PplWare Mobile

Kim DotCom pode em breve ser extraditado para os EUA


Autor: Pedro Simões


  1. Rui Nunes says:

    É injusto pois é um homem que ajudou muita gente a ter conteúdos sem gastar dinheiro com isso. Saudades do bom e velho Megaupload

    • Rafael says:

      Verdade. Esse tempo não volta nunca mais.

      Se o governo não ganha, ninguém ganha. Isso é em qualquer lugar do mundo.

      • Joao says:

        Mas agora temos o mega.

        • João Terra says:

          O MEGA em relação ao Megaupload é muito fraco, enquanto podias enganar o megaupload com ip estático e podias fazer muito mais tráfego, sem estár sujeito a limites que o proprio MEGA te impõe. Com o megaupload free tinhas sempre a mesma velocidade e podias baixar “N” arquivos seguidos e com mais limite de GB baixados. Quando chegava ao fim desse limite, podia-se enganar o megaupload trocando o IP ” estatico”

          • Rui Gomes says:

            Também podes enganar o MEGA. Eu desligo o meu router 4G e volto a ligar e posso sacar mais 5gb. Se for necessário repito o processo 😉

          • João Terra says:

            Rui Gomes é estranho que mesmo desligando o meu router e voltar a ligar não consigo sacar mais e tenho de esperar. Mas noutros sites já consigo enganar o servidor e voltar a sacar. Utilizas algum plugin ou algum software para o conseguires enganar?

          • Miguel Mendes says:

            Alguém sabe mudar de ip externo facilmente e que dê para todos os sites de modo a não ter que esperar x tempo até poder fazer um novo download? Dantes consegui fazê-lo no router Thompson na sua página (192.168.1.254) mas já não consigo.

    • Haja Bom Senso says:

      De rir!!!! Então para ti justiça é as pessoas produzirem conteúdos (música, filmes, livros, etc) e depois vir um bando de ignorantes e usá-los sem pagar dinheiro.
      As pessoas nem percebem o ridículo do que dizem/escrevem…

      • Hugo says:

        Quem nunca usufruiu de algo sem pagar que atire a primeira pedra.
        Em relação ao ser injusto tenho de concordar. Embora tenha usado o megaupload, se o homem foi considerado culpado só tem é de aguentar.

      • Miguel says:

        Não colocaste a palavra software na lista de exemplos.
        Isso é porque usas software pirata e tentas iludir-te a ti próprio que não tem nada a ver?

      • Bruno M. says:

        Faz-me lembrar da pergunta de um jornalista, aos Sres da acapor……
        *
        Jornalista: O Senhor, já estudou com fotocópias?
        Acapor: – Sim, já estudei com fotocópias….~

        Mas podemos falar do jornal que o amigo/filho/conhecido comprou..
        Dos DVD’s/K7/Cd’s/ Jogos de Computador, etc…..

        Realmente, há pessoas que nem percebem o ridículo do que dizem/escrevem!

    • Cristóvão N says:

      Está a brincar, certo?

      Primeiro, ele não fez nada disso. O homem não é responsável pelo que os utilizadores usavam o serviço para. Isso é responsabilidade de cada utilizador. E é essa a injustiça.

      Segundo, você está a defender o roubo. Quem não tem dinheiro não tem vícios. Não ter dinheiro não é desculpa para roubo. Ninguém lhe deve o que quer que seja.

    • Louro says:

      É mais do que justo, visto que ele permitiu a outras pessoas terem acesso grátis ao trabalho de outras pessoas, causando milhoes e milhoes de prejuizo a empresas e individuais que desenvolvem e vivem de desenvolver conteudos sejam eles de que natureza sejam.

      • Hugo says:

        Ele foi acusado por mais crimes que não o download ilegal.
        Enquanto não derem o exemplo com os corruptos que andam por aí à boa vida não, não é totalmente justo. É apenas mais um corrupto.

      • Bruno M. says:

        Vá…. os bancos também permitem a corrupção.
        Os governos permitem a corrupção.
        Os deputados permitem a corrupção, passiva ou activa.
        As leis permitem a corrupção, passiva ou activa até certo ponto.

        As barraquinhas também permitem que as pessoas leiam os jornais, sem os comprarem, os cafés, etc.. etc.. etc..
        Vá… as grandes superfícies permitem que as pessoas leiam nos seus espaços, sem comprarem!

        Os donos, os gerentes permitem isso, logo têm que ir presos correcto?
        Dão prejuizo também!

        O sr quando compra um dvd pode emprestar ao amigo, à esposa, ao filho… está a dar prejuizo…

        Bem…. pela sua lógica ninguém podem emprestar, testar, antes de comprar correcto?!

        É cada mentezinha …. que deus me livre!!

    • Opinaragora says:

      A questão deste caso é se Kim Dot Com é ou não culpado da pirataria que se fazia no Megaupload, e para mim é óbvio que não, ele apenas forneceu o serviço, os utilizadores é que faziam a pirataria, tão simples quanto isso, logo, ele não tem culpa da má utilização que os ‘clientes’ faziam de um serviço inovador e próspero. O governo Americano, tal como outros, viu-se fortemente afrontado e teve que arranjar maneira de acabar com algo que, na verdade, dificilmente terá fim, a Liberdade da Internet e o significado que isso tem.

  2. Jorge Rodrigues says:

    Os Americanos são uma palhaçada inigualável, obstinados com os seus lobbies e os “pseudo entendidos” das editoras (autênticos parasitas) que usam todas as formas legais e ilegais de obter á viva força um bode expiatório .. para que o seu modelo de negócio e ideais do milénio passado sobrevivam nos dias de hoje.

  3. McGomes says:

    Devia haver uma petição mundial pela liberdade deste senhor 🙂

  4. gigbola says:

    Eu acredito, e falo por mim, a maioria das pessoas que recorre e recorreu ao download ilegal de séries, filmes, música, jogos, e demais conteúdos digitais, não gastaria €€€ em 98% dos conteúdos que “roubou”.
    PS
    Eu como português não gostaria nada de levar um chuto no cu por Portugal, como os EUA estão a precionar a Nova Zelândia a fazer com o Kim Dotcom

    • Luís says:

      Isto “Eu como português não gostaria nada de levar um chuto no cu por Portugal, como os EUA estão a precionar a Nova Zelândia a fazer com o Kim Dotcom”

  5. Alex says:

    Run Forrest, run!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.