PplWare Mobile

Microsoft questiona a segurança do Slack, Google Docs e serviços Amazon


Fonte: GeekWire

Desenvolveu desde cedo o gosto pela escrita e comunicação. Em leis formado, tem como hobbies a aquariofilia e a música. Mas é na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e no Pplware a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.

Destaques PPLWARE

  1. Joaquim Alcobia says:

    “Mirosoft”
    Gralha no titulo.

  2. VaGNaroK says:

    “Mirosoft questiona a segurança do Slack, Google Docs e serviços Amazon”, como se o sistema dela fosse seguro tendo todas as versões do SO dela sendo possível crackear ativando e virando um software “original”.

    • Cortano says:

      O que é que isso tem a ver para o assunto?!
      Não percebeste nada do assunto do artigo, pois não?

      • VaGNaroK says:

        Se ela questiona segurança em outros produtos ela deveria pelo menos ter um sistema seguro para questionar a segurança de outros serviços não? é igual aquele ditado dito aqui no brasil, “o sujo falando o mau lavado”.

        • Cortano says:

          Mas o que é que a parte do possível cracker um software tem a ver para o assunto?
          Principalmente, quando estamos a falar do mercado empresarial!

          • VaGNaroK says:

            A questão do chacker foi só um exemplo dado, se a MS questiona a segurança de software ou serviços de outras empresas, ela pelo menos era pra ser infalível na segurança do próprio sistema antes de criticar os outros, já que desde a versão do windows 98 até o 10 é possível usar brecha no sistema dela para contornar o processo de ativação e deixar como original mesmo a cópia sendo pirata.

      • Felipe Cardoso says:

        +1

  3. poiou says:

    O problema é porque é que as outras empresas não fazem o mesmo?
    Ainda ninguém se lembrou quais as consequências por exemplo de o governo russo ter dados alojados nos US (não sei se é verdade, é apenas um exemplo) e coisas semelhantes?
    Quais serão as consequências de estar dependente de software proprietário?

  4. Bruno Coimbra says:

    Todas as empresas fazem mesmo, se tem opcao in house, porque pagar licencas de terceiros??? Parece logico mas adoram fazer um bicho de sete cabecas com tudo.
    è o mesmo que a bmw decidir dar de carro de servico mercedez…isso faz sentido a alguem?
    Alem que nas proprias empresas (onde trabalho por exemplo) estao apenas autorizados software d euma white list….

  5. Cortano says:

    Não sei qual o espanto!
    Onde trabalho também não podemos usar essas apps e soluções referidas no artigo para assuntos profissionais!
    E tal como a MS refere no comunicado, a versão Enterprise do Slack já é segura.

    Aliás, eu nem sei como há empresas que deixam os colaboradores usar esses serviços.

    • jose says:

      Falta de conhecimento/sensibilização.
      Mesmo que o CIO ou o CISO digam para a board que é inseguro e que tem de ser bloqueado, o entendimento deles vai ser “bla bla bla”.

  6. nop90 says:

    Offtopic: Aqui há tempos tive de gramar com uma seca de Sharepoint e as suas apps maravilha. Mostraram um par delas e só pensava, meh, o Slack faz isto, e melhor. mais uma app, meh, IFTT e Zapier são de longe superiores.
    Ao invés de trabalharem em conjunto, não, desenvolvem um clone de qualidade inferior ao produto original.
    Isto para dizer que não me admira que queiram bloquear a concorrência para impingir os seus clones baratos (pun intended que de baratos têm pouco).

    • Toni da Adega says:

      Comprendo essa frustacao. porque porque Slack e Sharepoint sao aplicacoes diferentes com objectivos diferentes. Slack e SharePoint integram entre eles.Slack (visto ser uma aplicacao com objectivos diferentes) tem muito menos funcionalidades que o sharepoint

      O concorrente ao Slack é o MS Teams e nao o sharepoint.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.