Quantcast
PplWare Mobile

Google processada por disparidade salarial entre géneros

                                    
                                

Autor: Ana Sofia


  1. iSheepNot says:

    Inteligência não tem género. Solução para um problema não tem género. Conhecimento ou capacidade cerebral não está preso a um género. Muitos dos grandes marcos na Ciência, nas mais diversas áreas, são conquistas de mulheres.

    Há mulheres, muitas mulheres, e cada vez há mais, que trabalham mais do que muitos homens nas mais diversas áreas. Os resultados são comprovados e reconhecidos pelos homens. Então porque é que a mulher não recebe o mesmo que os homens? Se é para elas receberem cerca de 20% menos do que os homens, então a carga horária deveria ser reduzida de igual forma.

    Essa forma de pensar que muitos defendem já é obsoleto. Há homens que pouco ou nada fazem mas recebem balúrdios.

    • Técnico Meo says:

      primeiro facto errado: ” muitos dos grandes marcos na Ciência, nas mais diversas áreas, são conquistas de mulheres. ”

      Por acaso não é, mas esse pensamento divisionista é que me preocupa.

      Não consigo perceber certos celeumas hoje á volta de países ocidentais. Nos últimos 4 postos de trabalho que tive, as chefias, a maior parte, eram mulheres. Nunca ninguém andou com estes arautos da desgraça.

      Preocupa-me sim os direitos das mulheres nas sociedades do Islão e as mutilações sexuais femininas nalguns países africanos. Criar postos de trabalho com base em quotas raciais / género é de um retrocesso intelectual grotesco.

      Igualdade também no acesso massivo ás mulheres na construção civil, na industria pesada e no minério também .

      E por fim , também igualdade nas listas de soldados mortos em Guerras em defesa das nações.

      Se é para ser justo é para ser justo, e não justinho á medida da saia.

      • PORTUGAL says:

        E as mutilações genitais masculinas ?

        • Rodrigo says:

          quais mutilações genitais masculinas??

          • Nightingale says:

            A circuncisão masculina não é considera uma mutilação oficialmente, embora seja algo questionável. Os benefícios médicos são uma piada do ponto de vista lógica, para além de serem baseados em estudos feitos em locais sub-desenvolvidos. (e não, não venham com os argumentos das IST’s, nem do cancro peniano, são estudos em populações com escassos hábitos de higiene, grande parte devido à pobreza em que vivem) Vamos dizer a verdade, é a continuação de um costume, muitas vezes ligado à religião e que é uma ótima forma de ganhar dinheiro para alguns. Então sim, do meu ponto de vista, uma alteração corporal PERMANENTE não consentida, por mais mínima que seja, pode sim ser considerada uma mutilação. Se uma agora se lembrassem de amputar os lóbulos da orelhas a todas as crianças que nascessem não era uma mutilação? Benefícios médicos? Nenhum. Então sim, era uma mutilação. Ou ía ser mutilação no caso das raparigas e não no caso dos rapazes? Deixo apenas isto para pensar. Como devem imaginar, em muitos países é feita sem anestesia e não me parece que seja algo confortável… e mesmo quando é feito sem anestesia muitas vezes é feito a bebés que ainda não cresceram e decidiram se querem ser ou não submetidos a uma cirurgia inútil que apenas vai alterar a sua morfologia. (E não, a circuncisão não é a única forma de tratar da fimose fisiológica nos bebés, por isso não me venham com tretas)

            Por isso vamos chamar o nome correto, é sim uma mutilação e quando é feito em países subdesenvolvidos é uma forma de TORTURA feita em bebés ou crianças, assim como a circuncisão feminina. A única coisa que muda é que os homens continuam a sentir prazer, enquanto as mulheres não. Mas a curto prazo é extremamente doloroso para ambos.

      • Tadeu says:

        quer isso dizer que antes das mulheres puderem receber o mesmo salário, têm que primeiro morrer numa guerra?

      • Rodrigo says:

        ainda bem que tiveste 4 chefes que eram mulheres mas tens de perguntar se elas tinham o mesmo salário que os homens na mesma posição. Teriam?
        ‘E disso que estamos a falar.

        Td resto que falas ‘e mesmo para desviar atenções ‘a questão actual dos salários.

    • lapizazul says:

      Se uma mulher trabalhar ou for capaz de produzir o mesmo que eu por hora, sou totalmente a favor que recebam o mesmo!

    • jorgeg says:

      -100 la por ocupar o mesmo cargo nao quer dizer que tenha as mesma capacidades, nao quer dizer que tenha a mesma ificacia de proditividade, nao quer dizer que tranbalhe as mesmas horas,…
      Tenho um colega de trabalho HOMEM ambos fazemos o mesmo trabalho e eu GANHO MAIS.

      Numeros, estatisticas,… quero ver antes de dar ouvidos talvez a meia duzia de malucas e ja agora malucos beta males!

  2. PORTUGAL says:

    Esta cena deu me sono

  3. SANDOKAN 1513 says:

    Ora,ora.Há-de ser sempre assim.Até parece que inventaram a roda.Os homens hão-de ganhar sempre mais que as mulheres,praticamente em todo o lado.Se concordo ?? Claro que não.Mas que se vai agora fazer ??

  4. Tony says:

    Para a mesma função e senioridade não deveria haver diferenças.

    Não falta mulheres que trabalham bastante bem, no entanto há sempre quem tente não fazer nenhum. Porcentagem superior em relação aos homens (também tem muitos baldas).

    Agora estrangeiros a trabalhar em Portugal, existe uma grande porcentagem que não faz nem quer fazer nenhum. E se forem mulheres ainda pior. Para piorar tem muito estrangeiro “vendido” como o super sumo da coisa e não passa de um impostor.

    No geral, o teletrabalho só veio agravar e mostrar que existem pessoas que só querem receber no final do mês e progredir (aka aumentos) sem ter experiência e mostrarem trabalho para isso.

  5. MCakaZim says:

    Concordo plenamente que não deve haver diferencas salariais entre generos. Mas também deve haver igualdade de oportunidades e de obrigações. Onde trabalho penso haver uma maioria de chefias mulher, e não há diferencas nos vencimentos entre géneros. Mas a realidade é que os homens têm de deixar a ideologia machista como as mulheres também têm de deixar de ter a de feministas. Vejo muitas mulheres também com ideia á moda antiga. Há casos onde trabalho onde as mulheres tentam rejeitar ou chegam mesmo a não fazer alguns tipos de trabalhos por serem “trabalho de homem”. Da mesma forma isso está errado. Mesmos direitos, mesmos deveres. homens e mulheres da mesma forma na tropa, nas obras, na cozinha ou em outro lugar qualquer e da mesma forma.

  6. JJ_ says:

    Sinceramente, ainda não consegui perceber como é que existe essa disparidade nessas empresas. Analise é feita como? Valor medio? Comparação direta? Valor global? Como?

    Depois vejo que isso na maioria das vezes recai sobre o altos cargos.
    Pergunto, um assistente CallCenter homem ganha mais que mulher? Não!
    Dizem: “Mas a diretora de um CallCenter ganha menos que um diretor de outro.” Ok. Mas será isso disparidade?
    1º Os CallCenter prestam exatamente o mesmo serviço?
    2º Se trocar os diretores, a remuneração mantem-se?
    3º Como é que os diretores chegaram a esse valor remuneratório?
    4º O Homem esta a mais anos que a Mulher na empresa?
    5º Como é que o Homem chegou a posição de diretor e como a Mulher chegou?
    7º Qual foi o percurso de cada um dentro da empresa?

    Isto são questões que nunca vejo serem avaliadas. O que vejo é que muitas mulheres depois da faculdade, querem ir logo para o cargo de topo das empresas. Enquanto muitos homens, tiveram de começar de baixo e evoluindo na carreira, dentro da empresa, para chegar a esse cargo.

    Ainda não vi um exemplo pratico e claro da existência dessa disparidade. Só vejo em numero globais, e isso para mim é vago.

    Atenção que acho que cada pessoa (não importa o género) deve receber o justo para a função que ocupa e o seu percurso profissional.

  7. Vasco says:

    O que interessa é o cérebro, pois é através dele que se geram mais valias. A instrumentação genital só é relevante na casa de banho e no sexo.

  8. lapizazul says:

    Gostava de saber o porquê de continuamente apagarem opiniões diferentes da Administradora…

  9. Guilherme Lino says:

    A Google não já tinha resolvido isso?

    “A Google gastou 9,7 milhões de dólares para mitigar as disparidades em 2018”
    https://pplware.sapo.pt/google/a-google-pagou-menos-aos-homens-do-que-as-mulheres-em-2018/

    E concluiu que havia mulheres em disparidade salarial, mas havia ainda mais homens nessa situação, a receber diferente de colegas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.