PplWare Mobile

O Supercomputador que imita o cérebro humano já está em funcionamento


Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. Cleusa Nunes Silva says:

    Acredito na Inteligência Artificial.

  2. LeigoAki says:

    Mais um artigo que ilustra a ansiedade e o investimento total total das elites para obter o controlo absoluto das massas que serão manipuladas e controladas, até no próprio pensamento! Um pesadelo que ainda vai mais além do que previa o G. Orwell e o A. Huxley… Viva o progresso!

    • Ruy Acquaviva says:

      Excelente comentário. Acho que é assim mesmo.
      Os ganhos advindos da automação foram apropriados completamente pelo capital e nada ficou para as pessoas. Aquilo que achávamos na década de 80 que iria reduzir as horas de trabalho e libertar o ser humano para ter mais horas livres, na verdade teve o efeito oposto, gerando apenas o desemprego. Hoje tem menos gente trabalhando e o desemprego é um problema crônico e crescente. E quem ainda tem emprego trabalha muito mais horas que naquela época, com medo de perdê-lo.
      Obviamente o que está errado não é a tecnologia, não sou neoludita, o problema é o sistema que é insano. E o pior é que eu não vejo esse aspecto fundamental ser abordado quando se discute a questão. Seu comentário é uma louvável exceção.

    • Ricardo Dias Pelin says:

      Quer dizer então que se tal procedimento fosse feito por uma nação socialista não seria de uso das elites socialistas, pois não ? Penso que os tolos que acreditam que existe lógica de domínio além do conhecimento puro e simples dos mecanismos que fazem o cérebro funcionar estão tomando agua contaminada. Acredito que com IA, serão suprimidos muitos defeitos genéticos em seres humanos: cegueira, audição, tato, criação de orgãos – fígado, rins, estômagos -, alem de compreender porque tem pessoas com crises de perseguição, TOC, criadores de teorias da conspiração, etc. Concordo que a disseminação d informações hoje é muito grande e em principio sem valor comercial. No entanto, se forem bem utilizadas podem abrir caminhos.

  3. moonnn says:

    daqui a mais 20 anos sera a potencia de um telemovel 🙂

  4. Jabba says:

    …andam a brincar com o
    Skynet à espreita…

  5. Amanciojsilvjr says:

    Uma boa análise esses conjunto de informações em um pequeno e mediano conjunto em breve tudo isso será tamanho da palma da mão

  6. Rui Ribeiro says:

    Parece haver alguma confusão com a capacidade dos processadores/computador.

    “O supercomputador será capaz de completar mais de 200 milhões de ações por segundo graças ao seu conjunto de um milhão de núcleos processadores, cada um deles tem 100 milhões de componentes. Esta superestrutura é capaz de executar 200 biliões de ações por segundo.”

    Podem corrigir/clarificar no artigo?

  7. Amilcar Lima says:

    Acredita no que quizer, meu chapa. O homem e nem a maquína nunca, mas nunca mesmo vão desvendarum terço dos mistérios que nos rodeiam. A máquina estará sempre ao serviço do homem, pois o homem será sempre seu criador. Creia em Deus e na natureza. Enquanto o homem não conseguir controlar a natureza, toda a sua vitória é zero. A natureza e Deus estão cada dia mostrando ao homem e as máquinas, as suas insignificâncias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.