PplWare Mobile

Alerta: 112 não consegue localizar chamadas via telemóvel


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Alberto says:

    O que isto tem a ver com o Assunto : “iOS 10.2 traz função que permite ligar para o 112 discretamente”
    Mesmo para promover a marca da maça.

  2. José Henriques says:

    Nothing new. E nos países referidos onde já usam isso os “CODU” referentes a esses serviços por norma são privatizados. Aqui por estas bandas é tudo contra o privatizar, ficamos parados no tempo.

    • Celso says:

      Porquê a necessidade de privatizar os “CODU”?
      http://www.rtp.pt/noticias/pais/comunicacoes-de-urgencia-do-pais-estao-dependentes-de-baterias-que-so-duram-seis-horas_v630413

      Para pagar-mos mais ainda? Privatizado ou não, parece-me que a maior parte das pessoas são é contra os desvios de fundos para a melhoria das infraestruturas ou a má gestão delas. Se não me engano, em caso de catástrofe, Portugal encontra-se muito pouco preparado, dado que o governo português pouco se preocupa com a eficiência das comunicações de emergência.

      http://www.amsat-ct.pt/?page_id=1011
      Espero que o Moderador não bloqueie os meus comentários novamente, coisa que tem sido hábito!!

      • João MS says:

        +1 Respeito às privatizações. também acho que a questão é mesmo essa. No nosso país não funcionam. Temos os exemplos das escolas e hospitais.
        Relativamente ao 2º ponto que abordas, a maioria dos bombeiros do nosso pais são…voluntários. Isto diz muito da importancia que se dá a sectores/serviços não comerciais e que não podem ter animo de lucro. Quando digo que a maioria dos bombeiros em Portugal são voluntários a um não portugues, simplesmente não compreendem como tal é possivel.

      • Jorge Carvalho says:

        Se calhar o mal também está em como foi concebido o SIRESP , que era para entrar em funcionamento para o Europeu 2004 ….

        E a adjudicação final foi feita em 2008 . sendo que os acionistas são :

        A SIRESP, S.A. resulta da aproximação estratégica dos seus principais fornecedores, traduzida numa estrutura accionista que integra a SLN, a PT Ventures, a Motorola, a Esegur e a Datacomp..

        • celso says:

          Ai está! E porquê que foi concebido assim? Qualquer pessoa com 2 dedos de testa vê que um sistema de emergência com baterias apenas para 6 horas significa a morte de muita gente em caso de catástrofe! Porque não melhorar a autonomia? Um contrato que custou 485 milhões e que é o que se vê!

          • Jorge Carvalho says:

            Porque quando o Antonio Costa renegociou o contrato deixou de fora muita coisa para poupar uns tostoes.

            Há muito para se saber sobre o siresp , dava um filme ( sem piada)

            Abc

  3. Jonas Oliveira says:

    tenho dúvidas que na rede fixa o consigam fazer em 100% dos casos…

    • Paulo Martins says:

      No caso da PT fornece a morada onde se encontra instalado o telefone, a única questão é se tiveres a usar um telefone VOIP começado por 3, aí não há forma de identificar o morada.
      Quanto aos outros operadores não sei, mas acredito que façam o mesmo.

  4. pintor says:

    No meu automóvel que não tem cartão sim, tem um botão que o meu puto carregou na brincadeira e apareceu uma voz a perguntar que ajuda eu necessitava. Também me informaram que em caso de acidente os contacta com a localização e eles chamam os bombeiros.
    Se tive-se lido o manual sabia que é um serviço que esta incluído no carro.

  5. Luna Pacheco says:

    Já liguei ao 112 tanto de um telefone fixo como de um telemóvel, e em nenhuma das ocasiões conseguiram localizar-me. Tive que lhes dizer a morada certa e as redondezas. Este sistema deixa muito a desejar e é uma tristeza, tenho a certeza que muitas vidas poderiam ser salvas se funcionasse melhor. Acho que deveriam pelo menos criar uma app através da qual podemos ligar e que lhes desse as informações GPS.

    • Me says:

      Tem piada, a mim nem sequer me chegaram a atender apesar da insistência das chamadas.
      Não é brincadeira (não se brinca com estas coisas). A minha ajuda foi ligar para um familiar
      que morava perto. Liguei mais de 1/2 dúzia de vezes e só chamava, ninguém atendia.

  6. rui says:

    Mas sabem cobrar a taxa nos seguros auto!

  7. SCC says:

    Mas para que seja transmitida a localização GPS do smartphone é preciso:
    – que o GPS esteja activo e com sinal sincronizado
    – que os dados 3/4G estejam activos
    – que o cliente tenha saldo ou que a mensalidade esteja paga para enviar os dados (para chamadas 112 nao é necessário, mas enviar dados ou SMS já é!)

    E mesmo isto não resolve, senão vejamos:
    – muitos terminais nao suportam telefonar e enviar SMS ao mesmo tempo com os dados da localização GPS
    – para enviar um SMS muitos sistemas operativos moveis pedem sempre autorização antes de enviar, o que não é viável no caso de ser a vitima a fazer a chamada: pode nao estar apto, por algum motivo
    – muia gente ainda tem terminais antigos, a.k.a “burrophones”, sem GPS

  8. APPLe says:

    Atenção que o ios 10.2 beta 3 já não tem essa função, pode ser que voltem a implementá-la na versão final do 10.2

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.