Quantcast
PplWare Mobile

Grupos de privacidade pedem investigação ao negócio Whatsapp

                                    
                                

Autor: Hélder Ferreira


  1. quim says:

    TELEGRAM MESSENGER is the answer.

    Mais tarde ou mais cedo todos vão mudar. Quanto mais não seja, quando o whatsapp começar a ser pago.

  2. André says:

    E depois passa a ser o Telegram comprado pelo Facebook porque começará a ter mais utilizadores que o Whatsapp…

    • Sérgio says:

      Volta-se a mudar para outro “Telegram”. Se as pessoas fossem mais inteligentes e se preocupassem mais com isto, esses monopólios não seriam a mesma coisa. As pessoas são o núcleo e sem elas não existiriam.

  3. El Lentinho says:

    hangouts.google.com

  4. Filipe YaBa Polido says:

    Isto o que era giro, era uma alternativa tipo Diaspora.
    Cada grupo de pessoas criava o seu servidor de mensagens, que se interligassem entre eles, tipo jabber?!
    Com encriptação e open-source para que toda a gente pudesse ver o que se passa.
    Desta forma, não era só uma única empresa/entidade a suportar os custos que deve ter um sistema desses (do que me lembro, o Telegram teve quebras por não terem equipamento para lidar com a avalanche de utilizadores).
    Não sei se estou a dizer asneira 😐 😐

    • Sim o Telegram ficou inoperacional durante algumas horas por não ter capacidade para lidar com as centenas de novas contas por segundo que tiveram.

      A tua ideia de se criar servidores próprios tem as suas vantagens, mas a desvantagem é grande. O bom do WhatsApp é que basta teres o nº de telemóvel do contacto para conseguires falar com ele (basta que ele tenha o app instalado).
      Sobre a tua ideia, os contactos teriam de ser convidados e deixaria de ter o eu interesse e usabilidade.

      • Filipe YaBa Polido says:

        Não me expliquei correctamente quando comparei com o Diaspora.
        Vamos por partes:
        Uma coisa é a empresa X suportar os custos de servidores na cloud para gerir um serviço com as dimensões do Whatsapp, Telegram ou outro.
        A ideia que esbocei, seria de facto haver uma entidade “responsável” pelo hub principal.
        Neste hub, seriam publicados os servidores de cada comunidade.
        Cada comunidade tratava do seu servidor.
        A gestão dos utilizadores pode ser feita na mesma no principal ou de outra forma qualquer.

        No IRC por exemplo, pegando na rede PTNET, tens uma unica rede PTNET, não existe a PTNet de Aveiro ou a PTNet do Algarve, correcto?!
        O teu nick, é “universal” na PTNet, não és o Helder na PTNet de Aveiro ou o Ferreira na PTNet de Algarve.
        O sistema seria da mesma forma, entendes?!
        Aliás, agora vendo bem, o IRC se calhar é o melhor exemplo.
        Na PTNET tens nodos de universidades, de ISPs, etc, correcto?!
        A ideia assentaria neste principio, cada universidade ou grupo de amigos, poderia criar o seu server e “linkar” aos restantes.

        Para o end-user, tal como no IRC, bastava-lhe registar o nick/número de telemóvel. Independentemente do servidor ao qual se ligasse, teria sempre acesso aos restantes.
        Aqui a questão é só a redução de custos, e ser mais “open” e “resistente” que as restantes alternativas.
        Não sei se me fiz entender agora?!
        Cumps.

      • Filipe YaBa Polido says:

        Esqueci-me de referir uma coisa. Disseste que o bom do WhatsApp é precisar apenas do nº de telf.
        Mas isso é a parte mais simples no meio da ideia toda (no post anterior).
        A aplicação trataria de tudo pelo utilizador.
        Lê o nº ou pede ao user, valida por SMS, tal como faz o Whatsapp, e regista-o na base de dados.
        Mais uma vez, tal como no IRC, se registares o nick no nodo do Algarve, continua a ser o teu nick se entrares por Aveiro.
        Escusado será dizer, quantos mais nodos, mais estável/fiável seria a rede.
        Ter apenas 2 ou 3 a suportar as mensagens todas + fotos + voz + qualquer outra funcionalidade era demasiado.

        • Ah, assim já percebi a tua ideia. 🙂

        • Leiriaaa says:

          Boas.. ja tinha pensado em fazer isto com um grupo de amigos. se te quiseres juntar deixa ai o contacto 😉

          • Filipe YaBa Polido says:

            Heyas,
            claro que sim, mas não vou deixar aqui.
            Algum admin pode enviar o meu mail aqui ao colega Leiriaaa ?
            Obg.

          • Filipe YaBa Polido says:

            Já agora, que dizes de contactar os OPs da PTNet, podia-se usar a infraestrutura deles, até porque aquilo anda meio morto 🙁
            Já lá vai o tempo que os canais estavam à pinha 🙂
            Se formos a ver, só precisamos de um bom frontend, fácil para o end-user, que use o protocolo IRC de forma transparente.
            Tens:
            Canais de comunicação (as salas)
            Envio de fotos (DCC)
            Mensagens em tempo real
            Alerta de “amigos” online (o Notify)
            etc…
            etc… para q reinventar a roda se podemos apenas meter-lhe um pneu mais bonitinho 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.