PplWare Mobile

Micro:bit – O mini PC da BBC por apenas 17 euros


Autor: Pedro Pinto


  1. José Coelho says:

    O preço não é mau… Mas será que em Portugal o preço será o mesmo?
    Como se pode ver nas imagens este tipo de ligações através de “pinça crocodilo” pode dar par o torto e facilmente haver um curto-circuito entre outras pistas!

    • john says:

      Numa fase de desenvolvimento em prototyping é perfeitamente normal. Depois, numa fase mais avançada, podes soldar os fios em vez de usar os crocodilos.

  2. OPateta says:

    Engraçado na foto acima tem as pinças mal conectadas a que devia estar na 3v esta esta conectada no ponto 2 (3digital/analogue). Da a entender que quem tirou as fotos não entende mesmo nada.

    Cumprimentos

    • Pedro Pinto says:

      Não foi o Pplware 😀

    • Zé M. S. says:

      Tem piada que foi exactamente o mesmo que pensei quando olhei para a imagem. Mas o vermelho pode não ser a fase ;), parece que no caso da fotografia o aparelho está ligado a uma bateria (fios de trás), os conectores da frente devem ser para um sensor.

    • chicosoft says:

      Caso para dizer: “Foi só para Ingles ver ” 🙂

    • Cristiano Alves says:

      ERRADO Sr OPateta
      A foto parece realmente estar bem, porque a alimentação à placa vem dá bateria que está conectada no canto superior esquerdo.
      Portanto o que aqueles fios estão a ligar pode ser algum actuador ou sensor analógico/digital que precisa obviamente da referencia (GND), e do pino IO.

      É impressionante a falta de responsabilidade a comentar na internet… o PPLWare ate ja fez um post sobre isso, mas infelizmente não encontrei!

      PS: Em DC, que é o caso, não ha fases nem neutros, há positivo e negativo, VCC e GND…

      • John says:

        A meu ver é mesmo uma coisa de educação.
        A opinião dele até poderia ter sido expressa, tem todo o direito, agora o ataque gratuito dizendo que as pessoas não percebem nada é evitável.

        Como o Cristiano diz bem, um sinal, qualquer que seja, precisa de uma referência, regra geral é usada a massa, potencial 0V (idealmente).

        No caso poderão estar a usar a porta como uma medição de um valor qualquer de tensão digital ou analógico.

      • 007 says:

        ora nem mais, era isso que ia dizer, a alimentação esta ligada ao conector de bateria.
        e os crocodilos estao a fazer de IO… é so preciso ver com atenção.

  3. Paulo Barbosa says:

    Perfeito para projetos wearable.

    • Vasco says:

      Nem por isso…
      Ainda é grande isto…
      Até um nano arduino é grande para projectos wearable …
      Ainda virá um bom mini pc para isso 😀

  4. Pedro says:

    Chamar “mini-pc” (pc – personal computer) a isto, não me parece o mais correto, dado que se trata apenas de um microcontrolador com meia dúzia de periféricos (sensores) e um conjunto de portas I/O programáveis. Tem a mesma quantidade de flash que um ATmega2560 por exemplo (Arduino Mega).
    Embora seja um projecto interessante, não vejo grande vantagem no preço ou na plataforma em si.
    Quanto ao incentivo à programação, bem… se me oferecessem lápis e papel como incentivo ao desenho, não ia servir de nada simplesmente porque não tenho jeito 🙂

  5. Sam says:

    Alguem experimentou a pyboard? Um projecto bem mais maduro, alguns “shields” de expansão e o preço nao é muito diferente.
    http://micropython.org/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.