PplWare Mobile

O Linux comemora 20 anos!!


Autor: Pedro Simões


  1. Nuno_p says:

    Nasceu no mesmo ano que eu.

    eheh. 🙂

    Força Linus Torvald.

  2. jpng81 says:

    Linux neste momento já se encontra a partir janelas a torto e a direito, olhem só para o android a dar uma tareia no windows phone 😀 😀 :D.
    Em sistema operativo de computador, o windows ainda é uma questão de metalidade nas pessoas,porque quem não muda de sistema de operativo para linux é porque tem umas grandas palas nos olhos, ou então só quer o windows só mesmo para jogar.
    E muita gente ainda se mantẽm no windows só mesmo por causa dos jogos, o que vale á microsoft ainda é os fabricantes fazer hardware com drivers proprietários e o directX porque de resto, é lixo autêntico,

    • Tiago Dias says:

      Por quanto tempo achas que o linux continuaria livre e gratuito se não existisse windows? (ou mesmo mac osx).

      Sem tirar mérito ao linux, não é um sistema para as massas. Poderá vir a ser, mas também desconfio que se chegar lá, vai deixar de ser tão livre e gratuito como é agora.

      • Nuno José says:

        Só dizes isso pq não conheces o sistema de licenciamento.

      • lmx says:

        boas..
        desculpa discordar, mas linux é um sistema de massas, Smartphones, desktops, servidores,leitores de dvd, satelites,dispositivos moveis, routers,switchs,AP´s,…..até ja vi em relogios de pulso 🙂 há pois é…

        cmps

        • Tiago Dias says:

          Posso não me ter expressado bem. Quando falei em sistema de massas, referia-me ao utilizador comum que vai à loja comprar um computador. A percentagem que escolheria linux é muito baixa. E se esquecermos a pirataria no Windows, então baixa ainda mais.

          Isto não quer dizer que o linux não tem potencial, porque é claro que tem, e muito!

          E não posso deixar de dar os parabéns e desejar que o linux e todos os que contribuem para a comunidade linux sigam em frente pelo caminho correcto, para o tornar um sistema cada vez melhor.

          Eu próprio, apesar de não ter tido uma boa experiência no passado, tenho em mente voltar a dar uma hipótese ao linux. Assim que o tempo for mais abundante, irei certamente usar e explorar.

          Quanto ao resto, mantenho a minha posição. A partir do momento em que o linux ganhe a simpatia de uma percentagem significativa de utilizadores, ou supondo um mundo sem windows, o linux deixará de ser tão livre e gratuito. Quando há cheiro de dinheiro, não há bons samaritanos que escapem. E se ou quando o linux passar a ser um sistema de massas (entenda-se utilizadores comuns ou empresas), vai ser visto como uma máquina de fazer dinheiro.

          • Vasco says:

            Acho que uma coisa é certa: o GNU/Linux nunca deixará de ser livre, porque assim diz a licença GPL sob a qual está este SO. E, também segundo a licença GPL, qualquer trabalho derivado do SO ou outro software livre tem de ser livre e ser distribuído sob a licença GPL ou licença equivalente. Eu nunca li a GPL, mas já li isto que disse em outros sítios – isto para dizer que se se quiser confirmar é só dar uma leitura na licença.
            Por outro lado, acho também que mais empresas vão começar a pensar em lucrar com GNU/Linux. Mas, acho que haverá sempre SO livres tanto em liberdade como de custos para o utilizador. Isto, porque penso que haverá sempre uma comunidade interessada em criar e manter projetos com esses 2 tipos de liberdades. Haverá sempre a opção de não gastar nada com SO e outros softwares e ter as liberdades essenciais do software libre.

        • lmx says:

          boas..
          há partes de linux que poderão vir a ser fechadas, mas a grande parte nunca, pois este SO foi licenciado como gpl, e não podes fechar codigo dos milhares de milhoes de individuos que ja contribuiram para o mesmo, pois a sua submissão de código foi feita com licenciamento gpl.
          Podes sempre fazer um fork, mas mesmo com um fork…és obrigado a divulgar o código visto que estar a usar como código base gpl, logo facilmente o linux voltaria a beneficiar dos teus desemvolvimentos…
          Linux é mais que um SO, é um mundo de tencologia, uma sala de investigação sem limite, um sistema de aprendizagem continuo…
          È o maximo 🙂
          long life to Linux, and long life too GNU…

          cmps

          • jpng81 says:

            olhem para o caso do openoffice (o desenvolvimento estava a ficar lento eeeee pumba fork passou a chamar-se libreoffice), é tudo o mesmo apenas há uma outra equipa a com ideias melhores e com mais vontade de fazer correcções no código. Vendo bem acabamos por ficar com dois tipos de office, não gostas de um voltas-te para o outro… passa a ser uma questão de sabores tal como as várias distros de linux. É que claro que em microsoft office isto só iria acontecer quando estivesse para vir nos próximos dias o fim do mundo 😀 😀 😀 😀

        • RAFINHA says:

          ISSO SEM FALAR NAS URNAS ELETRÔNICAS BRASILEIRAS. UM SISTEMA MUITO ESTÁVEL E ROBUSTO. VLW

          • lmx says:

            Boas..
            é verdade, tenho que dizer que a actual potencia numero 8 do mundo e futura numero 5 estimada para 2020, é um pais e tanto, não depende do petroleo, embora o tenha, não depende de software de empresas estrangeiras, embora exista, tem background a nivel informatico no pais criando um cluster de desencolvimento sustentado…what can i say…for me,one of the best exampples i ever see.

            cmps

  3. Óscar Martins says:

    20 anos de Liberdade!!!
    Muitos Parabéns!!!!

  4. Óscar Macedo says:

    Ora, como eu gosto de ver sempre a fonte original de tudo, reparei que a data de emissão do post é em: 5 out 1991, 16:53. Estamos a 5 de outubro de 2011?

    • Pedro Pinto says:

      @Oscar
      Tal como refere o Simões:
      “Este ano comemora o seu 20º aniversário e a festa já começou”.
      Segundo informações, o Linux completa oficialmente 20 anos em agosto de 2011, mês que o Linus Torvalds disponibilizou o primeiro código do Linux, após a tão conhecida mensagem “Hello everybody out there…”

  5. Guilherme de Sousa says:

    Finalmente metem ca o video 😛

    Esta muito bom! Parabéns ao Torlvalds e ao grande pinguim :D!

    cumps!

  6. Fernando Jorge says:

    Comecei a mexer com Macintosh, depois Win/DOS, pelo meio passei em UNIX e voltei ao Windows. O Linux não é o meu SO… nem o será, muito provavelmente, nos próximos tempos.

    No entanto, eu faço questão de deixar uma homenagem de respeito a um SO que revolucionou muita coisa no mundo informático, tem uma maturidade de fazer inveja a qualquer SO comercial (aliás, há produtos comerciais o usam como base) e é, juntamente com alguns outros projectos, uma vitória da comunidade open-source.

    RESPECT!! 😉 🙂

  7. Diogo Correia says:

    Este artigo veio mesmo a calhar. Pois estou a começar a aprender a criar um SO baseado em Linux, com o Livro “Linux from Scratch”.

    • lmx says:

      boas..
      parabéns Diogo pela iniciativa 🙂
      Este país precisa mesmo de mais pessoas com conhecimentos técnicos, para que um dia quem sabe no futuro nos possamos revelar a nivel de exportação,etc.
      Eu também gosto muito de SO´s é a minha area favorita(mas também eu sou um iniciado, e acho que o vou ser a vida inteira, tudo o conhecimento não da para uma alma só 🙁 ), e tudo o que ande a volta de administração de sistemas, que é tudo…, mas pronto o SO é que me cativa mais, pois a tecnologia que vai nele, é o expoente maximo da programação, seja concorrente ou não.

      cmps

      • Guilherme de Sousa says:

        É basicamente o que se passa comigo também lmx!

        Quanto ao facto de seres um iniciado, só ganhas com isso.. considero-me e ei-de sempre me considerar um iniciado; e acho que só se ganha com isso!
        Quando olha-mos para nós como ‘pro’s’ só perdemos com isso, pois acabamos por nos fechar ao resto da informação que existe ainda por absorver!

        cumps

  8. Serva says:

    Bom dia ,

    Um muito obrigado pelo post , de facto este SO não só hoje é totalmnte funcional como se bate de lado a lado com empresas que pagam salários milionarios a Engºs e a toda uma equipa para que desenvolvam o seu Software .

    O linux para além destes atributos também representa uma forma de estar na vida , pela liberdade que nos permite de fazer alterações , por toda uma comunidade que se tem vindo a organizar, e que culminou com a Linux foundation , os caminhos traçados por esta grande comunidade tem de uma forma clara permitido que este SO seja hoje um SO multiplataforma usado praticamente em quase todos os dispositivos que usem a electronica, isto pela sua modalidade e porque o codigo e verdadeiramente livre como ficou muito claro neste Post .

    Espero que esta comunidade nos continue a surpreender numa altura em que a ganancia precipita o mundo ”dito de civilizado” para uma das suas piores crises da Historia da Humanidade .

    Uma vez mais sinto que fiz a escolha certa neste Blog , não descimina nenhum SO não omite noticias e tem uns excelentes moderadores , os meus parabéns também ao nosso Blog .

    Aceitem os meus sinceros cumprimentos

    Serva

  9. Filipe says:

    Boas, já uso linux á +/- 10 anos e não quero outra coisa!!
    Parabens ao linux!

  10. Ryan says:

    Comecei com os computadores atraves do Windows mas tive sempre curiosidade por outras agora ditas plataformas. O Windows 7 esta la em casa por actualizar ha bastante tempo por culpa do Linux. Da gozo instalar e descobrir como se fazem diversas coisas. Da gozo pegar na linha de comandos e toca a limpar, instalar, escrever scripts e sei la mais que poderia mencionar. Nos outros SO comerciais sao feitos para quem nao quer perder tempo com coisas tecnicas sao escolhas. Ha uns meses que comprei um MAC mas nao o uso com a frequencia que pensava sobretudo pela curiosidade que tenho em Linux. Ja agora a diferenca dos gajos que so fazem coisas por dinheiro (Steve Jobs e Bill Gates) contra quem gosta de trabalhar em conjunto para criar pelo prazer de criar… o resto aparece por acrescimo.

    • cris. says:

      Viva Ryan, se houvesse um botao like eu clicava para o teu comment… à uns 6meses meti-me somente a Linux (ubuntu newbie) e tem sido um gozo enorme, posso ter problemas com compatibilidades em alguns programas mas a comunidade, a linha de comandos, a aprendizagem é magica. Obvio que metade do tempo passo-me com o S.O. mas persistencia e resolvo os problemas. Os meus colegas nao percebem o porquê de insistir num sistema less user-friendly, mas o desafio torna a utilizaçao super interessante.

      Obrigado Linux !

      • Ryan says:

        eu e mais ou menos isso tambem. Windows ou Mac e mais ou menos facil de usar mas linux obriga uma pessoa a pensar e para ser sincero fiquei a perceber muitas coisas atraves da persistencia em arranjar em vez de descarregar e instalar ou entao remover…

      • Guilherme de Sousa says:

        x2 para os dois posts a cima! É esse o espírito!

        De salientar que o tempo perdido com certas coisas é ganho não só com conhecimento mas com versatilidade e personalização, coisas que acrescem em muito a productividade de um utilizador, especialmente se for ligado à área de IT!

        cumps!

  11. Serva says:

    Cris ,

    Boa tarde é mesmo assim no inco e vai ser sempre um gozo usar Linux pelas suas imensas possibilidades de cistomização e por ser tão maleavel , eu no inicio sentia o mesmo que tu , algumas vezes recai e usei windows durante uns meses , mas a partir de uma determinada altura numca mais tive ” recaídas ” e foi sempre a abrir o que custa mesmo é adaptarmo-nos de plataformas rígidas como o Mac ou Windows ao Linux e seres tu o primeiro protagonista nessa customização , todos os dias tenho um desafio e também te digo que não mantenho o meu sistema com o mesmo look mais que uma semana eu adoro Linux .

    Cumprimentos a todos

    Serva

  12. Mandrake says:

    Show de bola.
    Pra ver o quanto este SO evoluiu em pouco tempo.

    Excelente e vlw Linus vc é F***!
    Recomendo o filme Revolution OS, que conta a história do open source, do projeto GNU e do Linux.

    Abraço.

  13. ABmar says:

    Parabéns a todos os colaboradores.
    Tenho 60 anos, uso Linux Mint e Ubuntu, estou satisfeito!
    Sou apenas utilizador.
    Obrigado pela vossa existência,
    ABmar

    • lmx says:

      Boas..
      passei apenas para lhe dar os meus parabéns pelo seu post!
      Tenho tido conhecimento de pessoas que são capazes de usar linux e se habituam independentemente da idade, sem ofensa e muito pelo contrario, reconheço grande valor nestas pessoas , não só porque são capazes de pensar pela sua cabeça, mas também porque são autodidatas e desenrascadas…

      Os meus cumprimentos

  14. Guilherme de Sousa says:

    Há uma pequena gafe no nome do grande Linus. Acho que é Linus Torvalds e não Torvald.

    cumps!

  15. lmx says:

    Off topic..

    tendo em conta que o Ubuntu esta quase a sair :), e tendo em conta que a CMagica vai-se basear em Ubuntu, ou debian salvo erro, presumo que deve estar para breve também a saída do novo CMagica?!Um mês depois do Ubuntu sair?

    cmps

  16. Óscar Macedo says:

    Infelizmente quanto a mim, distribuições tipo ubuntu tendem cada vez mais a ser menos Linux.

    É realmente vantajoso não ter de instalar todos os pacotes pendentes (numa única sequência) de uma dada aplicação e ler o README de cada um. Contúdo devo apoiar a utilização do Ubuntu.

    Que sejam este tipo de distribuições que motivem mais o uso do Linux.

    //* Obrigado pelo esclarecimento Pedro Pinto! *//

  17. JMCS says:

    Sem a menor sobra de dúvida um GRANDE contributo!

  18. Fernando says:

    20 anos, grandes avanços, grandes perdas…

    Mais facilidade, mais comptabilidade, mais rapidez

    Fim de um ambiente desktop bonito como o KDE (que na versão 4 ainda não se reencontrou)

    Fim do gnome como padrão, um ambiente que traduzia a filosofia Ubuntu, sem ser parecido com o Windows

    Fim de vários distros excelentes como o Kurumin, e até Big Linux (creio que já morreu pois não saiu da versão 4.2 estável, isto com KDE 3.5)

    Resumindo: muitos avanços e retrocessos, movidos a um time sem unidade, aonde muita gente manda e não se entende, e ainda um grupo de idiotas que acha que o usuário comum tem que fazer tudo na unha (nas linhas de comando).

    Desejo que estes frustados saiam do Linux e mudem definitivamente para o BSD ou outro sistema que exija dificuldades operativas e lá se enterrem junto 🙁

    Por enquanto estou com Ubuntu 10.04, mas se os futuros me oferecerem um lixo para netbook de um “tal” de unity, certamente partirei para alguma outra distro com Gnome ou KDE (que funcione direito)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.