Quantcast
PplWare Mobile

Amazon Dash, a utilidade da internet das coisas

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Vítor M.


  1. Luis Alves says:

    Hum nao era mau pensado… quando um produto estivesse acabar pegaria no objecto e era so seleccionar o codigo barras e automaticamente iria para a lista de compras do amazon ? penso que a ideia esta bem consebida .

  2. André Alves says:

    É interessante, mas imagina que são produtos de marca branca??
    E se esses produtos estão em desconto num supermercado X, não pagamos com desconto.

    • JJ says:

      O preço será o da Amazon…

      É como tudo, determinado produto pode ser mais barato numa loja do que noutra.

      Mas tem de confirmar-se sempre as escolhas que se fazem, por isso a pessoa pode desistir/trocar algum produto.

  3. JJ says:

    Acho uma ideia bastante boa!
    Se financeiramente fosse fiável, utilizaria este serviço.

    • Daniel says:

      A única parte “novidade” aqui é fazer a encomenda directamente e fazeres o pagamento de imediato. Como alguém disse, a app do continente já faz isso, passas o código de barra, adicionas à lista e vais ao site concluir a encomenda. Aliás, aos anos que não vou a um hipermercado fazer compras para a semana, vejo o que tenho a acabar (o que já acabou e quero já passei o código de barras antes), pego nessa lista e vou ao site. De resto com isso ganhei o hábito de ir ao talho e peixaria, ir comprar vegetais frescos à loja que tenho perto de casa (e descobrir um tesouro que são os vegetais e frutas dali… credo!). A única coisa com que tenho de me preocupar é estar em casa para receber, no entanto tudo o que de essencial essa app faz já a do continente faz ao tempo, andam a dormir.

  4. RichardCooper says:

    Faz mais sentido, ter uma app com leitor de QR codes num smartphone, assim fica sempre a mao 🙂

  5. Eu penso que a Amazon deveria licenciar o produto para outras empresas comercializarem fora dos EUA. Eu, por exemplo, já tive uma ideia do género mas seria feita a compra através do smartphone. Não é preciso um novo dispositivo pois o smartphone pode fazer tudo isso pois ele lê código de barras. É preciso é que a distribuição porta-a-porta possa ser uma realidade.

    Eu acredito que isso poderá acontecer no dia em que os carros autónomos – sem pessoas ao volante – for possível. Caso contrário, num local onde há poucas pessoas, logo poucas encomendas, o custo do serviço torna desinteressante tal ideia.

    • okapi says:

      … ” Eu acredito que isso poderá acontecer no dia em que os carros autónomos – sem pessoas ao volante – for possível.” …
      Esta fez-me rir para o resto do dia.

    • Daniel says:

      Como já alguns disseram aqui, não há absolutamente nada de novo excepto o usar os dados que tens na conta da amazon e fazer o pagamento de imediato. Mesmo cá em Portugal tens algo que faz tudo o que essa treta da amazon faz, excepto o pagamento e encomenda, tens de ir ao site para isso: app do continente. E não o faz desde ontem, faz desde que colocaram a nova app na store. Licenciarem o quê? Algo que eles não inventaram? Boa sorte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.