Quantcast
PplWare Mobile

Fujitsu anuncia um ultrabook só para mulheres!

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Marisa Pinto


  1. Pedro Domingues says:

    Quando lançam a versão só para homens?

  2. João Meixedo says:

    Um dia destes também sai uma Bimby só para homens…

  3. kekes says:

    Se fosse so para homens era machismo… eheheh

  4. Ana says:

    E porque raio alguma mulher com juízo ia querer algo só por ser “bonito”? Provavelmente vai custar um valor absurdo para o hardware que tem…

    • Marisa Pinto says:

      Eu iria querer o Johnny Depp 😀

    • Nuno says:

      Boa Resposta Ana !

      A Fujitsu – conhecida entre os especialistas entre os quais modestamente me incluo com os meus 34 Anos de IBM como a ” FOJE DISTO ” – é Mundialmente considerada ex-equo com a ACER as PIORES MARCAS de Computadores que existem e como já não conseguem enganar os Homens pois só uma pessoa não esclarecida os compra vêem agora suezmente tentar enganar as mulheres e a Ana teve a resposta exacta que esta geringonça merece !!!

      Felicito-a pela sua lucidez e pragmatismo !

    • Joana says:

      Concordo…
      Acho esta ideia muito parva, porque estar a descriminar que um PC é para homem ou mulher… Faziam-no e quem quisesse que comprava independentemente do gênero…
      Para além de que não é nada bonito na minha opinião…

      • pixar says:

        Mas vende!
        Quem vende pouco se importa com sexismos e outras guerras. Vende? Vende pouco, mas com a margem de lucro que tem, vale o investimento? Então produz-se!
        Eu concordo que estas “personalizações” são ridículas, mas apenas para quem as compra.

  5. pedro elias says:

    Três vivas a igualdade de géneros…

  6. Daniel Gomes says:

    Mas eles já existem à muito tempo! São os Sony VAIO!

  7. furious says:

    ahhh, não tarda que ainda ou ver na loja um portatil à venda só para o meu tareco, para ele brincar com o mouse e ir ao facebook conhecer gatas.

  8. JP says:

    Aquela coisa redonda é um rato? Ergonomia não lhe falta…. (ironic mode off)

  9. M.Manuelito says:

    São os chamados nichos de mercado, haverá mulheres que gostam e, se calhar, também homens…para fazer “pendant” com a pochete 🙂

  10. ed3lgon says:

    Por acaso ate que e giro. Este ultrabook e so pra homens que estao confiantes da sua sexualidade.

  11. Ze Pedro says:

    Branquinho para condizer com o resto dos electrodomésticos da cozinha.

  12. FemShep says:

    Esqueci-me por completo que nós, mulheres, somos seres delicados e fracos. Já perdi a conta o número de vezes que fiquei com as mãos todas feridas só de usar canetas regulares! Ainda bem que a BIC se lembrou de nós, finalmente, e lançou uma gama só para mulheres. Agora folgo em saber que a Fujitsu está a seguir o mesmo passo com estes computadores só para nós! O número de vezes que senti uma estranha sensação de coçar a minha área genital! Obrigada marcas mundiais, por se lembrarem de nós e como somos fracas demais para aguentar produtos totalmente normais como temos feito durante estes anos todos.

    PS: Sim, é ironia, acho completamente idiota fazerem distinção de géneros para produtos que se usam regularmente, só espero que não haja gente estúpida o suficiente para comprar estes materiais. Talvez assim os deixem de fazer.

    My name is Commander Shepard and I am dsappointed with humankind. Peace.

    • FemShep says:

      Anda uma pessoa a lutar pela igualdade social de géneros, e depois é esta m###a. I don’ want to live in this planet anymore.

    • T. Castro says:

      Eia, uma mulher não feminista com uma opinião bem próxima da minha. Completamente de acordo, para mim a única diferença entre o homem e a mulher é mesmo a forma como fazem xixi. Ah, e elas têm glandulas mamárias mais desenvolvidas. Não me levanto para dar o meu lugar a uma mulher, não sou mais “falso” (diga-se mais sorridente, ou farsamente mais delicado) com alguém só por ser mulher, nem tão pouco mais fico melindrado de ter uma Directora mulher. Tenho sim muita pena de ainda sermos muito machistas por natureza. Já no norte da Europa (que é há largos anos o melhor sitio para se viver NO MUNDO), há equidade de géneros. 50-50 em cargos de topo e vencimentos iguais (em média). O que eu vejo aqui (Portugal), é que grande parte das mulheres se vê mais que os homens, onde não só não é essa a realidade social, como ainda por cima têm atitudes prepotentes (logicamente que isto não é regra)

      • Joana says:

        Eu concordo e partilho as duas opiniões. Só quero é esclarecer uma coisa. Feminismo é pela igualdade de direito, não as mulheres serem mais do que o homens. Se esta ideologia é mal utilizada as vezes, não faz disso algo errado. E foi necessário chamar-se feminismo porque as mulheres realmente tinha muito menos direitos do que os homens. E se há mulheres achar/fazer isso que diz, são parvas e não feministas. 🙂
        Bom dia…

      • FemShep says:

        Eu sou feminista, querido. Tu é que não deves saber a definição e vais pelo que todos dizem.

      • FemShep says:

        E já agora, sexo não é definido pelo orgão sexual com que se nasce. Por isso podem existir mulheres que nasceram com orgãos genitais masculinos, e homens que nasceram com orgãos sexuais femininos. Género é algo mental, não físico.

      • Inês Shepard says:

        T.Castro, tenho notícias para ti. Concordo com rigorosamente tudo o que disseste e dou grandes aplausos a ti e ali à colega Shep. A grande notícia é que tu és completamente feminista e ainda não descobriste 😛 Machismo e feminismo não são dois lados da mesma moeda e nunca foram: feminismo é simplesmente um movimento que busca igualdade de géneros: nada mais e nada menos. Atitudes cavalheirescas como a do autocarro que referiste, estas “female exclusive” bullshit que vês neste artigo, qualquer coisa que garanta privilégios à mulher baseados exclusivamente no seu género, são atitutes completamente anti-feministas. Por isso, parabéns! És uma boa pessoa!:D

        • Marisa Pinto says:

          Só há uma coisa que não percebo.
          Se o feminismo busca a igualdade de géneros, porque não se chama ‘humanismo’, uma vez que se está a falar do ser humano em igual?

          Feminismo dá, no senso comum, uma ideia de uma abordagem superior do sexo feminino, e daí muitas pessoas caírem no erro de julgar.

          Humanismo seria, na minha opinião, o mais adequado 😉

          • FemShep says:

            Mas humanismo e feminismo tratam de duas coisas diferentes, enquanto que o feminismo é a equalidade SOCIAL dos géneros (male, female, transgender, genderqueer, etc), humanismo é a doutrina de o ser humano ter um papel mais importante perante todos os outros seres. Não trata da sociedade e dos papéis sociais impostos por essa mesma sociedade, aos géneros. Ambos os movimentos são compatíveis, mas tratam de coisas diferentes.

          • Marisa Pinto says:

            Continuo a achar que o nome é desadequado 🙂

            Sei que humanismo é um nome que já existe para denominar um conceito, mas deveria ser adoptado um que caracterizasse todos os géneros, o que não acontece.

          • FemShep says:

            Lá por não gostar do nome,não significa que o que disse é mentira. Agora não comece a chamar outro nome a algo que trata de um assunto totalmente diferente.

            Não digo que se deva juntar obrigatoriamente só porque apoia algumas coisas do movimento, mas duvido que o nome vá mudar, e a única razão que muita pessoa não gosta dele é por esterotipos concebidos por pessoas que têm medo de ver do que realmente se trata e que não fazem pesquisa. Eu já fui uma dessas pessoas até decidir ver porque raio havia tanto “drama” à volta dele.

          • Marisa Pinto says:

            Calma.. eu não disse que não gostava, disse?

            Não é adequado pois até é contraditório ao conceito. Se queremos a igualdade de géneros, porque não escolher um nome que evidencie tal?

            Sei, como já disse, que existe o Humanismo, mas referia-me ao nome, e não ao conceito (e espero que esta parte tenha ficado esclarecida). Pois um nome é a porta de entrada de algo, e nestas questões, quando dizemos feminismo, como podem reparar, há quem tenha uma ideia errada da abordagem que realmente é. Daí a minha opinião.

            Cumprimentos.

          • FemShep says:

            Se parecia que estava a ser agressiva, peço desculpa, não era minha intenção.

            Não concordo em mudar o nome, feminismo já fez bastante tanto para homens como mulheres.
            Antigamente, homens e mulheres raramente se juntavam ou falavam, tirando quando havia casamentos arranjados e what not. Feminismo foi quem deu volta a isso, foi quem disse basta. Por isso, apesar de naquela altura a igualdade social ser quase que nula, feminismo já tem vindo a lutar por todos.

            E há sempre ideias erradas do que não percebemos, existem outros movimentos para além do feminismo que levam bastante bash e pode-se dizer que algumas pessoas nem sabem do que estão a falar e dizem coisas destas porque ouviram outros a dizer então automaticamente associam a algo mau ou errado (Por exemplo, uma senhora americana chamou o Obama de comunista, quando lhe pediram para explicar o que era, ela disse que não sabia ou foi incapaz de explicar).
            Daí eu dizer sempre para antes de julgarem algo, para pesquisarem antes.

            Ninguém deve julgar o livro pela capa.

    • topplus says:

      Típico, uma mulher insegura com o complicometro ligado. É um raio dum computador, não gosta não compra.

  13. coiso says:

    Só p/ mulheres? só tem uma tecla? haha

  14. Carlos says:

    Ainda bem que não é nada estereotipado, com aquelas cores branquinhas e rosinhas, e com aplicações com informações importantes de dietas e horóscopos.

  15. Benchmark do iPhone 5 says:

    Na última imagem, o objecto redondo é uma caixa da maquilhagem ? Floral é o nome do aroma ? Não há outros ? Não se pode alterar as capas para condizer com a roupa ?

    Aqui ficam uns backgrouds 😀
    http://www.cherrybam.com/kisses-tumblr-themes.php

  16. Nuno says:

    Graças a DEUS a maioria das Mulheres que conheço e são muitas em 34 anos de IBM NÃO COMPRARIAM ESTA TRAQUITANA e sentem-se ofendidas por serem consideradas menores intelectualmente pois como diz a Ana acima, as caracteristicas são como é apanágio da FOJEDISTO fracas, o modelo é mais um brinquedo tipo MAgalhães mas para Mulheres !
    Ora as Mulheres são seres inteligentes, cultos, determinadas e que gostam de desafios e que não têem uma virgula de handicap a menos que nenhum homem a trabalhar pelo que se têem que usar um PC querem qualidade, eficiência, fiabilidade – coisa que a FOJEDISTO NUNCA TEVE –
    e desempenho e quando se sentam num PC fazem, não raro mais depressa e melhor que muitos homens trabalhos de elevada complexidade ! Só para dar um exemplo os ” criativos das agências de publicidade são Mundialmente esmagadora-maioritáriamente mulheres e movimentam uma area de negócios no Advertizing de Biliões pelo que um pczinho só se fôr para Barbies estúpidas porque as Mulheres não se revêem nestas mariquices !!!

  17. Apenas um simples comentário… simplesmente estupido… passa do funcional para o lixo do costume que estamos acostumdos em marcas que tem produtos de me* mas com preços de topo de gama… apenas por ter brilhantes? este mercado anda mesmo todo f*

  18. Christian says:

    Li os vários comentários, uns mais válidos do que outros (todos tem o seu valor tendo em conta o ponto de vista).
    Mas agora permitam-me colocar as seguintes questões:

    É crime desenvolver 1 produto em que foram tidas em conta as opiniões das Mulheres?
    Será também crime querer fazer uns “few extra” dólares com isso?

    A mim não me parece que seja…
    É 1 exercício de estilo direccionado para 1 nicho de mercado, e acredito que será uma aposta ganha.

    Não querendo ofender os/as “fun boys and girls” (estamos numa de igualdade de direitos) com a próxima afirmação.
    Com certeza se fosse 1 produto apresentado por uma marca com o logo de uma fruta trincada (que eu gosto e tenho produtos da mesma) certamente iria arrancar de muitos aplausos e rasgados elogios, como se trata de outro… é o que se viu.

    Num mercado tão carregado de produtos como é a informática o espaço para a inovação e diferenciação entre produtos é tão curta e difícil, é de louvar quem tem coragem de arriscar em fazer alguma coisa ligeiramente diferente para tentar vingar e manter os postos de trabalho.
    Se a estratégia de marketing foi ou será a mais correcta, isso são outros assuntos, agora questionar a validade do produto… acho que quer se goste ou não goste, são meramente opiniões, agora que é de louvar a ousadia, isso é.

    E se calhar a estratégia de marketing é bem mais elaborada do que se pensa, o certo é que se fala sobre o assunto com controvérsias ou não, mas fala-se… a Fujitsu quer se goste ou não é 1 dos grandes “players” mundiais da informática e está a fazer pela vida.

    A mim não me choca e certamente a muitas mulheres também não.

    E diz o velho ditado “gostos são gostos e não se discutem”.

    Esta é a minha opinião, concordo com os vossos pontos de vista, mas, há outros e cabe a todos pensar analisar e pensar 1 bocadinho neles.

    Cumprimentos,
    Christian Couteiro

    • Marisa Pinto says:

      Concordo.. A grande maioria dos produtos está diferenciada e isso não menospreza um e outro género.

      Exemplos de produtos:

      – Perfumes
      – Calçado
      – Roupa
      – Livros
      – Material Escolar (nomeadamente com imagens alusivas aos desenhos animados)
      – Os próprios desenhos animados
      – Mobiliário e decoração
      – etc

      Não acho que seja uma questão de machismo/feminismo, mas sim uma forma de satisfazer as necessidades, que não são as mesmas, na maioria do dois dos géneros.

      Uma mulher não fala como um homem, e um homem não se comporta como uma mulher.

      E se ainda para mais este computador foi concebido e idealizado por mulheres, decerto é porque acham importante a existência deste produto com estas funcionalidades.

      Machismo é quando numa noticia destas, há comentários como ‘para condizer com a cozinha’, isso sim é triste e retrógrado. É esse género de mentalidades que temos que eliminar e não a evolução/inovação de produtos 😉

    • Jorge Matias says:

      Christian, concordo com quase tudo o que disse menos a questão da Apple ( para quem ainda não tivesse adivinhado a marca a que se estava a referir ). Se a Apple tem sucesso é porque faz produtos que apelam a uma grande fatia do mercado não se focando exclusivamente em nichos apelando tanto a mulheres, homens, estudantes, trabalhadores, velhos e novos. Quanto muito a abordagem seria um pouco mais o que a Razer fez com o seu portátil de gaming Razer Switchblade.

      Concluindo, não tenho nada contra o produto e conheço gente que provavelmente o compraria mas realmente acho que a estratégia de marketing não foi a mais feliz.

      • Christian says:

        Jorge, não me referi à marca em questão para dizer que esta trabalha para nichos de mercado, a dita marca tem 1 espectro de mercado muito abrangente e quer mesmo ser de massas, apenas me referi a ela porque se fosse ela, a lançar este ou produto semelhante, arrancaria muitos elogios, mas como é outra… nada mais do que isso.
        Os produtos de nicho trazem valor acrescentado às marcas que os produzem, e a Fujitsu não foi a primeira nem vai ser a ultima. Lembro por exemplo a Volvo aqui à uns anos desenvolveu 1 projecto de automvél por uma equipa exclusivamente de mulheres com tudo aquilo que elas querem e valorizam num carro (fica o link do youtube do mesmo https://www.youtube.com/watch?v=XX4xFjZPezA)
        Cumprimentos,
        Christian Couteiro

  19. Jorge Rodrigues says:

    Só falta a aplicação para controlar o ciclo menstrual…

  20. FXX says:

    Aquilo é um rato?

  21. Luís Ferreira says:

    Boas, alguém sabe os preços??
    Tenciono oferecer um PC a minha Maria pois o dela queimou e ando muito indeciso.

    Cumprimentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.