PplWare Mobile

TV com ecrã OLED ou QLED? Qual escolher e quais as diferenças


Autor: Maria Inês Coelho


  1. Amilcar Alho says:

    Nem de propósito!
    Este artigo vem mesmo no tempo certo (para mim)!
    Obrigado MIC! 😉

  2. james says:

    Não esquecer a questão de quem joga…

    • Rrrrrr says:

      QLED – para quem ve a TVI, faz o turno da noite e ve tv de dia

      OLED – para ver filmes e series em full HD / 4K.

      Para quem joga é irrelevante, porque apesar do QLED ser ligeiramente mais indicado, o tao falado Burn in nos OLED nao se faz sentir da maneira que se teme. Ha montes de testes na net sobre este tema, nomeadamente no rtings . com

      • FAR says:

        Errado. Tenta de novo. Jogar em ecrãs com tendência a burn-in é receita pra a desgraça.

      • FAR says:

        E não só jogos, ver filmes cuja proporção não seja igual à TV (e que portanto use a barras negras para compensar) também causa burn-in em painéis susceptiveis ao efeito. E OLED é, da tecnologia de painéis atual, o mais suceptível.

        A juntar a isso os preços de um OLED cuja qualidade seja notoriamente melhor que de um QLED e…. bom é óbvio 🙂

        Nota: ponto de vista de um forreta, que tem problemas em estoirar +2000€ numa TV a cada 2 anos.

        • Vitor Jesus says:

          FUD – Fear, Uncertainty and Doubt
          Os oleds têm limpeza automática para eliminar este problema. Só vez burn-in nos modelos que estão nas grandes superfícies porque passam o mesmo conteúdo o dia todo e à noite não fazem a limpeza porque os quadros elétricos são desligados. Isto sim é que é receita para a desgraça.

        • Woot! says:

          Não percebo nada de ecrãs mas sendo OLED com barras pretas, esses pixeis náo são “desligados”? Ou seja como pode existir burn-in se os pixeis dessas barras pretas são desligados? Ou as barras pretas não são postas pela televisão mas sim pelo emissor e não são “true black”? Ou OLED black como gostam de chamar agora?

          • Joao Guerreiro says:

            Só tens que pensar ao contrário.
            Existe uma degradação natural dos píxeis na parte útil do filme. Nas barras pretas essa degradação não vai existir, logo, vai haver a diferença de tonalidades devido a isso.

          • Vitor Jesus says:

            Tal como nos LCDs…

  3. diogo says:

    OLED! sem duvida
    tenho uma c7 da LG de 55polegadas

  4. King Banido says:

    OLED é a melhor escolha, mas tambem é a mais cara…
    QLED é “igualmente” boa, mas um pouco mais acessivel nos modelos de entrada das marcas.

    Não esquecer que no caso da Samsung, o modelo de entrada Q60R, a TV traz 120hz! O que tornasse bom para gamers, apesar de o tempo de resposta ficar a volta dos 10ms… Para uma tv não tá nada mau!

    • heavyrui says:

      QLED É mais acessível em termos monetários? Não, é precisamente a mesma coisa. Até acho as Samsung mais caras.

      • King Banido says:

        Compras a Qled da samsung por 700€ de 50 polegadas. Já uma Oled de entrada ronda os 1.500€.

        Metade do preço para mim é mais acessivel 🙂

        • Rui Orlando Marques says:

          Depende da Série.

        • Rrrrrr says:

          isto é como os carros. ha quem compre um renault e ha quem compre um bme, depende do bolso de cada um e do que se pretende retirar da compra.
          Comprei um OLED de 55 da LG por 1000. Os QLED com performance mais proxima eram mais caros ainda.

          • FAR says:

            Faz uma analogia com renault e bme(w?) para comparar custo/beneficio e logo a seguir indica o equivalente a ter comprado um bme mais barato que um renault.

            Oh homem faça sentido!

    • AlphaB says:

      Com 10 ms isso nota-se na transição.
      Passado tantos anos desde que as Tvs passaram a ser planas continua a ser uma luta na altura de comprar a tecnologia foi evoluindo mas a qualidade baixou e quando eu tenho uma Tv com 8 anos e com tempo de resposta de 1 ms quando leio que estas têm 10 ms ! andaram para traz.

    • Eduardo Pereira says:

      Eu convivi diariamente com os 4 tipos de tecnologia (led, oled, qled e uled) usando o mesmo vídeo como display test em modo normal e hdr (seja os videos do sistema embutido da loja em que trabalhei, seja com conteúdos das 4 principais marcas que usam estas tecnologia e até filmes 4K).
      E pelos testes que fizemos concluímos que a nível de contraste e trabalho da luminosidade, a Uled perde não só para as novas tecnologias, como também para as Led da Sony (a gama XF conseguia impressionar tanto os clientes como a SuperUHD NanoCell da LG) ou até médias gama da LG(6500)
      Outro ponto fraco é o sistema e foi o ponto fraco que mais recebi de feedback dos clientes.
      Ponto forte da Uled nem é o ecrã, é a qualidade de resposta do processador em termos de fluidez a qualquer tipo de imagem. Mas isso os processadores da Sony também conseguem em TV’s de gamas X*75/80/85 por exemplo.

      Compensa mais comprar uma Led Sony da gama 2018 (XF) ou de 2019 (XG) do que qualquer Uled da Hisense.

      • Rrrrrr says:

        Nano cell parece mais jogada de markting da LG para captar a malta dos Qleds.
        As minhas opcoes para estes momentos sao a Sony XF950G (LED) e o OLED LG B9

  5. heavyrui says:

    Fui a diversos sitios comparar as duas tecnologias e achei-as muito iguais. No meu caso e por uma questão de gosto pessoal fui a para o QLED da Samsung. Não se deixem ir pelo que lêem ou pelo que vos dizem.
    A tecnologia usada nas Hicense ULED é muito boa e mais em conta. A LG não tem o one connect box que para mim é muito bom.

    • heavyrui says:

      Kuantokusta ajuda muito.

      • Eduardo Pereira says:

        Pois, a nível de preço sim, são muito boas… Mas para se tiver de aconselhar com base em preços, tem a Philips com as leds, que overall são bons equipamentos e não ultrapassam os 400/500€ dependendo dos tamanhos.

        Quem compra uma Oled não está a ser enganado porque a qualidade está realmente lá. Claro que ainda precisa de ser mais desenvolvida para a aumentar a durabilidade delas.
        Mas tbm aconselho a fazerem a extensão de garantia para a TV, porque ao fim de 3-4 anos pode ocorrer o tal Burn-in. Nesse caso, conseguem um novo equipamento atualizado ativando a garantia.

        Não acredito que o senhor já tenha tido o prazer de ver uma Sony AG e não tenha notado a diferença em relação a uma Hisense. Eu sei que a diferença de preços é abismal porque a AG custa 2500€, mas também é a qualidade de imagem.
        Se quiser comparar preços e equipamentos, Sony XG chega para dizer que as ULEDs são banais.

        O Qled da Samsung é bastante bom e vai sempre ser uma boa concorrente ao Oled, mas vai perder terreno no futuro quando a durabilidade das Oleds crescer. O desempenho energético das Oleds é maior porque muitas vezes as imagens pedem negros completos e isso gera economização de energia no equipamento.

  6. PoPeY says:

    Viva,
    Em tempos fiz uma pesquisa exaustiva sobre qual optar. Optei pelo Oled e fiquei mesmo muito satisfeito. Mas pelo que percebi é um painel bastante sensível. É bastante fácil ficar com “burn-in”, pelo exige muito cuidado e atenção com as imagens paradas na TV. Por exemplo, não é muito boa ideia ouvir radio pela tv (pelo menos na box da vodafone). Quando se joga PS/Xbox evitar deixar o jogo em pausa enquanto se vai almoçar/jantar. Em suma, é boa televisão com uma imagem fantástica, mas que requer alguma/muito atenção na utilização.

    • heavyrui says:

      Por essa e mais 3 ou razões fui para a Samsung qled 55 q9fn 2018.

      • PoPeY says:

        Sim, um Qled é uma aposta mais seguro se for para ver TV, tipo programas e assim. Se for para jogar consola ou ver filmes BR, o Oled tem muito mais qualidade de imagem, alem do que aqueles 100% pretos são fantásticos e sem comparação possível. Infelizmente nem tudo são rosas e tem pontos fracos.

        • Rui Orlando Marques says:

          Os pretos na Samsung são igualmente bons. A LG é mais sóbria. As cores na Samsung são mais vivas e mais impactantes. Mas sim, para jogos é melhor a LG. Cuidado é com o efeito burn in que não acontece nas Samgsung. Eu acho que é como escolher entre um Ferrari e um Lamborghini. A Philips por exemplo continua também a ser uma excelente opção.

    • iDroid says:

      Mas se se deixar a Switch em pausa já não há problema /s

  7. Jota says:

    Ando à espera há muito tempo, de uma OLED de 49 (queria de 45 polegadas ou pelo menos de 49, mais não queria), que neste momento não existe!

  8. O pirata says:

    Porque explicar as diferenças entre QLED e OLED e a NANOCELL da LG fica de fora?
    Deveriam de explicar a QLED e a NANOCELL já que são as rivais e mais parecidas…
    Visto a QLED ser SAMSUNG e a SAMSUNG ter alguns modelos OLED cheira-me a financiamento…

  9. Jota says:

    Ando à espera há muito tempo, de uma OLED de 49 (queria de 45 polegadas ou pelo menos de 49, mais não queria), que neste momento não existe!

  10. David says:

    Falar de QLED e não mencionar o local dimming que está implementado é um pouco enganador.

    O QLED já consegue pretos reais, apagando as luzes. Nos modelos topo de gama, embora não se chegue aos OLEDs, já consegue chegar muito muito perto nos níveis de preto de quase todo o ecrã.

    As TVs topo de gama das marcas que vendem QLED e os seus equivalentes vêm também quase todas tratadas com filtros anti reflexo e que melhoram os ângulos de visão de tal modo que quase não se distinguem das OLEDs.

    Basta ver reviews das Q85R (ou Q80 americana) e Q90R para perceber que quase todos os negativos do QLED mencionados neste texto não se aplicam. E o topo de gama da Samsung custa, neste momento, o mesmo que as media gama da LG e ainda traz um note 10 de oferta até ao fim de Dezembro.

    Finalmente, para quem joga, não comprem OLED. Há vários reports de problemas de burn-in para pessoal que joga sempre o mesmo jogo com o HUD no mesmo sítio. Estes problemas acontecem ao fim de 1 a 2 anos com uso intensivo, mas é um risco que não sei se vale a pena correr. Os paineis recentes são quase perfeitos salvo isto, até porque na realidade a tecnologia é realmente melhor.

    Mas se estão à procura duma TV, eu neste momento comprava uma Q85 da Samsung. Tem connect box, bons níveis de preto, bons ângulos de visão, extremamente resistente a “glare”, bom som, FreeSync, HDR impecável e, acima de tudo, custa menos 300-1000 euros que a LED equivalente da mesma gama (LG C9).

  11. Luis Silva says:

    Faltou falarem das nano cell.

  12. Mestre em direito says:

    OLED (atual) não serve para TV nem ecrãs de PC, exceto se forem TV /PC só para filmes. As OLED têm a melhor imagem mas horrível Burn-in e “fraca” luminosidade em cenas com muito branco em HDR. Ora, quem usa uma TV ou PC não pode estar preocupado com o que vê ou no que trabalha/joga com medo de queimar o painel. Portanto OLED é muito bonito mas não serve a longo prazo.

    não consigo imaginar dar 2500€ por uma TV e ter que dizer às pessoas que não vejam canais d TV para o símbolo não ficar queimado nem eu jogar que um logótipo ou letras ficam lá. A LG/SONY têm algoritmos melhorados mas no final só atenuam um pouco o problema. QLED ou microLED são o caminho.

  13. Tim says:

    não comprem já.
    esperem pelas micro led. esta sim, a tecnológia que vale a pena investir. vai durar decadas sempre boas e actuais.

  14. Backonline says:

    Simples, tens dinheiro compra OLED sem duvida, não tens compra QLED. A qualidade de imagem é brutal não tem nada a ver, apaguem as luzes metam 1 filme UHD HDR e aí vem as diferencas, mas convém ser 55 ou superior a baixo disso QLED faz perfeitamente o trabalho. Por alguma razão a LG teve de lançar uma tecnologia pra tentar bater o OLED. A

  15. Backonline says:

    Simples, tens dinheiro compra OLED sem duvida, não tens compra QLED. A qualidade de imagem é brutal não tem nada a ver, apaguem as luzes metam 1 filme UHD HDR e aí vem as diferencas, mas convém ser 55 ou superior a baixo disso QLED faz perfeitamente o trabalho. Por alguma razão a LG teve de lançar uma tecnologia pra tentar bater o OLED. A

  16. Backonline says:

    Simples, tens dinheiro compra OLED sem duvida, não tens compra QLED. A qualidade de imagem é brutal não tem nada a ver, apaguem as luzes metam 1 filme UHD HDR e aí vem as diferencas, mas convém ser 55 ou superior a baixo disso QLED faz perfeitamente o trabalho. Por alguma razão a LG teve de lançar uma tecnologia pra tentar bater o OLED. A

  17. R says:

    Alguém podia sugerir uma OLED de 65” que represente um compromisso entre qualidade- preço?

  18. Ricardo says:

    O processo de fabrico foi muito otimizar vão baixar de quinze a 25 por cento os preços.. É vai haver mais concorrência esperem…

  19. KodiakShadows says:

    Feliz de mim que não tenho essas preocupações, pois não não tenho TV por opção, odeio TV e nem me desperta interesse olhar para uma. Acho que a ultima que tive foi uma Toshiba Top custou-me um balúrdio.

  20. Paulo Pimenta says:

    Oled ainda tem problemas por resolver, burn in e o que falta de homogéneidade dos cinzas escuros em baixo brilho, não é crítico quando se vê só vídeo, mas nos vários user interfaces das várias apps que uma TV tem pode ser notórios e desagradável.
    Oled para monitores de trabalho é outro caso que é melhor esquecer, no mesmo modelo há telas mais verdes, outras mais rosas, etc. Um tormento para calibrar.

  21. Mário says:

    De notar que os tempos de resposta das tv’s LG nos menus ou mudança de canal são muito lentos em comparação com as Samsung.
    Tenho ambas as marcas em casa e noto que sa Samsung são muito mais rápidas em termos de software.

  22. Joao says:

    Comprei em Outubro uma QE65Q90R, apesar de ter visto as OLED, e os pretos mais pretos, nao me encantou!
    As cores vivas da QLED para mim vale mais que os pretos do OLED, apesar de que, na QLED os pretos sao pretos…
    Comprei tambem por causa do burn in, e do software da LG nao ser a meu ver um grande sistema. Gosto mais da Samsung nisso! De resto, um amigo meu tem OLED eu tenho QLED, e sinceramente vamos jogar na casa um do outro e na minha nota se cores mais vivas, na dele maior contraste!
    Nada que tambem seja absurdamente muito melhor numa que noutra.

  23. Danilo murços says:

    Para né e só questão de pesquisa quem inventou o OLED E QLED FOI A SONY

    • Eduardo Pereira says:

      Desculpe? A Sony nem os próprios painéis produz, compra à LG… Sim, só a LG é que produz ecrãs OLED porque é a dona das patentes.

      A OLED é da LG e a QLED é da Samsung.

      O OLED Sony, OLED Panasonic e o OLED Philips são painéis LG.

      • upedreiru says:

        .. software e processador são a garantia da perfeição. não é “bazófia” dizer que as melhores tvs são Sony e não quem produz os painéis. Os painéis são produzidos conforme especificações do cliente e não “toma lá”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.