PplWare Mobile

Apple é já o quinto maior fabricante mundial de computadores


Pedro Simões

Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

52 Respostas

  1. Kekes says:

    Brutal é o crescimento da Lenovo…

  2. João says:

    A Apple não fabrica nada!
    Tal como o gráfico indica, é o quinto maior (re)vendedor de computadores, não quer dizer que os fabrique 😉

    • Rui says:

      Pela lógica, nenhum dos outros que estão acima o é. Discos daqui, memórias dali, processadores idem… desenham a estrutura e mandam montar tudo no mesmo sitio. Não? Acho que não é assim tão linear como expliquei mas para o efeito acho suficiente 🙂

      A Apple é o unico “vendedor” que cria/desenvolve o seu próprio sistema operativo, o que torna a Apple como o “vendedor” mais completo. 😉

      • Nelson says:

        Lol, a inocência… A maioria desses fabricantes é que são revendedores, já que são modelos de empresas como a Compal (não a empresa portuguesa) e Quanta e outras… Só com os plásticos das “marcas”…

        • Nuno Vieira says:

          Cada tiro cada melro. Diz-me apenas uma marca das acima mencionadas que fazem o que acabaste de dizer.

          Lá porque a Tsunami e muitos outros pequenos fabricantes fazem isso não significa que todos o façam, ou mesmo a maioria.

          Pelos vistos o João não o único a sofrer de inocência.

          • Nelson says:

            Compal Electronics (simplified Chinese: 仁宝电脑工业股份有限公司; traditional Chinese: 仁寶電腦工業股份有限公司) is a Taiwanese original design manufacturer (ODM), handling the production of notebook computers, monitors and televisions for a variety of clients around the world, including Acer, Lenovo, Dell, Toshiba, Hewlett-Packard and Fujitsu Siemens Computers. It is the second-largest contract laptop manufacturer in the world (behind Quanta Computer) and shipped over 48 million notebooks in 2010.[1]

            Wikipedia

          • Nuno Vieira says:

            Lê o que colocaste outra vez até conseguires interiorizar o seu significado. Ou será que não sabes traduzir “production” para português? “Production” significa produção e não desenvolvimento.

  3. Flávio says:

    São mostrados 5 fabricantes, desses 5, 3 deles apresentam um crescimento superior ao da Apple e depois há esta frase:

    “Ainda assim a Apple é das empresas que apresenta um dos maiores crescimentos de vendas face ao trimestre anterior.”

    Então dos 5 maiores vendedores, a Apple é o 4º que apresenta maior crescimento, logo, correctamente diria-se que é dos que menor crescimento apresenta (visto que só um deles apresenta crescimento pior que é a HP).

  4. vala says:

    Concordo, a Lenovo está de parabéns.

  5. João Reis says:

    Acho que quer dizer algo, Lenovo e Apple não são marcas baratas, pelo contrário logo parece existir uma aposta na qualidade de construção, e confiança nas marca de qualidade.

    Os portateis baratos devem andar a perder para os tablets. E faz sentido.

  6. Lingrinhas says:

    Então estar em quinto lugar é bom?

    Vejam com que requinte é que vocês pintam a quinta posição. É o mesmo que dizer que estar a perder no final do jogo é bom.

    Mas então? Ocupa já o quinto lugar da tabela?

    Até a Acer vende mais do que a Apple e está em quarto.

  7. luislelis says:

    A Apple fabrica o que?
    Nao querem dizer a 5 maior marca de PCs? (se estiver errado queiram ter a amabilidade de corrigir-me)
    Pensei que fossem fabricados pela FloStor Engineering (Usa),Foxcon (China) e mais um par de empresas.
    Pelo que era intencao da Apple comecar a fabricar os seus productos nos USA (nao sei como esta a andar o projecto iniciado em 2012).
    Aquele abraco

    • Marco says:

      Pois luis, HP fabrica mesmo o quê? Ou será a compal?

    • MM says:

      A Apple fabrica um teclado espetacular que custa 70 euros, trabalha a pilhas e nem a tecla do DELETE tem!!
      E se fores alguém que usa intensivamente o teclado, poderás de ter de trocar de teclado todos os anos.
      Espectacular!!!

      • Nunes says:

        Os Macs fazem pouco uso da tecla DELETE já que prefere alternativas para obter o mesmo efeito, aliás para um Mac Delete é o nome para o Backspace.
        Nesse teclado que mencionas podes obter a função da tecla DELETE carregando ao mesmo tempo na tecla Fn + delete (backspace)

        “E se fores alguém que usa intensivamente o teclado, poderás de ter de trocar de teclado todos os anos.”
        podias explicar? Eu tenho o teclado que não é a pilhas e nunca tive nenhum problema.

        • MM says:

          Sim, fn+backspace dá delete, mas isso obriga-te a usar as duas mãos (porque os botões estão em cantos opostos), o que não é muito prático em diversas situações – preferia ter o botão de delete no teclado que o do Eject do CD (coisa que raramente uso ao contrário do delete).
          O meu tem pilhas e é um Apple.
          Acerca do uso, maus contactos/má reacção ao toque é coisa que começa a surgir cedo.

          • Nunes says:

            Como eu disse no Mac esse tipo de comportamento não é o preferido (nunca foi, daí chamar Delete ao Backspace), e a função está lá para quem quiser. Necessitar de duas mãos não é nada do outro mundo, muitos comandos que usas para aumentar a produtividade com o teclado necessitam de duas mãos – é uma questão de hábito.
            Eu até te digo, nunca usei tal coisa (comando). Há comandos mais produtivos para isso, como os comandos com as setas e a tecla delete/backspace para seleccionar e/ou apagar letras, palavras, linhas ou parágrafos!

            “Acerca do uso, maus contactos/má reacção ao toque é coisa que começa a surgir cedo”
            Estás a falar de manter a ligação bluetooth ou de teclar. Se for do bluetooth, eu imagino que o problema seja pela condição das pilhas – falo por experiência com o rato que é bastante exigente com ter pilhas de boa qualidade, deve ser uma questão de voltagem!

  8. irlm says:

    Claro que a Apple está em terceiro lugar, nos Estados Unidos os americanos só conhecem 3 marcas Dell, Hp, Apple.

  9. Maraduxo says:

    Eu só acho piada é a ASUS nem aparecer ai lol

    Para mim, não faz sentido essa tabela.

    • JJ says:

      O foco da ASUS é a produção de componentes para PC, não da venda em si de PCs.

      Acho mais surpreendente a Toshiba não estar nesse TOP.

    • Nelson says:

      Quando é mau para a Apple, é porque os “estudos” da IDC e outras estão bem…

      Quando é bom… é porque estão mal…

      Não é?

    • Mark says:

      Depende do estudo pois segundo o artigo:

      Um estudo semelhante, apresentado pela Gartner, mostra uma realidade ligeiramente diferente, onde a Apple ocupa uma posição abaixo, sendo neste caso ultrapassada pela Asus.

  10. Benchmark do iPhone 6 says:

    Ó diabo, então a Apple não é fabricante de computadores?

    Nunca viram um Mac? Qual é a diferença comparativamente ao iPhone e iPad? Também não é fabricante?

    Então quem faz a montagem, como a Foxcon é que é o fabricante? Quem faz a montagem, “monta” com as componentes que lhe são entregues e segundo as especificações que lhe dão. E os computadores da Apple até trazem um sistema operativo próprio 🙂

    Convém não confundir um Mac, concebido ao pormenor pela Apple, com um smatphone de marca branca d chinês, a que depois os “fabricantes” só lhe acrescentam o nome, coisa que também acontece com PCs.

  11. LP says:

    Os computadores devem ser o produto com o preço menos inflacionado da Apple… pelo menos até chegarem a uma posição mais confortável que a quinta.

  12. Abílio says:

    Atenção que muitos apostaram num futuro em que a tendência era o PC ir sendo substituído por tablets. Alguns abandonaram o mercado de PC e outros prevêem abandonar.
    Se retirarmos estes, como Vaio, etc, a Apple mesmo sem vender mais subiria na quota de mercado. A Lenovo é um exemplo do aproveitamento dos erros de estratégia de outros associado a qualidade.
    A própria Apple tem 8 PC novos preparados para largar no mercado, pois é suficientemente esperta para perceber que a quota de tablets tende a estabilizar, basta ver o crescimento das vendas de iPads a reduzir.
    No fim vai haver um segmento de mercado para PC e outro para Tablets, e estas que se ponham a pau! Pois o conceito Phablet está aí para fazer mossa…

  13. David says:

    E que tal um excelente game mouse para Mac?
    Algo tipo Logitech G503, RAT 9, Steelseries Sensei Wireless, Roccat Tyon? que aconselham?

    Agradecia algumas opinioes e desculpem o OFFTopic!

    Obrigado

  14. Benchmark do iPhone 6 says:

    Ouvi dizer que queriam conhecer a lista deste ano das marcas mais valiosas.

    Clicando na marca têm a caracterização da empresa. Muitas tecnológicas no top.

    Claro que a Apple consolidou o primeiro lugar, com uma valorização da “marca” em 21%.
    http://www.bestglobalbrands.com/2014/ranking/

  15. Márcio Lima says:

    Nem preciso de ler a notícia para ver que se trata de um daqueles artigos de estatística como da jeito.

    Apple o 5 maior fabricante de computadores do mundo… Se calhar… A somar smartphones e tablet

  16. Ricardo says:

    Não vi a fonte, mas onde anda a asus? Custa-me a acreditar que a apple venda mais pcs que a asus.. Os primeiro lugares representam o mercado empresarial claramente, a lenovo anda a destruir a dell e a hp

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.