Quantcast
PplWare Mobile

“Momo está morta”, diz o escultor – será o fim do desafio?

                                    
                                

Autor: Micael Pires


  1. Lucas Santos says:

    Pra mim foi desnecessário a destruição da escultura por dois motivos: primeiro, é uma obra de arte muito interessante, basicamente uma mescla entre um humano e um pássaro. Pode ser assustador a primeira vista, mas causa interesse observando mais de perto; segundo, os imbecis que usam a imagem pra criar virais na internet não pararão porque a escultura não existe. Eles usam a imagem, não a escultura, para fazer vítimas.

  2. Kimossab says:

    Vocês com estes artigos é que trazem mais notoriedade a esta escultura… Já foi provado (aliás um dos vossos artigos e este mesmo sobre este tema com a mensagem do youtube ja o comprovava) que nao existe desafio nem nada para alarmismos. Os media é que trouxeram ao de cima isto atravez das “fake news”. São atravez deste tipo de artigos que se criam alarmes falsos… Um artigo chegava e já era demasiado…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.