PplWare Mobile

Cigarros chineses também nos podem espiar


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Bruno Jesus says:

    Se cortarmos os fios de informação do USB e deixarmos só os de alimentação será que o malware infecta o PC?

  2. Lúcia says:

    ahhhh, sério? E eu que estava pensando em aderir aos cigarrinhos eletrônicos, para me prejudicar menos com meu vício em fumar. No pc eu tenho psafe que me protege, mas no cigarrinho eletrônico, eu não tenho nada…

  3. LM says:

    Pois…pelo titulo pensei tratar-se de alguma nova geração de cigarros electronicos, tipo, cigarros electronicos inteligentes que poderiam espiar. Afinal o que fazem é apenas servir de propagação de software malicioso no PC através do USB e não os cigarros propriamente, acabando por não ser assim tão estranho que isso aconteça…

  4. José Alegria says:

    LOL, vou voltar aos analógicos.
    Mais vale morrer com os pulmões cheios de alcatrão e carvão…

    Cuidado, os cigarros eletronicos, são um papão que quando se juntarem todos, transformam uma nave que nos vai devorar a todos… medo!

  5. Jorge says:

    Será que o “executivo de uma grande empresa” era alguém ligado à Phillip Morris?

  6. E é isto says:

    Não podería deixar de comentar: “Cigarros chineses também nos podem espiar”.
    E os cigarros americanos? não espiam? esses só fazem mal porque ainda não foram estudados, porque as grandes tabaqueiras…, agora espiar não, esses fazem tudo para nos melhorar a qualidade de vida, enfim.

    • Vítor M. says:

      Se uns dão… os outros também. Claro que a partir de agora esse material também vai estar debaixo de olho das empresas de segurança.

      • E é isto says:

        Entendo o título, a intenção.
        Quanto à segurança, que neste caso é privacidade, basta olharmos à nossa volta e escolher o meio de de sermos “trackeados”.
        É um assunto para o qual as pessoas, no geral, pouca informação têm e que terão de começar a dominar, pois interfere directamente no dia-a-dia de cada um.
        A título de exemplo, sendo a primeira vez que me pronuncio sobre isso, são glasses da google, não consigo sequer conceber essa intrusão abusiva na minha vida, ou dos meus.
        Adoro a tecnologia ao serviço das pessoas mas não suporto a tecnologia ao serviço dos interesses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.