Quantcast
PplWare Mobile

Meta: vaga de despedimentos deve estar para começar

                                    
                                

Autor: Maria Inês Coelho


  1. B@rão Vermelho says:

    Este tipo de noticias a mim deixa-me sempre triste principalmente nos EUA, em que a proteção aos trabalhadores é mínima, nunca passei por este problema mas imagino que não é fácil para quem tem filhos casa para pagar deve de ser um autentico pesadelo.

    • J Martins says:

      O mercado laboral e a mentalidade norte americana em relação ao trabalho é bem diferente da nossa. Claro que ficar desempregado é dificil em todo lado no entanto a mentalidade das pessoas nos EUA, ou a sua generalidade, é “fazer pela vida”. Ou seja, não ficam parados, ou evitam ficar parados, a olhar para o boneco a gozar subsidios. Principalmente malta com experiencia e engenheiros, só se forem muito maus ou procurarem trabalho na mesma rua é que ficam sem emprego durante muito tempo. Cá em Portugal temos, a meu ver, é protecção a mais que no fundo, não ajuda ninguém e muito menos as empresas e o crescimento individual de cada trabalhador. Ainda temos na cabeça o conceito de “emprego para a vida” ou “trabalhar na terrinha”. EUA é um mundo, é apenas comparável a união europeia em que cada país é melhor ou pior para certo tipo de emprego e estilo de vida. EUA têm problemas mas não é o “inferno” que se tenta passar aqui no burgo. Nós , a ver bem, não estamos muito melhores que os norte americanos.

      • Toni da Adega says:

        Trabalho para uma empresa Americana, mas como estou na Europa tenho muitas desvantagens em relação a eles:
        – Tenho direito a varias semanas de Férias pagas.
        – Trabalho menos horas semanais
        – Para ser despedido precisam de me dar 2 meses de aviso, e se for sem justa causa tenho direito a compensação.
        – Se fosse mulher tinha direito no minimo 1 ano de licença de maternidade.

        E para piorar tudo, no final do Mês ganho praticamente o mesmo que eles. As condições na Europa são horríveis.

        • J Martins says:

          Não é tudo mar de rosas em lado nenhum Toni. Claro que por cá é bom teres férias pagas e licenças, mas no resto não vejo grandes vantagens que temos e temos de olhar a tudo, não só ao nosso ponto de vista de empregado.

          – sim, tens direito a varias semans de ferias pagas mas agora vamos ver no caso dos EUA. eles têm direito , em média, a 1-2 semanas por ano de férias pagas. Se querem tirar mais dias são “sem vencimento”. Agora pergunto-te -> se não estás a trabalhar nem a produzir, deves ser pago na totalidade? Podem todas as empresas aguentar isso?

          – Trabalho menos horas semanais —> Será? . A média de horario de trabalho nos EUA é de 35horas. Muitos trabalham as nossas 40 horas. Há quem trabalha mais mas o calculo de salário deles é feito ao valor/hora por isso…. faz as contas. Tu cá trabalhas horas extra sem as receber porque ficas até mais tarde a trabalhar porque queres ou o chefe manda. Agora vai ver quantos recebem essas horas extra no “fim do mês”

          – PAra ser despedido tens direito a 2 meses de aviso. Por outro lado, se queres sair da empresa tens de dar também um aviso de 2 meses. Sabes aquela oportunidade xpto que viste? Foi pelo canudo porque era urgente e tens de dar 2 meses à casa e a empresa não podia esperar tanto. Como as férias podem ser vetadas pelo emrpegador, não podias usar os teus dias para “encurtar o tempo” e sair mais cedo.
          Do lado do empregador, tens um trabalhador que não produz mas não o consegues despedir porque faz parte dos quadros e fica muito caro “convida-lo a sair”.

          No caso das licenças parentais, aqui estou de acordo mas cá em Portugal também ainda tens muito a avança no que toca a dividir as licenças entre os pais, para não prejudicar as mulheres nas suas carreiras.

          Mais uns pontos:
          – nos EUA podes abrir uma empresa facilmente, basta teres uma ideia. A carga fiscal não é tão pesada (Depende do estado) e não és tão penalizado pelas leis laborais. Agora abre uma empresa em Portugal e falamos ^_^.

          Sim, temos condições boas por cá, mas lá não é o fim do mundo. Por alguma razzão a malta imigra para os EUA para trabalahr, incluindo europeus (e falo de bons quadros, não apenas de colarinho azul). Deve ser porque a vida não é assim tão má.

          • Toni da Adega says:

            Ganho o mesmo, trabalho menos horas, tenho mais férias e regalias.

            Mas se eles estão melhores, óptimo.

            Eu simplesmente comparei as minhas condições de trabalho com as condições de trabalho de outros trabalhadores DA MESMA EMPRESA. Europa vs States.
            E pelo que tenho visto é assim na maioria das multi nacionais.
            Mas que sei eu?

        • Mario Neto says:

          Eu trabalho para uma Canadiense, viajei muito por lá, tive oportunidade de trabalhar lá ou nos EUA, falta referir outras desvantagens:
          – Tenho acesso a serviços de saude a custo (quase) zero.
          – Mas se quiser um seguro de saude, pago um apenas 30€-40€ por mês mais e +- 20€ por consulta
          – Se tiver uma infecção urinaria, não tenho (nem o meu seguro) que pagar 1600€
          – Se for diabetico, pago 0€ por insulina.
          – Nas grandes cidades não ando constantemente a tropeçar nos sem abrigo.
          Realmente, são horriveis por cá.

          Mas J Martins, é só meter-se num avião e procurar trabalho…
          Welcome to land of the opportunity

          • Toni da Adega says:

            Recentemente tive uma lesão tive que ser operado e ficar de baixa 1 mês. Não paguei nada nos tratamentos e tive direito a baixa (ordenado a 100%).

            Um colega meu nos states teve na mesma situação e a coisa não foi assim tão linear….

          • jimmypt says:

            Deves ser um ser humano excecional!
            Um dia podes ser um sem abrigo,a vida dá muitas voltas..

  2. Paulo says:

    Podiam colocar a fonte de informação de onde foi retirada para quem quiser explorar mais o conhecimento na neste topico.
    Não basta que foi o WP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.