Quantcast
PplWare Mobile

Amazon cria sistema com IA para contratar funcionários, mas que discrimina as mulheres

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Vítor M.


  1. joao says:

    ou seja o computa chega a conclusao que os homens sao melhores canditados…isso nao se chama descriminacao…chama-se conclusao das amostras analisadas. 10 anos a analisar curriculos é muita fruta….
    tudo depende dos cargos que foram analisados ta claro.
    nao digo que os homens sao melhores que as mulheres e vice versa….mas penso que os homens na sua grande maioria tenham uma capacidade para certas coisas e mulheres para outras. nao acho que os homens tenham capacidades iguais as das mulheres e vice versa. somos ambos humanos mas temos aptidoes naturais diferentes. ponham um mapa a frente duma mulher e percebem o que digo 🙂
    as mulheres para trabalhos que exijam capacidade de sacrificio, metodo e resiliencia nao ha melhores.

    • nop90 says:

      Vá lá, uma das raras vezes onde um comentário diz algo com sentido.
      É um facto que homens são melhores em determinadas áreas e as mulheres melhores noutras.
      Aceitar isso faz confusão nesta geração de indignados, preferem que todos façam tudo por igual. Se na Natureza (animais) não acontece, nós, simples animais, também não será diferente.
      CADA MACACO NO SEU GALHO.

    • Joao Carlos says:

      Sem comentar sobre as diferencas entre os homens e mulheres… E sem tentar corrigir o seu comentario, apenas adicionar informacao.

      O que o artigo diz eh que o algoritmo de IA discriminava mulheres por keywords especificas a mulheres por estes aparecerem menos vezes em perfis selecionados, devido a existirem menos curriculos de mulheres e nao puramente pelas suas capacidades.

      Tipicamente estes algoritmos funcionam a base de analise quantitativa de indicadores de sucesso.

      O problema eh que nem sempre estes indicadores sao escolhidos por pessoas reais e havendo empate, o sistema vai buscar outros indicadores baseados na quantidade de vezes que apareceram em perfis vencedores.

      Ora, o que quer dizer que : na area tecnologica, onde existem muitos mais homens do que mulheres, obviamente a quantidade de perfis vencedores ira tender para o lado dos homens, mesmo que 70% dos curriculos de mulheres sejam melhores que a media dos homens. Simplesmente porque existem mais homens!

      No caso, e por falta de “tempo humano” foi preferivel descontinuar o projecto em vez de limitar e corrigir esses indicadores de successo apenas aqueres que fossem relevantes para a contratacao.

      Se calhar ate os homens sao melhores que as mulheres … (pessoalmente duvido, acho que nao se trata de uma competicao, apenas somos melhores em areas diferentes) mas nao foi essa a conclusao deste projecto.

  2. Livelx90 says:

    Um errozinho no título:
    “Amazon cria sistema com Inteligência Artificial para contratar <> discrimina as mulheres”
    😉

  3. João Pedro says:

    Ok, as mulheres sentem-se descriminadas (vira o disco e toca o mesmo), mas depois ficam realizadas quando criam cotas para elas terem as posições que desejam ( só tenho que concordar em satisfazer as mulheres nas posições que mais gostam) somente por serem mulheres. Fazem-me lembrar os filmes do Spike Lee quando só tem negros nos filmes que realiza porque só assim ficam menos descriminados sem brancos.

    • abaptista says:

      Amigo João Pedro,
      Essa de “…só tenho que concordar em satisfazer as mulheres nas posições que mais gostam…” é para isso que o homens servem e assim se retirar o maior prazer…

      Estou a brincar, é que uma frase tirada do seu contexto é tramada…

      Quanto às cotas acho que são desprestigiantes, sejam elas para quem forem.
      Um problema, quanto a mim, é que por vezes as feministas querem ser “homens” e isso cria um problema. Elas não são homens, são mulheres com as suas características naturais, com virtudes e defeitos e que todos deviam ter a mesma oportunidade aos cargos que a que se propusessem.
      Um dos casos em que existe discriminação é na da maternidade e do acompanhamento dos filhos, eu não defendo que os homens passem a ter filhos (parir), mas que a lei contemple a possibilidade de eles poderem acompanhar as mulheres nesse período assim como acompanhar os filhos em caso de doença (penso que agora a lei já permite).
      Assim podia de alguma maneira diluir essa diferença no emprego e na contratação…, é um assunto bastante delicado para alguns e natural para outros.
      Outra questão é o dos salários…, nada justifica que uma mulher na mesma área de trabalho do homem ganhe menos.
      Enfim, isto é uma questão que envolve mentalidades do estado, dos cidadãos e dos empregadores. Algo tem que mudar e para melhor, mas sem extremismos e irrealismos, sem ser sim só porque sim.
      Eu sei que poderão haver vozes discordante da minha, mas para isso é que existem debates, desde que os mesmos tenho como objectivo melhorar, agora falar só por falar, mais vale estar calado…

      abaptista

  4. David Guerreiro says:

    Uma empresa é para dar lucro, e ter as pessoas mais competentes, não interessa o sexo. Se a AI metesse tudo mulheres certamente já não existiria tanto murmurinho. Chegámos ao ponto de ver machismo no software…

  5. Miguel Silva says:

    Qualquer situação está a servir para o pretexto da descriminação das mulheres. As mulheres isto, as mulheres aquilo, é tudo contra as mulheres. A reboque da descriminação e principalmente da descriminação das mulheres, estamos a deturpar o que realmente interessa, ou seja, o mérito. O mérito é que tem de ser o motivo da escolha. Se as mulheres tiverem mais mérito, então ok, que se escolham as mulheres. É evidente que há características mais comuns nos homens e outras mais comuns nas mulheres e quem contrata, quem escolhe, tem de ter isso em consideração. Se se pretende contratar pessoas para a área dos cuidados médicos ou ensino, mais facilmente se encontram mulheres do que homens. Se quero contratar para as áreas tecnológicas mais facilmente encontro homens. As próprias características de género determinam já em grande parte quem tem mais mérito, então porquê escamotearmos a realidade. Muitas vezes quem fala em descriminação quer é atingir outros objectivos, quer é obter de forma fácil o que outros só conseguem com muito trabalho. Sim é verdade, também há quem não tenha mérito nenhum e esteja em cargos de topo, mas isso já é assunto para cunhas, interesses e companhia. Enquando a sociedade estiver formatada para o compadrio, não interessa falar em mérito e é muito mais fácil falar em descriminação. Para terminar, querem fazer um teste ao que digo? Vamos ver quantas mulheres vão fazer comentários a esta publicação 🙂

    • Hugo says:

      “As próprias características de género determinam já em grande parte quem tem mais mérito” hã?
      Mérito ganha-se com experiência e sem te darem a oportunidade nunca conseguirás adquirir o mérito.
      Obviamente que existem diferenças, mas não são tão acentuadas como referes. Trabalhos de esforço físico obviamente que homens terão mais rendimento e os desempenharão com menos desgaste.
      A nossa sociedade é machista e racista. Quem não concordar, é livre de o fazer, mas está errado.

  6. Falcão Azul says:

    “O programa concluiu que os homens eram melhores candidatos e a tendência evidenciada mostrava pontuações mais altas na análise dos seus currículos.” Mas onde é que está o problema ?? Sinceramente eu não vejo problema nenhum.É mais certo e sabido que os homens são melhores do que as mulheres em TUDO,por isso não façam filmes onde não os há.Os homens só não podem ter filhos porque se os pudessem ter até acredito que seriam melhores cuidadores para os seus filhos do que as mulheres.Esta é a minha opinião,a falar a sério.

    • Joao Carlos says:

      O algoritmo nao concluiu que os homens sao melhores que as mulheres…

      Sugiro uma leitura atenta.

    • Hugo says:

      Basta pensar um bocadinho para constatar que os homens não são melhores em TUDO.

    • mlopes says:

      o que te falta são umas décadas de trabalho em cima do pêlo, viajar um bocado e conhecer outras realidades de perto.
      nunca ouviste dizer que quem educa uma mulher educa uma nação (povo)? pois…
      claro que tens direito à tua opinião mas o que dizes não poderia estar mais errado

  7. FernandoRJ says:

    Homens e mulheres devem ser completar, e não competir, rivalizar ou dividir, pois possuem aptidões diferentes. Uma engrenagem que move a sociedade.

    • Falcão Azul says:

      “Uma engrenagem que move a sociedade.”—»do seu ponto de vista.Do meu não.

      • Hugo says:

        O teu ponto de vista é o mesmo que o dos islâmicos. Eles também acham que estão certos.

        • mlopes says:

          não generalizes!
          uma religião não define uma pessoa e nem todas as pessoas dentro da mesma religião pensam do mesmo modo.
          ao dizeres (e pensares) este tipo de coisas está a agir tão mal ou pior do que se tivesse a opinião absurda (a realidade demonstra que é absurda) de que os homens são melhores em tudo do que as mulheres.
          muitas religiões discriminam as mulheres e muitas pessoas não religiosas o fazem. até mulheres discriminam e estigmatizam as mulheres (olha os casos recentes das violações, violência doméstica, et)

          • Hugo says:

            Foi apenas um exemplo. Aliás, para mim religião nem é um assunto de discussão, pois como não acredito não tenho nada a dizer. A menos que me tentem vender o sangue de Cristo 🙂
            Apenas fiz a comparação pois este individuo já referiu mais que uma vez o seu ponto de vista machista, pois não tenho absolutamente nada contra muçulmanos (os não extremistas).
            Só lhe estava a tentar mostrar (sabendo que não terei sucesso) que embora seja a opinião dele, está errada.

  8. Powerverde says:

    Engraçado o uso da palavra discriminar pois o programa foi criado para esse mesmo efeito.
    Ao pegar em vários currículos, é necessário discriminar competências e aferir quais os melhores candidatos. Mas ao mesmo tempo, o algoritmo está a discriminar as mulheres. Ou seja, ambos os sentidos da palavra discriminar estão em uso 😉

  9. mico says:

    IA… pensamento do milenio passado. IA baseada emdata recolhida durante 40 anos cheios de erros e más decisões eh eh eh

    • Joao Carlos says:

      O algoritmo nao concluiu que os homens sao melhores que as mulheres…

      Sugiro uma leitura atenta.

      • Cowboy Veado says:

        Acho que sim, basicamente diz que o perfil das pessoas que trabalharam na Amazon tinahm esses comportamentos…. Daí a IA procurar pessoas com um perfil semelhante.

        • Joao Carlos says:

          Isso apenas sugere que o algoritmo escolhe pessoas com perfil semelhante ao ja contratados. Nao que “homens sao melhores que mulheres”.

          O facto eh simples de perceber: na area tecnologica existem mais homens que mulheres, logo, sao contratados mais homens que mulheres.

          Se houver um saco com 1000 berlindes verdes e 500 berlindes vermelhos e se deita-los ao chao espanhando-se estes a distancia uniforme, ao recolher os berlindes num circulo, a quantidade de verdes vai ser – estatisticamente – mais alta do que vermelhos.

          Ora, se depois houver um algoritmo que va procurar berlindes com as caracteristicas semelhantes aos ja recolhidos, entao, o algoritmo vai tender para berlindes verdes, pois estes vao estar em maioria.

          Agora pergunto… os berlindes verdes sao melhores que os vermelhos? Nao ha forma de saber porque nao foi esse o alvo do estudo.

          Teria de haver um novo estudo para se saber.

  10. Ricardo Sebastião says:

    E para quando igualdade no número de homens e mulheres nas obras ou nas minas etc. xD

    • Hugo says:

      Meter uma pessoa mais fraca num trabalho mais duro. Isso faria sentido em que mundo?

      • AP says:

        Num mundo onde tens cotas para cargos bonitos mas não para cargos sujos. Porque os trabalhos sujos são os homens que fazem.

        • Hugo says:

          Obviamente que existe um estereotipo associado ao “quem deve fazer o quê”, mas isso foi o que nos impuseram. Assim como nos impuseram que usar cor de rosa é coisa de “maricas”.
          Na grande maioria dos cargos “sujos” como lhes chamas, o que vejo são posições ocupadas por homens, que são mais fortes e têm claramente mais resistência que as mulheres.
          A minha namorada, por muito que quisesse, nas obras não daria metade do rendimento de um homem e andaria de rastos de segunda a sexta.

          • JJ_ says:

            O problema esta em só se falar em descriminação em cargos de poder… Para ter autoridade é discriminatório, para trabalhar no duro não tem competências…

            Há mulheres que trabalham em trabalhos duros, em mecânica e em muitas outras áreas onde normalmente só trabalham homens. A questão é, quantas mulheres tem formação para essas áreas?

            Exemplo:
            Num curso de engenharia mecânica, quantas mulheres estão inscritas? Alguém as impediu de tirar o curso? Quantas mulheres tem interesse em carros e mecânica?
            Claro que existe mulheres com esses interesses, e até grandes profissionais, mas são em numero muito menor do que os homens. A probabilidade de encontrar um homem com grandes capacidades e até melhor que as mulheres é maior. Por questão de números, é muito mais difícil encontrar mulheres que homens.

            Mas depois debate-se, que um fabricante de automóveis, devia ter directoras mulheres em vez de homens. Mas montar motores, tem de ser os homens…
            Para ser directora, basta tirar um curso de gestão.
            Já o director, começou por tirar o curso de engenharia, depois andou a carregar peças para os engenheiros que estavam a construir motores, depois começou a construir motores, depois a projectar motores, depois tirou um curso de gestão e finalmente lá chegou a director.
            Ao fim de 15 anos de trabalho, é despedido, para ir para lá uma mulher, extremamente profissional e com todo o mérito, mas só tem o curso de gestão e nunca trabalhou no ramo automóvel.

            Nada contra ela ser directora… mas devia começar como os homens começaram… não é simplesmente saltar x de passos para ter cargos superiores.

            Podem dizer, que este em muitos casos não é o processo normal de carreira dentro de uma empresa, devido a cunhas e afins. Mas isso já é outra questão.

            Alem disso, é por cada vez mesmo se fazer este processo de carreira dentro da empresa, que mais cedo ou mais tarde, muitas empresas/áreas (como nas redes informáticas) irão perder qualidade e poder a vir a ter problemas estruturais. Mas isto já é outra questão…

        • mlopes says:

          estás muito enganado. em muitas partes do mundo os trabalhadores mineiros são homens e mulheres.
          talvez o maior poder físico dos homens faça com que sejam em maior número, só isso.
          por outro lado tens imensas sociedades a nível global em que quem faz todo o trabalho duro são as mulheres como por exemplo o trabalho do campo (das terras) e o transporte da água.

          • JJ_ says:

            Mas em muitos desses cenários, já é classificado com abuso de poder por parte dos homens (o que em muitos casos é bem verdade, infelizmente), não é igualdade de direitos.

      • Bruno says:

        No mesmo mundo em que pessoas conseguem posições não por serem mais competentes mas devido ao que têm no meio das pernas e às quotas que têm de ser preenchidas

  11. José Valente says:

    Sugiro uma leitura atenta. Ou precisam de oculos ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.