PplWare Mobile

Investigador mostra como quebrar o código do iPhone com força bruta [Vídeo]


Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. Spoky says:

    É uma vergonha a Apple não implementar um sistema de lock, onde bloqueiava após um numero de tentativas excessivas em menos de X ou Y tempo (diga-se minutos ou horas) bloquear totalmente o telemóvel. Isso não é dificil e é uma maneira de prevenir este tipo de ataque.

    Outra maneira seria bloquear totalmente o telemóvel, e para desbloquear ter-mos que conectar ao iTunes ou outro programa que a Apple tenha em mente, e desbloquear.

    Mas atenção isto só seria em caso de tentativas excessivas em curtos periodos de tempo ex: 50 tentativas em menos de 10 minutos.

    Não é assim tão dificil de resolver os ataques de força bruta, hoje em dia existem várias soluções. É imperdoável uma empresa como a Apple não arranjar uma solução para este tipo de ataque LOL.

    800-1200€ para não ter uma solução simples (venham la fanboys da Apple) excelente sistema, mas pelo preço temos que exigir mais e mais, afinal de conta estamos a falar de praticamente de 2 ordenamos mínimos (praticamente!)

  2. Mentecaptor says:

    “Eu suspeito que outros o vão encontrar – ou já o encontraram”
    Esta é a questão de fundo, até estas falhas serem tornadas publicas por estes “bonzinhos” e a Apple posteriormente as corrigir, já os “mauzoes” andaram a tirar partido delas há muito. Segurança informática é uma miragem, tentar convencer as pessoas do contrário é muito perigoso.

  3. PTdoNorte says:

    Todas as semanas é uma noticia nova da “magnifica” apple
    hahahaha

    • Spoky says:

      Tem que ser, quem paga 800-1200€ tem de ser informado da falta de segurança, e exigir o máximo dos reforços da Apple para os corrigir afinal de conta é um equipamento caríssimo, é necessário exigir muito dado ao preço que ele custa e custou.

  4. nkp says:

    alguns ainda têm a lata de dizer que é mais seguro que a b c ou d. mais uma vez ios não é perfeito como dizem as papoilas

  5. Miguel G. says:

    Não percebo como por USB conseguem enviar packets de entradas no teclado, o iOS tem uma shell tipo ADB?

    • joao magalhaes says:

      Looool, é ao contrário, o pessoal da Apple é que pensa que só os outros têm falhas.

    • Mentecaptor says:

      Nunca ouvi ninguém apregoar a grande segurança em Android. Já em ios… Enfim!

    • Toni da Adega says:

      Custa metade, se tiver metade da qualidade então é uma boa opção

    • Helder Vaz says:

      João esse artigo é muito interessante, acompanha outros tantos sobre outras marcas como a Samsung, Apple, LG, Huawei, HTC, etc…
      Eu pessoalmente nunca vou deixar de comprar o que melhor se adapta às minhas necessidades baseado em artigos do “bota a baixo”
      A tecnologia que usa a internet é complexa e requer algum conhecimento para ser usada em segurança, infelizmente grande parte das pessoas não tem noção dos riscos que correm e como os evitar…
      Sistemas de segurança perfeitos não existem, já ddiz o ditado que existe 1000 maneiras de fazer e 1001 maneiras de desfazer, por isso!!!….

  6. sakura says:

    Se 1 Eng. da apple não configura um servidor web correctamente!!!!!!! quando
    mudaram para amazon, S3, mais valia ficarem com os serviços da MS.
    https://medium.com/@jonathanbouman/how-i-hacked-apple-com-unrestricted-file-upload-bcda047e27e3

    isto não é para a apple…… acho que não são uns “amadores” Tim out.

  7. Nuno Silva says:

    Não consigo perceber, o porquê de não a Apple fazer uma parceria com a blackberry. Visto, que a própria Apple , diz que presa a segurança dos seus clientes.

  8. aRKAN says:

    é so a cia, fbi, PEDIR que a apple abre as pernas igual moças da luz vermelhas!

  9. int64 says:

    O tal investigador mais tarde reconheceu que atirou os foguetes para o ar demaisado depressa e tal não é relamente como parece. Basta consultarem o twitter dele, onde ele afirma que nem todos os codigos enviados são processados.
    “But Hickey tweeted later, saying that not all tested passcodes are sent to a the device’s secure enclave, which protects the device from brute-force attacks.”

  10. It says:

    Saudades da BlackBerry OS

    Ainda não ouvi muitos mimimi Acerca da segurança.

  11. SXAC says:

    Dou valor a este e a todos os hackers que descobrem estas tretas… Mostram empenho e dedicação…
    Já quanto aos fans e haters…

  12. Enfim... says:

    Para todos os ifans so digo o seguinte:
    Esta fail nem sentido tem. Devida executar o codigo, confirmar, e nao estando certo ir para o “counter”. Nao ha desculpa para uma falha destas.
    2o bloquear uma porta que afinal passam por cima disso… que raio de programadores sao estes?
    Mas a resposta da Apple a estas falhas e a melhor… remover a porta e ja esta.. assim ja nao acedem 😀
    E sim, a Apple pensou remover a porta do carregador no proximo iphone.
    Sao tao bons que a unica solução que veem e remover a porta 😀

    Sobre a treta de outros SO, pega na ultima versao do android e ve se ves tanta falha grave…
    E quero la saber a treta que nem todos os telemoveis usam a ultima versao, vamos comparar ultima versao dos OS e nao o que mais nos agrada

  13. AlexandreB says:

    Boas qualquer um pode falsificar um video como este! Basta ter um teclado Bluetooth ligado ao iPhone. Ele tem a definição de apagar os dados apos 6? Tentativas? Não interessa, ao meter a os mesmo digitos as vezes que quiser sendo sempre iguai (ex: 1 tentativa: 123456
    2 tentativa 123456
    3 te tentativa 123456…. Por ai) so ira contar como uma ou seja este video posso ser falso ou não.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.