Quantcast
PplWare Mobile

Maioria concorda com limites na compra de hardware para minerar criptomoedas

                                    
                                

Autor: Marisa Pinto


  1. Anibal says:

    Então significa que a maioria tem $$$ para comprar as Carissimas placas e não conseguem comprar por estarem escassas … A outra leitura que se pode fazer… Invejosos do Caneco !!!

  2. Jorge says:

    Também deve concordar em limites na comprar de papel para imprimir dinheiro lol

  3. José says:

    maioria deveria pensar duas vezes antes de falar.

  4. Rui Costa says:

    Então qd comprar hardware para minerar basta dizer que é para trabalhar?

  5. Fusion says:

    – Escute Sr. Vendedor, preciso de 100 gráficas RTX para ver se consigo correr o Crysis.
    – Ah sendo assim leve 200, só para garantir!
    – Muito obrigado!

  6. . says:

    Pelos comentários estou a ver que a maioria nnão consegue lidar com as opiniões dos outros.

  7. Bob says:

    A Nvidia só tem interesse em vender… seja para quem for.
    Senão, limitava-se a 1 unidade por pessoa, até o fabrico e stock ser reposto.

    • iDroid says:

      Este é o único post que interessa. Podem fechar a discussão.

    • Pegulho says:

      E porquê limitada a uma? Primeiro, há builds que levam duas gráficas, dependendo do fim para que é usado ou do dinheiro que o comprador tem, é mais que aceitável. Por vezes, há famílias que montam dois computadores, que tem dois/três filhos… Muito sinceramente, eu concordo com os limites, mas também não podemos ir do 8 ao 80.

      Acho que o limite mínimo aceitável seriam duas, no entanto eu alargava para as 4.

  8. Crow- says:

    A NVIDIA anunciou que as RTX 3060 terão um alteração de software que causará uma quebra de 50% de performance em crypto mining. A solução passará depois pela lançamento de um novo GPU , NVIDIA CMP HX específica para crypto mining.
    A ideia é boa a implementação é má. Isto porque se a limitação das 3060 será feita por software diria que será “facilmente” quebrada com driver mods.

  9. Rui says:

    Sinceramente não concordo muito, ok que as graficas são destinadas para jogos mas vamos dar prioridade ao pessoal que quer jogar do que ao pessoal que está a investir numa coisa para ganhar o pão para pôr na mesa? A questão é que muita gente ainda tem a mentalidade fechada para este tipo de coisa e não levam isto como um investimento mas pronto antigamnte quem explorava para encontrar ouro tambem nã era considerado um trabalho

    • Raven says:

      Pôr pão na mesa ou tentar enriquecer de forma fácil??? Ao menos admitam que é para terem lucro fácil!

      • Druidik says:

        E qual é o problema disso? Qual é o problema de ter lucro fácil ( de forma legal…) ?

      • biniha says:

        Ai é fácil!?? Faça você uma máquina que lhe de lucro então! A inveja é muito feia, então aliada à ignorância, meu deus….. que aberração!

        • Pegulho says:

          Desculpa lá, mas é dinheiro fácil. Não é preciso ser uma build do outro mundo… Não estamos a falar em montar uma build com 20 ou 30 gráficas… E depois, quando vejo putos que estão com computadores todos minados com 2080ti, 3080, não me parece que seja difícil montarem um para minerar. É não esquecer que o ordenado mínimo ronda os 650€, mas o ordenado médio em Portugal é um bom pedaço acima disso..

        • Raven says:

          Inveja? Ignorância? Cuidado com os insultos! Deixa-te de tretas. É mais um método dúbio, ao menos assumam isso. É dinheiro fácil, SIM! Basta meter a máquina a minar. Investem para ter lucro, tudo bem… Não disse que era ilegal, a não ser que não sejam declarados os rendimentos… ?! Espera lá, talvez haja alguma coisa errada…
          E esta? 0_o

          • biniha says:

            Não é o método que é dúbio. Não é porque tu tens dúvidas que o método se torna dúbio. Se tu não tiveste o discernimento de te informar de modo a não achares “dúbio” um método que gera valor, é porque não sabes do que estás a falar, logo, ignorante SIM. O modo de enriquecimento dá-se porque existe um mecanismo de consenso que beneficia todas as partes envolvidas no processo de validação e usabilidade da rede para que ela se mantenha descentralizada. vai estudar antes de mandares os filetes. Falar de legalidade/ilegalidades com alguém que obviamente não percebe pacóvia nem estuda..? Desculpa, não tenho tempo…

    • José Fonseca Amadeu says:

      E o pessoal que está a investir para jogar e que o ganha pão deles é jogar?

      Se querem ganhar o pão a minerar podem fazê-lo, mas de forma regulada, licença de mineração, actividade aberta e pagamento de impostos, isto ainda não é a republica das bananas.

      • Toni da Adega says:

        E o pessoal que o ganha pão deles é jogar também o fazem de forma regulada, actividade aberta e com pagamento de impostos?

        • José Fonseca Amadeu says:

          Claro que sim, é um emprego como qualquer outro, ganham ordenados, patrocinios e premios.

        • Pegulho says:

          É regulado e devidamente declarado. Para isso, basta ler um bocado e ver meia dúzia de vídeos. Um dos mais conhecidos é do Zorlak que teve diversos problemas por lhe terem feito refunds, é que os impostos foram pagos na mesma.. E o dinheiro ardeu…

    • O pirata says:

      Para quem diz que é dinheiro facil porque é que não montaram já uma maquina e começaram a “ganhar dinehiro”?

  10. Mick says:

    E criar uma moeda cuja proof of work fosse km’s percorridos por motores de combustão interna (se fossem invioláveis). Depois os miners comprariam carros para porem os motores todos alinhados em garagens a marcar km’s virtuais. Dava um belo filme . Quem quisesse carro para transporte é porque não entende o novo conceito …

    • Zeze says:

      E porque não minerar em bicicletas? Assim para lucrar teria de haver esforço (individual) e uma só bicicleta. Além de que ia promover a saúde geral de toda a população interessada em “lucrar”

  11. gr33nbits says:

    Estas “news” se os fabricantes tivessem stock e matéria prima eles vendiam a tudo e todos, agora por causa da escassez é que “ah e tal não vendemos ao pessoal que quer minar” oh isto é triste, cada um compra o que quer e faz o que quer com o que compra, agora:
    o vendedor na loja: “olhe vai comprar estas 10 placas para crypto?”
    o cliente: “Sim vou”
    o vendedor na loja: “Desculpe mas não posso vender as 10 se fosse para um laboratório, ou uma escola, ou para os seus 15 filhos, agora para minar NÃO!”

    Isto é triste, eu por acaso já minei à uns 10 anos atrás, agora pouco jogo mas compro uma gráfica de x em x e não me importo dos miners fico muito mais chateado com os scalpers esses sim…

    Isto tá muito mau problemas em muitas fabs e depois isto leva tempo e dinheiro para meter uma fab a rolar, água entre outros são necessários para fabricar estes componentes já para não falar nos raw materials que estão na sua maioria na Asia, parece que o Biden já esta a mudar muitas coisas que o outro tinha feito e só prejudicavam neste aspecto entre outros.

    • scp says:

      Não tem a ver com questionar o uso da placa por parte da loja mas limitar em quantidade por pessoa. Agora o que fazem depois com ela e a quem vendem é com elas.

  12. Jorge says:

    Não faz sentido estar a limitar porque os vendedores não possuem forma de saber tal informação e para reduzir a performance de mineração têm também que reduzir a performance do equipamento e ai estão a roubar o utilizador
    As marcas neste momento têm uma oportunidade excelente de criar uma secção apenas dedicada a mining
    Não o fazem porque não querem

  13. Riones says:

    A única coisa q devia ser imposta pelas empresas NVidea, AMD….
    Apenas o preço a que estão…
    Exigir aos vendedores, que nesta altura do campeonato, para não haver ainda mais loucuras, o preço praticado só podesse ser até X. (Um X alto, mas não tão alto como se vê)

    Ando à procura de uma Rtx 3060 ti abaixo dos 650€ q existe ou existiu, e está tudo a zero em todo o lado. Ou a Zero e com o preço 200/300€ acima.

    Resumindo, regular o preço apenas.
    E cada um compra o q quer.

    • Filipe Rafael says:

      “Rtx 3060 ti abaixo dos 650€” abaixo dos 650€ nova não encontras a não ser que seja em 2ª mão!

    • Filipe says:

      A esta altura do campeonato, com os problemas que estão a haver, deviam custar o triplo ou mais nas lojas até o stock estar normalizado. Limitar não vai fazer diferença.

    • Zeze says:

      Ias dar 599€ por uma gráfica do segmento mediano??? Loool Uma 3060ti não vale mais do que 250€ com IVA. A esse valor está mais que paga e com bom lucro para todos intermediários. Não há a esse preço? Simples eliminem intermediários…
      Direto dos partners que as fabricam paara os consumidores através de transportadora. Para que um distribuidor + revendedor?

  14. biniha says:

    Triste o país que tem o próprio povo a vigiar o próprio povo.
    Triste ver tanta inveja e tanta ignorância.

    Ide estudar.

    • Raven says:

      Se a sociedade soubesse autoregular-se… Mas se calhar achas que os whistleblowers fazem sentido, não? Aí é hipocrisia. Tem de haver controlo, ou então vale tudo!

  15. Luis Henrique Silva says:

    Por um lado concordo, porque pode trazer alguns problemas a nível de rede eléctrica, agora no fazer mineração, comprem quantas quiserem cada um faz o que quiser com o seu dinheiro…..
    Já tentei com o meu portátil com uma rtx 2060 lool nem se mexeu…….bufa muito mas nada…..

    • scp says:

      Então és a favor que um gajo qualquer esgote o stock todo de um produto que dava para mais pessoas?
      Não me admira que em situações de crise falte sempre o papel higiénico e o combustível. Quando se toda a gente comprasse o habitual durava mais tempo e a preços normais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.