PplWare Mobile

Depois da Huawei, DJI pode ser a próxima empresa afastada dos EUA


Autor: Maria Inês Coelho

Destaques PPLWARE

  1. Rui says:

    Para os mais distraídos, este é apenas mais um passo no guerra comercial que opôem EUA – China.
    Aliás, os americanos também atacaram interesses europeus e a UE respondeu (basta verem as coimas milionárias à Apple, Microsoft, Google, Facebook e por outro lado à VW, Deutsche Bank, …. até a nossa Navigator foi acusada e condenada a pagar dezenas de milhões de dólares de coimas).
    Esperamos que a guerra comercial não escale para uma guerra total e apanhe os mansos europeus com as calças nas mãos!!!!!

    • Vítor M. says:

      Sem dúvida, as retaliações começaram mesmo lá atrás, quando aplicaram à Apple uma multa pelos supostos impostos por pagar. Mas, na verdade, isto é o reflexo do descontrolo que o mundo chegou, umas empresas obtêm lucros nunca antes vistos, explorando os países, e isso está a preocupar (agora) os grandes. Antes, apenas preocupava os pequenos. Mas como agora a China está a atacar interesses americanos, os americanos estão a reagir. Vamos ver no que vai dar, mas é certo que os mais fracos pagam sempre o pato.

      • Rui says:

        Isto traduzido por miúdos, a superpotência da actualidade, não quer perder o 1º lugar para a superpotência em ascensão e que ameaça roubar o lugar aos EUA.
        Para já a China e os EUA só rosnam um para o outro, mas os estrategas militares acham inevitável uma guerra militar entre os 2 países em 15 anos.
        Eu “sintonizo” todos os dias o forumdefesa, porque os militares estudam este tipo de conflitos ao nível académico! E normalmente têem acertado!
        A nova rota da seda, não é mais do que um afrontamento aos americanos, porque os chineses precisam de colossais quantidades de matéria-prima e estão muito expostos a um bloqueio marítimo!
        Venha o próximo capítulo!

        • Miguel says:

          Sempre se falou na Russia, mas quem anda atento percebe que a China vai ser um problema bem Grande e que pode acabar na 3 Guerra Mundial.

          Alias eu nao vejo Russos em lado nenhum mas Chineses estao em todos os lados, so sair a rua que nos deparamos com eles e depois eles tem dinheiro espalhado pelo Mundo em areas importantes como em Portugal na energia.

          • Rui says:

            E é por isso que nos avisam e bem para termos olho fino, porque foi um grande disparate entregarmos a estratégica REN aos Chineses, a juntar ao BCP, Fidelidade, EDP…..
            E o Miguel já reparou em lojas chinesas em todo o lado? E os produtos que vendem é quase todo made in china? O que eles fizeram foi muito bem pensado, venham construir para a China com as vossas fábricas poluentes que nós recebemos tudo! Transformaram um país pobre em multimilionário!!!!
            O maluco do Trump o que quer ao fazer-se de amigo de Putin é ter a Rússia do seu lado!
            Entretanto e para quem está atento (os militares já desvendaram isso), a direita/extrema-direita americanas e Russas, tentam destruír a UE por dentro, porque é muito mais fácil lidarem com 50 países individualmente, do que com um colosso de centenas de milhões de habitantes!!!!

  2. Zé das Couves says:

    É lixado… tiraram fotos minhas e agora os chineses sabem quem sou..

  3. zedoido says:

    Claro, contudo a Northrop Grumman com os seus drones de vigilancia Global Hwak, pode operar pelo espaço aereo mundial a seu belo prazar e recolher todo o tipo de dados para os EUA.

    Estamos conversados América!!

  4. John Doe says:

    Isto acaba por ser bom, pois incentiva os países a serem auto-suficientes a nível tecnológico e não estarem 100% dependentes de um único país…

  5. MMario says:

    Então e os dados que as tecnológicas Americanas levam para os USA ?
    A China aprendeu com os USA como se faz e parece que agora não gostam da receita.

  6. Fixo says:

    Os EUA suspenderam por três meses as sanções à Huawei.

  7. Pedro says:

    Ainda bem que eu tenho um Parrot, mas pode ser que a Dji tenha um queda de preços e assim compre um DJI

  8. Martins says:

    Alguém já pensou se a China responder da mesma forma aos EUA? No caso da Apple que tem os seus smartphones a serem fabricados na China…

  9. Mannextdoor says:

    A culpa é dos estados que não protegem a economia. Por exemplo no Brasil não há chineses.
    E tudo o que é importado é muito penalizado com impostos , desmotivando investidores compradores. Além de fortalecer sua economia a ser autosustentável

    • Matheus Santos says:

      Brasil tem tanto chineses que logo passam os japoneses de São Paulo. “Made in China” é a segunda frase que uma criança aprende.

    • Ricardo says:

      Não sei se isso é verdade ou não mas a ser acho muito bem que se dê preferência aos produtos nacionais!
      No entanto nem todos os países são como o Brasil, nem todos têm a diversidade do Brasil nem tão pouco a população do Brasil. O Brasil tem tudo para ser um dos países mais ricos do mundo e para isso basta verificar a sua extensão territorial, têm espaço para fazer tudo tudo… bastava talvez um governo em condições que levasse isso avante e que não colocasse os interesses próprios à frente dos interesses do país…
      Seria bom todos os países serem auto sustentáveis no entanto se assim fosse não haveria economia circular como existe nem tão pouco a Inglaterra estaria tão preocupada com o Brexit (uma das grandes preocupações deles é mesmo as importações e exportações pois os mesmos, individualmente, não têm acordo com nenhum país).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.