Afinal o que acontece quando se desfragmenta um disco?

Por Diogo Gaspar para Pplware.com

Destaques PPLWARE

20 Respostas

  1. Amilcar Alho says:

    Parabéns pelo artigo. Muito bom mesmo!

  2. André Dias says:

    Artigo muito interessante.
    Eu tenho um SSD no meu portátil e já tinha pensado em fazer várias vezes desfragmentação ao mesmo.
    PS:Ainda bem que não fiz. 🙂

    • Aj says:

      Nem podias se tentasse, como o artigo diz, o windows sabe que é SSD e faz o TRIM em vez de desfragmentação, mesmo que a app no windows continue com o nome desfragmentação.

  3. Tiago E. says:

    Excelente artigo, como já não via há muito por aqui!
    Só faltou dizer que nem todos os SO são iguais. Por exemplo, num Mac, dificilmente existe a necessidade de desfragmentar o disco devido ao Hot File Adaptive Clustering. E se existir a necessidade de fazê-lo manualmente (existência de vários ficheiros de grandes dimensões, por exemplo), o SO não inclui nenhuma ferramenta para tal, ao contrário do que diz o artigo. 😉

    • 34 says:

      O HFAC nada tem a haver com a fragmentação, isto é colocar uma cópia de um número muito limitado dos ficheiros muito usados juntos na mesma área do disco.

  4. Jason says:

    Mais um bom artigo, Continuem assim

  5. Me says:

    Uma coisa não entendo. Eu tenho a optimização agendada do Windows desactivada (Disco SSD), mas no artigo de Scott Hanselman, diz que o SO (Windows) faz a gestão óptima do SSD. A questão é, deve estar a optimização activada ou desactivada para um SSD?

  6. Pedro Dias Alves says:

    Simples, bem explicado e boa informação

  7. Paulo Ferreira says:

    Bom artigo no entanto há aqui um pequeno erro.
    “qual é a ordem certa os le” falta aqui qualquer coisa.
    Abraço

  8. Jairo says:

    Bom é interessante post

  9. Belmiro says:

    Acho que a maioria sabe ou deveria que a partir do Windows 8.1 e 10, o Windows faz por gravar automaticamente os dados sequencialmente nos HDD e faz TRIM automaticamente nos SSD (creio eu 1x semana).

    O Windows desde há anos que faz tudo automaticamente e tal como no Android e iOS, é usar sem preocupações que eles fazem tudo por nós. Acho que a malta complica demasiado …

  10. Marco Castro says:

    Nos meus Anos de informática que são bastantes só notei algum desempenho em comps antigos. Nos novos práticamente não se nota. De referir que nos SSD a informação já é escrita fragmentada por causa do “wear levelling” Só a partir do W7 é que existe suporte para SSDs. Podem instalar o XP ou Vista num SSD mas terão que usar algum utilitário da marca para fazer o trim de vez em quando. Quando instalam o 7 ou superir o WEI do windows desativa a desfragmentação automática

  11. André says:

    Excelente post! Muito bem explicado!

  12. Marco Castro says:

    O trim nos SSD é feito dinâmicamente. Penso que a história do intervalo de uma semana não se aplica. Pode é estar nas tarefas agendadas assim.

  13. Anonimo says:

    hmmm… e os Híbridos? (SSHDD)

  14. Ruca77 says:

    Bom post o7

  15. Diogo says:

    Bom artigo!
    Que software sugerem para a desfragmentação?
    Abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.