Quantcast
PplWare Mobile

Pauzinhos elétricos realçam o sabor dos alimentos sem a necessidade de adicionar sal

                                    
                                

Autor: Ana Sofia Neto


  1. Américo Mendes says:

    Referem-se a sal ou cloreto de sódio?
    Sal (integral, como sai do mar ou de mina) é essencial à vida dados os mais de 80 minerais que o constituem.
    No que respeita ao cloreto de sódio (como o sal refinado) esse sim é veneno.
    Escolham!

    Eu uso sal (1/2 colher de café) na garrafa de água (500 ml) que bebo durante o dia…pressão sanguinea normal/baixa, sempre.

    • Luis Rosalino says:

      isto

    • Jane Doe says:

      Do que raios estás mas é tu a falar?!
      Metes sal na água, mas que sal? Há muitos sais. Quando nos referimos apenas a sal, estamos a falar do são de cozinha, de cloreto de sódio, e o cloreto de sódio “é essencial á vida”, mas á partida obtemos a quantidade necessária da quantidade naturalmente presente nos alimentos.
      Não me digam que há uma nova moda de adicionar “sal integral” á água que bebemos… Este pessoal armado em esperto faz cada figurinha…

      • Jane Doe says:

        *sal de cozinha

      • Américo Mendes says:

        Como uma pequena pesquisa da trabalho, deixo um pequeno e bom resumo:
        Sal, é exclusamente integral como o obtemos da natureza, ao que se chama “sal” é industrial e é somente cloreto de sódio e usado é muito prejudicial!

        É grátis, vá lá 🙂 e percebe a razão de existir “sal” refinado (retirar os ouros minerais para vender). Podia explicar algo mas histórico, mas fica para outra vez.

        SAL MARINHO integral:
        O sal marinho integral contém cerca de 84 elementos, entre os quais: iodo de fácil assimilação e nas quantidades necessárias para o organismo, magnésio, cálcio, enxofre, sódio (o teor de sódio deste sal, é menor do que no sal refinado), carbono, zinco, cobalto, fluor, fósforo, ferro, lítio, manganês, mercúrio, molibdénio, potássio, selénio, prata, ouro, urânio, etc..

        O organismo ao desidratar-se perde grandes quantidades de água e sais minerais criando um estado de cansaço e esgotamento físico, psíquico, emocional e mental. O mau funcionamento interno do organismo é provocado pelos minerais que se perdem, por isso, devemos repô-los rapidamente. Com o sal refinado, nada chegará às células, excepto, o cloreto de sódio. O sal marinho repõe rapidamente os minerais perdidos.

        “SAL” REFINADO/industrializado:
        -passa por uma lavagem que retira os nutrientes, como por exemplo:

        As algas microscópicas que fixam o iodo natural. Por isso tem que se acrescentar o iodo sobre a forma de iodeto de potássio que é, geralmente, usado numa quantidade superior à quantidade normal de iodo do sal marinho, predispondo o organismo a doenças da tiróide: nódulos, tumores, que numa situação extrema pode levar ao aparecimento do cancro da tiróide.
        Minerais, como por exemplo, magnésio, enxofre, iodo, cálcio, sódio;
        Entre outros.
        Os nutrientes são retirados para posteriormente serem comercializados por valores elevados, conseguindo-se maiores lucros.

        Fonte :
        https ://www.medicina-natural.pt/pt/artigos/sal-marinho-integral-vs-sal-refinado.html

    • Joaquim Sobreiro says:

      Façam bebidas isotonicas misturando água comum a água do mar na proporção 3+1.
      Com os alunentos produzidos industrialmente é natural que já se tenha perdido o verdadeiro sabor natural dos alimentos saudáveis. A diferença entre um alimento vivo e um morto energeticamente

      • Américo Mendes says:

        É uma opção tb, mas o que faz com isso é incorporar sal com os seus >80 minerais que são o único local na natureza onde se encontram, tantos e na correta proporção para poderem ser usados pelos humanos e restantes animais.

  2. Escola de Vencedores says:

    Olá! tudo bem?

    Parabéns pelo seu trabalho!

    Gostaria de convida-lo a conhecer a Escola de Vencedores,
    cursos e oportunidades que podem mudar uma vida.

    Desejo-lhe sucess!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.