, terá uma duração máxima de 30 segundos e não será apresentada em todas as gravações de todos os canais, sendo respeitados períodos de guarda que salvaguardem a boa experiência do cliente.

    Por fim, informamos que a possibilidade de efetuar e aceder às gravações dos conteúdos dos canais constitui apenas uma de várias funcionalidades extra no serviço de televisão. Esta funcionalidade não está, aliás, disponível para todos os conteúdos. Nessa medida, a alteração dos termos e condições da funcionalidade das gravações automáticas não implica qualquer alteração ao contrato. Sublinha-se, assim, que o serviço de televisão continua a ser prestado de forma integral, não existindo, no âmbito do serviço de televisão contratado, uma diminuição no conteúdo da funcionalidade das gravações.

    Para mais informações, estamos sempre disponíveis pelo 16 200 e em meo.pt. Se é cliente empresarial, contacte o seu gestor de cliente, ligue 16 206 ou aceda à Área de Cliente em ptempresas.pt.
    Com os melhores cumprimentos.

    Cristina Torres
    Gabinete de Satisfação do Cliente
    meo.pt

    Lá por haver gente que tem box e só vê gravações, avançando assim a publicidade, não sou eu obrigado a ver duas vezes (na gravação e no canal mesmo).
    Ridícula esta “cartelização”, vou seguir os meios que me forem possíveis, pois calados só ficamos ainda pior.
    Reclamem!! Por escrito ou por meios internos às operadoras, tanto faz. Mas pelo menos mostrem a vossa insatisfação com isto tudo.

  46. Pedro Mateus says:

    Devem pensar que são o you tube, palhaçada total, para ter um serviço cheio de publicidade vejo pelos canais secundários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.