Quantcast
PplWare Mobile

Em casa com o seu filho? Declaração para pedir apoio financeiro disponível

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Ferreira says:

    Das melhores seleções de imagens que já fizeram para uma noticia.
    Parabéns, e obrigado pela informação.

  2. Filipe says:

    É injusto estar a queixar-me de estar em casa a trabalhar com o meu filho enquanto os profissionais de saúde arriscam as vidas. Mas fazer teletrabalho e ter um bebé em simultâneo.. não é fácil.

    • Woot! says:

      O Governo deveria prever essa situação já que é uma situação criada por eles. É ridículo ter de estar em trabalho remoto e ter de cuidar de 1,2 ou 3 filhos e o governo estar-se a borrifar para isso.

      O que algumas empresas têm feito é “mentir” e dizer que o colaborador X não pode fazer teletrabalho e fica o problema resolvido, assim podem por baixa de assistência. De qualquer forma é uma falta de respeito e de consideração por esta GRANDE parte da nossa sociedade.

    • Woot! says:

      Ah e claro que esta opção envolve a complacência da empresa; que como é óbvio muitas não querem e não o vão fazer.

  3. lumia says:

    E sobre o novo layoff, sabem alguma informação? as pessoas vão receber no final do mês?

  4. Rui Patinho says:

    Eu meto os miúdos na avó para ficar a trabalhar a vontade. Ter 2 miúdos a correr pela casa e sempre a interromper é impossível para quem trabalha numa multinacional como eu. Admiro quem o faça no entanto, mas não tenho paciência

    • Woot! says:

      Para isso é preciso ter uma avó. Depois é preciso uma avó que esteja em casa e ainda é preciso uma avó que consiga tomar conta de miúdos. Hoje em dia poucas são as pessoas que têm filhos e uma possibilidade de por os miúdos na avó.

    • Jorge Carvalho says:

      Admito quem afirma publicamente que não tem paciência para os filhos.

      Abc

    • Pedro Gameiro says:

      visto que esta medida é para baixar o número de contactos para que não exista contaminação, mandar os miudos para a avó, ou para um jardim, deveria ser a última opção, percebo que trabalhar em teletrabalho com filhos não é fácil, estou a fazer essas tarefas desde Março, excepto os meses em que a escola teve aberta, mas tudo se faz…

  5. Daniel Oliveira says:

    Boas, pareceu-me que o link não está a funcionar!

  6. Diz quem sabe says:

    O Link não funciona (remete à mesma página)

  7. Anonimo says:

    Foi ontem aprovado o Decreto-Lei n.º 14-B/2021 que alarga o apoio excecional à família no âmbito da suspensão das atividades letivas e não letivas presenciais. Para quando um artigo com as novas regras?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.