PplWare Mobile

Acer refere que Surface da Microsoft não é uma boa ideia


Editora no Pplware e psicóloga de profissão. Desde cedo que a tecnologia é uma paixão, interessando-se em particular com o impacto que esta tem na nossa vida e nos comportamentos que as pessoas adotam nas redes sociais.

Destaques PPLWARE

  1. “E o segundo com 13.5 milímetros de espessura e 9.3 gramas de peso.”

    Eh lá 😀 É leve este menino 😉

    Bem, acho que os senhores da Acer até têm um pouco de razão, embora um pouco exagerado…
    Desde que o produto da microsoft seja bom, vai ser bom para nós, consumidores.
    Se não for bom, é bom para o resto das empresas de Hardware próprio, que continuam a enfiar windows lá para dentro e a vender como sempre fizeram 🙂

  2. Miguel Ribeiro says:

    Acho que, antes de entrarem com o seu hardware, deviam ter dado alguma prioridade às outras marcas. Veja-se o caso do Google com os Nexus. A Google (a par com outra marca) vende telemóveis “próprios” e as outras marcas não parecem “chateadas” já que saem telemoveis novos todas as semanas

  3. Boa tarde,

    De facto é capaz de ser complicado para alguns fabricantes. A Apple já faz o mesmo a algum tempo. Na minha opinião, o que os Sr.(s) da Acer teêm medo é de perder uma boa fatia de mercado…

    Abraço,
    JPL

  4. Morbidos says:

    Sim realmente com 9.3 gramas upa upa. Os Srs da Acer que se deixem de dramas e ponham cá fora alguma coisa parecida e a baixo preço que é isso que a malta gosta.

  5. bruno martins says:

    a acer tem medo porque faz hardware mediano / fraco.. se tivessem confiança na sua capacidade como fabricante não vinham chorar para os média..
    eu vejo o surface como uma fasquia de qualidade e performance que a microsoft quer impor a todos os fabricantes, como a mostrar a todos eles, “é isto que queremos que vocês façam” e com isso afugentado / amedrontando fabricantes xilings ( aka acer)..

    se fosso uma marca como a asus que viesse fazer este barulho todo, ficava preocupado, agora a acer? em frente..

    ps: por muito que a acer estes últimos anos tenha melhorado nos seu materiais e de qualidade de construção, continuam a ter muito trabalhinho pela frente..

  6. Miguel says:

    Isto são boas notícias e não más. Talvez para os fabricantes que são conseguem menos lucro é mau mas o consumidor é óptimo já que há mais competitividade e por sua vez preços mais baixos 🙂

    • Miguel says:

      Isto são boas notícias e não más. Talvez para os fabricantes seja mau porque conseguem menos lucro mas para o consumidor é óptimo já que há mais competitividade e por sua vez preços mais baixos

  7. Não, acho que a MS está a fazer um bom trabalho, não se limitou a imitar o que havia por ai ou pelos menos imitar totalmente. O Surface tem uma identidade, vai de encontro aqueles clientes que possuem um win phone ou simplesmente querem um tablet e vai de encontro aos users mais “classicos” que não prescindem de um computador. Pessoalmente sou gosto de ter as coisas mais separadas, trabalho no MBP e no iMac e as coisas mais banais no iPad, mas por exemplo depois de os meus pais estarem habituados ao Windows 8, o surface será um caminho possível…

  8. arkan says:

    acredito q essa ACER q nunca me agradou, tenha é medo porque vários fabricantes vão fazer.

    eu mesmo, já estou contando os dias para largar o android eo tablet2 da samsung, android é bom mas windows tem minha preferencia. passados uns 4 meses depois do lançamento eu vou comprar um tablet com windows 8, e dizer adeus a android.

  9. RSC says:

    Na minha opinião a Microsoft está a ir ao encontro da Apple. Cria um sistema e um hardware para funcionar com ele. Ganhará estabilidade, segurança e rapidez. Isso quase de certeza vai criar uma legião de fãs, como acontece com a Apple. Não quer dizer que eles deixem de fornecer o sistema a aos fabricantes de PCs, até porque ai está o negócio da Microsoft, mas a ideia é que o expoente máximo do sistema vai ser o Surface. Porque a verdade é que a Apple tem ganho muito terreno e mudar o completamente SO por si só não ia ser suficiente para a Microsoft recuperar esse mesmo terreno, então o Surface pode ser uma solução… A ver vamos. Eu gosto da ideia, quanto à Acer se não gosta da ideia pode sempre encontrar alternativas. No mundo existem milhares de empresas que são parceiros e concorrentes… faz parte do mercado.

    cumps

  10. Bruno says:

    A mim parece-me que os vários fabricantes de PC estão a ficar com medo de que este Surface tenha um grande sucesso.
    O utilizador é que fica a ganhar com esta guerra de concorrência. Venha ele!

  11. Pedro Levi says:

    Alguém tem sempre de ganhar com alguma coisa e neste caso felizmente parece ser nós consumidores.

    Agora vejamos a guerrinha.. Sim sr a MS tem direito a lançar o seu tablet e faz muito bem pois claramente mexe com o mercado e tem mercado para ele. Agora a acer pode tar aborrecida porque vai ser mais um concorrente ainda por cima parceiro.

    A MS vai obrigar os fabricantes de pc’s a mexer-se dentro destas três hipoteses:

    1º- Evoluem, mexem-se e criam produtos melhores e mais apeteciveis.
    2º- Encostam-se à “bananeira” e vem os lucros cairem e perderem mercado.
    3º- Abandonam a MS e lançam os seus pc’s sem SO ou SO alternativo (o que aqui certamente tambem tem a perder pois maioritariamente o mercado de pcs “pede” windows.)

    Relativamente à 3º opção claro q metendo sem SO ou com SO livre poderiam reduzir os custos do produto final, contudo nao creio q o windows para uma gigante como a acer custe o suficiente para causar que dano seja no produto final.

    Isto reflecte apenas a minha opiniao, naturalmente!

  12. a meu ver acho que está na altura de largarmos a microsoft e dar-mos um pouco de ouvidos à Valve

    • Valeriu says:

      lol, a Valve ta tal e qual como a Acer, com medo de perder lucru

      • Andre Andrade says:

        O windows 8 é um fracasso tao grande… aquela interface metro esta simplesmente infantil… e o sistema de multitasking no metro é pura e simplesmente para tablets/smartphones… nao desktops ou notebooks… e entao a ideia das apps correrem em full scren sem as tradicionais opçoes fechar, expandir, minimizar…. bem… acho que a microsoft esta a meter-se numa barracada medonha.. a soluçao passa mesmo pelo linux…

        • João Gonçalves says:

          É só videntes… É tudo um fracasso graças a deus. Esperem, depois comentem… Se faz igual, é igual, se não muda, não muda… Se faz diferente é porque é diferente… Sao presos por ter cão e por não ter…

          E já agora a solução passa pelo Linux? Então porque? Porque a Valve esta a fazer birrinha e agora a Acer também e no final de contas vao continuar como estao… A solução passa também por continuar com o Windows 7…

          • Bruno Silva says:

            Os videntes que prevêm o fracasso do windows 8 são os mesmos que previram o fracasso do Vista… Eu nunca tive o Vista e acho que o fracasso é bem vísivel.

            Mas a solução passará certamente por continuar com o windows 7 como tu dizes, embora eu esteja tentado a “abandonar” o barco e saltar para mac.

        • Fred says:

          Como muitas outras versões da windows… Mas como a maior parte das pessoas do mundo que “preferem” Windows e gostam de ser roubados… que é o que acontece quando compram pc’s com esse sistema operativo… mas mesmo assim continuam a dizer estúpidamente “eu adoro Windows”… Não é que eu tenha alguma coisa contra a windows, não o uso simplesmente… Para mim é apenas um sistema operativo fracaçado de nascença…

        • Carlos Alves says:

          Quanto ao fracasso do windows 8 não sei, a curva de aprendizagem é um pouco agressiva para cativar os utilizadores no primeiro momento, embora na minha opinião as funcionalidades compensem, vamos ver as vendas 🙂 Utilizo o windows 8 desde a versão consumer preview, tal como utilizo linux, sem grandes queixas a assinalar… Como programador de aplicações para windows e linux, inclusive metro talvez possa adicionar alguns detalhes à conversa… A interface infantil tem a ver com os atuais criterios de desenho de interfaces, tal como chrome, firefox, unity, ou gnome 3 reduziram bastante os elementos visíveis, deixando apenas o necessário, embora nas aplicações metro tenha sido mais drástica… A ausência dos botões de fechar, maximizar e minimizar tem simplesmente a ver com não serem precisos nas aplicações metro, o próprio sistema faz gestão das aplicações abertas, metendo em standby as aplicações, quando necessário… por experiencia não noto diferença em ter 1 aplicação ou 10 em segundo plano, mesmo sendo jogos metro, quanto às aplicações clássicas a gestão é feita pelos utilizadores como nas anteriores versões… Para quem utiliza apenas teclado e rato (eu) não existem grandes dificuldades, tanto a usar o rato como teclas de atalho, os problemas que tenho encontrado são em aplicações de terceiros, algo que se deve resolver em pouco tempo… Em termos de performance bastante superior à do windows 7, especialmente em maquinas antigas, alguns problemas com drivers da nvidia nas versões beta em idle, o mesmo acontecia com as versões beta do windows 7… Mas no final tudo se resume a uma questão de gosto… 🙂

  13. A mim parece-me é que a Acer está com medo da concorrência, talvez por alguma falta de inovação interna…

  14. Alberto says:

    A idéia é boa, os rumores do preço é que é uma furada.

  15. Rebel says:

    infelizmente para os fabricantes de pcs a microsoft tem a faca e o queijo na mao “SO sistema operativo” se ela começar a fabricar pcs sera mau para a insdustria dos fabricantes e ira criar um monopolio na microsoft contudo acho que tem um aspecto positivo para o consumidor caso isso aconteça ira fazer com que essas empresas pendentes da microsoft começem a pensar em criar ou apostar em alternativas ao windows no dia que aparecer um SO compativel para o mundo dos video jogos “um SO que esteja preparado para video jogos esta preparado para quase tudo” assim como simples de utilizaçao para o comun do consumidor faz quase tudo o que quer com 2 clics ai sim o mundo informatico sera mais alargado a oferta e acabara com as imensas limitaçoes impostas pela microsoft e quem sabe com a propria microsoft

    • A.Felix says:

      Se o problema é os jogos as coisas estão a evoluir…
      Left 4 Dead 2 para Linux já roda mais rápido que no Windows
      Três semanas após anunciar oficialmente que estava desenvolvendo um cliente do Steam para os usuários do pinguim, a Valve declarou ontem que o Left 4 Dead 2, primeiro jogo a ser portado para o Linux, já está rodando mais rápido que a versão original para Windows. O resultado foi obtido após várias otimizações de código para fazer o jogo funcionar melhor com a API gráfica OpenGL.

      Após as otimizações, o Left 4 Dead 2 passou a atingir uma taxa de 315FPS, um ganho de 16% em relação a versão para Windows, que mostra 270,6 frames no mesmo intervalo de tempo.

      Continue a ler aqui: http://goo.gl/HfylW

  16. Cris. says:

    Embora goste o Surface, adorava que a Acer cortasse qualquer relaçao com Windows e se aliasse a Ubuntu. é pena que o mercado só peça Windows.

    • Valeriu says:

      Se a Acer abandonar o windows é morte certa para a empresa

    • João Gonçalves says:

      Por causa de um tablet já fazem esta birra toda… E a seguir iam largar o Windows…. E era…

      Uma empresa é feita para dar lucro… Não é para agradar a meia dúzia de pessoas que querem Linux… O mercado pede Windows, e vai continuar a pedir… Por isso é Windows que vai continuar a sair na maioria dos pcs… Quem quer outra coisa, e se é “geek” o suficiente para querer Linux, sabe em o que tem de fazer para o ter…

    • Fernando says:

      O Ubuntu, ( que tenho instalado em todos os meus computadores em paralelo com o windows 7 e 8 ) está infelizmente ainda a milhares de kilometros do windows e do osx….. A qualidade de imagem e das fontes, é muito muito fraca, a nvidia e a amd não perdem muito tempo com o Ubuntu.

  17. Diogo says:

    Mas… No caso da acer e de outras marcas a microsoft é tal como dizem parceiro e vai competir contra os seus próprios parceiros… e será que é mesmo bom para o consumidor?… não acabará por ser a microsoft a perder parceiros e quem sabe dinheiro?

  18. Rui A. says:

    Acho que pode vir a criar uma situação de conflito que crie uma relação perda-perda para ambos.
    Há que relembrar que a Acer é uma das maiores revendedoras de windows do mundo, se a Acer e outros se sentirem ameaçados pode ser que comecem a chover tablets android e PC’s Linux a baixo custo.

  19. Nelson N. says:

    Apesar do atrevimento da MS, lançar o seu proprio Tablet, o grande problema nao é o Tablet, mas sim a Arquitectura x86 no tablet, e o impacto que vai ter no mundo dos PC’s.
    Basicamente ameaça todos os Fabricantes de Portateis e Computadores e inclusivé componentes para Desktops e com o Windows8 as proprias Software-Houses.
    Computadores High-End, estão severamente ameaçados, e o seu custo agravado.

    O impacto é gigantesco. e vamos a mais uma onda de empresas a despedir.
    Eu não sei se o mundo está preparado para uma mudança tão radical por parte da MS que sempre foi mais conservadora.

  20. Sérgio says:

    É normal a preocupação da Acer , a venda do surface vai ter algum impacto na venda de portateis. Eu proprio era para investir num portatil novo e já não o vou fazer enquanto não sair o surface, seja para ver as suas capacidades como o preço.
    A apple é uma grande marca, mas o windows ainda é algo que nasceu connosco e ao lançar este produto, ainda por cima com aquele teclado do fashion ( da imagem acima), vai despertar bastante o interesse de pessoas que nao necessitem de portateis para jogar.

    soluções.. melhorar o equipamento ou tentar novos protocolos com a microsoft.

  21. jgt says:

    Não investem. Só estão preocupados com marketing ( ainda por cima marketing dos outros; Apple ). Quando aparece um produto que as pessoas querem, ficam cheios de medo.
    Pode ser que alguns fechem para servir de lição.

  22. Texugoelectrico says:

    Por acaso é uma dúvida que tenho. Quem é que realmente produz o hardware para o Surface?

    Já li muito sobre o surface mas não há muita informação sobre quem é que o faz. Claro que processadores e assim vêm todos dos sítios do costume, mas e o resto? O ecrã, o chassis, a própria board (será que não é da MS!?). Já li que a Samsung é a responsável por grande parte do material (à semelhança da Apple) mas não sei até que ponto isso é verdade… Curioso é que sempre pensei que algo assim viesse da parceria com a Nokia mas nunca li nada sobre isso.
    .
    .
    Quanto à noticia propriamente dita, é claro que a MS está a arriscar muito mas a Apple tem-se saído bem sozinha e já estiveram BEM PIOR do que a MS está agora… aliás mesmo que seja um fracasso não tenho dúvidas que eles se aguentam à bronca. O problema é que a MS viveu largos anos à custa dos fabricantes de hardware e mesmo com aquela coisa do EFI ou que raio é, a verdade é que os fabricantes de hardware têm alternativas. Não sei se as alternativas em termos de processadores serão de qualidade superior à Intel mas em termos de software, apesar de sempre ter preferido o Windows, a verdade é que o Linux tem evoluído da mesma forma e qualquer dia está mais parecido com o Windows que estamos habituados do que o próprio Windows:p (o problema aqui é que parece que os “Linuxes” também já andam a ficar moldados com a ideia da assinatura do software e assim).

    Ou seja, é claro que a Acer não gosta disto, tanto como a Asus, Toshiba, Sony, etc, mas se eles não se juntarem todos à procura de alternativas (o que é difícil, afinal são rivais) pode muito bem acontecer que a MS e a Apple sejam as únicas a vender hardware para os seus produtos.

    • jgt says:

      Não creio que a ideia da MS seja juntar-se à Apple. O objectivo é abanar o mercado. Já viste a quantidade de produtos que estão a ser desinvestidos só por uma moda e muito marketing?

  23. A Acer e por certo muitas outras que vendem dispositivos deste segmento. Poderá vir a fazê-los perder uma boa fatia do mercado. Mas se não querem ficar para trás façam por inovar e fazer (boa) concorrência. O consumidor agradece.

  24. Diogo says:

    Será que podemos vir a ver as empresas a criarem os seus próprios SO… era bom, pelo menos aumentava a competitividade e era uma boa forma de inovar, mas acho que é dificil

  25. sergio says:

    nunca gostei de acer, mas comprei um tablet iconia A100 e pelo menos não são preguiçosos nas actualizações ao contrário da Samsung, da qual comprei um Galaxy tab 2 7″

  26. jpng81 says:

    Ninguém melhor que os fabricantes de hardware para darem com os pés na microsoft, eles têm melhor conhecimento que ninguém tem de como o hardware funciona, basicamente só precisam de um sistema operativo.
    A microsoft anda a ver se consegue fazer a mesma coisa que a aple, “nós fazemos o hardware e o sistema operativo… os fabricantes que se lixem”.

  27. Alfadar says:

    Tive um professor que contava como piada o seguinte, ele que vendia pipocas na frente do banco, e os dois tinham um acordo que era nem ele emprestava dinheiro nem o banco vendia pipocas. A Microsoft tinha este acordos com o senhores do hardware e agora com este produto tudo fica em causa, esta aberta uma guerra e em terrenos que a Microsoft num pisou. Hahahahahaha! /dev/null

  28. Paulo . Cunha says:

    Seja qual for o desenlace disto, a verdade é que vai dar bronca para toda a gente. E concordo com a Acer, a MS vai avante com isto, então há a necessidade de encontrar alternativas para os produtores de hardware. Para nos utilizador até pode ser bom visto que é nos tempos de “guerra” que se dão os grandes avanços tecnológicos, ou seja, onde todos querem primar pela inovação e excelência. Se todos tentarem ser o melhor grandes passos podem acontecer nesta área e somos nós que podemos tirar o maior proveito no meio disto.

  29. Maxim says:

    Mau pode tornar-se para os fabricantes de hardware de PC’s, porque os utilizadores não vão sentir diferença nenhuma, acho eu.

  30. El Guapo says:

    Isto e’ o’ptimo para as distros Linux, em especial para o Ubuntu que ja’ comeca a sair de origem em alguns PC’s de fabricantes de hardware. Acho que todos percebem porque, nao e’ preciso explicar.

  31. El Guapo says:

    Marisa, so’ um reparo: o peso do modelo de de 13.5 milimetros nao esta’ correcto. Nunca na vida podem ser 9.3 gramas. Nem que fosse feito de papel e fosse oco.

  32. pedro Mach says:

    ja se ouviu dizer tanta coisa… windows 8 nao presta, surface é uma barraca, concorrencia desleal… depois ha os fundamentalistas da apple, samsung e google (etc e tal)… E verdade que vai mexer com o mercado, vai ser bom?! Claro! de inicio os concorrentes directos podem perder vendas mas depois melhoram!
    Lembro-me do iphone que qd saiu partiu a louça toda e todos os outros ficram a ver navios… hoje ha telemoveis android fabulosos e bem melhores que o iphone. O que aconteceu? Deram á sola!! Mexeram-se… trabalharam… melhoraram… falharam e voltaram a tentar!!! Uns resistem e vencem outros nao!

    A propria apple levou “tareia” a certa altura no que toca a pcs e portateis e hoje… sao os “maiores” não digo melhores pq nao sou crente em apples e nao deito abaixo o qd realmente o trbalho deles tem algum valor…

    Vamos esperar pra ver… no limite que se lixa é a Microsoft! Por isso… senhores da Acer… façam melhores maquinas que de certeza preferem o vosso ao deles!

  33. Fernando says:

    Corrigindo o titulo “A Acer acha que não é boa ideia a microsoft lançar o Surface”

  34. Marisa Pinto says:

    Grande título…
    Grande demais diria.

  35. João Sousa says:

    Acho que o Surface vai fazer impacto contra o Ipad uma vez sendo de um sistema operativo novo o Windows 8, e pelo que serve tambem de computador portatil
    Quando sair em Portugal vou comprar!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.