Jovem hacker de 16 anos detido em Lisboa pela PJ


Destaques PPLWARE

87 Respostas

  1. LG says:

    “o jovem poderá incorrer de uma pena de prisão até 5 anos ou uma multa até 600 dias, segundo o código penal”

    com 16 anos?

  2. Pintor says:

    O que deviam fazer era oferecer emprego ao rapaz.

    • Andre says:

      Emprego por ter sido apanhado? Essa é boa.

      Já agora, coloquem o Ricardo Salgado a mandar no Banco de Portugal.

    • José Rodrigues says:

      Emprego por fazer DoS ou DDoS? Nem por defacings. Isso são mesmo brincadeiras de putos, qualquer pessoa consegue fazer isso. Emprego.. lol.. só se for como caixa de supermercado para pagar a multa.

      • RuiZ says:

        Defacing não é “qualquer pessoa consegue fazer isso”.

      • Pedro says:

        Por acaso gostava de te ver a fazer essa “brincadeira de putos”

        • José Rodrigues says:

          Fiz muitas, lá está, quando era puto, desde defaces, a inúmeros DDoS (isso era todos os dias) a hacks a amigos/colegas de escola. Ser puto é fantástico, depois cresces e queres é trabalhar o mínimo possível e ganhar o mais que conseguires para sustentar a família.

      • Int3 says:

        Sim pois qualquer um. Se fosse tão trivial então ninguém tinha sites online.
        Ignorância total

        • José Rodrigues says:

          Claro que é trivial, qualquer pessoa que queira fazer um consegue, só é preciso motivação, nada mais.

          • int3 says:

            não, não é trivial. requer pensar bastante. as únicas coisas triviais que vejo por ai é SQLi e XSS e longe a longe CSRF.
            De resto não é assim tão trivial.
            E quem pensa que é trivial é porque não percebe mesmo mesmo nada da área de segurança. nadinha mesmo.

    • Anonymous says:

      Oferecer emprego a um script kiddie? Ainda tem que comer muita sopa…

      • PeFerreira98 says:

        Sendo que um script kiddie consegue aceder a dados ‘Confidenciais’ com tanta facilidade… Das duas uma… ou o o moço é de facto bom ou a segurança destas instituições é inexistente.
        Ou seja… Empreguem este moço ou mudem a equipa informatica porque não vale um centimo.

        • Daniel says:

          PeFerreira98 Nem mais !! 100% de acordo !!

        • Carlos Alberto Teixeira Fernandes says:

          Concordo

        • Ivo Mendes says:

          Eu acho que não é lá assim muito bom, foi apanhado!

        • Anonymous says:

          Além de ter sido apanhado, usava a net de casa. Erro número 1.

          DDoS é extremamente simples de fazer, basta uma simples pesquisa no Google. Quanto ao resto, não posso comentar muito mais porque não sei ao certo aquilo que ele fez.

          Parece-me mais provável a segurança das instituições em causa ser péssima. Nisso tenho de concordar contigo.

          No entanto, tenho que lhe dar o mérito por participar em operações de hacktivismo e seguir as suas convicções, ainda que talvez pelas razões erradas.

    • Sérgio says:

      Exactamente!
      Mostrou set dotado.
      Para o bem também..

  3. Antunes says:

    Passam a vida a brincar com DDoS e com XXS e SQL Injection e depois aparece a policia a porta, azar do menino.

    Sabem ir a net buscar a papinha feita depois dizem-se “hackers” mas usam uma ligação de casa, enfim…

    • Darksantacruz says:

      Concordo mas lá está são putos com a mania que sabem e podem tudo até brincar com a justiça.

    • Sousar says:

      Estava a pensar o mesmo

    • nonnus says:

      Sim parece mesmo que o que descreves se insere neste caso (not). Achas, que a ser verdade o que a noticia diz, que o jovem pertence ao um grupo conhecido é alguém que usa uns tutoriais tirados da net?

      Pergunto se tens ideia do que é preciso para conseguires entrar num grupo deste tipo? Eu não sei, mas tenho algumas ideias que noutro dia e noutra conversa te podia tentar explicar.

      A ligação a ser usada será sempre a de casa, agora a maneira de a “camuflar” é que já não é para qualquer um.

      Não estou a defender ninguém, se fez asneiras tem de pagar pelo que fez.

      • Adolfo Dias says:

        LOL, para entrar nos Anonymous não precisas fazer nada, basta reivindicar-te como tal.
        “A ligação a ser usada será sempre a de casa”, ai é? Porque não usar internet publica?
        “maneira de a “camuflar” é que já não é para qualquer um.” Não é assim muito difícil…

        Não tente desinformar…

      • Hugo says:

        O tuga sabe sempre tudo e opina sobre tudo, não sabe é fazer 🙂

  4. Ruan says:

    “Jovem hacker” são anonymous! Na verdade são Skids a tentar destruir páginas de Internet que não interessam a ninguem, cuidado que o menino fez um “deface” a uma página de um governo, agora eu pergunto-me alias eu e muitos outros.

    Será que essas pessoas importantes querem saber de uma simples página de Internet? Acham mesmo? O que é isso para eles? A sério, é tão óbvio a resposta é não lhes é nada.

    Se vão “hackear” façam-no de forma melhor, o pessoal quer é documentos, coisas sigilosas que o apertem até a garganta, não simples websites.

    Até entenderem que modificar sites ou invadir-los de nada serve e não causa nenhum estrago, até lá continuaram a cair que nem patinhos

    *ANONYMOUS* COOF COOFF vou-me rir..

  5. Alvega says:

    “32 detidos”, porque falam somente do “menino” ?
    Calculo que vários dos detidos, sejam umas “sumidades”, das que passam a vida a PAVONEAR as suas capacidades, nos foruns e talvez até por estas bandas. Alguém propõe, que lhes seja dado emprego, eu sou contra, isso apesar de ser pratica comum é branquear \ justificar um CRIME.
    Deveriam ser muitos mais a ir “dentro”, pois assim talvez se evitasse mais uma noticia; Hoje:
    “Computadores do Instituto da Defesa Nacional atacados por “hackers””

  6. miguel says:

    nao e bem assim … a ja 2 anos que andava a ser investigado.. 1 no meio de milhoes ? vao longe

  7. José Rodrigues says:

    A vergonha no meio disto é em 2017 ainda existirem organismos públicos e privados sem métodos de bloquear ataques DDoS.. Que nódoa.

    • Carlos Alberto Teixeira Fernandes says:

      Existem organismos públicos sem métodos de bloquear ataques DDoS porque os responsáveis não são nem nunca serão responsabilizados.

      • José Rodrigues says:

        Eu não acho que os responsáveis devam ser responsabilizados criminalmente, mas tal como acontece no privado, deviam ir para o olho da rua sempre que metem a pata na poça.

  8. hacker_dois says:

    mesmo em vez de apanharem esse da PJ que sao e sempre serao corruptos. bandidos. um rapaz que so quer mostrar o que nos escondem pois eu agradeco a estas pessoas por conseguirem mostrar um pouco do que o estado esconde… pois ainda ha muita corrupcao e ainda nao viram nada….

  9. Rafael Cardoso says:

    Deviam era prendem os gajos que metem com informáticos desses serviços a receber milhares, mas que nem sabem arranjar um problema do computador.

    • Hugo says:

      Assaltam-te o carro e mandas prender o fabricante? Ou o mecânico? Que sentido faz isso?
      Vamos supor que essa lei ia avante. O que iria acontecer quando fosses comprar um PC seria algo do tipo:
      -Vendemos mas sem garantias e qualquer responsabilidade…se não quiser construa um você mesmo.

  10. Sebastian says:

    Hacker que usa o ip lá de casa e deixa rasto, não é hacker… é burro!

  11. Nuno says:

    Eu com 16 anos mal sabia instalar o crack nos jogos eheh

  12. Oscarwyze says:

    Em vez da pena de prisão podiam era ensinar o miúdo a usar a inteligência para combater este tipo de actividades.

  13. camt says:

    Erro de principiante, quando se faz coisas destas nunca, mas nunca são feitas na nossa casa.
    É uma regra sagrada.

    • Nuno F says:

      Estas 100% correto mas alem disso o rapaz se fosse minimamente inteligente disfarçava os passos que dava e assim nunca era encontrado…. just saying

      • Sebastian says:

        O Pai Natal não existe. Pensares que estás a camuflar o teu endereço ip e ninguém vai chegar até ti é uma cena muito à século XX, mas não te esqueças que já estamos no século XXI. Se calhar foi o erro do puto.

    • viriato says:

      Apoiado,
      Usa-se a net da biblioteca/net do café da esquina/net do shopping e vai-se rodando, mas NUNCA o acesso de casa nem de nenhum familiar/amigo.
      E já agora, usa-se um pc comprado no OLX e nunca um que foi comprado com o nosso cartão multibanco.
      Script kiddies…

      • Hugo says:

        Ena, estás um hacker feito.
        Basta procurar no OLX por “hacker laptop” LOLOL (sim, tem que ser laptop para consumarem a pirataria na net do café.
        Pensem um bocadinho. Neste mundo nada é infalível. E no dia em que o for vamos ter um grave problema.

      • APereira says:

        Hoje em dia (e ainda bem) a maioria dos hotspots vao pedir para te autenticares, por telefone, conta google ou facebook… se um hotspot nao tiver essa proteccao algo está muito mal e quem deveria de ir preso é quem o disponibiliza.

        Qualquer maneira, acabei por me rir quando referes usar um computador que nao tenha sido comprado com o nosso cartao multibanco e referes comprar um através do OLX como opcao.
        Desde quando é que os dados de um computador ficam associados ao teu cartao multibanco quando o compras?A maioria das lojas nem o numero de serie do equipamento associam a factura…

  14. Nuno Santos says:

    O rapaz era curioso nas andanças e se calhar la conseguiu algo fraquito e a PJ agora alega que é hacker xd.

  15. D. Afonso Henriques says:

    ir para um lugar com wifi publico sem autenticação, usar uma proxy para aceder a um pc no cu de judas, que usa uma proxy para aceder a outro pc, e depois usa mais uma proxy para aceder a outro pc…
    e todas as vezes que fizer isto, viajar uma quantia >= 300KM do ponto publico antigo, sem manter padrões nos lugares públicos que esteve…
    sempre que acabar o que tinha a fazer, rebentar e queimar discos e bla bla bla, e deixar no lixo mais próximo do lugar publico onde fez, para não levar vestígios para outro lado …

    é suficiente? hahaha

    ps: Não entendo nada disto xD

  16. CMatomic says:

    La esta continua-se a utilizar a palavra hacker de forma errada , todo por causa de um filme dos anos 80 , e a partir dai , o jornalistas começaram a utilizaram a palavra de forma errática , hacker na realidade não é um indevido que pratica crimes , mas sim alguém que modifica software ou cria novo software .

    • Amilcar Alho says:

      Agora em Português, SFF.

      • CMatomic says:

        Já não é a primeira vez que certos Indivíduos insultam-me aqui no pplware , talvez possam bloquear o ip deste toni .
        Em Portugal existe muitos bons escritores na politica , é o pais que temos .

        • CMatomic says:

          obrigado “O seu comentário aguarda moderação.
          16 de Março de 2017 às 16:02”

        • Vítor M. says:

          CMatomic ele não te insultou, usou um trocadilho com o teu avatar…. se é útil o comentar dele, eubtenho a minha interpretação é tu tens a tua, mas isso não impede de tu poderes exprimir o que te vai na alma. Não ligues 😉

          PS: se fores insultado, diz-me, são logo postos no lugar, a ti ou a qualquer pessoa de bem que ca esteja.

  17. Fairwind says:

    Só por curiosidade e de alguém ter disto isto: “Deviam era prendem os gajos que metem com informáticos desses serviços a receber milhares, mas que nem sabem arranjar um problema do computador” … Fez-me lembrar a TRETA de Departamento informático das Finanças que há 2 dias que não consigo tirar a declaração de Retenção de IRS/I.Selo de 2 empresas que sistemáticamente dá erro do servidor da treta deles…
    “Error 500–Internal Server Error
    From RFC 2068 Hypertext Transfer Protocol — HTTP/1.1

    Só há bocadinho consegui tirar uma, a outra anda “perdida” ainda no erro.

    • Fairwind says:

      Sistematicamente e não Sistemáticamente … 😛

      Os complementos de modo não levam acento (existe pelo menos uma excepção)… 🙂

      • SSP says:

        Fairwind. Escreve-se “exceção” e não “excepção”. O “p” desaparece com o novo acordo ortográfico.

        • APereira says:

          Nao fui eu que escrevi a frase acima, mas escreveria da mesma forma porque…foi assim que me ensinaram a escrever Portugues na escola e é assim que vou escrever o resto da minha vida.

          • Batto says:

            Desculpa mas é dificil ler o teu comentário e não dar a opnião, não sei se tens carta ou sequer se conduzes, mas vou apenas usar este exemplo.
            Imaginemos que tens mais de 25 anos e ja tens carta desde os 18, a forma como te ensinaram a fazer rotundas é diferente da atual. Mas vais continuar a fazer rotundas MAL porque quando andas-te na escola de condução foi assim que te ensinaram ?
            Se todos tivessem essa mentalidade de que a lingua não pode evoluir ainda estavamos a escrever latim.

            Não leves a mal o comentário.

            Bom dia e bom fim de semana

    • Sebastian says:

      É o sistema que está contra ti não é o informático. O informático não sabe que versão de java da treta tens instalado. Um informático que recebe milhares e que não sabe arranjar um problema do computador, calculo que estejas a falar do “teu” computador 😉

    • CCF says:

      Estas a usar chrome, certo? tenta com Internet Explorer que dá à primeira…

  18. Bruno Jesus says:

    Andam aí putos de 16 anos sem educação nenhuma a agredir fisicamente outras crianças (o que lhes pode trazer traumas que lhes vão certamente afetar a qualidade de vida) e estes inspetores vão atrás de um puto que fez uns ataques de DDoS, assim se vêm as prioridades destes senhores.

    Se este menino pode ir preso até 5 anos os outros deviam de ficar presos por muito mais tempo.

    • Carina Alexandra says:

      Quem disse que os outros ficam impunes e este vai para a prisão? Porque é que acha que se deve fechar os olhos a alguns crimes e investigar outros? Não faz sentido nenhum. Crime é crime, quem o comete deve ser punido, nos termos da lei. Se o jovem de 16 anos não tiver cometido mais crimes, a penalização será leve e dificilmente vai para a prisão, e alguns casos pode-se até fazer trabalho comunitário (algo bastante útil, não se é aplicável neste caso), mas terá de pagar. A lei aplica-se a todos e é para cumprir, por todos.

      Aliás, mais facilmente um jovem que agride outro é punido do que alguém que pratica cibercrime. Obviamente, é mais fácil descobrir e provar uma agressão. Um cibercriminoso minimamente inteligente consegue passar despercebido mais facilmente.

  19. Victor F. says:

    Emprego garantido já ele tem, aqui ou nos States.

  20. Claudio says:

    Esperaram que o rapaz tivesse 16 para o prender…é assim que funciona a nossa justiça…

  21. Daniel says:

    Sao todos os maiores mas quero ver quantos rapazes 16 anos fazem sabotagem informática e acesso ilegítimo a dados neste pais … com 16 anos …. com esta idade muitos tao é preocupados em passar a missao no GTA ou discutirem se o PES e melhor que o FIFA e ja pensar na próxima capa do FIFA 18 …

  22. Godlike says:

    Com 12 anos eu já programava php e javascript, talvez melhor do que agora e pertencia, inclusive ao desenvolvimento de alguns trackers bittorrent. Não sei qual o espanto…

    Agora, concordo com alguns de vocês, não acho justo um “script kiddie” ser chamado de hacker…

    Antigamente, os hackers eram quem construía o seu próprio computador dos 0%, uma pessoa com conhecimento, não alguém que usava ferramentas já feitas.

    O propósito do grupo anonymous até é admirável, mas vamos a ser realistas povo… Script kiddie != hacker.

  23. Marcos says:

    Em Portugal pode ser preso com menos de 18 anos? Ou são crimes específicos?

  24. Alexandre Queiroz says:

    Vou vos contar uma história,
    No outro dia estava eu armado em cracker, comi uns 4 pacotes, umas x pessoas apanharam virus porque eu também o tinha e bateram-me à porta… Era o médico.

    Depois? Depois acordei.

  25. Victor F. says:

    Desconheço

  26. Fairwind says:

    Apesar de só se atingir a maioridade aos 18 anos, para efeitos penais somos maiores a partir dos 16 anos – pois já sem muito bem consciência que determinados actos que supostamente praticamos, são crime. Nalguns países essa “maioridade” penal até é bem menor.
    Mas tem normalmente atenuantes por serem jovens deliquentes em algumas situações até aos 21 até…

  27. Tc says:

    Acho piada que andavam em investigação deste jovem há alguns anos. Mas …..não andamos todos a ser investigados ? Começo a ver em todos os noticiários sobre bombista e não sei mais o que é todos dizem o mesmo “a polícia já andava no encalço há vários anos……”. Porra …XIu….acho que são eles 😛

  28. Mike says:

    Fiquei impressionado com a quantidade de Hackers (leia-se chico espertos, sabichões, script kiddies ou o que quiserem) que por aqui andam.
    Sabem tudo, utilizar a rede do vizinho, do MC Donalds ou da Biblioteca da escola … ensinam e explicam tudo com grande orgulho!
    Provavelmente aquele rapaz de 16 anos, também era aqui comentador e “ensinou” a quem não sabia …
    Parabéns ao diálogo inteligente e aos comentários sérios que aqui foram postados, quanto aos “professores” … não contem só com a vossa esperteza!

  29. Manuel says:

    Eu utilizo tudo isso na rega gota gota da mais água e menos problemas

  30. Manuel estudou na escola gamar says:

    Seria bom pegar no rapaz com essa informática toda e por o bicho a frente do Banco de Portugal

  31. Paulo Martins says:

    Deixem o rapaz em paz, ele merecia uma medalha por ser bom autodidacta de informática, não ir preso por ser curioso e inteligente. As empresas que se cuidem e tranquem as portas à casa, se um miúdo de 16 anos conseguiu invadir o website deles é porque estavam a fazer um péssimo trabalho, culpa deles, que contratem antes o rapaz pois parece ser mais competente. Um miúdo de 16 anos só faz estas coisas por curiosidade, desafio e diversão, só a nossa sociedade doentia para penalizar estas virtudes num jovem.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.