Quantcast
PplWare Mobile

Análise: Samsung Google Nexus S

                                    
                                

Autor: Hugo Cura


  1. Tiago Dias says:

    Excelente análise Hugo! 😀

    Está um telefone interessante, e o android cada vez me cativa mais! 😛

    O Galaxy S2 é que parece prometer ainda mais que este, mas não deixam de ser dois equipamentos excelentes. A ver vamos qual terá mais sucesso…

  2. Ivan Bruel says:

    Então vocês recebem um telefone da Vodafone e espetam-lhe um cartão TMN?
    Por este andar já não devem receber muitos mais telemoveis para review.

    • fran says:

      Lol.
      Que FAIL!

      • Fail é fazer um comment que nada tem a ver com a análise ao *equipamento* e não à performance da operadora.

        Ser um troll isso sim é que é fail. 🙂

        • Ivan Bruel says:

          A Vodafone digna-se a enviar um equipamento para testes e análise de modo a auto-promover-se seja no bom ou no mau sentido (dependendo da review), acho que é falta de ética jornalística ocorrer uma falha destas, já que não foi nem a Google nem a Samsung que forneceu o dispositivo.
          E em segunda análise, eles enviaram o telefone desbloqueado? Nem parece deles.

          • É feita a menção que foi a Vodafone a ceder o equipamento. Onde está a falta de ética? Só pode ser picuinhice.
            Para isso foi falha da Vodafone em não ter enviado um cartão. Pois o aparelho sem o cartão deixa de ser útil e se a análise fosse baseada apenas no que foi enviado pela Vodafone, então reprovaria, pois não servia para realizar chamadas, certo?…

            Decerto, ao enviarem o telefone desbloqueado, foi precisamente para que quem lhe pegue, possa colocar o seu cartão e possa fazer os testes que bem entender.

            Mas não, é falta de ética…

            Credo, há com cada troll.

          • Hugo Cura says:

            O que dizes não tem lógica nenhuma, não pensaste sequer no que disseste. Estás a sugerir que mudasse os meus hábitos diários para usar o cartão que eles me mandaram num telefone bloqueado? (sim, mandaram um cartão com 14€ de saldo e pacote de dados de 600MB terminou no dia que o recebi).
            Se assim fosse era eu que me recusava fazer uma análise digna de se apresentar. Nunca recebi um que não estivesse bloqueado.

            Ou sugeres que fizesse uma análise em meio-dia e publicasse aqui a minha experiência em media dúzia de linhas? (como muitos fazem)

            Vê-se claramente que não tens noção do que implica uma análise deste tipo.

          • tiago says:

            sapo – pt – tmn

          • Hugo Cura says:

            @tiago, a palavra Vodafone está mencionada na 1ª linha do artigo e no final, com modalidades de compra e tudo, mas gostam é de flammar.

            Só falta dizer que eles me subornam e suportam os custos do cartão azulinho numa das fotos…

      • Vítor M. says:

        o fran é troll, mas ele tem esse comportamento porque se sente bem na pele de troll.

        Coitado do moço 😀

    • Hugo Cura says:

      Não vejo onde isso possa estar relacionado com o que quer que seja. Recebi um equipamento desbloqueado para testar. A minha rede é TMN. De que forma ia fazer um uso intensivo? Tinha de dar o número Vodafone a todos os meus contactos? Ou tinha que lhe mudar “a equipa” para a fotografia??

    • dajosova says:

      O Nexus S pertence é vendido pela Vodafone mas vem desbloqueado!

    • Vítor M. says:

      Ivan Bruel assim, com os hábitos do utilizador que está a testar o equipamento é que se faz uma excelente análise como a que estás a ver.

      Depois não te preocupes com o que as marcas pensam, temos qualidade para as marcas verem o nosso valor ao apresentar uma análise e garanto-te, porque verás já a partir de amanhã, que temos muitos equipamentos, aliás fomos os primeiros em Portugal a receber o Galaxy S II 😉 isso tem muito valor… é por sermos bons no que fazemos e por sermos isentos.

  3. João says:

    Estava mesmo para comprar um, mas depois desta review n fiquei nada convencido!!

  4. TelmoB says:

    Boa análise Hugo, mas como tu disseste o plástico e a falta de inovação por parte do hardware são algo que deixa a desejar num equipamento com elevado custo e que saiu recentemente. Sendo que o Galaxy S se encontra melhor em relação a isso, qualidade/custo. Por isso, acho que aposta não foi muito bem conseguida, a meu ver.

    Por vezes não podemos só olhar para o bom trabalho do Android, também é preciso ter em consideração a robustez do equipamento, visto que vamos andar todos os dias com ele e nisso a HTC ganha, isto claro se falarmos em Android.

    Eu tenho um N900 e qualidade não lhe falta. Recentemente adquiri um HTC HD2 no qual estou a usar uma “custom rom” do Android 2.3 e posso dizer que não tenho nenhum plástico frágil nas mãos.

    Assim, penso que a aposta da google para smartphones podia passar pela HTC, como foi o caso do Nexus One, tinha mais a ganhar.

    Cumprimentos

  5. Paulo Vieira says:

    Tenho um em casa e só digo maravilhas, muito bom mesmo!

    Mas agora para mim vou optar pelo Samsung ACE (preço atractivo no Clube Viva 🙂 ).

    Para quando uma review ao ACE?

    Abraço

  6. Eu tive oportunidade de testar brevemente o equipamento que o Hugo analisou e ficou muito, mas mesmo muito aquém das minhas expectativas. 500€ por um aparelho que parece dos chineses. Só plástico fraco, típico da Samsung, até podia ter o software carregado de brilhantina, por assim dizer, mas quando se segura aquilo na mão, sentem-se uns 100euritos de qualidade e não 500.

    Quem paga um salário mínimo por um telemóvel deve vir servido de uma qualidade superior, não por um amontoado de plástico de mau toque e que não inspira robustez ou qualidade alguma.

    Mudar da HTC para a Samsung foi uma opção duvidosa por parte da Google, para o seu flagship phone. Qualquer HTC tem melhor qualidade de construção do todos os Samsung.

    Em suma, nem por 250€ comprava este telefone.
    Pelo preço, prefiro 10x um HTC Desire S, com corpo em alumínio e uma construção digna de um aparelho desta gama de preços e um conjunto de oferta de software largamente superior, com o interface Sense. E no final ainda poupo 30€ pra ir comer uma mariscada. 😀

    • Hugo Cura says:

      hehe, e não consegui descobrir a que se deve aquela vibração estranha aquando de um ligeiro impacto. Deve ter lá uma super-mola enrolada a servir de antena! 😀

      Compra lá isso então para irmos à Figueira comer essa mariscada 😀

  7. kekes says:

    So uam coisa, esse po limpa-se com um folha de papel 😀
    Limpo sempre assim todos os meus aparelhos.

  8. Filipe says:

    Pelos comentários de qualidade de construção parece que falam do Boston … Tava a pensar em adquirir um topo Android, mas pelos vistos e para já, mantenho-me com o meu iPhone.
    Cumps.

  9. Marisa Pinto says:

    Boa análise, Hugo.
    Realmente parece ser mais design que outra coisa extraordinária. Tenho o Boston, 170€, e ainda não vi nenhum, nem mesmo o galaxy s que o superasse, por ser tao adaptavel e adequado, tanto em software como hardware.
    Mas gostei da qualidade de imagem das fotografias, apesar do boston também ter 5mp, penso que esse tenha melhor qualidade. Tenho o teclado do gingerbread e isso sim, é uma maravilha… escrevo mais rapido que escrevia no nokia 3310 :p

    • Androida-mos says:

      Concordo! 😀

    • Hugo Cura says:

      Obrigado.
      Mas esta gama é “outro campeonato”, incomparável à gama baixa. A velocidade é impressionante e a qualidade no geral é melhor, a todos os níveis.
      Existe também uma comunidade, ainda maior, para estes modelos considerados de topo. O Boston é superado logo à nascença :p
      É claro que se compararmos o software modificado para este original, não há dúvidas de qual escolher, eu também não troco o Cyanogenmod 6 do meu TMN a1 por esta v2.3 default do Nexus S… Mas como ele até já é oficialmente suportado pela comunidade Cyanogenmod, a primeira coisa a fazer-lhe era “espetar-lhe” essa ROM 🙂

      • Shikai says:

        Concordo contigo, já vi equipamentos de “baixa gama” com o android e depois tem a “alta gama”, apesar de terem o mesmo sistema operativo ou pelo menos parecido, no final é bem diferente.

        Sem querer tirar merito ao telemovel da Marisa que por 170€ provavelmente corre 90% das aplicações e jogos presentes no market… o que é muito bom

        O toque o proprio OS a correr e a resposta de algumas aplicações é de facto diferente.

    • K says:

      Eu troquei de um Boston para um Galaxy S, não porque não gostasse do Boston, mas proporcionou-se.
      Tive o boston durante mais de meio ano e ando com o galaxy à mais de 1 mês

      Discordo com a frase:
      “Tenho o Boston, 170€, e ainda não vi nenhum, nem mesmo o galaxy s que o superasse, por ser tao adaptável e adequado, tanto em software como hardware.”

      O Boston ainda é o melhor bang for the buck que anda aí (e agora ainda está mais barato). E faz tudo que qualquer android faz, nada a apontar (então com a uma custom rom 2.2 fica brutalmente melhor, aconselho vivamente).

      Mas esquecendo preços, o galaxy S é outro assunto quando comparado ao Boston. A fluidez com que fazes coisas é algo inegável, é uma máquina superior em todos os aspectos.

      A câmara de 5Mpx do boston é vastamente inferior à do galaxy, grande parte por não ter autofocus. Mesmo com programas especializados como o Vignette ou o Camara360. E mesmo assim tenho dúvidas se será só disso, as fotos do meu SonyEricsson W660i mais antigo com uma câmara de 2Mpx e sem AF saiam bem mais impressionantes.

      Launcherpro, teclados swype / htc_ime são as minhas preferências. O ginger não me cativou, mas vejo muita gente a dizer maravilhas. 🙂

    • kekes says:

      São pontos de vista mas comprar o Boston com outros muito superiores… O Boston é uma boa compra para o dinheiro que custa mas não chega aos calcanhares da gama alta, por algum motivo é gama alta.
      Sobre a camera… Nem td e sobre MP.

  10. henrique says:

    Pois, também andava interessado nesse telemóvel contudo com as reviews que verifiquei e com este ficou logo de lado. É pena pois merecia melhor harware !

    Continuo com o iphone 3gs mais um anito no mínimo.

    fiquem bem

  11. Shikai says:

    De facto já tinha “analisado” este telemovel em comparação com o meu Galaxy S e achei que se realmente a Google/Samsung queriam causar impacto com este telemovel não deveriam ter lançado um telemovel tao parecido ao Galaxy S a nivel de hardware.

    Isto é de facto um bom sinal para os que possuem um Galaxy S porque se haviam duvidas que o Gingerbread sairia para o Galaxy S, entao agora acho que não restam duvidas

    Quando comprei o meu Galaxy S, pensei que iria “brincar” com ele uns 2 meses e que apos esse tempo só faria chamadas e enviaria SMS’s, mas as aplicações para Android sao tantas que já lá vao 4 meses e faço cada vez mais downloads de app’s

  12. carlosf says:

    Não sabia que o pplware tinha pessoal no DEEC ou DEI da FCTUC =)
    Boa análise, e excelente hardware e software…

    • TelmoB says:

      Também reparei que as fotos eram de lá.
      Nas escadas da praxe dos alunos do DEEC.
      Isto afinal tem pessoas de Coimbra.
      Oh Hugo, eu ando no ISEC pá, ahahah

    • ]siNNer[ says:

      É mesmo o DEEC, o DEI é do outro lado das escadas.

      É bom ver um colega por aqui! eheh

      A análise revela o que eu esperava, o equipamento não tem a atenção ao detalhe na construção que a competição tem e sem ROMs modificadas não tem o software lá muito funcional.

      Cumps

    • Hugo Cura says:

      Hehe, é verdade. As fotos foram tiradas no DEEC, estava de saída, e depois fotografei o DEI. Eu estudo no DEEC. 🙂

  13. Shadowk1ller says:

    Mais vale espera pelos Smartphones com processadores Tegra…virão pouco mais caros e serão o futuro…

  14. RCS says:

    Na comparação dos ecrãs, a luminosidade nas opções do browser também estava no máximo? (há 2 opções, uma em settings->display, e outra dentro do próprio browser).

    A análise está bastante boa, com um bom grau de exigência. Contudo acho que é de notar que o hardware deste tlm é idêntico ao do iphone 4 , e apesar de ter um ecrã maior, consegue ser mais leve.
    Por isso apesar de ter uma carcaça em plástico, está bem artilhado em termos de hardware.

    • Hugo Cura says:

      Sim, eu tive esse pormenor da luminosidade do browser em atenção em todos os smartphones.

      É verdade, o iphone 4 (e todos os outros) é mais pesado, mas ao pegares num e noutro não tem nada a ver, de longe! A diferença na robustez sente-se imediatamente.

  15. maurycio says:

    Hugo, essa tua galeria tá bem recheada 😀
    Boa análise!
    Cumprimentos

  16. Vítor M. says:

    Excelente análise. O equipamento já mostra alguma maturidade do sistema operativo mas os preços do hardware ainda é um pouco proibitivo… 😉

  17. Pedro Teixeira says:

    Ficou por falar uma questão importante, que na minha opinião é mais relevante do que as “jantes” ou “estofo” deste smartphone. Para quem não sabe, o Nexus S é o primeiro smartphone a fazer fusão do sinal de sensores (giroscopio, acelerometro, bussola) em hardware, usando a mesma tecnologia dos senhores do Motion Plus da Wii (salvo erro). Para mais informações podem ver o seguinte Google Tech Talk: https://www.youtube.com/watch?v=C7JQ7Rpwn2k. Quanto ao NFC, também tem a sua importância, mas não falarei aqui.

    Não basta ter a reunião dos mesmos sensores, é preciso fundi-los inteligentemente, do género “1+1=3”, para não vos estar a aborrecer com jargões técnicos. E agora (com a ajuda do SO 2.3) podemos ter um simples acesso a essa fusão. Eu estava mergulhado em processamento de sinal a tentar fazer o mesmo em software por motivos profissionais, esta solução em hardware poupou-me muitos cabelos brancos, acreditem.

    Estas facilidades serão bem visíveis nas novas aplicações que eventualmente venham a ser criadas e usem esta tecnologia: jogos, realidade aumentada, etc. Perante isto, sem tem pó ou se dança o ula ula começa a ser um pouco irrelevante. Contudo, compreendo que para os demais seja importante o factor show off :).

    • Hugo Cura says:

      Por acaso li essa informação algures mas como não estava detalhada e não fazia passar todas as ideias inerentes a isso, preferi não escrever.
      Contudo aponto este parágrafo, que resume a essência do que descreves:
      Existem outras características, não visíveis directamente pelo utilizador, que são bastante importantes. Exemplo disso é o suporte integrado para chamadas VoIP/SIP e um melhoramento significativo no suporte para jogos, nomeadamente novas APIs e ferramentas de desenvolvimento. Tudo isto é um incentivo para os programadores tirarem melhor e mais fácil partido do hardware disponível de forma a aproveitá-lo ao máximo.

  18. lopes says:

    antes de comprar o meu iphone coloquei o nexus e o ace nas lista de opções mas…nnaaaaaa…basta ter o iphone na mão e ta tudo dito!!!
    o nexus com plano pós pago da vodafone ainda fica mais caro do que o iphone4!!!!!!!!!

  19. Fábio A. says:

    o link correspondente á transição da pág 3 –> para a 2 está mal..
    cumpz

  20. nuno says:

    Tem um design simplesmente perfeito, mas não o trocava pelo meu n1 pois a qualidade de construção do n1 é bastante superior e como se diz na analise, não tem nada de novo…

  21. Edward Davis says:

    A google anda a desperdiçar do seu talento inovativo…
    Por este preço o nexus é exageradamente caro… Se custa-se 350 € seria uma excelente aposta e aposto que vendia 10x mais…
    Mas não eles optaram por fazer um equipamento premium, que de premium nada tem…
    Ja agora alguém sabe qual é melhor rom de Android para usar no Sony Ericsson X8? é que eles já mataram o suporte para ele, e android 2.1 ta muito fraquinho… desde ja muito obrigado

  22. hm says:

    Boa review, muito bem mostrado e testado.

    De facto não me convence este terminal, penso que foi uma “falsa partida” da Google ao escolher este modelo par imagem, ou então cedeu à pressão do “parceiro”. Em todo o caso, prevejo uma vida demasiado curta a este modelo com o surgimento de outros bem mais apetecíveis (Atrix, Optimus 2X, SGS2, para mencionar apenas 3)

    Vamos ver quanto tempo demora a sair o Nexus III (depois da designação “one” e “S” será o próximo o Nexus TRI?)

    @Ivan Bruel
    Bem apanhado 🙂

    @ “respondedores”
    lighten up, até foi engraçado e revela atenção e interesse na leitura e perspicácia, qual é o mal? se calhar nem foi mal intencionado o comentário, não seria necessário ficarem logo todos “ofendidinhos”, para desgraça já nos basta o dia-a-dia

    cumps

  23. roliveira says:

    Gostei da review, parece-me justa e apesar do telemovel ser muito bonito na minha opinião, aponta na análise que sempre fiz dele (a cobertura de plástico é algo frágil, lembrando o htc magic ou talvez pior.)

    Ainda não vi se está prometido, mas espero que analisem o LG Maximo 2x, o primeiro dual core do mercado, que me parece muito mais bem construído que este no que já interagi com ele.

  24. Elements says:

    “e o dobro da capacidade de armazenamento, 16GB.”
    Olha Hugo, esqueceste-te de dizer que o Galaxy S também tem uma versão de 16GB e mais importante: o galaxy S suporta cartão de memória, este não.

  25. eAsyy says:

    Boas, desculpa lá dizer isto mas a review ta bem conseguida tirando uma pequena coisa, o Galaxy que voçês usaram para a review deve ser diferente do meu porque digo-vos uma coisa o Nexus S tem 1 única coisa melhor que o Galaxy S, o FLASH.
    O Nexus tem o visor mais brilhante?
    LOL! já tive eu com os dois na mão na fnac antes de comprar o Galaxy e não são de perto iguais, AMOLED PWNZ!
    Câmera fotográfica melhor? talvez, mas se calhar se tirassem as fotos sem tremer no Galaxy estas tinham ficado igualmente boas.

    Não quero com isto rebaixar o Nexus que é um excelente terminal,
    só acho que quem estiver de alguma forma interessado ou indeciso com estes smartphones o Galaxy S passa uma imagem de inferior para com este terminal quando não é a realidade, nenhum ecran se compara com o do Galaxy.

    GALAXY S SIMPLY OWNZ, e se alguém lhe vem tirar este estatuto será o 2.

    Cumprimentos e parabéns pela review

    • Hugo Cura says:

      Não, o Nexus S tem MESMO mais brilho que o AMOLED do Galaxy S. Além disso, o ecrã AMOLED não é capaz de reproduzir cores coerentes, como o verde claro, azul e brancos. Essas cores ficam simplesmente aberrantes e longe da realidade. Se tem algo bom? Tem sim, o consumo e os pretos vivos (ausência de iluminação).. de resto espalha-se ao comprido.

      O modelo do Nexus S com AMOLED é i9020, com Super Clear LCD é i9023.

  26. Tysher says:

    Permitam-me partilhar a minha opinião acerca da seguinte afirmação:

    “No entanto, para não correr o risco de ficar sem carga, o aconselhável é carregar todos os dias. Não prejudica em nada a bateria e evita situações inesperadas.”

    Mesmo sendo uma bateria de iões de lítio, fazer demasiados ciclos de carregamento e descarregamento, sem deixar a bateria ficar praticamente vazia, é mau para a autonomia da mesma a médio prazo.

    Tal é facilmente comprovado se compararmos uma bateria de alguém que remove a bateria do portátil sempre que não a usa e que evita carregar sem esvaziar a bateria e alguém que mantém sempre a bateria no portátil.

    Numa questão de alguns meses as diferenças são enormes.

    Como sempre, obrigado por mais um artigo interessante.

    • Hugo Cura says:

      Obrigado por partilhares a opinião, mas estás errado.

      Disseste correctamente a afirmação quanto aos ciclos, mas interpretaste-a mal e o correcto é exactamente o contrário.

      Numa bateria de iões de lítio nunca devem ser atingidos valores de carga muito baixos. Um ciclo de carga só é contabilizado quando é atingido uma soma total de descarga de 100%, ou seja, imagina que o deixas descarregar apenas até 75% e carregas até 100%. Aí só é contabilizado 1/4 de ciclo de carga. Como as baterias de iões de lítio não viciam, não é de todo prejudicial fazer-lhes isso. É preferível isso do que deixar a carga chegar regularmente a valores inferiores a 20%.

      Mais informação aqui: http://batterycare.net/guia.html#descBat

      • Tysher says:

        Não conhecia a teoria por detrás das baterias de lítio, mas na prática nunca precisei de comprar baterias novas ao passo que amigos meus perdem autonomia tanto em portáteis como telemóveis pois estão sempre a recarregar os aparelhos.

        Concordo com não levar a bateria até 0, costumo levar até ao nível mínimo de bateria e depois carrego-o. O meu portátil continua a aguentar 2 horas como quando o recebi à 2 anos e tal.
        O meu k750i de 2005 continua a aguentar praticamente uma semana sem carregar (embora seja de polímeros de lítio e não iões).

        A explicação deve estar no facto de como eu não mantenho a bateria no portátil a menos que precise dela, apanha menos calor e permite que se mantenha operacional por mais tempo.

        Obrigado pela correcção ^^

        PS: Sei que devia escrever pelo novo acordo ortográfico mas o dicionário do Firefox ainda está desactualizado portanto vai mesmo assim =P

  27. Márcio Soares says:

    He pá, acho que li no inicio desta review que o equipamento tinha sido disponibilizado pela Vodafone, mas afinal o cartão que lá está é da TMN.

    Já agora o meu Galaxy S tem desempenhos melhor que este com uma Rom Cozinhada.

    • Hugo Cura says:

      “He pá, acho que li no inicio desta review que o equipamento tinha sido disponibilizado pela Vodafone, mas afinal o cartão que lá está é da TMN.”

      E então?

      “Já agora o meu Galaxy S tem desempenhos melhor que este com uma Rom Cozinhada.”

      Melhor desempenho? Não acredito, este gingerbread está mesmo muito rápido. Agora melhor funcionalidade… isso sim, de certeza, qualquer ROM cozinhada tem mais extras úteis que isto.

  28. Paulo says:

    Por acaso comprei o Nexus S e estou a gostar

  29. Bruno M. says:

    Para quando uma análise ao Desire HD?

    Cumps

    • Hugo Cura says:

      Provavelmente não será feita. Nele destaca-se a qualidade de construção, o ecrã Gorilla Glass e as 4.3″ (não muito úteis para bolsos mais apertados) e claro, o Sense UI para quem gosta.
      Tem também um peso algo exagerado, 164g.
      Foi falado aqui.

      • Bruno M. says:

        Pois.. Eu sei que foi falado, mas apenas como uma info sobre a “novidade”…

        Eu como acabei de adquirir este fabuloso aparelho (antes tive um legend) e estou maravilhado, daí ter perguntado. 🙂

        Mas obrigado pela resposta.

        Cumps.

        • Hugo Cura says:

          Ah! Muito bem e dou-te os parabéns por isso. Já li reviews e parece impecável a vários níveis. Está no top da minha lista, tal como já disse por aí em comentários. Só peca pelo peso.

          Mas… nem é tarde nem é cedo! Faz tu uma review que será publicado com todo o gosto. Meia dúzia de fotos, um filme, uma crítica sustentada e “está feito”!
          Qualquer coisa: hugo.cura[at]pplware.com

          Cumps

  30. Manuel c says:

    Estou num grande dilema e preciso de ajuda. Nexus s ou HTC desire HD?

  31. Fabio says:

    Humming bird chipset e o sgx540 era hardware mais rápido e capaz da altura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.