Quantcast
PplWare Mobile

Velocidade da Luz: O que é e como se mede?

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Swappie Guy says:

    “Pois bem, agora que a escala foi apresentada, quando lhe disseram que o trabalho foi feito à velocidade da luz, cuidado, pode ter sido “em passo de caracol”.”

    Hahaha, gostei dessa!

  2. Ricardo Gomes says:

    Um tema (Problema) ao qual me deparo diariamente.
    Na física aprende-se que a velocidade da luz, c, é a mesma para todos os observadores inerciais. O problema está que nunca ninguém conseguiu medir na realidade a velocidade da luz visto que esta somente foi medida nas duas direções ida/volta e não apenas numa direção como por exemplo se fazem as medições de velocidade em automoveis. No entanto existem algumas teorias e provas que podem mudar todo o conceito sobre c visto que esta pode ser 2x mais lenta na ida e instantânea na volta ou vice versa, o que traria possibilidades como por exemplo a teletransportação. Para quem se interessar sobre o assunto deixo aqui algumas Referências::

    1. Para uma visão geral da velocidade da luz unidirecional: https://en.wikipedia.org/wiki/One-way_speed_of_light
    2. Prof. Geraint Lewis, Universidade de Sydney: https://www.youtube.com/c/AlasLewisAndBarnes
    3. Prof. Clifford M. Will, Universidade da Flórida: http://www.phys.ufl.edu/~cmw/
    4. Einstein, A. (1905). Sobre a eletrodinâmica dos corpos em movimento. Annalen der physik, 17(10), 891-921.
    (inglês) https://en.wikisource.org/wiki/Translation:On_the_Electrodynamics_of_Moving_Bodies
    5. Greaves, E. D., Rodríguez, A. M., & Ruiz-Camacho, J. (2009). Velocidade da luz unidirecional. American Journal of Physics, 77(10), 894-896. https://aapt.scitation.org/doi/10.1119/1.3160665
    6. Resposta a Greaves et al. artigo — https://arxiv.org/abs/0911.3616
    Finkelstein, J. (2009). Velocidade da luz unidirecional?. arXiv, arXiv-0911.
    7. A Filosofia do Espaço e do Tempo – Reichenbach, H. (2012). Corporação Courier. (Livro)
    8. Anderson, R., Vetharaniam, I., & Stedman, G.E. (1998). Convencionalidade de sincronização, dependência de calibre e teorias de teste da relatividade. Relatórios de física, 295(3-4), 93-180. https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0370157397000513
    9. Um artigo de revisão sobre simultaneidade — Janis, Allen, “Conventionality of Simultaneity”, The Stanford Encyclopedia of Philosophy (Fall 2018 Edition), Edward N. Zalta (ed.) https://plato.stanford.edu/archives/fall2018/entries/spacetime-convensimul/
    10. Will, C.M. (1992). Sincronização do relógio e isotropia da velocidade da luz unidirecional. Revisão Física D, 45(2), 403. https://journals.aps.org/prd/abstract/10.1103/PhysRevD.45.403
    11.Zhang, Y.Z. (1995). Testar teorias da relatividade especial. Relatividade Geral e Gravitação, 27(5), 475-493. https://link.springer.com/article/10.1007%2FBF02105074
    12. Mansouri, R., & Sexl, R.U. (1977). Uma teoria de teste da relatividade especial: I. Simultaneidade e sincronização do relógio. Relatividade Geral e Gravitação, 8(7), 497-513. https://link.springer.com/content/pdf/10.1007/BF00762634.pdf

    Boa Leitura, qualquer descoberta neste ramo contactem a pplware.

  3. cK says:

    Pois bem, eu consigo medir essa velocidade todos os meses. É desde o momento de entrada do vencimento na conta e o momento que sai!

  4. Josué Correia says:

    Gostei da conclusão. Brilhante.

  5. SANDOKAN 1513 says:

    Excelente artigo.Isto sim,isto vale muito a pena. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.