Quantcast
PplWare Mobile

A evolução não para e muitas tecnologias morreram nesta década! Quais as principais?

                                    
                                

Autor: Eduardo Mota


  1. Marco Sousa says:

    Acho que é sempre necessário fazer uma certa distinção entre “morte” de uma tecnologia e o facto de ter simplesmente saído do mainstream. Apesar de tudo quem ainda há quem prefira comprar os filmes em Blu-ray , comprar a sua música quer seja em formato físico ou em download.
    Os leitores áudio dedicados portáteis têm tido um grande ressurgimento nos últimos anos e alguns são tão ou mais caros que a maioria dos smartphones flagships.
    Às vezes não é uma questão de simplesmente uma tecnologia melhor vir substituir outra. Às vezes vem apenas o caso de vir satisfazer um use case que é mais popular, mas não satisfaz os use cases de outro tipo de utilizadores.

    • RM says:

      +1
      Eu gosto de ter os MEUS CD’s.
      Para dar um exemplo em relação aos leitores MP3/DAP, os Astell & Kern A&ultima SP2000 custam apenas $3500.

    • eu mesmo says:

      Exacto, eu prefiro muitas vezes instalar um SO por CD/DVD que propriamente por uma pen bootable.

      • Fernando Dias says:

        Eu trato das minhas máquinas e das de alguns amigos de borla. Aprendi com o tempo que tenho de ter um leitor de CD/DVD USB para utilizar nos equipamentos que ja não tem estes dispositivos. Pois já sei que comentários não vão ser muitos e a deitar abaixo no entanto vou aqui deixar duas dicas:
        CD/DVD ainda tem um preço mais baixo que uma pen o problema maior é o seu tamanho.
        CD/DVD depois de gravados e fechada a sessão não apanham virus.
        Pen se metida num pc com virus é provavel que também fique infectada.
        As minhas pen que não são de boot têm a escrita na raiz protegida para as proteger de infecções.
        Pen também avaria e ainda custa mais do que um CD/DVD

        • PeterOak says:

          O mesmo se passa comigo! Cd’s de tudo e mais alguma coisa e, claro está, um leitor de CD/DVD externo que liga por USB. No entanto, por vezes também faço alguns trabalhos com pens bootaveis, mas nunca deitarei fora os meus cd’s.

          • Fernando Dias says:

            Eu faço o mesmo. O problema é que já começa a ser difícil encontrar CD/DVD de qualidade a vender. Os melhores são os da Taiyo Yuden fabricados no Japão. Enquanto venderam DVD Plextor apesar de mais caros foi sempre os que comprei. Tenho alguns com mais de 10 anos e ainda estão ok. Só encontrei uma loja on-line em inglaterra que vende DVD desta marca que é a https://www.svp.co.uk/

    • Jorge RIBEIRO says:

      Lá por ainda haver gente a usar não significa que a plataforma estaja morta ou prestes a morrer. Obviamente que ainda há mercado para todos os produtos acima mencionados mas esse mercado é residual comparado com o que havia na decada passada ou no inicio desta. Plataoformas como MS-DOS ou a Atari 2600 estão mortas há decadas e não é por isso que ainda hoje não haja jogos a ser lançados para essas plataformas porque haverá sempre um mercado reduzido criado por saudosistas. Eu contra mim falo que ainda hoje jogo 16bits no hardware original e nasci em 94 no ano de lançamento da PS1 e a Sega saturn já tinha um ano, mas isso não significa que a Super Nintendo o a mega drive não sejam plataformas mortas.

  2. RM says:

    Leitores de MP3, também conhecidos como DAP, mortos !?
    Se isso fosse verdade, não havia actualmente MP3/DAP a custarem centenas ou milhares de €.

  3. Sergio says:

    Se por morte entendermos aquilo que as massas consomem, o artigo está perfeito.

    Mas uma curiosidade, em 2010 no palacio do gelo em Viseu, fui abordado por uma empresa que pretendia mostrar/expandir/vender um relogio inteligente.. essa empresa penso que nunca vingou, e hoje em dia os smartwatchs já possuem uma boa cota de mercado =P

  4. Rui Castro says:

    tecnologia de cd e dvd morta…. hummm… não parece.. isso é um exagero
    Existe muitos municípios que no âmbito do processo digital (licenciamentos outros) que só aceitam a instrução de processos com recurso em exclusivo a essa tecnologia dita “morta” nesse formato apenas para suporte de ficheiros…
    por isso morta… nem por isso, apenas uma redução do uso face ao antigamente.

  5. Rui Fernandes says:

    Pois , eu prefiro , ainda , comprar vinil do que todas estas formas e gadgets (inovadores). É tudo uma outra clase e , diga-se de passagem , QUALIDADE…Saravá !!!

  6. B@rão Vermelho says:

    Para mim o IPod continua a ser o melhor produto que a Apple tem, claro que é a minha opinião, tenho quase todos os IPod que saíram até hoje e è por isso mesmo que digo que as baterias da Apple são uma boa porcaria, tenho vários iPod com a bateria estragada, à dias o touch 6 ao carregar a bateria inchou tanto que descolou o visor, valor do arranjo numa loja oficial 160€ .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.