PplWare Mobile

A Realidade Virtual aplicada no tratamento de fobias


Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo
Artigo escrito por Célia Gamito para o Pplware

Destaques PPLWARE

  1. Tony says:

    A questão é a repetição do estimulo cria habituação e diminui os níveis de ansiedade ou pode em certos casos, amplificar e aprofundar a fobia?

    • Tony says:

      Por exemplo “notícias” se aumentar um certo assunto, ficamos mais sensibilizados, depois se continuam com o mesmo assunto, começa a tem efeito contrário e ficamos dessensibilizados.

      • Hugo says:

        Lembrei-me foi da Ayahuasca.
        Que consoante o teu estado de espírito pode dar pra alucinares tranquilamente e em paz, como para amochares terrivelmente.

    • Hugo says:

      Boa questão.
      Provavelmente ninguém terá dados concretos para responder mas acredito que em determinados casos, o confronto constante com a fobia a torne ainda maior.

    • Andre says:

      Acho que o que acontece eh que os estímulos que levam a ansiedade passam a apontar para algo que eh artificial, não real. Assim, situações que normalmente fazem recordar episódios traumáticos passam a apontar para episódios virtuais, que o cérebro sabe não serem reais, evitando assim o stress.

  2. Fernando says:

    penso que inesc em portugal vai aplicar tecnologia semelhante no treino de bombeiros em situações extremas.

  3. Bruh says:

    Curar fobias, criando miopias. OK

  4. Pedro Heliodor says:

    Creio que foi noticiado, no Público salvo erro, e mesmo na Wired, que os Norte Americanos utilizam jogos de vídeo para combater o Stress Pós Traumático dos seus soldados.
    O problema é se, queremos mesmo tratamento para doentes mentais mais graves, já que poderão perder a noção do que é real e o que não é, especialmente, se a VR tiver um grau de realismo de forma a que a mente dessas pessoas assuma que essa é a realidade.

    Por outro lado, concordo com a aplicação de VR, para treinar profissionais nas mais diversas áreas e especialmente possibilitar espaços de trabalho virtuais, à lá Matrix, em que não saímos de casa durante X horas e estamos a poupar deslocações a grandes distâncias com esta tecnologia.

  5. David says:

    Como se cura a fobia a patrões? tipo um FPS de matar patrões ou uma armadura tipo ironman e uma espada contra um exercito deles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.