Quantcast
PplWare Mobile

ONU quer satélites a detetar pontos de emissões de metano… E depois?

                                    
                                

Imagem: David Andrade

Fonte: UNEP

Autor: Maria Inês Coelho


  1. says:

    E depois… ? Depois se aprovado, a espionagem lá do alto dos céus ganha mais um(uns) elemento…

  2. Jose says:

    Até que enfim preocupam-se com o metano do que apenas com o carbono! Ninguém se lembra que o ar que respiramos, a atmosfera, é composto por mais gases. O metano tem um efeito de estufa 20, sim, vinte vezes superior ao do carbono, e no entanto, nada tem sido dito ou debatido sequer! Não convém, falam das emissões das vacas, mas”esquecem” o efeito de mais de 7.000 milhões de seres humanos num planeta sobrepovoado.

    • Paula Rocha says:

      Superpovoado? Se juntares toda a população mundial apenas na Australia, cada pessoa teria cerca de 1000m2 de terreno só para sí. Não estou a falar de família, agregados, … é mesmo cada pessoa!

      Ainda acreditas na narrativa de que a terra está superpovoada?

      • Dukontra says:

        Paula Rocha, o povinho anda “canalizado” pelo tal “sistema” e absorve tudo o que lhes enfiam pelas orelhas e pelos olhos. É moda e fica giro. Podiam começar a fazer circular informação que se se atirarem para baixo de um comboio, que isso também ajuda nas alterações climatéricas…

  3. AlexS says:

    Vão descobrir que a maior parte vem do mar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.