PplWare Mobile

Intel i9-9900KS: O processador que atinge 5GHz em todos os seus núcleos ao mesmo tempo


Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. Beatriz Gosta says:

    Boa tentativa intel, mas esta jogada é mais uma razão para fazer-me esperar pelos Ryzen 2 🙂

    E já agora, com quantos bugs de segurança esta versão que mais tarde vão atrasar quanto o desempenho? 10%? 20%?

    • Zé Duarte says:

      Depois o pessoal mete-se a fazer overclocks para compensar e pegam fogo à casa.

      • Paulo Martins says:

        Mas isto este processador é simplesmente um i9-9900K testado e com um overclock de fábrica, é a mesma coisa que i7-8086K que era i7-8700K com um overclock de fábrica.
        Para quem quiser fazer overclock o que este processador garante é em média a mesma velocidade que um i9-9900K com uma voltagem mais baixa.

    • David Guerreiro says:

      Já deve vir cheio de falhas, que não foram mitigadas no silício. Vão usar microcódigo no SO, e perder-se uma porrada de desempenho.

    • RM says:

      Ryzen 3 (ZEN 2).

    • swft says:

      A AMD também teve problemas com vulnerabilidades parecidas com as da Intel, na mesma altura do Spectre. A Microsoft já lançou um patch que “devolve” o desempenho no Windows para as gerações inferiores à 6000 ou 7000, se não me engano, e a Intel também decidiu remover o Hyperthreading da geração 9000 dos i7 (algo que não afeta o desempenho como delineado nas benchmarks).
      No entanto, a AMD vai dominar a tecnologia nos próximos anos com os novos Ryzen e EPYC e com as GPUs a fazer uso das slots PCI-E 4.0 que estão prestes a serem largadas no mercado. A Asus e a MSI também vão largar um leque brutal de motherboards, muito superior ao que têm feito nos últimos anos para alargar o consumo dos CPUs da AMD, isto significa que mesmo sem os números das benchmarks, as empresas de peso estão dispostas a realizar um grande investimento para suportar mais produtos da AMD do que anteriormente, o que demonstra o que realmente ai vem.

      • Filipe Coelho says:

        Apareceram duas vulnerabilidades ao mesmo tempo, se não me engano era o Spectre e o Meltdown. Os CPUs da AMD penso que estavam só vulneráveis a uma delas, enquanto que os da Intel estavam às duas. Mas recentemente aparaceram 1 ou 3 novas vulnerabilidades (eu tinha a ideia que eram 3 mas só me consigo lembrar de uma, o Zombieload) e apenas os processadores da Intel estão sujeitos a isso.
        O que está a acontecer com a AMD é muito bom, pela Intel ainda estaríamos a ter i7 quad-core 4GHz e a pagar bem caros por eles!

    • Jorge says:

      Ryzen 3 creio que seja isso que queres dizer.

      Estou em pé de igualdade mas é mais para que os preços das versões 2 de Ryzen desçam.
      Se o Ryzen 7 2700x chegar aos 200/250 euros com a chegada a nova versão, nem penso 2 vezes.

    • LG says:

      A espera acabou. Creio que foram anunciados nesta noite.

    • Daniel says:

      A intel pode fazer o melhor chipset do mundo, mas devido a quantidade de falhas em um período de tempo curto, como por exemplo, spectre, meltdown, zombieload e tantas outras…
      Não quero nem de graça

  2. Asdrubal says:

    Deve ser óptimo para assar um bom bife.

  3. Marco Paulo Martins Sousa says:

    Que mal tem intel.
    Não consegue lançar nada novo, e lança mais do mesmo.
    Enquando isso a AMD inova de verdade e lança Ryzen 3 con a arquitectura 7nm.

  4. PGomes says:

    A Intel já anda desesperada ao ver a apresentação dos Ryzen 3 da AMD.
    A divisão de CPUs da Intel andaram meia década a dormir. Desde os Skylake (série 6000) que a Intel não melhora o IPC dos seus CPUs. Basicamente foram anos com após anos de rebrandings do mesmo CPU, mas a aumentar uns Mhz a cada revisão.
    Entretanto descobriu-se que os CPUs da Intel têm uma quantidade imensa de falhas de segurança, a cada 2 meses lá aparecem mais uma carrada delas. E o desempenho sempre a cair por causa das mitigações por software.
    Já quando lançaram o 9900K muitas motherboards tiveram problemas em chegar e manter os 5Ghz, pois ultrapassavam o TPD definido pela própria Intel.
    Este 9900K vai ser mesmo para rebentar com VRMs em muitas motherboards.
    Depois vamos ter montes de problemas com temperaturas para este CPU manter os 5Ghz. Mesmo consideranro que os 9900K usam solda em vez da pasta térmica que outros CPUs da Intel usam.

  5. Mateus Pinto says:

    Intel até 2019:
    – cpu caros
    – cpu com muitas falhas que com correção por software veem a performance baixar muito
    – chegam para aquecer uma casa
    – gpu de chorar a rir de mau, assim como os controladores

    • Rudi says:

      Mas intel… é a grande impulsionadora… então… tens de aceitar a parcialidade das pessoas, seu intolerante, aceita a intolerância, abraça-a, não sejas assim, vais ver que o pior de falhas de segurança ainda está por vir.

  6. Rudi says:

    espero que isto esteja a ser irónico senão está a deixar muito a desejar do PplWare:

    “A Intel é a grande impulsionadora no que toca aos desenvolvimentos no campo dos processadores…”

    • José Carlos da Silva says:

      Sim, até porque enquanto isso a AMD apresentou os Ryzen 3 de 7nm, PCIe 4.0 e o mesmo socket AM4 (mesmo tendo sido concebidos para o chipset 5xx, serão compatíveis com muitos MB’s 3xx e 4xx) e com preços a começar nos $199 eheh

    • Mateus Pinto says:

      A Intel é a grande impulsionadora de desenvolvimento NULO na arquitectura e processo de fabrico. O mais “evoluído” foi meter um GPU da AMD no mesmo pacote e o Quicksync que apesar de rápido tem uma qualidade miserável.

      Venha a ARM para os desktop…

    • JCFB says:

      Concordo. Mais ironico sao os novos ryzen terem sido lancados hoje. Oh Pedro Simões faz um artigo sobre os novo ryzen 3000

      • Rudi says:

        Não… então… assim a Intel deixa de ser a grande impulsionadora…

      • LG says:

        Não te preocupes que o artigo vai sair (ainda hoje, suponho eu)

        • Filipe Figueiredo says:

          Já é demasiado tarde para reportar essa noticia. Qualquer utilizador interessado já a foi ver a inúmeros outros sites que a reportaram sem este delay, a colocar noticias sobre mais um processador da intel que não traz nada de novo como todos os que lançaram nos últimos anos.
          E ainda têm o desplante de dizer que “A Intel é a grande impulsionadora no que toca aos desenvolvimentos no campo dos processadores.”

          • LG says:

            Sim é verdade. Mas para quem não segue detalhadamente os eventos da AMD ou outros (por exemplo ASUS lançou portáteis espetaculares hoje, igualmente na Computex), acaba por ficar ignorante. Daí recorro a outros blogs. Acho que a magnitude dos eventos de hoje que a pplware não referiu a tempo é uma pena.

            São eventos importantes… Mas pelo menos fiquei a saber na pplware que a Xiaomi lança oculos a 15€.

            Não se pode favorecer todos os leitores… entendo

  7. JCFB says:

    Podiam mas era falar dos novos ryzen 3000 zen2 e as navi.
    Ja chega de aquecedores da intel.

  8. Elxano says:

    E noticias sobre a verdadeira inovação trazida pela AMD, nada?

  9. Filipe Coelho says:

    Pplware, wtf? Eu não disse nada hoje de manhã porque podiam ainda não ter visto as notícias, mas que raio é isto? Já vamos a quase 36h desde a keynote e nenhuma notícia da AMD? Ainda por cima comem este bacalhau da Intel que é basicamente o 9900K com overclock de fábrica?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.