Quantcast
PplWare Mobile

Descoberto vírus que rouba dados por transmissão de calor

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Simões


  1. José says:

    Porreiro pá!

  2. Ines Feliz says:

    isto na Apple nao acontece pois o aluminio mantem o pc sempre frio! Calor = windows pcs noise fan

    • wat says:

      Um dissipador transfere calor de uma fonte para outra ( pc > ar ) logo é possível ver o calor.
      Your argument is invalid …

      • lmx says:

        “Your argument is invalid …”

        what?
        I can’t understand, only speak Portuguese…sory for that 😀

        Mas voltando ao tema 😉 defacto maquinas com dissipadores acessíveis, são as que mais ficam comprometidas com isto…a Apple é mesmo dos maiores casos em que isto pode ser possível..

    • Cenas says:

      Portanto nunca usaste um Mac Pro “a sério”. Ias ver que nem o aluminio te salva…

      Outro pormenor… comparar uma marca da Hardware/software com uma marca que, históricamente no que toca a PC’s, só produz o software… e terceiros é que produzem o hardware… não é muito inteligente.

      Já agora.. não sei se reparaste, mas existem muitas marcas de HARDWARE com modelos de PC’s com Microsoft windows cujo estrutura é de aluminio. E sim.. também “não aquecem” no seu uso habitual…

    • Mikes says:

      O meu imac aquece bastante, ao ponto de chegar a provocar sensação de começar a queimar quando tocamos nele.
      O meu pc não. A caixa nem sequer aquece.

    • Imparcial says:

      Tem noção que o alumínio para estar frio é porque dispersa rapidamente o carlor, certo? Por essa ordem de ideias facilmente se pode afirmar que o alumínio é o material proprício para aumentar a velocidade de transmissão de dados através do calor.

      Ora, isso pode levar a uma conclusão perigosa. Se assumirmos que as máquinas atacantes estão equipadas com sensores de calor avançados, capazes de detectar variações de calor na ordem dos, por exemplo, 0.001 ºC, pode-se concluir que os dispositivos da Apple, e de outras marcas que usam o mesmo tipo de material, estão na lista dos mais vulneráveis a este tipo de ataques.

  3. 1) Uma das forma mais usadas para proteger máquinas com informação sensível, e que é entendida como sendo totalmente segura, é o isolamento e o retirar de qualquer ligação à rede.
    Desta forma estas máquinas estão protegidas e sem a capacidade de serem infectadas por vírus ou de sofrerem qualquer ataque.

    2) A realização deste ataque requer algumas condições muito específicas. Em primeiro lugar as máquinas precisam de estar fisicamente próximas, não tendo entre si mais de 40cm, e em segundo que ambas as máquinas estejam infectadas com um vírus específico.

  4. Luís Lemos says:

    Espanta-me como é que alguém cai tão facilmente nisto!

  5. Ines Feliz says:

    sinceramente n percebo pq todos os pcs windows fazem tanto barulho na ventoinha, os mac n fazem

    • Luís Lemos says:

      Se procurares um PC ao preço de um mac, encontras PC’s que também não fazem barulho. A qualidade paga-se!

    • Vítor M. says:

      Inês, eu como utilizador Mac há muitos anos digo-te que em termos de arrefecimento… os Macs ainda não são o que deveriam ser, os MACBOOK DIGO 😉

      Portanto… não inflames mais sff, começa a ficar chato!!!

      • Ines Feliz says:

        Vitor n e inflamar, repare que tenho um macbook pro retina e nunca faz barulho a menos que puxe pela grafica claro, mas no windows a ventoinha dispara mm eu deixando o pc em cima da mesa sem fazer nada. É Apenas nisso a que me refiro.

        • Vítor M. says:

          Inês, mas vai fazer. Eu tenho vários Macs e os MacBooks em termos de arrefecimento têm esse grande problema. Continuo a dizer, a Apple em termos de arrefecimento dos MacBooks ainda tem muito a fazer, o meu Mac Pro até frita um ovo quando puxo um pouco mais pela capacidade gráfica dele… então no verão… até pára!

          Sim, tenho limpo, faço isso com periodicidade.

          • Mikes says:

            Confirmo! Aliás, até acho esquisito ainda ninguém ter colocado a Apple em tribunal por queimaduras ou risco de queimadura (principalmente nos states onde tudo é possível).

          • Vítor M. says:

            Mikes… atenção ao exagero 😉

          • Mikes says:

            @Vitor M.
            Exagero?! O meu imac aquece realmente bastante e não, não considero normal que um equipamento de secretária aqueça desta forma.
            Acho um exagero é como é que deixam passar estes equipamentos na verificação técnica – já vi aparelhos a serem reprovados em testes por menos.

        • Marcelo Barros says:

          Isso mesmo, o que normalmente mais aquece é gráfica. É verdade que se SO ou outro sistema operativo não gerir bem o uso o computador parece que esta sempre a ventilar demasiado.

          Mas atualmente com processadores intel podem não fazer uso da grafica dedicada Nvidia ou AMD usando apenas a do processador.

          Tenho um vaio, que tem um botão stamina e speed permitindo um controle manual do uso da gráfica. Normalmente esta sempre em Stamina, fazendo que a ATI esteja desligada fazendo que quase não trabalhe ou não se oiça o ventilador, quando mudo para speed parece que vai levantar voo. Uma vez estava com uma chamada no skype e tinha aquilo em speed porque antes estava a jogar (coisa que faço pouco no pc), a pessoa do outro lado ironicamente perguntou se tinha algum avião a levantar voo onde eu estava.

          Cumprimentos

    • Miguel Afonso says:

      É como o Vítor M. disse.
      Mas a razão pela qual o macbooks são silenciosos (e corrijam-me se estiver errado) é que uma vez que o seu chassis é em alumínio e consegue dispersar o calor mais facilmente, as ventoinhas entram mais tarde.
      A vantagem é que podemos trabalhar em silêncio durante mais tempo, mas a desvantagem é que quando as ventoinhas entram, os componentes já estão a temperaturas bastante altas.

      Há software para fazer bypass a isso, o que até acho necessário, porque posso estar apenas a trabalhar sem grande carga e passado não muito tempo o chassis já está bastante quente.

      • lmx says:

        é uma das causas sim, a outra causa…é que a Apple não usa sistemas de ventoinhas convencionais…usa umas mais pequenas, e claro quando aquilo liga, levanta voo, ha e também não existem locais de extração como nos portateis de outros fabricantes…isso complica.

        cheguei a esta conclusão num pro de 2010 salvo erro…quando aquilo ligava era sempre andar, notava-se inclusivé um barulho mais agudo precisamente pelo raio(0.5*diametro…não confundir com outro “raio 😀 “) das ventoinhas ser menor…por outro lado tem a vantagem do aluminio..

    • Mikes says:

      Tu só dizes bacuradas!!

    • gdfgd says:

      o meu fazia

      o meu desktop é completamente silencioso..

      nao sei bem onde vais buscar essas infos mas ok :p eu falo por experiencia, e posso dizer que nao e bem assim

  6. Daniel Isidro says:

    Cum caneco, vá de meter o PC no frigorifico!! 🙂

  7. José Agrião says:

    Transmissão de dados apenas por calor, mas depois ambas as máquinas têm de estar infectadas com o mesmo “vírus”. Se fosse algo que não necessitasse de intervenção no PC alvo, aí sim era algo.

    • Mikes says:

      Mas o que pode estar de valor aqui para outro tipo de aplicação é o uso de calor para transmissão de dados.

      • José Agrião says:

        De acordo.
        Não percebo é porque associam esta “tecnologia” a um vírus, quando é pura e simplesmente uma nova forma de transmissão de dados.

        • Mikes says:

          Não sei… não percebo aqui a cena do virus! Afinal parece que o mais importante foi mesmo a descoberta de um virus que usa o calor para tranmissão de dados!
          Às vezes dão importância à coisa errada…

        • Sem o vírus não tens forma de controlar os sensores e as fontes que te geram o calor da forma correcta.

          • José Agrião says:

            Pedro, mas porquê chamar a isto um vírus? Isto é um programa que comunica através do calor!

          • Mikes says:

            Se transformarmos o “virus” em software autorizado, deixa de ser virus e passamos a ter uma funcionalidade útil.
            Acho que aqui o cerne da questão é o uso de um novo meio para transmissão de dados, que provavelmente poderá vir a ser útil quando mais desenvolvido… ou então não! 😀

  8. Az8teiro says:

    A 8bits por hora é preciso um dia inteiro para obter uma password de 24 caracteres, e tendo em conta que a máquina não está ligada á rede, a utilidade é zero!

    • gdfgd says:

      um dia para obter uma password e muito?

      olha que não e bem assim 😀

      imagina que 1 dia te leva a uma password com a qual consegues ter acesso a informaçao que valha varios milhares de dollars

      ainda pensas que um dia é muito?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.