Quantcast
PplWare Mobile

E a TDT? 93% das famílias portuguesas pagam por serviço de TV

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. PORTUGAL says:

    Imaginem pagar por televisão quando têm o YouTube, NetFlix e para aqueles que não querem pagar, MrPiracy e TopFlix.

    • AJ says:

      e a internet par ver o youtube e netflix, é gratuito? o netfliz é gratuito?

    • Test User says:

      Pagas por televisão e radio na factura da electricidade. Mesmo que sejas assinante , tens de pagar contribuição para o audiovisual . Neste país só são sabem cobrar impostos inúteis.

    • Jorge says:

      E um pacote de internet sem TV que compense? Por cá não existe.

      • Joaquim says:

        Meo gaming edition
        1.000/400 Mbps -> 40€ a mes (overkill na minha opiniao), mas não metem telefone fixo nem nada.

        • FJ says:

          Para que tanta velocidade se depois nem 1/10 vais usar?

          MEO
          200 canais
          net 500/100
          Telefone com chamadas ilimitadas para rede fixa nacional
          telemóvel com 7GB + 3500 minutos + 3500 SMS

          Preço: 39,99€
          Oferta de uma mensalidade e de um voucher de 120€

          • Fernando Damião says:

            Que pacote é esse? Nunca vi semelhante nas ofertas de nenhuma operador, nomeadamente da Meo!

          • TUGA says:

            Fernando Damião, este pacote é o chamado pacote de retenção, mandas pedido de rescisão e aguardas pela chamada mágica anónima… Acho que não há pacote melhor pelo preço.
            Já sugeri ao Pplware que falasse sobre como conseguir estes preços.

    • Pedro Gonçalves says:

      Topflix? Filmes dublados? Tas a brincar só pode

    • Há cada gajo says:

      Imagina tu que há um Portugal distante do teu onde vivem pessoas no limite da pobreza como muitos reformados com pensões mínimas que por vezes nem para a comida chega quanto mais para a renda da casa, água e eletricidade. Conseguem ver TDT, quando o consumo de luz está controlado…

  2. HUGO SANTOS says:

    Acho fundamental existir uma tdt e uma tv publica como a RTP. A RTP PLAY tem excelentes conteudos gratuitos, bem como os canais em directo especialmente o 2. Claro que poucos veem, porque essa oferta é mais abrangente no cabo e agora no online. Os Youtubes e Netflix da vida provocam o efeito bolha dos conteudos e há que haver alguém que nos proponha uma certa diversidade. Os privados SIC e TVI não tem que ter essa missão, a RTP sim. Em inglaterra ninguém questiona a BBC.

    • Test User says:

      Hoje em dia não é fundamental existir tv publica. Alem de obrigar contribuição para o audiovisual , não prestam serviço público. Canal 2 só sabe promover cultura estrangeira. Os canais públicos
      poderiam ajudar e promover artistas portugueses, promover língua e cultura portuguesa, fazem vaga tentativa de tentar competir com os privados. Bastava uma RTP internacional para Portugal e Estrangeiro, funcionar 24 horas.

  3. Rui says:

    na prática acho que não é bem assim, as pessoas aderem é à internet aos pacotes de telemovel para a familia depois a tv vem por arrasto, a maioria só vê os 3 principais canais

    • jonas says:

      É um bocado por ai.
      Vou fazer contas e chego à conclusão que para ter internet e telemoveis (sem TV) fica quase ao mesmo preço de com TV, pá… poupar 5 ou 10 euros e ficar sem a tv por cabo, não vale a pena.

      • Há cada gajo says:

        Porque para ti, 5 ou 10 euros, não é nada. Há pessoas com pensões minimas, muito abaixo do salário minimo. (Sobre)vivem disso. Para essas, 5 ou 10 euros é uma fortuna.

        • FJ says:

          MEO
          200 canais
          net 500/100
          Telefone com chamadas ilimitadas para rede fixa nacional
          telemóvel com 7GB + 3500 minutos + 3500 SMS

          Preço: 39,99€
          Oferta de uma mensalidade e de um voucher de 120€

  4. Nightingale says:

    Claro, nos pacotes de internet impingem a tv … Os pacotes de internet sem tv estão sempre escondidos e muitas pessoas nem sabem que existe essa possibilidade. Já para não falar que a TV pública em Portugal nem merece comentários….

  5. Joao Ptt says:

    Acho que é fundamental acabar com a concorrência aos serviços privados, e terminar com o TDT terrestre e via satélite.
    Quem quiser ver televisão que pague.
    E claro que extingam a taxa do audiovisual na factura da electricidade, e encerrem o grupo RTP, para não justificarem manter uma taxa qualquer, fechem pronto, resolvido. Existem privados. A televisão do estado não é sequer paga exclusivamente pelo orçamento do estado, ainda metem um imposto, e além do mais não fazem um referendo anual para saber o que os que pagam as contas à empresa (o povo e consumidores de electricidade) acham que deveria ser a programação e onde deveria ser investido o dinheiro, com base em propostas diversas da sociedade civil e militar (porque os militares têm de estar metidos em tudo).

    • Há cada gajo says:

      Quem quiser que pague ? Tens de sair da cidade e conhecer melhor o país onde vives. Muita gente, nem para comer tem. E a tv só se liga a determinada hora: a hora do recreio desta pobre e miserável gente que está cada vez mais marginalizada pela sociedade dita solidária que nós temos.

      • Joao Ptt says:

        Não quero saber. Paguem.
        Ou melhor ainda: não paguem, e não vejam tv nenhuma. Não vai ajudar ninguém a sair da miséria, pelo contrário, só pode piorar a miséria quanto muito.

        Ficam desligados do mundo? Ainda têm as rádios.

        Mas não tem pena dos marginalizados e dos coitadinhdos? Não. Se o são é porque é por isso que precisam de passar para melhorarem.
        Mas você não tem coração! Estou farto de ver os supostos coitadinhos, raramente existe lá algo de realmente bom para ter pena.
        É por causa de pessoas como você que isto não vai a lado nenhum! Provavelmente é porque andam tantos com pena dos coitadinhos que eles continuam a ser coitadinhos em vez de pararem de ter penazinha de si próprios e de melhorarem realmente e de verdade… não só perante si mesmos, mas mesmo do ponto de vista de quem está de fora.

    • danny says:

      Quem quiser que pague? Todo o cidadão tem direito a informação e não pode ser privado de tal!

      E depois a tv via satélite o que tem a ver com o assunto? Estas a comparar TDT terrestre nacional com uma imensidão de canais a nível internacional!?Como se fosse tudo igual?. Enfim…é com cada um que passa por cá….

      • Joao Ptt says:

        Tem direito à informação? Mas onde é que isso está escrito? Não me lembro de ter visto isso em algum lado.
        De qualquer forma tem as rádios privadas, e tem os jornais em bibliotecas (em tempos fora de estados de excepção de alguma espécie), se não quiser pagar.

        Televisão Digital Terrestre (TDT) também existe na versão em que o sinal é enviado para Terra via satélite, para quem está em zonas sem cobertura terrestre, é isso a que me refiro em relação à TDT via satélite. Se quiser pagar pela MEO ou NOS via satélite, tudo bem, ou até ver outros canais no satélite que estão abertos ou para os quais possa pagar para a sua descodificação.

        • danny says:

          Então será não temos direito a informação? Não podemos saber o que se passa em Portugal? No pais ao lado? no mundo?? Essa informação não é apenas portuguesa que existe num decreto qualquer. Se não fosse assim, via satélite nem poderíamos receber canais de outros paises, ficava tudo restringido.
          Para a tua informação, pois estas afastado disto, existem rádios publicas. Alias, muitas são publicas. E jornais em bibliotecas?puff….
          Sobre o restante que dizes, não faz o mais pequeno sentido. Mas até compreendo. O português adora pagar tudo! e caro!! Quanto mais caro e com impostos bem altos, melhor. Assim podem dizer aos amigos o quanto gastam, como se fossem uns reis.

        • Tou te says:

          Biblioteca?
          Biblioteca existem apenas nas cidades…
          https://www.gov.uk/tv-licence no UK para Ver apenas algo como Amazon prime TV Sem servico de tv subscrito tem que se pagar 157,50 libras por ano. Portanto deixem de ser assim e pensem como comunidade e nao como egoistas.

    • FJ says:

      O melhor mesmo é também acabar também com o governo, já agora também com os trabalhos porque anda uma pessoa a trabalhar a maçar o corpo para nada, acabamos também com os hospitais e quem se quiser curar que se cure em casa ou então se morrer melhor ainda porque é menos um a fazer poluição, e por falar em poluição se acabarmos com as pessoas deste planeta fica logo o problema resolvido…

  6. F. says:

    Se forem somados todos os que utilizam serviços de tv alternativos, esse número cresce ainda mais.

    https://t.me/BestTeamtv

  7. David Guerreiro says:

    Eu sou do grupo dos 7% que não paga. O meu pacote é NetVoz, e não tenho interesse em pagar por TV se não vejo. Passo a maior parte do tempo fora de casa a trabalhar, o tempo livre que tenho, tenho coisas mais importantes para fazer do que estupidificar a ver TV. E quando vejo algo tenho documentários, séries online. Não sou rico para andar a pagar coisas sem necessidade.

    • PeFerreira98 says:

      same here. e só tenho voz porque a Vodafone (e outras) cismam em incluir isso em todos os pacotes. De nada adianta porque o telefone nem ao router está ligado (mas ‘pago’ na mesma).

    • Há cada gajo says:

      E outros não são ricos a ponto de poder pagar para ver TV. Por isso, tem de haver TDT.

    • FJ says:

      MEO
      200 canais
      net 500/100
      Telefone com chamadas ilimitadas para rede fixa nacional
      telemóvel com 7GB + 3500 minutos + 3500 SMS

      Preço: 39,99€
      Oferta de uma mensalidade e de um voucher de 120€

  8. Samuel MG says:

    Os canais de TDT (quando funciona) são uma porcaria, não há filmes ou mesmo series. Todos só têm os chamados talk shows (falam, falam mas não dizem nada de jeito). O único que se safa na RTP é o Preço Certo mas é mesmo à justa.

    • danny says:

      Pois. é a oferta que temos, mas aqui ao nosso lado temos a Espanha com muitos canais temáticos. Enfim, quem não tem ambições ou exigências (tal como o nosso pais) vai ser sempre pobre. O resultado está a vista….

  9. Xico Zé says:

    Passo anos sem ver RTP , SIC,
    Apenas notícias TVI
    Infelizmente somos obrigados a pagar para ver algo de jeito

  10. Jose Marques says:

    A oferta TDT e muito limitada em Portugal. Apara ter internet as operadoras obrigam os clientes a ter servico TV ainda que depois não utilizem como é o meu caso.

  11. SANDOKAN 1513 says:

    Uma coisa vos digo,se houvesse a oferta TDT de canais como existe em todas as províncias de Espanha havia um decréscimo muito grande de assinantes de TV por cabo em Portugal.Isso vos garanto.

  12. CMatomic says:

    Quanto se tem um parlamento aprovar canais para estar numa plataforma digital, o resultado esta a vista no ridículo .

  13. informado says:

    Há solução simples. Meter o chamado “serviço público” no caderno de encargos dos canais privados tanto os nacionais como os de tvcabo. Assunto resolvido. RTP extinta. A seguir a TDT. A TDT seria paga pelas empresas operadoras de tvcabo nacionais seguindo o padrão seguinte >>> paga mais quem tem mais clientes. Assunto resolvido.

  14. Joaquim Machado says:

    Eu vejo TDT e defendo esta tecnologia, pese o facto de termos a pior TDT da Europa (provavelmente só comparável à Albânia). O regulador e a classe política são responsáveis por assim ser. O regulador nunca permitiu que o consumidor só optasse por telefone, Internet e TV; os operadores impuseram sempre telefone e internet, internet e TV, ou os três e com diferenças na ordem de 2€. Isto não é mercado a funcionar, i.e., favorecer a imposição de quem domina o mercado. A classe politica assobiou sempre. Veja-se Poiares Maduro que tentou alargar a oferta e não conseguiu. Agora, que a fibra tem grande penetração já temos 2 operadores a vender só internet, via fibra, partindo de valores muito redutores 30/3 Mb; se pretendermos 100/100Mb, lá voltamos aos 2€ de diferença para o triplay. Finalmente, temos os serviços mais caros da Europa e somos pobres. A TDT justificava um Inquérito Parlamentar.

    • Piwi says:

      Concordo com o que disseste e ainda acrescento mais. Na minha aldeia ainda não há fibra e, como só até necessito de internet, aproveitei o facto de a NOS ter net “fixa” por router 4G sem limite de tráfego. Instalei à cerca de 6 meses, pagando 25€/mês com fidelização de 24 meses.
      No início deste mês propuseram-me 22,90€/mês, mantendo a internet e acrescentando voz e TV por satélite, renovando a fidelização por 24 meses. Logicamente aceitei. Agora também tenho TV paga, fazendo parte dos 93%.

  15. Figueiredo says:

    E pacotes sem televisão, apenas com net e telemóvel, existem?
    Pretendo futuramente adquirir a TDT, mas não quero abdicar da net e telefone

    • Piwi says:

      A TDT não se adquire. Se já tinha TV analógica (antes da TDT) é só sintonizar com uma TV compatível (se foi comprada nos últimos 7-8 anos quase de certeza é) e ter a antena apontada para um retransmissor (muito provavelmente nem é preciso mexer-lhe se já estava antigamente). Tem pacotes de telemóvel isolados em todas as operadoras, pacotes de internet isolados já é mais difícil. Veja o comentário anterior do Joaquim Machado porque reflecte bem o panorama actual e depois é uma questão de verificar o que existe no mercado e se adequa a si.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.