Quantcast
PplWare Mobile

Grupo Anonymous declara guerra aos terroristas

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. LP says:

    Se as autoridades francesas tivessem sob escuta os meios de comunicação usados por estes terroristas e assim tivessem conseguido evitar estes ataques, não teria valido a pena, em troca do risco de serem “espiadas” pessoas “inocentes” e/ou nem sempre com intenções “legais”?

    • Bruno Coimbra says:

      Defender a liberdade com invasão de privacidade e consequentemente a liberdade à privacidade….parece-me um pouco contra-senso diria eu!!!!

      Mas pronto já seria de esperar.

      O q m preocupa mais n é o atentado q ocorreu, mas sim o que vai resultar dai.
      Nos USA o atrasado do Trumph postou no twitter que se em frança tivessem o direito de andar com armas isto n aconteceria…isto para justificar o porte de arma la na terra dele

      O apoio á extrema direita, nomeadamente no facebook da LePenne aumento 300%….medo

      O PM britanico vem assim reforçar a sua ideia de proibir o livre circular no espaço europeu….

      Isto caminha para um mundo onde vamos viver em jaulas e mordaças pq tem todos medo de combater verdadeiramente o terrorismo

      “Aqueles que abrem mão da liberdade essencial por um pouco de segurança temporária não merecem nem liberdade nem segurança”.

      • LP says:

        Não é o direito à liberdade, mas à vida, pois eles foram mortos e não presos, por outro lado, privacidade e liberdade também não são a mesma coisa.
        Qual seria a tua sugestão então para defesa das pessoas? Se as autoridades não conseguem defender as pessoas, têm de ser elas a fazê-lo, e assim surge a questão: devemos dar mais poder ás autoridades para (de modo controlado) conseguirem prevenir estas situações ou devemos dar mais direitos ás pessoas para que se possam defender individualmente, naturalmente com difícil controlo sobre a forma como o fazem, ficando portanto dependentes do livre arbítrio de cada um?

        • Nuno Vieira says:

          Sim, dar armas ás pessoas é mesmo a solução. Alias até se vê o resultado nos EUA em que os crimes violentos usando armas de fogo é bem maior que em qualquer outro país da Europa. Armar as pessoas não é a solução.

          Invadir a privacidade também não é solução. A privacidade é um direito humano. Se não daqui a pouco fecham-nos em celas sobre a desculpa que estamos mais “seguros”.

          A solução é muito simples. Os EUA e a Europa que deixem os países islâmicos em paz. Enquanto continuarmos a intervir ilegalmente nestes países nunca teremos a paz.

        • Pedro says:

          É,pelos vistos para alguns ou milhares, chegámos ao tempo em que já querem trocar sua liberdade pela invasão da privacidade, ou seja, viver é mais importante que a privacidade.

        • Bruno Coimbra says:

          Liberdade é vida…e privacidade é uma liberdade, viver amordaçado e controlado não é viver, alguém controlar e decidir o que posso ou não fazer. Se isso é uma realidade que a ti não te incomoda estás no teu direito é uma liberdade tua (vês outra liberdade, há mais liberdades do que tu pensas)

          As questões que tu colocas não de resposta fácil se fossem já se tinha acabado com mts conflitos. Mas posso garantir que colocar armas nas mãos das pessoas n vai resolver nada, basta olhar para o pico da civilização como eles gostam de se chamar e la na terra do tio Sam isto é o pão nosso de cada dia, e não é preciso terroristas islâmicos…os putos do secundário tratam de fazer o mesmo pq alguma gaja lhes deu com os pés….

          • LP says:

            Não, vida e liberdade são coisas diferentes no contexto que tu quiseres e privacidade é outra coisa também diferente das anteriores.
            Se tiver de correr o risco de invadirem a minha privacidade para ver garantida a minha liberdade, para não ser feito refém – como foram ou para não ser morto – como foram, parece-me um bom compromisso. Antes um vivo espiado que um morto livre e “privado”, mas cada um sabe de si. A questão é na verdade de questão fácil, a partir do momento em que rejeitas uma hipótese de resposta e portanto só te sobra uma. É preciso fazer os compromissos certos para viver em sociedade da forma mais livre possível, incluindo liberdade de expressão; não te esqueças é que a liberdade tem limites e a tua liberdade termina onde começa a dos outros. Diz-me tu que direito tinham aqueles terroristas à sua privacidade, sendo que esta foi (ab)usada para terminar com a privacidade, a liberdade e a vida de inocentes?

          • Alfie says:

            @LP
            Esses foram os argumentos usados para validar a existência e a continuidade de 40 anos de ditadura em Portugal. E vê o resultado.
            Se queres viver assim já não é só contigo mas comigo e com os que não querem aceitar tal coisa.
            É que de ditadura tive que chegou!
            Liberdade é vida e vida é liberdade.

          • LP says:

            Alfie:
            Não misturemos as coisas, não misturemos ditadura com democracia e liberdade com libertinagem.
            Pergunto-te (também) a ti, defendendo a liberdade e a privacidade destes indivíduos, o que acontece à liberdade daqueles que foram feitos seus reféns e mortos? Defender liberdades sem limites (i.e. libertinagem) é irracional.

        • Bahh says:

          Se os cartoonista agissem corretamente não se teriam colocado em apuros em primeiro lugar! Pelo menos não por aqueles motivos.

          Para agir corretamente é preciso saber o que é verdadeiramente correto, logo é isso que cada um individualmente deve procurar saber e fazer por si.

          • LP says:

            A religião foi apenas uma desculpa para lançar o terror, nada mais; de qualquer das maneiras, nada justifica aquelas acções covardes, nada justifica o terrorismo.

          • Bahh says:

            O LP só diz isso por desconhecer a verdadeira Justiça, que não se compadece com a opinião humana! Ou cumprem a verdadeira Lei ou acabam por ter de sofrer as consequências!
            Andar a gozar com o Criador e com seus excelentíssimos filhos, e ainda com Maomé, ou outras pessoas que estiveram ou vierem a estar presentes na Terra enviadas pela Luz terá sempre consequências já aqui ou quando chegarem ao além, quem pensa que não, é um mero ignorante, que ou abre os olhos ou irá pelo mesmo precipício abaixo, e por sua exclusiva responsabilidade.
            A ignorância não é desculpa, a informação está ao alcance de quem realmente quer tê-la.
            Aqueles cartoonistas foram mortos a tiro, mas não duvide, quer seja natural ou não a sua morte, quando chegarem ao outro lado (que muitos nem acreditam existir, como os ateus por exemplo) é que o verdadeiro sofrimento vai começar.
            O tempo do fazem o que querem e ficam se a rir está a terminar… tem livre arbítrio, mas têm de colher o que escolherem… bom se escolheram bem, mau se escolheram erradamente… e esses cartoonistas de meia tigela escolheram o pior dos caminhos e nenhuma pena tenho desses tristes.

        • Ru1Sous4 says:

          Se o uso de armas para nos defender-mos a nós próprios como é pratica nos EU, pq é que a taxa de homicídios deles é superior a nossa, não estariam eles mais protegidos?

          A vigilância que compromete a privacidade das pessoas n é solução, pois se fosse, o atentado de Boston não ocorreria sendo que programas como o PRISM ou o Dishfire estavam operacionais na altura.

      • Nuno says:

        Concordo e subscrevo. Só uma pergunta. Como pensas combater contra um inimigo q esta escondido em todas as esquinas? Um inimigo que na teoria não existe nada de concreto?

        Eu apelo para que todos os grupos hackers que lutem pela liberdade e se juntem. Uma das formas de os atraso e tirar comunicações com o mundo. Adorava ver isto ir pra frente.

        • Nuno Vieira says:

          Já alguma vez te questionaste o porquê que estes povos têm que recorrer a este tipo de manobras? O exército destes povos são irrisórios quando comparados com estas super potências, logo só existe uma forma de lutarem, que é esta. Querem paz que deixemos de meter o nariz onde não nos é chamado.

          • Marcelo Teixeira says:

            É sério isso? Basta então deixar-mos eles lá,quietinhos? Não percebe que são fanáticos? Que seu ‘deus’ os obriga a caçar-nos como ‘infiéis’?

          • Nuno Vieira says:

            Deixa de ser preconceituoso. Eu já fui a alguns países árabes e a ironia é que foram talvez os países mais hospitaleiros que alguma vez visitei, e também o mais aberto à minha cultura e inclusiva a outras religiões. A imagem que tu tens deles é algo que te é metida na cabeça pela comunicação social. Vai um dia a um país árabe e vais ver que absolutamente nada corresponde ao que a televisão e os jornais passam.

            Mas pronto tu pelos vistos achas que um povo não tem direito a lutar pela soberania do seu povo. Estilo como o povo Palestino. Na tua opinião deviam ser todos exterminados porque estão a lutar pela soberania da sua nação. E claro que isso é um crime muito grande. Nós é que estamos certos a entrar por muitos países e a dizimar-los. A colocar governos corruptos para mantermos o controlo do petróleo.

          • knom says:

            as pessoas são ignorantes mas deixa.. papar o que a telivisão diz é queé bom e faz bem a mente…

            quando descobrirem a verdade já vai ser tarde..
            os eua matam tudo e todos e ainda são chamados de “herois”
            é estupido… mas prontos, vou calar-me

          • LP says:

            Nuno, o problema não são os árabes nem os muçulmanos, são os terroristas, sejam de onde forem. Repara que eles acabaram por matar muçulmanos também, que princípios são afinais os seus? Armas contra “lápis”? Que luta desigual é esta? Eles não lutam por religiões nem por países, mas apenas pelo terror em si, por isso são terroristas.

          • Nuno Vieira says:

            @LP
            Lol, lutam pelo terror em si! Sim é o que a televisão diz, logo tem que ser verdade. Eles lutam desta forma porque é a única forma que têm para lutar. Se algum país como os EUA invadisse Portugal, como é que ias lutar o invasor? Conflito directo? Eras esmagado.

          • LP says:

            Nuno, não vás por aí…
            Armas contra lápis e vassouras (pelos vistos até o pobre do sr. da limpeza foi chacinado), não é mais que terrorismo. Raptar centenas de raparigas na Argélia não é mais que terrorismo, ou será a única maneira de lutar contra o forte armamento argelino? Será que a única maneira é fazer explodir um miudo de 10 anos numa escola?
            Será que os fins justificam os meios?
            Ideias muito perigosas…

          • lmx says:

            E será que melhor maneira de parar o terrorismo é matar milhares de crianças nesses Países??

            é que depois vem a conta para pagar…
            É apenas um bilhete de ida-sem volta!

      • lmx says:

        pois…lá está…

        Já há até muitas teorias da conspiração sobre este acontecimento trágico no sentido de a França justificar com isto, uma ida para a guerra…que eles há já algum tempo tanto anseiam(pelo menos dito pelos seus representantes em alguns Países onde teem a sua esfera de influencia).

        Sobre este acontecimento em concreto, concordo contigo, que o pior é mesmo o resultado…

        Vai-se reflectir em muita coisa má…

        Apesar da Marie le Pen andar a ver se “apanha” alguns pássaros para as eleições, tem tido declarações, um tanto contraditórias…tendo em conta o socialismo e a democracia…

        Assusta-me um pouco, algumas coisas nesta extrema direita, e a democracia, como a conhecemos, apesar de já ter decaído muito…vai-se notar uma degradação muito maior…

        O futuro não parece muito risonho…

        • Bruno Coimbra says:

          Mas alguém tem duvida que há interesses nestes conflitos, os países que maior desenvolvimento registam são os países que vão para guerras, atenção a conjugação do verbo “vão” é mt importante, pq os que recebem as guerras geralmente são completamente dizimados.

          Mas poucos reparam, na verdade já n temos liberdade, nem liberdade para ver que ja n temos liberdade!

        • int3 says:

          EUA eram capazes de matar o “seu proprio” povo, mas a frança nunca ia fazer isso.
          Se quisessem fazer isto os gajos nunca tinham feito o que fizeram. Bastava matar aqueles 12 e nunca mais faziam nada. Mas fizeram, reféns. Acabaram por morrer. Ou seja, pouco provável que tenha sido o governo francês. muito pouco provável.

        • LP says:

          As teorias da conspiração do costume…
          Achas que o governo ganhou popularidade com esta demonstração de insegurança generalizada para os seus cidadãos?

          • lmx says:

            O problema é que estes atentados dão uma desculpa, a unidades do mais obscuro que há para começarem a funcionar…

      • JFMoreira says:

        + 1.000.000.000

      • jorge santos says:

        Ou vamos ter de andar armados, que é preferível.

        • Nuno Vieira says:

          Olha para os EUA para ver se é uma medida positiva.

        • knom says:

          cala a boca… andar armado para que? para um dia alguem que não esteja nos seus dias tire a arma do carro e comece a matar assim? e começar um tiroteio assim?
          acho estupido o vosso conceito de segurança e de liberdade e privacidade
          voces europeus são gananciosos não gostam uns dos outros e são tapados pela ignorancia….

          queres andar com armas sai daqui, vai para os eua….

          • knom says:

            ps..
            voces as vezes dão um bocado de nojo por serem tão mesquinhos e por outras coisas mais, não mudem a vossa mentalidade que não é preciso

          • lol says:

            É qe nao ser legal andar com arma. Significa que nao andem milhares com arma. E qe podem num dia como tu dizes “nao estarem nos seus dias” e materem na mesma, quer seja legal ou nao o porte de arma. Que eu saiba os “maus” tem smpre acesso a armas. Quem se lixa sao os “inocentes” vao lhes atirar umas cadeiras à fronha, quando entrarem pela tua casa e quiseres defender a tua familia com algum objecto, contra alguem com uma pistola por exemplo

          • Nuno Vieira says:

            @lol
            Não, não signifique que não exista pessoas com armas. Mas significa que é um número bastante mais reduzido e quem for apanhado com arma pode ser julgado.

      • JoaoAraújo says:

        Sensato!
        Limitar a liberdade é o objectivo de quem fez este ataque.
        Não permitamos que estes inimigos da Civilização ganhei!

        • Wachrno says:

          wat… andar com armas… n faço ideia como chegou a esta sugestão que na minha opinião na faz qq sentido…. se é permitido andar com a armas só facilita a que mais situações destas aconteçam… torna-se mais fácil adquirir armas… que tanto é bom para terroristas como para a pessoa comum… -.- (além d que um terrorista vai ter treino intenso em como usa-las e as pessoas comum só se vai desenrascar)…
          Voltando ao assunto para mim as pessoas cedem na privacidade… vamos deixar claro… eu não me importo de ceder na privacidade se tiver a garantia de que todos os meus dados só serão vistos em caso de situações criminais e afins… e n terão acesso livre dentro da organização que os obtem… Com isto torna-se possível reduzir estes casos de terrorismo e afins…
          MAS vão haver sempre retardados a lembrar-se e fazer uma bomba caseira e meter num sitio qq… é impossível prever/impedir tudo isso a n ser que estejamos num ambiente tipo minority report… e isso dispenso :3…
          Agora não me venham é com bora permitir armas ou invadir paises pq este atentado representa o fim do mundo tal como nós o conhecemos -.-“… ja deitar uma bomba na casa dos chefes da organização… se calhar… :3

        • Nuno Vieira says:

          No entanto ninguém fala sobre o James Risen um jornalista Americano que muito provavelmente vai ser preso por escrever um artigo sobre a NSA. O caso tinha prescrevido em 2009, mas depois lá veio o Obama, aqueles defensor da paz renovar o caso. Existe também o caso de Judith Miller outra jornalista que esteve presa.

          Ou seja, só temos liberdade de expressão e liberdade de imprensa se escrevermos criticas sobre as nações oponentes, se criticar-mos a nossa podemos ir preso.

          • Wachrno says:

            Opahhh… mas aí… liberdade de expressão é um mito :3

          • lmx says:

            é verdade Nuno,

            Não só ninguém fala da repressão nos EUA, como ainda pior…toda a gente esconde!

            Nas tv’s passa uma imagem de tudo ok, que são os maiores, etc…mas o podre da coisa não é mostrado, e nenhum País tem coragem para o fazer…

            Mesmo assim, onde ainda vejo mais artigos que expõem a podridão Americana, é mesmo na Rússia… eles fazem-no por motivos óbvios, mas para mim o que importa é o conteúdo…

            O snowden é outro caso..nenhum País o acolheu, a não ser a Russia..no entanto muitos “as escondidas” o teem requisitado para ir a esses Países dizer o que ele sabe sobre a maquina de espionagem os os EUA teem sobre eles…mas é tudo as escondidadas…porque caso contrario …é represálias…este mundo está uma P*rra!

      • Wachrno says:

        wat… andar com armas… n faço ideia como chegou a esta sugestão que na minha opinião na faz qq sentido…. se é permitido andar com a armas só facilita a que mais situações destas aconteçam… torna-se mais fácil adquirir armas… que tanto é bom para terroristas como para a pessoa comum… -.- (além d que um terrorista vai ter treino intenso em como usa-las e as pessoas comum só se vai desenrascar)…
        Voltando ao assunto para mim as pessoas cedem na privacidade… vamos deixar claro… eu não me importo de ceder na privacidade se tiver a garantia de que todos os meus dados só serão vistos em caso de situações criminais e afins… e n terão acesso livre dentro da organização que os obtem… Com isto torna-se possível reduzir estes casos de terrorismo e afins…
        MAS vão haver sempre retardados a lembrar-se e fazer uma bomba caseira e meter num sitio qq… é impossível prever/impedir tudo isso a n ser que estejamos num ambiente tipo minority report… e isso dispenso :3…
        Agora não me venham é com bora permitir armas ou invadir paises pq este atentado representa o fim do mundo tal como nós o conhecemos -.-“… ja deitar uma bomba na casa dos chefes da organização… se calhar… :3

        Ups queria ter feito a resposta no comentario de cima…. Dx

        • Bruno Coimbra says:

          No momento em que cedes na privacidade de livre vontade não podes reclamar sobre como eles vão usar a informação. Tu cedes-te, tu deixaste recolher informações sobre a tua rotina diária sobre os teus gostos, sobre tudo, os critérios de como e quando usar essa informação serão sempre duvidosos e manipuláveis, nada os impede de dizer que tu es suspeito e para vias das duvidas foram analisar a tua informação…é valido, afinal tu cedeste essa informação n tens nada a esconder n é quem n deve n teme correcto ?! Tenho sido irónico pq um dos pilares da nossa sociedade é a prova da culpabilidade e n da inocência, nos somos inocentes ate provarem o contrario mas ao que parece preferem viver onde todos somos culpados ate provados inocentes.
          Isto é o que os terroristas querem, aprisionar os países.
          Quando atacam a liberdade a atitude a tomar é dar mais liberdade é reforçar essa liberdade n é guardar a liberdade numa caixa para não se estragar

          • LP says:

            Presumo portanto que não cedas nenhum dado teu para nada, nem finanças, nem serviços de água, eletricidade, gás, etc., nem hospitais…
            É que se achas que não regras para o uso da tua informação pessoal, então vivemos numa sociedade sem regras, é o caos generalizado! Estes alarmismos sem fundamentação não fazem sentido nenhum. Tenho acesso a informações privadas e muito pessoais (ou se lhe quiseres chamar, sensíveis) de muita gente (mesmo), no entanto, garanto-te que nunca abusei da mesma; esquecem-se os conspiracionistas que primeiro esta está salvaguarda pela ética profissional e se a mesma falhar, existem ainda mecanismos legalmente previstos para a protegerem, só pensa que isto é brincadeira quem nunca teve essa responsabilidade.
            Tens de entender uma coisa simples, a liberdade destes terroristas entra em confronto com a dos inocentes, fazem fronteira, e o que é preciso estabelecer são os limites das mesmas, para tirar a uns dás aos outros e vice-versa; vejo-te a defender a liberdade dos fulanos, mas diz-me lá, e a liberdade dos que foram feitos reféns e dos que foram mortos, ou das pessoas que tiveram de se refugiar em casa, dos pais que nem puderam buscar os seus filhos à escola, ficando em casa à espera do melhor, mas sempre receando o pior? Eram culpados de alguma coisa? Tiraram a liberdade aos fulanos no momento em que os acolheram e ás suas famílias no seu país e lhes cederam os mesmos direitos, na esperança de exigirem os mesmos deveres?

        • Wachrno says:

          Não acho que deva ser tudo ou nada como estás a dizer. Quando falo em ceder na privacidade, falo em por limites à forma como estes dados são acedidos e utilizados. E sim se houver suspeitas, não vejo pq é que eles n haveriam de aceder aos dados… é esse o ponto… a questão é que dps de eles analisarem os dados e concluírem que não (espero eu), não podem fazer nada com o que descobriram pq existem punições podem ir presos… eu sei que isto é parecido com um mundo ideal… mas acho que é o melhor compromisso entre as duas partes… é impossivel ter anonimidade total e conseguir prever estes ataques terrorista ou que o primeiro ministro roube milhoes… ou wtv… sem que haja um compromisso entre as duas partes…
          hmmm tudo depende de como olhas para a prova de culpabilidade… no final de contas o objectivo é saber se a pessoa fez aquilo ou não… se vez como a policia está tentar culpar ou ilibar… são perspectivas… agora sim, a partir do momento que a pessoa é suspeita, normalmente na opinião publica não existe esse termo… ela é culpada até que se prove a sua inocência…
          De qualquer das formas a liberdade smp foi um direito universal pelo menos d expressão… e o facto de teres a vida registada em algum lado não deve impedir de forma nenhuma a liberdade de cada um… claro está, que se a liberdade de cada um for contra as regras da sociedade, então aí não há nada a fazer… lá se foi a liberdade nesse assunto especifico…

      • abdul says:

        pois se queres viver numa jaula ,força .
        eu por mim ,tenho que sem segurança, não há liberdade ! eu não quero ser livre só na minha casa !eu quero ir onde quero e na hora que quero , se tiver de haver umas camaras na rua …quem não deve não teme ! antes morrer de pé que viver de joelhos !

  2. k says:

    Independentemente do que se ache deste grupo, há que admitir que são um força a ter em consideração. Num mundo tão informatizado haver um grupo que parece não ter grandes limites para fazer o que quiserem sem consequências, estes sujeitos são um inimigo poderoso.

    Pessoalmente sempre apreciei o que eles fazem (algumas mais que outras). Num sistema tão minado e corrupto como conseguem ser um governo e todas as empresas que o “patrocinam”, é bom saber que ainda há alguém que tem o potencial de manter um olho neles e em tudo que de encoberto se possa passar. Algo desta natureza obviamente que nunca poderia ser legal. Pode ser visto como uma perda ao direito à privacidade mas não é como se ela existisse para começar. O Snowden e todo o processo desenrolado já provou que a maioria de todos os países mais avançados invadem sem grandes escrúpulos a privacidade de toda a gente e mesmo quando foram descobertos nada aconteceu, nem um mero pedido de desculpa existiu.

    E, mesmo não sendo as pessoas mais politicamente correctas do mundo, é bom saber que os valores deles estão no sítio correcto quando interessa. Ainda podem vir a provar ser um aliado muito útil, embora provavelmente nunca oficialmente reconhecido.

  3. jorge santos says:

    Aqui está uma causa NOBRE dos Anonymous!!!

    Muito bem!!!

  4. Pedro G. says:

    Anonymous, Anonymous, Anonymous,Força…,defendam causas nobres sempre!!!

  5. 3m says:

    Diz o roto para o nu, – Porque não te vestes tu?

    estes agora também querem aparecer e dizer que são charlie

    São os terrorista da web que se escondem por trás de uma mascara a querer brincar com o fogo, este pessoal tem net porque o pai lha paga.

    Tão parvos são os anônimos como quem lhe dá cobertura publicando estas parvoíces

    – Escrito ao abrigo da liberdade de expressão – afinal eu também sou charlie e emprenho pelos ouvidos

    • João says:

      Olhe que se calhar ninguém lhes paga Internet tendo consideração os respetivos conhecimentos informáticos.

      Bons ou maus, é sempre bom ter ajudas num combate físico à integridade da sociedade. este grupo, pelo pouco que li, efetua ataques digitais nunca tendo danos, diga-se diretos, físicos contra ninguém. Já os terroristas, com ideologias bem definidas e sem nada a perder o fazem, sendo até complicado para as forças armadas os combaterem pois têm amor pela vida.

      Posto isto, é importante a ajuda de um grupo com tamanhas capacidades para auxiliar na intercepção de informação que poderá levar ao evitar de futuros atentados….

      • knom says:

        volta a ler a historia e percebo o que são os terroristas…
        eles so estão a retornar o que foi feitos na terra deles.. rtalhação
        voces é que não sentiram a retalhação da alemanha contra a europa(foi fria)

        • lmx says:

          verdade…

          os países que mais sofreram foi França e Russia..

          A Rússia viu morrer quase 33 milhões de pessoas…sim 33 milhões!!
          Parece mentira, mas é verdade.

          • Ambrósio says:

            Não sei o queé pior, se os 33M de soviéticos que morreram na guerra com os alemães ou os 20M que morreram com as purgas de Stalin.
            Morrer numa guerra é mau, mas intrínseco à guerra. Morrer às mãos do meu representante em quem eu confio como chefe só porque tem medo que lhe faça sombra é bem pior.
            E os números nem são assim tão diferentes.
            Até o Trótski achava o Stalin um bocadinho exagerado…

          • lmx says:

            Existem diferenças…

            Morrer numa guerra que não se quer, e que é um invasor a força-la é do pior.

            Mas morrer num País onde o Presidente não é sequer cidadão desse País deve ser revoltante!

            De qualquer forma, é mau, ninguém quer morrer!

            O Stalin defacto abusou demasiado, o trosky foi “apunhalado pelas costas”, e Lenin também ( a quando da sua morte ), o Stalin arranjou um esquema para esconder o testamento de Lenin, onde se lia que Lenin queria o Stalin afastado do Poder, pela sua Ganancia de Poder imaginavelmente exacerbada…

            A União Soviética tinha desde 1920 e picos talvez para a frente produzido muito cientista, tecnologia impensável para a época…

            Mas a medida que estas pessoas se tornavam famosas, e de alguma forma perigosas para o Stalin…pura e simplesmente desapareciam 🙂

            este problema parece uma coisa sem importância…o problema é que quando a Alemanha queria invadir a Polónia mostrou-se muito importante…

            A tecnologia Russa não estava a par com a Alemã 🙂 os cientistas que desenvolviam os rockets para lançar para o espaço no futuro e outra tecnologia de ponta, que podia ser um “game change” para a União soviética, não acompanhava a Alemã( ao passo que uns anos antes, há documentação que diz que os Soviéticos lideravam nesses campos..Presumo que no final da Governação de Lenin….).

            A União soviética na altura teve que se curvar perante Hitler e invadir a Polónia também…no entanto o Stalin percebeu que afinal se calhar até davam jeito os cientistas 🙂

            E dai para a frente em cerca de 2 anos a União soviética trabalhou duro…quando se desentendeu com a Alemanha..a Alemanha claro fez aquilo que já se sabia…invadiu a União Soviética…mas ai eles já estavam a espera e melhoraram muito os seus tanques de guerra e aviões, na guerra de Kursk a Alemanha levou uma coça…mas com pesadíssimas baixas para os dois lados…

            O Stalin, também teve coisas boas.
            Conseguiu manter a coesão na altura de maior privação dos Soviéticos!

            http://www.northstarcompass.org/nsc1312/stalin.htm

            Por exemplo na Libertação Racial nos EUA… 🙂 parece mentira, mas sim…foi ele que ajudou a libertar os primos do Obama 🙂
            Ninguém no mundo contribuiu mais para a Libertação racial Americana que ele 😉
            Ele abominava a depreciação racial!
            Como sabes na União soviética a quantidade de raças e religiões é grande!
            Não sei se era por estar habituado a ideia…?!
            como é que alguém que defende causas nobres com devoção…ao mesmo tempo limpa milhões de pessoas inocentes…tipo “just for fun..”…

            pois os Americanos lá longe não eram perigosos…tirando isto não entendo!

            Há aqui qualquer coisa que me escapou até hoje…e como não sei Russo, sou obrigado a ler muita propaganda ocidental por ai…quando gostaria de ler artigos históricos sobre o assunto…mas… e saber ler Russo? 🙂

            Ora bolas..

      • Julio Ribeiro says:

        Isso…vamos “patrocinar” e “louvar” a iniciativa altruísta dos “deuses” cibernéticos mascarados…E quem sabe eles não se sentem ainda mais “poderosos”. Acontecia muito isso no jardim de infância, ou seja, quando o joãozinho brigava com o pedrinho, o zezinho era seu melhor amigo. depois, o zezinho brigava com o joãozinho e já não era mais tão amigo assim…E que se fo#am os fundamentalistas de ambos os lados.

  6. Rafael says:

    este video parece-me falso, até porque é uma máquina a falar e não uma pessoa.

  7. Jorge Soares says:

    Vida e liberdade de pensamento, são direitos sagrados.
    A democracia não é compatível com a miséria, logo, a origem de todo o tipo de terrorismo, é política.
    É necessária uma resposta que nos faça crescer a todos, não proteger o ovo da serpente, quando uma pessoa não tem nada está disponível para tudo.
    O governo Português esfrega as mãos de contente com as noticias francesas a ocuparam os meios de comunicação, porque assim ninguém comenta o terrorismo que pratica diariamente contra os portugueses, despojando-os dos direitos fundamentais deixando-os morrer por falta de assistência médica, matam os reformados à fome porque lhe retiram o que lhes pertence, vejamos o descaramento do secretário de estado e da saúde ao dizer que existem 6 milhões de portugueses isentos de taxas moderadoras, afinal existem 6 milhões de pobres!, e mais, a maioria esmagadora dos que pagam taxas moderadoras, onde me incluo desistiram da saúde por não poder suportar as taxas este terrorismo mata muita gente; existe no planeta terra um exército de pessoas sem esperança de vida, para quem o futuro é uma página em branco; A terra é linda, matam-se por ela, já cá estava antes de nós e estará depois.
    São necessárias pessoas com capacidade de neutralizar a bomba e com respostas para as perguntas.

  8. Palu says:

    ate que enfim mexem um dedo por uma coisa decente

  9. Bruno Coimbra says:

    Muito sinceramente n sou charlie coisa nenhuma, já cansa e é de mau tom ver todos a usarem esta frase para ganhar pontos, basta ver um qualquer telejornal português ou mesmo na assembleia a palhaçada que foi, pq aqui quando alguém fala do que não deve é logo amordaçado, e no resto dos países do ocidente o mesmo acontece basta ver os imensos jornalistas que á conta dos escândalos de wallstreet ou dos escândalos de NSA foram silenciados ou então o mais famoso wikileaks. A liberdade é muito bonito de defender mas poucos são os países que realmente a praticam.

    O verdadeiros terroristas mts vezes encontram-se dentro de portas e usam gravatas, ou alguém acredita que nos países onde nem pa comer tem, nem infraestruturas existem conseguem sempre ter os gajos armados ate aos dentes…em que fabricas é q eles fazem mesmo as kalash ou as granadas ou os morteiros?? nasceram nas arvores??? debaixo das areias daqueles desertos imensos?? Não! Alguém forneceu alguém produziu e entregou..pq?? pq há mais interesses nestas guerras do que vivermos todos em paz…a paz n dá dinheiro.

    • knom says:

      +1
      eu sei quem foi mas não digo quem é, não vou dar spoil aos ignorantes
      os eua é quem mais ganha dinheiro com armas e drogas mas prontos
      eles não querem saber, a informação que é “dada” na telivisão é manipulada… (isto foi-me dito por um ex-jornalista de um dos grandes canais)
      agora pensem

    • LP says:

      Depois do ataque, (quase) toda a gente ficou chocada, consternada, revoltada e surgiu a forma de manifestação do “Je suis Charlie”; as pessoas pegaram nessa forma como forma de manifestarem esses sentimentos, mesmo sem entenderem bem o significado da mensagem; pouco depois começaram a surgir os “contra-corrente”, que por ignorância também do que significa a mensagem, do porquê das pessoas a adotarem em massa, ou simplesmente por mediatismo, criticam os primeiros e a coisa até resultou.

  10. Andrew says:

    Há muita coisa que está escondida por detrás destes ataques…..eu só não percebo é que estes gajos já estavam referenciados por atos e conduta impróprios de um ser humano normal, até ja foram condenados por barbaridades, e como é possivel deixa-los a “solta” sem seguir o rasto deles, ja parece Portugal para com a violência doméstica, o fdpiiii vai a tribunal e leva uma pena de nao se aproximar da mulher mais de 500m e depois o que acontece…..morte da mulher…..
    Para condenar este ataque temos que condenar tambem muitos outros ataques dentro de nossas portas portas….. Só assim conseguimos fazer a diferença!!!
    Cumprimentos, bom fim-de-semana!!

  11. Ambrósio says:

    Finalmente uma coisa útil feita/a fazer por estes tipos.
    Se fizerem muitas ações destas, mesmo que de uma forma um pouquechinho ilegal, terão todo o meu apoio.

    • knom says:

      só vou apoiar estes tipos quando fizeram algo tipo o snowden… eles tem mais poder que ele para fazer coisas assim.. mas eles ganham com isso por isso

      • Ambrósio says:

        Tudo qe sirva para desmascarar fantochadas e atrocidades é bem-vinda. Sejam elas americanas, europeias, russas, chinas ou árabes.
        Até agora estes tipos apenas mereciam o meu desprezo. Há algum tempo anunciaram que iam expor os pedófilos. Apoiado. Ainda não vi nada, mas vamos dar-lhes tempo.
        Se começarem canalizar os esforços para ações destas, e deixarem-se de ataques parvos, terão o apoio de muita mais gente.

  12. Bahh says:

    Morrem milhares de pessoas nas estradas todos os anos, os governos roubam quase tudo o que o povo produz, cada um anda a proceder mal na vida em praticamente tudo e estão preocupados com uns assassinos que gritam umas frases.

    Para os ignorantes, todos os países, incluindo Portugal, e certamente a França tem serviços secretos que andam a espiar todos os conteúdos e interligações… eles tinham as informações sobre eles… não é por falta de informação, mas sabe-se lá quantos mais milhares de potenciais assassinos tem França!
    Lembrem-se nem todos os assassinos usam meios eletrónicos, já o famoso Osama não usava a Internet onde estava, nem telefones, pois sabia muito bem (por experiência própria) que os serviços secretos conseguiam aceder a todos os sistemas e iriam logo descobri-lo.

  13. Roberto Silva says:

    Os governos deveriam-se preocupar mais era em controlar certas coisas, mas não por vezes preocupam-se com piratas aqui, piratas ali,e os verdadeiros piratas enquanto os governos se preocupam com certas coisas menos importantes, o mais importante que é a segurança e a defesa da liberdade dos seus povos, saem dos países vão treinar lá para fora, regressam aos países e com certos atos bárbaros, julgam que amedrontam as pessoas, mas esquecem-se que o efeito é contrário a isso, as pessoas ficam mais unidas, pois a liberdade será sempre defendida. Os meus sentimentos às famílias de todos os que faleceram nestes atos covardes.

    • Bahh says:

      Covardes? Foram lá pessoalmente e havia polícia no local a proteger… logo covardes não foram! Se tivesse metido uma bomba, realmente sim.

      Seja como for, não podem os cartoonistas pensar que gozam com Maomé ou com outros similares enviados pela Luz, e que lhes correrá sempre tudo bem. Os que morreram e estão no além, quando se libertarem do corpo físico, é que vão sentir o que os espera… e não é bom! Pode haver gente que seja assassinada e seja inocente, mas os cartoonistas não foi o caso.

      • LP says:

        Irem de cara tapada, de metralhadora, atacar jornalistas de lápis na mão e depois fugirem para se esconder e ainda matarem à queima-roupa um policia ferido, deitado no chão, desarmado e fazer reféns que não têm nada a ver com nada, matar muçulmanos, que comungam da sua fé, não é nada covardia, é de homem!

  14. Nuno says:

    Lol, devem estar a tremer de medo de meia dúzia de putos borbulhentos agarrados a um computador na cave dos pais…

  15. Jorge Mateus says:

    Discurso do 1º Ministro Australiano à comunidade Muçulmana

    Aos Muçulmanos que querem viver de acordo com a lei do Sharia Islâmico foi-lhes dito muito recentemente para deixarem a Austrália, no âmbito das medidas de segurança tomadas para continuar a fazer face aos eventuais ataques terroristas.
    Aparentemente, o Primeiro Ministro John Howard chocou alguns muçulmanos australianos declarando que apoiava agências-espiãs encarregadas de supervisionar as mesquitas da nação. Citação:

    ‘ OS IMIGRANTES NÃO-AUSTRALIANOS, DEVEM ADAPTAR-SE. É pegar ou largar ! Estou cansado de saber que esta nação se inquieta ao ofendermos certos indivíduos ou a sua cultura. Desde os ataques terroristas em Bali, assistimos a uma subida de patriotismo na maioria do Australianos.’
    ‘A nossa cultura está desenvolvida desde há mais de dois séculos de lutas, de habilidade e de vitórias de milhões de homens e mulheres que procuraram a liberdade.’
    ‘A nossa língua oficial é o Inglês; não é o Espanhol, o Libanês, o Árabe, o Chinês, o Japonês, ou qualquer outra língua. Por conseguinte, se desejam fazer parte da nossa sociedade, aprendam a nossa língua!’
    ‘A maior parte do Australianos crê em Deus. Não se trata de uma obrigação cristã, de influência da direita ou pressão política, mas é um facto, porque homens e mulheres fundaram esta nação sobre princípios cristãos, e isso é ensinado oficialmente. É perfeitamente adequado afixá-lo sobre os muros das nossas escolas. Se Deus vos ofende, sugiro-vos então que encarem outra parte do mundo como o vosso país de acolhimento, porque Deus faz parte da nossa cultura.’
    ‘Nós aceitaremos as vossas crenças sem fazer perguntas. Tudo o que vos pedimos é que aceitem as nossas e vivam em harmonia e em paz connosco.
    ‘ESTE É O NOSSO PAÍS, A NOSSA TERRA, E O NOSSO ESTILO DE VIDA’. E oferecemos-vos a oportunidade de aproveitar tudo isto. Mas se vocês têm muitas razões de queixa, se estão fartos da nossa bandeira, do nosso compromisso, das nossas crenças cristãs, ou do nosso estilo de vida, incentivo-os fortemente a tirarem partido de uma outra grande liberdade australiana: ‘O DIREITO de PARTIR.’ ‘Se não são felizes aqui, então PARTAM. Não vos forçamos a vir para aqui. Vocês pediram para vir para cá. Então, aceitem o país que vos aceitou.’
    Antes de escreverem qualquer tipo de comentário tentem saber o que é o islamismo, sharia, Maomé e o que aconteceu depois da sua morte. Aqui ninguém sabe do que fala. Não sou a favor o uso das armas mas que se deva espiar as pessoas, sites ou coisas suspeitas isso sim. Quem não deve não teme!!!

    • knom says:

      a midia destorce tudo… e muito bem destorcido
      quando coisas que eu ouvi e quando vi a verdade não era nada assim….

      então os eua… ui, esses são os piores

  16. Tavares says:

    Foi impressão minha ou,não cheira a esturro quando a imprensa diz:”…Foi possivel identificar um suspeito,porque ele,deixou o passaporte no banco do carro!!!!”
    Faz-me lembrar quando os americanos deitaram as 3 torres abaixo,onde o aço derretia com tanto calor mas,(espantem-se) ,foi encontrado um passaporte no meio dos escombros!!!
    O que eu quero dizer com isto (não quer dizer que esteja correcto) é que no estado actual do mundo,vale tudo!!!E,não me admiraria nada que ,por trás destes massacres,não estejam outros interesses em jogo!!!

    PS-A mulher mais rica do mundo,segundo a imprensa,é nigeriana!!! Tá tudo dito 😉
    Cumprimentos

    • lmx says:

      Também já tinha lido assim como outros por ai 🙂

      De facto…os futuros ataques teem que ser planeados com mais inteligência e disfarçarem um bocadinho mais…que se não ficam logo a descoberto 🙂

      e se conjugares todos os acontecimentos que se passaram nas semanas ante dos ataques…chegas a uma conclusão “esquisita”. 😉

  17. Inzayn says:

    eu so nao concordo plenamente com estas manifestaçoes devido ao morrerem na europa uma duzia de pessoas… mas quando morreram 200 CRIANÇAS no paquistão ninguem veio para a rua… é um pouco hipocrita em reagirmos apenas qd nos bate a porta…

    com o escalar da coisa prevejo um 3ª guerra mundial onde aliados dos estados unidos vs terroristas extremistas no mundo em paises como por ex afeganistao, paquistao, siria, iraq, irao etc

  18. Roberto Silva says:

    Nuno
    essa meia dúzia de putos, são capazes de fazer mais estragos do que alguém com armas na mão, e só fala assim quem não sabe o que diz.
    Esses foram covardes e covardes é pouco. Nada se justifica aqueles atos, em que morreram INOCENTES. Quando as coisas acontecem aos outros fala-se de uma maneira, quando nos toca de mais perto não se fala assim. Sejamos honestos. NADA JUSTIFICA AQUILO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.