PplWare Mobile

Por que envelhecemos? Qual é o papel do DNA no envelhecimento?


Gestora de conteúdo e de redes sociais do Pplware. Mestre em Economia, foi o fascínio pelo universo da tecnologia e da comunicação que falou mais alto.
Artigo escrito por Ivo Machado para o Pplware

Destaques PPLWARE

  1. blablabla says:

    Assumindo que se conseguia parar o envelhecimento através de um processo cirúrgico. Quem é que depois escolhe quem tem direito ao procedimento?

  2. cereal killer says:

    e agora em português: ADN

  3. Paulo says:

    CRISPR CAS9 talvez com esta tecnologia, que pelos vistos é acessível, havendo pessoas em casa a brincar com isto, seja possível acesso generalizado.
    Porém onde estão os limites das alterações genéticas, parece não haver barreiras, desde coisas consensuais até outras muito controversas (introduzir características de outras espécies, etc).
    O artigo fala que o estudo não pretende a imortalidade, mas não me parece impossível, parece muito próximo parar o envelhecimento/regenerar corpo, ontem parecia ficção, hoje parece estar ali ao virar da esquina.
    Quem não quer viver mais e de forma saudável? Eu até quero, mas a que preço! Não haver nascimentos, ou muitos poucos, um mundo sem crianças, não haveria outra forma, pois os recursos do planeta já não aguentam com os que já estão, como vamos controlar isto se mesmo hoje existem muitas pessoas nas suas casas a explorar estas tecnologias.

  4. AJ says:

    Para além do que foi referido, existem outras causas que contribuem para o processo de envelhecimento.
    Em 2009 três pesquisadores americanos (Elizabeth Blackburn, Carol Greider e Jack Szostak) obtiveram o prêmio Nobel de medicina por pesquisaram os telômeros (extremidades dos cromossomas) e descobriram que a enzima telomerase pode proteger os cromossomas do envelhecimento – pode fazer com que eles regenerem os telômeros e impede o encolhimento destes aquando da divisão celular. Desta forma, a telomerase ao proteger os telômeros contribui para manter o ADN das células sem erros e ajuda a manter a juventude biológica das mesmas. Por outro lado, o encurtamento dos telômeros conduz a muitas doenças conhecidas entre as quais o Cancro. É sabido que é possível evitar o encurtamento precoce dos telômeros com uma dieta saudável, exercícios físicos regulares, dormir bem, evitar o stress, etc.

    • NAO_SEI_NADA says:

      Os telômeros limitam o número de divisões de uma célula, as mutuação continuam a existir.
      Essa alteração não nos ia ajudar com o cancro antes pelo contrário, uma vez que a existência de actividade telomerase não é bom sinal.

      Seria necessário melhores mecanismo de combate a atividades cancerígenas e de reparação de DNA para ser uma alteração plausível .

      Algo importante diferenciar é entre viver mais tempo ou viver jovem mais tempo .

  5. DrMiguel says:

    E o que importa se envelhecermos? Que importa é termos saúde.
    Tudo que nasce, morre, é o ciclo da vida e temos que aceitar.

    As vezes os cientistas tornam-se tão fúteis e irritantes onde procuram respostas que não trazem solução. Da forma como o mundo está, perdido, cheio de doenças, acho que morrer não é o pior que nos pode acontecer desde que não seja em agonia ou sofrimento.

    Agora, o ADN ou DNA, tem as vantagens de previnir doenças e até conhecer melhor as nossas origens, sendo que maioria das nossas doenças são genéticas e muitas das vezes podiam ser evitadas.

    Nós como Médicos temos o hábito de perguntar: Historial familiar? Alguém tem isto ou aquilo? Já alguma vez pensaram na razão disso?

  6. Fulano says:

    Nascemos e morremos como qualquer outro organismo na Terra.
    Se podemos atrasar um pouco esse destino, pouco importa, pois todos temos o nosso destino traçado assim que a primeiras células se dividem no útero na nossa mãe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.